P. 1
O Inverno Nuclear - Carl Sagan

O Inverno Nuclear - Carl Sagan

2.0

|Views: 1,059|Likes:
Published by fadasan

More info:

Published by: fadasan on Jun 21, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/07/2015

pdf

text

original

O impacto de temperaturas dramaticamente reduzidas
sobre as plantas dependeria da época do ano em que
elas ocorressem, da sua duração e dos limites de
tolerância de cada espécie vegetal. Particularmente

importante é a queda brusca de temperatura. O trigo de
inverno, por exemplo, pode suportar temperaturas de até -
15º a -20ºC quando pré-condicionado a baixas
temperaturas (como ocorre naturalmente nos meses de
outono e de inverno), mas uma temperatura de -5ºC pode
matar as mesmas plantas se expostas durante o
crescimento ativo de verão. Até plantas de regiões
alpinas, como por exemplo o Pinus cembra, que toleram
temperaturas de até -50ºC no meio do inverno, podem ser
mortas por temperaturas de -5ºC a -10ºC ocorridas no
verão. Os cálculos do TTAPS indicam que as
temperaturas cairiam em tempo curto aos seus níveis
mínimos (Quadro 1); nessas circunstâncias é improvável
que plantas normalmente resistentes ao frio pudessem
"endurecer" (desenvolver tolerância ao congelamento)
antes de alcançadas temperaturas letais. Outros traumas
infligidos às plantas pela radiação, por poluentes do ar e
por baixos níveis de iluminação imediatamente após a
guerra multiplicariam os danos provocados pelo
esfriamento. Além disso, plantas doentes ou danificadas
têm reduzidas a sua capacidade de suportar condições de
frio extremo.
Mesmo temperaturas bem acima do ponto de
congelamento podem ser danosas para certas plantas.
Por exemplo, a exposição do arroz ou do sorgo a uma
temperatura de apenas 13ºC na época crítica pode inibir a
formação de grãos porque o pólen produzido é estéril. O
milho (Zea mays) e a soja (Glycine max), duas culturas
importantes na América do Norte, são muito sensíveis a
temperaturas de menos de 10ºC.
Se bem que uma guerra nuclear no outono ou no inverno
teria provavelmente efeitos menores sobre as plantas do
que na primavera ou no verão, a vegetação tropical é
vulnerável às baixas temperaturas em todas as épocas do
ano. As únicas regiões em que as plantas terrestres

poderiam escapar à devastação pelo frio extremo seriam
aquelas situadas junto às costas e em ilhas, onde as
temperaturas seriam moderadas pela inércia térmica dos
mares. Contudo, essas áreas experimentariam condições
meteorológicas excepcionalmente violentas devido ao
forte gradiente lateral de temperatura entre os oceanos e
o interior dos continentes.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->