estribilho francês sobre a distinção dos gêneros, "vive la différence!", expressa o ponto de vista bíblico. Autor: J. I.

Packer Fonte: Teologia Concisa, pg. 69, Ed. Cultura Crista. Compre este livro http://www.cep.org.br

Mais estudos no site http://sites.google.com/site/estudosbiblicossolascriptura/

2

12). A ideologia do "unissexe". Antevemos nossa participação na ressurreição de Cristo na ou por meio da ressurreição de nossos próprios corpos. mas redenção do próprio corpo. pertencem ao modelo da Criação. A idéia comum de que a alma é apenas um órgão da consciência temporal e que o espírito é um órgão distinto de comunhão com Deus trazida à vida na regeneração cria um descompasso entre o ensino bíblico e o uso da palavra. envelhecimento e deterioração física que levam à morte. enquanto o 1 . Embora a exata composição de nossos futuros corpos glorificado seja atualmente desconhecida. como comprovam claramente seus desejos desordenados. mas também em atividades mais amplas da vida. 3. devemos experimentar nosso ambiente. e o homem foi feito alma vivente. Rm 5. Além disso. uma visão "tricotômica" do homem como sendo corpo.1 A Raça Humana OS HUMANOS SÃO CORPO E ALMA EM DOIS GÊNEROS "E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra.22. Agora. enquanto a percepção espiritual se imagina desvinculada do ensino e aprendizado da verdade revelada de Deus. que deprecia a significação dos dois gêneros. alma e espírito é incorreta. uma vez que seus papéis são desempenhados não apenas no casamento. desfrutar e controlar as coisas à nossa volta. A natureza complementar dos gêneros é vista como conducente a uma cooperação enriquecida (ver Gn 2. serviço e fidelidade. Por intermédio do corpo.17. honra.7 ". Na morte a alma deixa o corpo inanimado para trás. macho e fêmea. porém."Gn 1. Fp 3."Gn 2.4). conseqüentemente. e não tivesse o pecado surgido. sabemos que será alguma espécie de continuidade de nossos corpos terrenos (1 Co 15.27 Cada ser humano neste mundo consiste de um corpo material animado por um eu distinto e imaterial. os seres humanos são corruptos do começo ao fim em seu ser psicofísico. segundo o qual o discernimento espiritual e o pensamento teológico são separados para empobrecimento de ambos.19. perverte assim a ordem de Deus.20. e sua dignidade é. como a conhecemos. A percepção da insondável diferença entre pessoas de gêneros distintos converte-se em uma escola para o aprendizado da prática e alegria da apreciação. porém esta não é a feliz libertação que os filósofos gregos e alguns cultivistas imaginaram. O uso bíblico levá-nos a dizer que temos e somos tanto almas com espíritos. todas as quais pertencem à cortesia que a realidade misteriosa do outro gênero requer. igual. Homem e mulheres são igualmente portadores da imagem de Deus (Gn 1. procriação e vida familiar.35-49.7. mas é um equívoco pensar que alma e espírito são duas coisas diferentes. e soprou em suas narinas o fôlego da vida. ela conduz a um anti-intelectualismo deformado. A corporificação da alma é inerente ao designo de Deus para o gênero humano. Cl 3.. "espírito" contém as nuanças do eu derivado de Deus. Nada havia de mau ou corruptível no corpo feito inicialmente por Deus. os quais guerreiam entre si e também contra os princípios da sabedoria e da retidão. dependência dele e distinção do corpo tal.21.. Os dois gêneros. A esperança cristã não é redenção por libertar-se do corpo. tanto físico como mentais. não fariam parte da vida humana (Gn 2. abertura. A Escrituras dá a este eu o nome de "alma" ou "espírito".18-23). sendo a teologia tida como "pró-alma" e não espiritual. homem e mulher os criou. "Alma" enfatiza a distinção da individualidade consciente de uma pessoa como tal.27). e relacionar-nos com outras pessoas. a doença. como foi dito antes.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful