a revolução veio depois. olhar para dentro”. O interesse pela nossa diversidade de ingredientes nasceu nos anos 1980.• • • • Redescoberta dos gostos do Brasil Compartilhe57 A crescente onda liderada por alguns chefs resgata ingredientes regionais e os transforma em alta gastronomia Texto Bell Kranz | Fotos Rogério Voltan | Produção Henrique Morais | Designer e programação Maycon Silva A chef Ana Luiza Trajano. do paulistano Brasil a Gosto. conta a chef Mara Salles. mas não revolucionaram.” Segundo Mara.M. toca o Dois Cozinha Contemporânea. “Pegaram ingredientes de uso amplamente popular. diz Felipe Ribenboim. diz o chef. no entanto. às vezes incorporando-os a receitas distantes de suas origens. que. pode ser um desafio maior do que prepará-los. licuri. caju e mandioquinha. em São Paulo. Encontrá-los para comprar. As matérias-primas regionais surpreendem não iniciados até nos nomes: maturi. eles têm desenvolvido modos diferentes de utilizar alguns desses alimentos. Mas eles não foram além do óbvio. que dá uma breve anestesiada na boca. É que Alex já levou para sua cozinha a perfumada erva amazônica. como manga. Conselheiros de Casa e Comida. quando chefs daqui voltaram seus olhos para os produtos do cerrado e da Amazônia e para ingredientes mais exóticos do Nordeste. fizeram comida afrescalhada e deu certo”. restaurante do embaixador da gastronomia brasileira. “As possibilidades de aplicação culinária são equivalentes às da baunilha”.. cagaita. “Abriram caminho. você vai conferir alguns ingredientes garimpados nesse movimento. que persegue a identidade da gastronomia brasileira há 24 anos. “Queremos valorizar o que é nosso. O último é um fruto nativo do cerrado e foi parar no jornal New York Times. em texto sobre a cozinha do D. Foi o que fizeram ao criar o Gefiltefish de pirarucu: substituíram a tradicional carpa do prato clássico da cozinha judaica pelo peixe amazônico. achachairu.O. já na década de 1990. do Tordesilhas. é integrante da ala mais jovem de um movimento de resgate e divulgação de ingredientes regionais brasileiros pouco ou nada conhecidos na maior parte do país. quando chegaram ao Brasil os primeiros chefs franceses. até então conhecida apenas em frascos de banho de cheiro típicos do Pará. Alex Atala. com Gabriel Broide. Logo pode ser a priprioca a rodar o globo. Aqui. • . Ainda adicionaram a flor do jambu.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful