Simulado CEV Biosegurança Técnicos

Prof. Rivaldo Lira Enfermeiro graduado pela UFPI – 2003 Especialista em Obstetrícia e Oncologia Mestrando em Ciências da Saúde Professor (UEMA/CET)

Consultor em Informática Hospitalar
Plantonista da MDER

ASSUNTOS: Princípios gerais de segurança no trabalho – Técnicos
10.1 Prevenção e causas dos acidentes do trabalho. 10.2 Princípios de ergonomia no trabalho. 10.3 Códigos e símbolos específicos de Saúde e Segurança no Trabalho.

Biossegurança - Técnicos
3.1 Princípios gerais de biossegurança, higiene e profilaxia. 3.2 Gerenciamento do descarte de resíduos, fluidos, agentes biológicos, físicos, químicos e radioativos. 3.3 Meios de propagação e isolamento em doenças infecto contagiosas.

RISCO BIOLÓGICO
De onde ele vem?

PROCEDIMENTOS

RISCO BIOLÓGICO De onde ele vem? .

RISCO BIOLÓGICO risco de quê? Bactérias Fungos Vírus Ectoparasitas Protozoários .

Hepatite C Influenzae .RISCO BIOLÓGICO risco de quê? Hepatite A Tuberculose Escabiose Hepatite B Vírus herpes Meningites Staphylococcus sp.

urina. lágrima. líquor. pleural.RISCO BIOLÓGICO como se estabelece a exposição? • Veículo ou Material biológico • sangue. pericárdico). líquido amniótico. líquido articular e saliva suor. secreção vaginal e sêmen e tecidos • líquidos de serosas(peritoneal. escarro e ar . fezes.

RISCO BIOLÓGICO como se estabelece a exposição? • Tipo de exposição • • • • Pérfuro-cortante Mucosa Pele íntegra Inalação de gotículas/aerossóis .

RISCO BIOLÓGICO Qual a magnitude do risco? • Prevalência das doenças transmissíveis • Conscientização • precauções padrão • limitações da profilaxia pós-exposição • Informações: transmissão das doenças • Condições de segurança no trabalho • Normatizações: medidas profiláticas PRÉexposição .

348 (9): 826-33 Cardo e col.5) • • • • • Risco aumentado de transmissão Dispositivo com sangue visível Dispositivo usado intra veia ou artéria Lesão profunda Óbito paciente fonte em até 2 meses MMWR2001.09% (IC95%: 0.5) • Mucosas: 0.HIV • Avaliação da soroconversão • Pérfuro-cortantes: 0. 337: 1485-90 . NEJM 1997.RISCO BIOLÓGICO Qual a magnitude do risco .2 a 0. NEJM 2003.006 a 0.3% (IC95%: 0.50(RR-11):1-52 Gerbeding.

RISCO BIOLÓGICO Para Hepatite B • Varia de 40 a 60% Qual a magnitude do risco – Hepatites B e C Para Hepatite C • Varia de 1 a 10% http://www.pdf MS. Manual de condutas em exposição ocupacional a material biológico. 2001 .ucsf.edu/hivcntr/Clinical_Resources/Resources/PDFs/pep_steps.

2002/2003 www. hepatite B e C 6º passo: Acompanhamento clínico-sorológico MS.1999 MS.edu/hivcntr . Recomendações para terapia ARV.ucsf. Manual de Condutas em exposição ocupacional a material biológico.RISCO BIOLÓGICO O que fazer em caso de exposição? • • • • • • 1º passo: Cuidados locais 2º passo: Registro 3º passo: Avaliação da Exposição 4º passo: Avaliação da Fonte 5º passo: Manejo específico HIV.

RISCO BIOLÓGICO Como minimizar o risco? • Conhecimento/ Conscientização • Equipamentos de Proteção Individual • Precauções padrão e especiais .

RISCO BIOLÓGICO Conhecimento/ Conscientização • Conhecer os possíveis agentes etiológicos e os meios de transmissão • Lavagem das mãos • Imunizações • Manuseio e descarte de pérfuro-cortantes • Conhecer a rotina para atendimento de acidentes com material biológico • Conhecer as limitações da profilaxia pós exposição .

RISCO BIOLÓGICO Equipamentos de Proteção individual • Luvas (de procedimento. botas . estéreis. estéreis) • Máscaras (cirúrgicas. descartáveis). Jaleco • Protetor facial • Sapato. N95) • Capotes (limpos. plástico.

RISCO BIOLÓGICO Precauções • • • • Precauções Padrão Precauções respiratórias com gotículas Precauções respiratórias com aerossóis Precauções de contato .

previsão de contato com material biológico de QUALQUER paciente • Luvas são necessárias para tocar material biológico.RISCO BIOLÓGICO Precauções padrão Precauções com materiais biológicos devem ser usadas para TODOS pacientes • Precauções de barreira . mucosas ou pele não intacta de todo paciente e para proceder acesso venoso .

RISCO BIOLÓGICO Precauções padrão • Máscaras e protetores oculares – previsão de respingo de material biológico • Capotes são necessários se houver respingos generalizados .

limpeza de instrumentais e descarte de pérfurocortantes .RISCO BIOLÓGICO Precauções padrão • Lavagem das mãos é sempre necessária após contaminação com material biológico e imediatamente a retirada das luvas • Precauções dever ser tomadas para prevenir acidentes durante procedimentos.

RISCO BIOLÓGICO Precauções Respiratórias com Gotículas • Quarto privativo • Máscara cirúrgica para profissional de saúde entrar no quarto • Máscara cirúrgica para o paciente em caso de transporte .

RISCO BIOLÓGICO Precauções Respiratórias com Aerossóis • Quarto privativo com porta fechada • Máscara N95 para profissional de saúde entrar no quarto • Máscara cirúrgica para o paciente em caso de transporte .

.

esfignomanômetro. termômetro de uso individual • Conter secreções em caso de transporte .RISCO BIOLÓGICO Precauções de Contato • Quarto privativo • Capote e luva para contato com pele e mucosas do paciente • Estetoscópio.

dados agregados do NaSH indicam que seis dispositivos são responsáveis por aproximadamente oitenta por cento de todos os Acidentes. Esses dispositivos são:  Seringas descartáveis/agulhas hipodérmicas (30%)  Agulhas de sutura (20%)  Escalpes (12%)  Lâminas de bisturi (8%)  Estiletes de cateteres intravenosos (IV) (5%)  Agulhas para coleta de sangue (3%) • No geral. .Quais perfurocortantes estão envolvidos nos acidentes percutâneos? • Embora muitos tipos de perfurocortantes possam estar envolvidos. as agulhas com lúmen são responsáveis por 56% de todos os acidentes com perfurocortantes no NaSH.

 Implementar mudanças na prática de trabalho  Adotar o uso de equipamentos de proteção individual. .HIERARQUIA DA PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES  Eliminar e reduzir o uso de agulhas e outros perfurocortantes onde for possível  Isolar o perigo através do uso de um controle de engenharia no ambiente ou no próprio perfurocortante.

Alternativas para o uso de agulhas  Implementar sistemas de administração IV que não exigem (e em alguns casos.  Usar alternativas para fornecer medicação e vacinação quando for disponível e seguro para o atendimento ao paciente. como na estratégia de planejar todos os exames de um paciente de forma a colhê-los em uma única vez  Eliminar o uso de agulhas para fins aos quais não foram destinadas .  Revisar as rotinas e práticas de coleta de amostras de sangue a fim de identificar e eliminar punções desnecessárias. não permitem) o acesso a agulhas.

O profissional exposto ao risco deve realizar o teste anti-HIV por ocasião do acidente. Em relação a acidentes com material biológico. b) Medidas preventivas de acidentes perfurocortantes são uma obrigação das instituições hospitalares. repetindo-o. devem ser desprezados em recipientes resistentes à perfuração. leia as sentenças abaixo e assinale a alternativa CORRETA. .COSEAC) Os acidentes com material biológico que envolvem profissionais de enfermagem persistem no dia a dia. conforme indicação dos órgãos competentes. se negativo. e) Os equipamentos de proteção utilizados devem ser seguros. como agulha. sem necessidade de se identificar o recipiente. Deve-se colocá-los no lixo comum. c) Materiais perfurocortantes. Medidas individuais sob responsabilidade dos trabalhadores não interferem na ocorrência de acidentes dessa natureza. d) A exposição do profissional de enfermagem ao HIV por material perfurocortante deve ser tratada como emergência médica. Prevenir esses acidentes é a forma adequada para o sucesso das intervenções de enfermagem. cabendo a cada trabalhador a responsabilidade de comprá-los.1) (HU-RJ – 2009 . a) O profissional de enfermagem deve ter muito cuidado e atenção durante a realização de procedimentos. especialmente quando for reencapar agulhas após sua utilização. bisturi e similares.

e) Os equipamentos de proteção utilizados devem ser seguros. bisturi e similares. cabendo a cada trabalhador a responsabilidade de comprá-los. a) O profissional de enfermagem deve ter muito cuidado e atenção durante a realização de procedimentos. Em relação a acidentes com material biológico. Medidas individuais sob responsabilidade dos trabalhadores não interferem na ocorrência de acidentes dessa natureza. repetindo-o. .COSEAC) Os acidentes com material biológico que envolvem profissionais de enfermagem persistem no dia a dia. devem ser desprezados em recipientes resistentes à perfuração. sem necessidade de se identificar o recipiente. Prevenir esses acidentes é a forma adequada para o sucesso das intervenções de enfermagem. Deve-se colocá-los no lixo comum. d) A exposição do profissional de enfermagem ao HIV por material perfurocortante deve ser tratada como emergência médica. especialmente quando for reencapar agulhas após sua utilização. b) Medidas preventivas de acidentes perfurocortantes são uma obrigação das instituições hospitalares. c) Materiais perfurocortantes.1) (HU-RJ – 2009 . como agulha. O profissional exposto ao risco deve realizar o teste anti-HIV por ocasião do acidente. se negativo. leia as sentenças abaixo e assinale a alternativa CORRETA. conforme indicação dos órgãos competentes.

NR-7 O que é o Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional? É um programa que especifica procedimentos e condutas a serem adotados pela empresa em função dos riscos aos quais o empregado se expõe no ambiente de trabalho. 29 .

• Indicar dentre os médicos do SESMT. um médico coordenador. da empresa. implemetar e zelar por sua eficacia. • Custear todos procedimentos relacionados. 30 .Responsabilidades Do Empregador: • Elaborar.

31 .Quanto a coordenação Não são obrigadas: • Empresas com grau de risco 1 e 2. e com até 10 empregados. e com até 25 empregados. • Empresas com grau de risco 3 e 4.

Responsabilidades Do coordenador: • Realizar os exames obrigatórios. se necessário. 32 . ou encaminhar os empregados a outro médico. para a realização dos exames.

Desenvolvimento Exames obrigatórios: • • • • • Admissional Periódico De retorno ao trabalho De mudança de função Demissional 33 .

• Os exames periódicos deverão ser realizados de acordo com a necessidade e com a idade do empregado 34 .Quanto aos exames • O exame admissional deverá ser realizado antes do inicio das atividades.

• O exame demissional deve ser realizado antes da saída do empregado 35 .Quanto aos exames • O exame de retorno ao trabalho deve ser realizado no primeiro dia da volta. • O exame de mudança de função devera ser realizado antes da mudança.

36 . especialmente os identificados nas avaliações previstas nas outras NRs.Considerações finais O PCMSO tem como objetivo prevenir e rastrear qualquer problema relacionado com o trabalho. devendo ser planejado e executado com base nos riscos à saúde dos trabalhadores.

com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.2) (EMAP-FSADU-2012) Identifique a Norma Regulamentadora que estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados. b) NR-32. . do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO. c) NR-05. e) NR-07. a) NR-20. d) NR-17.

CIPA d) NR-17. com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores. Profissionais de Saúde c) NR-05. do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO. PCMSO . Manuseio de combustíveis b) NR-32. a) NR-20.2) (EMAP-FSADU-2012) Identifique a Norma Regulamentadora que estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados. Ergonomia e) NR-07.

CIPA Norma Regulamentadora – NR 5 Ministério do Trabalho e Emprego Toda empresa que possua funcionários regidos pela Consolidação da Leis do Trabalho – CLT. . deve constituir CIPA. por estabelecimento. e mantê-la em regular funcionamento.

NR–5. .Composição da CIPA – NR 5 A CIPA deve ser formada de acordo com as proporções mínimas estabelecidas nos Quadros da Norma Regulamentadora .

• Representantes dos Empregados: Titulares e suplentes serão escolhidos através de processo eleitoral secreto.Composição da CIPA – NR 5 • Representantes dos Empregadores: Titulares e suplentes serão por eles designados. .

• Participar junto com a empresa da Campanha anual de Prevenção da AIDS. onde houver. • Promover anualmente a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho – SIPAT. PCMSO e outros programas relacionados a segurança. ou com o empregador da análise das causas de doenças e de acidentes do trabalho propondo medidas para a solução dos problemas identificados. . • Realizar periodicamente verificações para eliminar e minimizar atos e condições inseguras.Algumas Atribuições do Cipeiro • Identificar os riscos no processo de trabalho e elaborar o Mapa de Risco com auxilio do SESMT. • Participar com o SESMT. • Colaborar no desenvolvimento e implementação do PPRA.

. • Aplicando no ambiente de trabalho as recomendações quanto à prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho. • Indicando as situações de risco que o estabelecimento oferece e apresentando sugestões para minimizar ou eliminar o risco. • Colaborando com a Gestão da CIPA.Os demais empregados podem ajudar na Segurança do Trabalho? Podem e devem: • Participando da eleição dos seus representantes Cipeiros.

são atribuições da CIPA: I. IV. e elaborar o mapa de riscos. II. com assessoria do SESMT. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. com a participação do maior número de trabalhadores. . onde houver. verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores. Realizar. Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. Identificar os riscos do processo de trabalho. III. periodicamente. V. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa.3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05.

com assessoria do SESMT. V. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. Identificar os riscos do processo de trabalho. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. são atribuições da CIPA: I. Realizar. Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação. periodicamente. verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores. Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. onde houver. III. .3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05. II. IV. e elaborar o mapa de riscos. com a participação do maior número de trabalhadores.

verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores. com assessoria do SESMT. com a participação do maior número de trabalhadores. V. são atribuições da CIPA: I. Realizar. IV. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. periodicamente. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa. III. Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. . Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. e elaborar o mapa de riscos. II. Identificar os riscos do processo de trabalho.3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05. onde houver.

II. Realizar. são atribuições da CIPA: I. IV. onde houver. III. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. e elaborar o mapa de riscos. Identificar os riscos do processo de trabalho. Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação. verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores.3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05. com a participação do maior número de trabalhadores. V. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. . Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. periodicamente. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa. com assessoria do SESMT.

II. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. . Identificar os riscos do processo de trabalho. V. III.3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05. IV. verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores. com a participação do maior número de trabalhadores. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa. e elaborar o mapa de riscos. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. periodicamente. onde houver. com assessoria do SESMT. são atribuições da CIPA: I. Realizar. Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação.

com assessoria do SESMT. dando ciência aos fatos relativos aos acidentes de trabalho ocorridos na empresa.3) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-05. Identificar os riscos do processo de trabalho. com a participação do maior número de trabalhadores. Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho. Prestar esclarecimentos aos meios de comunicação. são atribuições da CIPA: I. bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho. III. V. IV. II. . Realizar. onde houver. verificações nos ambientes e condições de trabalho visando à identificação de situações que venham a trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores. periodicamente. Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias. e elaborar o mapa de riscos.

e) I e III. IV e V. b) IV e V. III. d) I. III. .Está CORRETO apenas o que se afirmar em: a) I. IV e V. c) II. III e V.

NR .9 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais 51 .

9 O que é o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais? É a parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da Preservação da saúde e integridade física dos trabalhadores 52 .NR .

acompanhamento e avaliação do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais pode ser feita pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho SESMT.9 Quem Faz esse Programa? A elaboração. observado o artigo 195 da CLT 53 . a critério do empregador. implementação. ou por quem seja capaz de desenvolver o proposto pela NR.NR .

Tipos de Riscos Ambientais Existem três grupos de agentes: • Físicos • Químicos • Biológicos 54 .

Agentes FÍSICOS • Ruído • Vibração • Pressões Anormais • Temperaturas Extremas 55 .

Agentes QUÍMICOS • Poeiras • Fumos • Névoas • Gases ou Vapores 56 .

Agentes BIOLÓGICOS • Bactérias • Fungos • Bacilos • Parasitas • Vírus 57 .

MEDIDAS DE CONTROLE Devem ser adotadas para eliminar. minimizar ou controlar os riscos ambientais sempre que: • Identificado na fase de antecipação • Constado na fase de reconhecimento • Os resultados das avaliações não forem satisfatórios • Problemas de saúde nos empregados forem constatados 58 .

o empregador devera tomar medidas de caráter administrativo. essa devera ser acompanhada com o treinamento dos trabalhadores.MEDIDAS DE CONTROLE Sempre que forem implantadas medidas de controle de caráter coletivo. Quando tais medidas não forem viáveis. ou passar a fornecer EPI enquanto outras medidas coletivas estejam sendo estudadas 59 .

por um período não menor que 20 anos 60 .MONITORAMENTO E REGISTRO DE DADOS • O monitoramento deve ser feito através da avaliação da exposição • O registro de dados deve estar sempre disponível para os trabalhadores interessados e autoridades competentes.

RESPONSABILIDADES Do Empregador: • Estabelecer • Implementar • Assegurar O cumprimento do PPRA como atividade permanente da empresa 61 .

RESPONSABILIDADES Do Trabalhador: • Colaborar e Participar na implantação e execução do PPRA • Seguir as orientações recebidas nos treinamentos feitos pelo PPRA • Informar ao seu superior possíveis riscos 62 .

DISPOSIÇÕES FINAIS O conhecimento e a percepção que os trabalhadores têm em relação ao seu ambiente de trabalho DEVEM SER LEVADOS EM CONSIDERAÇÃO TANTO NO PLANEJAMENTO QUANTO NA EXECUÇÃO DO PROGRAMA 63 .

DISPOSIÇÕES FINAIS O empregador deverá garantir que na ocorrência de qualquer tipo de risco ambiental de situação grave e iminente. comunicando ao seu superior para que ele possa tomar as providências 64 . os trabalhadores possam interromper de imediato suas atividades.

c) Realizar alteração no documento-base da NR-09 cabe exclusivamente ao setor responsável por esse trabalho. a) Dimensionar a exposição dos trabalhadores para melhor monitoramento ambiental faz parte da avaliação qualitativa prevista na NR-09. em seguida. d) Deverá ser efetuada. assinale a que está de acordo com a NR-09.4) (EMAP-FSADU-2012) Analise as assertivas abaixo. quando solicitada por órgãos externos responsáveis pelo monitoramento ambiental ou pela CIPA. uma análise global do PPRA. sempre que necessário e pelo menos uma vez ao ano. metodologia de ação e estabelecimento de metas. a analise global do PPRA. estratégia. no mínimo. . b) Deverá ser realizada. sendo vedado o acesso direto de outras autoridades ao documento. e) O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais deverá conter.

estratégia. uma análise global do PPRA. d) Deverá ser efetuada. quando solicitada por órgãos externos responsáveis pelo monitoramento ambiental ou pela CIPA. sendo vedado o acesso direto de outras autoridades ao documento. assinale a que está de acordo com a NR-09. . sempre que necessário e pelo menos uma vez ao ano. metodologia de ação e estabelecimento de metas.4) (EMAP-FSADU-2012) Analise as assertivas abaixo. b) Deverá ser realizada. c) Realizar alteração no documento-base da NR-09 cabe exclusivamente ao setor responsável por esse trabalho. e) O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais deverá conter. a) Dimensionar a exposição dos trabalhadores para melhor monitoramento ambiental faz parte da avaliação qualitativa prevista na NR-09. no mínimo. em seguida. a analise global do PPRA.

NORMA REGULAMENTADORA 32 NR .32 •O enfoque para os trabalhadores da enfermagem .

• •

NR-32... A norma regulamentadora 32, responsabilidades do empregador e os trabalhador com relação à segurança e saúde. aponta direitos as do

Apresenta também as medidas de proteção que o estabelecimento de saúde e seus trabalhadores devem adotar para exercerem suas atividades de maneira segura.

NR-32...

O QUE É????

NR - 32: o que é?

Estabelece as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores em Serviços de Saúde. Abrange todos os trabalhadores de saúde, inclusive os que estão no ensino e pesquisa.

O QUE ABRANGE? • Situações de exposições à riscos para a saúde do profissional: Riscos Biológicos Riscos Químicos Radiação Ionizante ¤ ¤ ¤ • Abrange ainda a questão da obrigatoriedade da vacinação do profissional de enfermagem (tétano e hepatite B). .

RISCOS BIOLÓGICOS

A norma determina que:
• 

32.2.4.5 O empregador deve vedar: a utilização de pias de trabalho para fins diversos dos

previstos

o ato de fumar, o uso de adornos e o manuseio de lentes de contato nos postos de trabalho o consumo de alimentos em locais não destinados para este fim


o uso de calçados abertos.
32.2.4.6.2 Os trabalhadores não devem deixar o local de trabalho com os equipamentos de proteção individual e as vestimentas utilizadas em suas atividades

• •

32.2.4.7 Os equipamentos de proteção individual (EPI), descartáveis ou não, deverão estar à disposição em número suficiente nos postos de trabalho 32.2.4.14 Os trabalhadores que utilizarem objetos pérfuro cortantes devem ser responsáveis pelo seu descarte 32.2.4.15 São vedados o reencape e a desconexão de agulhas 32.2.4.17.4 A vacinação deve obedecer às recomendações do Ministério da Saúde

• RISCOS QUÍMICOS .

poeira. neblina e gasosa). sólida... • • Compreende: exposição aos agentes químicos presentes no local de trabalho nas diversas formas de apresentação (líquida. névoa. vapor. .EM RELAÇÃO AOS RISCOS QUÍMICOS. plasma.

por etiqueta com nome do produto. de forma legível. concentração. composição química.3. data do envase e de validade. e nome do responsável pela manipulação ou fracionamento.• • A NR .32 aborda: 32.2 Todo recipiente contendo produto químico manipulado ou fracionado deve ser identificado. • .1 Deve ser mantida a rotulagem do fabricante na embalagem original dos produtos químicos utilizados 32.3.

Modelo de identificação: ÁLCOOL 70% envase:01/10/07 validade:08/10/07 por Michelle Ribeiro .

• RADIAÇÕES IONIZANTES .

temperaturas extremas. A radiação ionizante é um risco • • Considera-se risco físico a probabilidade de exposição a diversas formas de energia (ruídos. .. vibração. físico. iluminação. pressão anormal.• EM RELAÇÃO AS RADIAÇÕES IONIZANTES. radiações ionizantes e não-ionizantes)..

3 Toda gravidez confirmada deve ser afastada das atividades     • • . Ter conhecimento do risco radiológico associado ao seu trabalho. Usar EPIs adequados para minimizar os riscos.5.4.• 32.4. Estar sob monitorização individual de dose de radiação (dosímetro) 32.3 O trabalhador que realiza atividades em áreas onde existam fontes de radiações ionizantes deve: Permanecer nestas áreas o menor tempo possível para a realização do procedimento.

inclusive intermediários e resíduos. no que se refere aos riscos químicos. com o código do produto. e) devem ter uma ficha descritiva todos os produtos químicos. desde que realizada a higienização adequada. . b) deve ser mantida a rotulagem do fabricante na embalagem original dos produtos químicos utilizados em serviços de saúde. d) deve constar. no PCMSO dos serviços de saúde. inventário de todos os produtos químicos. inclusive intermediários e resíduos que não impliquem riscos à segurança e saúde do trabalhador. de forma legível.5) (EMAP-FSADU-2012) Segundo a NR-32. é CORRETO afirmar que: a) é permitido o procedimento de reutilização das embalagens de produtos químicos. c) devem ser identificados os recipientes contendo produto químico manipulado ou fracionado.

inclusive intermediários e resíduos que não impliquem riscos à segurança e saúde do trabalhador. é CORRETO afirmar que: a) é permitido o procedimento de reutilização das embalagens de produtos químicos. d) deve constar. c) devem ser identificados os recipientes contendo produto químico manipulado ou fracionado. de forma legível. desde que realizada a higienização adequada. . b) deve ser mantida a rotulagem do fabricante na embalagem original dos produtos químicos utilizados em serviços de saúde.5) (EMAP-FSADU-2012) Segundo a NR-32. no PCMSO dos serviços de saúde. com o código do produto. inventário de todos os produtos químicos. inclusive intermediários e resíduos. e) devem ter uma ficha descritiva todos os produtos químicos. no que se refere aos riscos químicos.

d) dosimetria com periodicidade trimestral. a monitoração individual externa de corpo inteiro ou de extremidades deve ser realizada por meio de: a) avaliação médica mensal. b) exames clínicos com periodicidade trimestral.6) (EMAP-FSADU-2012) Com relação às radiações ionizantes. não sendo obrigatório levar em consideração a intensidade das exposições normais. c) dosimetria com periodicidade mensal e levando-se em conta a natureza e a intensidade das exposições normais e potenciais previstas. . não sendo necessário à dosimetria. e) dosimetria com periodicidade anual e levandose em conta a natureza das exposições.

. c) dosimetria com periodicidade mensal e levando-se em conta a natureza e a intensidade das exposições normais e potenciais previstas. a monitoração individual externa de corpo inteiro ou de extremidades deve ser realizada por meio de: a) avaliação médica mensal. não sendo obrigatório levar em consideração a intensidade das exposições normais. b) exames clínicos com periodicidade trimestral. não sendo necessário à dosimetria. e) dosimetria com periodicidade anual e levandose em conta a natureza das exposições. d) dosimetria com periodicidade trimestral.6) (EMAP-FSADU-2012) Com relação às radiações ionizantes.

b) PPRA. c) PCMSO. e) PAM.7) (EMAP-FSADU-2012) Que formulário garante ao trabalhador acidentado os seus direitos previdenciários? a) CAT. . d) CPATP.

. e) PAM.7) (EMAP-FSADU-2012) Que formulário garante ao trabalhador acidentado os seus direitos previdenciários? a) CAT. b) PPRA. c) PCMSO. d) CPATP.

valendo-se de suas informações conforme dispõe a NR-07.8) (EMAP-FSADU-2012) O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) é composto por profissionais. tanto por meio de campanhas quanto de programas de duração permanente. cabe: a) registrar anualmente os dados atualizados de acidentes do trabalho. d) colaborar obrigatoriamente nos projetos de novas instalações físicas. c) manter um relacionamento temporário com a CIPA. b) esclarecer. e) analisar documentos gerais de todos os acidentes envolvendo empregados da empresa. . entre outras responsabilidades. conscientizar os empregados sobre acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. doenças ocupacionais e agentes de salubridade. aos quais.

valendo-se de suas informações conforme dispõe a NR-07. doenças ocupacionais e agentes de salubridade. cabe: a) registrar anualmente os dados atualizados de acidentes do trabalho.8) (EMAP-FSADU-2012) O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) é composto por profissionais. entre outras responsabilidades. conscientizar os empregados sobre acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. . d) colaborar obrigatoriamente nos projetos de novas instalações físicas. c) manter um relacionamento temporário com a CIPA. tanto por meio de campanhas quanto de programas de duração permanente. b) esclarecer. aos quais. e) analisar documentos gerais de todos os acidentes envolvendo empregados da empresa.

segurança e eficiência”. Wisner (1987) 90 .000-7) • “Ergonomia é o conjunto dos conhecimentos científicos relacionados ao homem e necessários à concepção de instrumentos. máquinas e dispositivos que possam ser utilizados com o máximo de conforto.Ergonomia (117.NR 17 .

por um trabalhador cujo peso seja suscetível de comprometer sua saúde ou sua segurança. transporte e descarga individual de materiais: • Não deverá ser exigido nem admitido o transporte manual de cargas. • Os trabalhadores deverão ser devidamente treinados e sempre que possível utilizarem meio técnicos apropriados. 91 .Levantamento.

92 .

norma brasileira registrada no INMETRO. • índice de temperatura efetiva entre 20º C e 23º C. • umidade relativa do ar não inferior a 40 % 93 .Condições ambientais de trabalho • Nos locais de trabalho onde são executadas atividades que exijam solicitação intelectual e atenção constantes : • níveis de ruído de acordo com o estabelecido na NBR 10152. • velocidade do ar não superior a 0.75 m/s.

• Em todos os locais de trabalho deve haver iluminação adequada. geral ou suplementar. natural ou artificial. • Os níveis mínimos de iluminamento a serem observados nos locais de trabalho são os valores de iluminâncias estabelecidos na NBR 5413. sombras e contrastes excessivos. 94 . norma brasileira registrada no INMETRO. reflexos incômodos. apropriada à natureza da atividade • Deve-se evitar ofuscamento.

e) o ritmo de trabalho. c) a exigência de tempo.Organização do trabalho. 95 . deve levar em consideração. nesta NR. b) o modo operatório. d) a determinação do conteúdo de tempo. f) o conteúdo das tarefas. • A organização do trabalho. no mínimo: a) as normas de produção.

ombros. dorso e membros superiores e inferiores: • para efeito de remuneração e vantagens de qualquer espécie deve levar em consideração as repercussões sobre a saúde dos trabalhadores.• Nas atividades que exijam sobrecarga muscular estática ou dinâmica do pescoço. a exigência de produção deverá permitir um retorno gradativo aos níveis de produção vigentes na época anterior ao afastamento 96 . • devem ser incluídas pausas para descanso. • quando do retorno do trabalho.

dentro de uma empresa. b) Técnicos de enfermagem específico da medicina do trabalho. . c) Massagistas especializados. e) Ergonomistas. d) Médicos. para o conforto dos funcionários e usuários? a) Enfermeiros.9) (EMAP-FSADU-2012) Que profissionais contribuem.

e) Ergonomistas. d) Médicos. para o conforto dos funcionários e usuários? a) Enfermeiros.9) (EMAP-FSADU-2012) Que profissionais contribuem. dentro de uma empresa. b) Técnicos de enfermagem específico da medicina do trabalho. . c) Massagistas especializados.

.

PORQUÊ? Bactéria s  Os microrganismos estão por toda a parte. Vírus  Fungos Microrganism os  As mãos estão entre os principais veículos de transmissão de microrganismos. Alguns destes são fontes de doenças. Algas Protozoár ios .

espirrar. passear o cão…). visitar alguém doente. brincar no parque. de tossir. tocar em animais. contactar com superfícies sujas. uma actividade no exterior (jardinagem.  uma refeição. .   Depois de…       usar a casa de banho.  tocar nos olhos ou boca. de se assoar.QUANDO?  Antes de… manipular alimentos.  tocar em feridas ou cortes.

10) (EMAP-FSADU-2012) A lavagem das mãos é uma recomendação das Precauções Específicas. principalmente. e) esterilizar as mãos dos profissionais. . c) evitar a infecção entre profissionais de saúde. para: a) impedir a contaminação do material estéril. d) inibir a autocontaminação do profissional. A realização desse procedimento entre um cuidado de enfermagem e outro é importante. b) evitar a infecção cruzada e a autocontaminação.

b) evitar a infecção cruzada e a autocontaminação. d) inibir a autocontaminação do profissional. e) esterilizar as mãos dos profissionais. A realização desse procedimento entre um cuidado de enfermagem e outro é importante.10) (EMAP-FSADU-2012) A lavagem das mãos é uma recomendação das Precauções Específicas. para: a) impedir a contaminação do material estéril. c) evitar a infecção entre profissionais de saúde. principalmente. .

no mínimo.11) (EMAP-FSADU-2012) O contato dos olhos com substâncias químicas pode provocar lesões locais na conjuntiva e na córnea. que tratamento deve ser feito ao se confirmar a contaminação dessas áreas? a) Lavar os olhos com o antídoto da substância agressora e cobrir com ataduras. . b) Cobrir os olhos com gaze vaselinada e ataduras. 30 minutos. d) Cobrir os olhos com algodão embebido com água oxigenada e encaminhar ao hospital. c) Lavar abundantemente os olhos por. com a água limpa ou soro fisiológico. e) Colocar bolsa de gelo sobre os olhos. Antes do encaminhamento da vítima para o serviço especializado.

no mínimo. c) Lavar abundantemente os olhos por. d) Cobrir os olhos com algodão embebido com água oxigenada e encaminhar ao hospital. e) Colocar bolsa de gelo sobre os olhos. Antes do encaminhamento da vítima para o serviço especializado. b) Cobrir os olhos com gaze vaselinada e ataduras. com a água limpa ou soro fisiológico.11) (EMAP-FSADU-2012) O contato dos olhos com substâncias químicas pode provocar lesões locais na conjuntiva e na córnea. 30 minutos. . que tratamento deve ser feito ao se confirmar a contaminação dessas áreas? a) Lavar os olhos com o antídoto da substância agressora e cobrir com ataduras.

.

que interrompem o trabalho e causam. . ou tem potencial para causar ferimentos em alguém ou algum tipo de perda à empresa ou ambos ao mesmo tempo.Acidente do Trabalho Conceito Prevencionista São todas as ocorrências indesejáveis.

. para ficar comprovada a doença profissional. aquela inerente ou peculiar a determinado ramo de atividade. dispensando a comprovação de nexo causal.Doença Profissional Entende-se por doença profissional. bastará comprovar que trabalhou na cerâmica. dispensando qualquer tipo de outra prova. vindo a adquirir silicose. Exemplo: Um trabalhador que trabalhe numa cerâmica onde é utilizada a sílica.

Ela resulta de condições especiais em que o trabalho é exercido e com ele relaciona-se diretamente.Doença do Trabalho A doença do trabalho diferencia-se da doença profissional em vários pontos. ou seja. Exemplo: A tuberculose poderá ser “doença do trabalho” com relação àquele segurado que comprovar tê-la adquirido no exercício do trabalho em uma câmara frigorífica. o trabalhador deverá comprovar haver adquirido a doença no exercício do trabalho. . Sendo uma doença genérica (que acomete qualquer pessoa). exige a comprovação do nexo causal.

desencadeados ou agravados por fatores de risco presentes nos locais de trabalho. . c) às doenças que se manifestam de forma lenta e que são determinadas pela natureza do trabalho realizado. e) ao conjunto de danos ou agravos que incidem sobre a saúde dos trabalhadores. b) às doenças endêmicas que se manifestam de forma gradual e são contraídas no percurso da casa para o trabalho e vice-versa.12) (EMAP-FSADU-2012) O termo “acidentes de trabalho” refere-se a) aos danos que ocorrem no exercício da atividade laboral ou no percurso da casa para o trabalho e viceversa. d) às doenças endêmicas que são contraídas por exposição ou contato direto.

b) às doenças endêmicas que se manifestam de forma gradual e são contraídas no percurso da casa para o trabalho e vice-versa. . e) ao conjunto de danos ou agravos que incidem sobre a saúde dos trabalhadores.12) (EMAP-FSADU-2012) O termo “acidentes de trabalho” refere-se a) aos danos que ocorrem no exercício da atividade laboral ou no percurso da casa para o trabalho e viceversa. c) às doenças que se manifestam de forma lenta e que são determinadas pela natureza do trabalho realizado. d) às doenças endêmicas que são contraídas por exposição ou contato direto. desencadeados ou agravados por fatores de risco presentes nos locais de trabalho.

Asbestos: É causada pelas fibras do asbestos( amianto). Antracose : Também conhecida como “ doença do pulmão preto” ou “doença dos mineiros”. .Exemplos de Doenças Silicose: É causada pelas partículas da sílica. pedreiras e metalúrgicas. minerações. provocando redução na capacidade de transferência de oxigênio para o sangue. E causada pela inalação de partículas de carvão mineral. muito comum nas industrias cerâmicas. alem de câncer. provocando uma redução na capacidade respiratória.

13) (EMAP-FSADU-2012) A asbestose é uma pneumopatia ocasionada por exposição ao: a) mercúrio. c) cloro. d) chumbo. . b) amianto. e) benzeno.

13) (EMAP-FSADU-2012) A asbestose é uma pneumopatia ocasionada por exposição ao: a) mercúrio. c) cloro. . e) benzeno. b) amianto. d) chumbo.

instrumentos. ferramentas. confortável e produtiva. dispositivos. . etc. máquinas. através do desenvolvimento de métodos e técnicas. das condições de trabalho às características do ser humano.Noções de Ergonomia Ergonomia  Conjunto de ciências e tecnologias que procura a adaptação.

Permanência fora do eixo vertical do corpo. Trabalhos de pé. Trabalhos com braços acima dos ombros.).Situações que geram riscos ergonômicos  Força física com as mãos. Desvios do punho fora do eixo horizontal (digitação). imóvel. etc. Trabalhos com braços abertos (“asa aberta”).       . Força estática de pequena intensidade e longa duração (chave de fenda.

   Movimentos de grande freqüência sem tempo de recuperação. Transporte de cargas longe do corpo. Flexão e torção da coluna. .Situações que geram riscos ergonômicos  Peso excessivo na coluna vertebral.

Posturas ideais  Aquela que permite a flexibilidade postural. .  Andando e alternando as posições sentado e de pé.  Com pausas para recuperação.

14) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-07. c) executar trabalho noturno e atividades monótonas leva à produção de carga física. d) tornar fixo o modo operacional de determinada tarefa leva à carga fisiológica. é CORRETO afirmar que: a) tornar mais flexível o modo de operação de determinada tarefa é uma medida de controle. no que se refere os riscos ergonômicos. b) realizar esforço físico intenso e a atividades com posturas inadequadas produz carga psíquica. . e) realizar tarefa diária rotineiramente leva à carga físico-psíquica.

. d) tornar fixo o modo operacional de determinada tarefa leva à carga fisiológica. no que se refere os riscos ergonômicos. c) executar trabalho noturno e atividades monótonas leva à produção de carga física. e) realizar tarefa diária rotineiramente leva à carga físico-psíquica. é CORRETO afirmar que: a) tornar mais flexível o modo de operação de determinada tarefa é uma medida de controle. b) realizar esforço físico intenso e a atividades com posturas inadequadas produz carga psíquica.14) (EMAP-FSADU-2012) De acordo com a NR-07.

equipamentos que impeçam o contato com o fator de risco. recursos técnicos. . enquanto não se instala ou não se dispõe de outros Em casos de emergências. Utilização do EPI     Em exposição direta a riscos não controláveis por outros meios.Funções do EPI O EPI não evita o acidente. impedindo lesões. Em exposição a riscos apenas parcialmente controlados por outros Provisoriamente. protegendo contra as doenças ocupacionais. mas pode evitar suas conseqüências:    diminuindo sua gravidade.

Indicação correta para o EPI    Identificação do risco Avaliação do risco constatado Indicação do EPI apropriado      Certificado de Aprovação (CA) Eficiência Conforto Durabilidade Custo/benefício .

Penalidades Empresa    Multas Autuações Interdição Empregado   Advertência por indisciplina Demissão por justa causa .

Biológicos. Químicos.POR QUE USAR EPI'S • EPI’s são ferramentas de trabalho. . dispositivo ou produto de uso individual que visam a proteção do trabalhador quando exposto aos agentes ambientais: Físicos. a sua saúde. Protegendo assim.

b) O funcionário deverá responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica. d) O funcionário poderá utilizar o EPI para outras finalidades que julgar necessárias. a) O funcionário deverá responsabilizar-se pela guarda e conservação do EPI. e) A exigência do uso do EPI por parte do empregador é facultativa. c) O funcionário deverá substituir imediatamente o EPI quando danificado ou extraviado.15) (UEL-COPS-2012) Um técnico de enfermagem deve entregar a um funcionário recém-contratado um Equipamento de Proteção Individual e orientá-lo quanto ao uso. . Quanto a essas orientações. assinale a alternativa correta.

d) O funcionário poderá utilizar o EPI para outras finalidades que julgar necessárias. . e) A exigência do uso do EPI por parte do empregador é facultativa. Quanto a essas orientações.15) (UEL-COPS-2012) Um técnico de enfermagem deve entregar a um funcionário recém-contratado um Equipamento de Proteção Individual e orientá-lo quanto ao uso. a) O funcionário deverá responsabilizar-se pela guarda e conservação do EPI. c) O funcionário deverá substituir imediatamente o EPI quando danificado ou extraviado. b) O funcionário deverá responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica. assinale a alternativa correta.

(__) O ruído é um agente físico causador de doença V ocupacional. biológicos. ao próprio indivíduo e à atividade profissional. V Os riscos ocupacionais são classificados como: físicos. (__) químicos. (__) F O limite de tolerância individual de ruído descrito na NR15 para uma jornada de trabalho de 8 horas é de 95 dB(A). agentes ergonômicos e agentes mecânicos ou de acidentes. Sobre tais riscos. pois preserva as frequências da fala. atribua V (verdadeiro) ou F (falso) para as afirmativas a seguir.16) (UEL-COPS-2012) Os riscos ambientais podem ser classificados segundo a sua natureza e a forma como atuam no organismo. (__) V Um trabalhador que se expõe continuamente a um ruído percebe a sua perda auditiva já em fase avançada. F A ocorrência dos acidentes depende da atuação isolada (__) de fatores relativos à condição ambiental. que nem sempre é considerado com a gravidade que merece. .

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta. a) V, V. F, F, F. b) V, F, V, V, F. c) V, F, V, F, V. d) F, V, V, V, F. e) F, V, F, F, V.

17) (OBJETIVA - PE-2012) De acordo com BOLICK, o período em que o trabalhador com o vírus da hepatite A deverá ser liberado da assistência direta ao paciente é: a) Por 5 dias após o início da icterícia. b) Por 7 dias após o início da icterícia. c) Por 10 dias após o início da icterícia. d) Por 30 dias após o início da icterícia.

b) Por 7 dias após o início da icterícia. o período em que o trabalhador com o vírus da hepatite A deverá ser liberado da assistência direta ao paciente é: a) Por 5 dias após o início da icterícia.17) (OBJETIVA . .PE-2012) De acordo com BOLICK. d) Por 30 dias após o início da icterícia. c) Por 10 dias após o início da icterícia.

c) É obrigatória após a ocorrência de um acidente de trabalho. Embora todos os profissionais de saúde devam ter a opção de recebera vacina contra hepatite B. b) Fica restrita aos profissionais de Enfermagem. d) Não é obrigatória. .18) (OBJETIVA .PE-2012) O risco de transmissão da hepatite B tem diminuído na medida em que a maioria dos profissionais de saúde está imunizada contra essa infecção. essa vacina: a) É obrigatória.

. b) Fica restrita aos profissionais de Enfermagem. essa vacina: a) É obrigatória.18) (OBJETIVA .PE-2012) O risco de transmissão da hepatite B tem diminuído na medida em que a maioria dos profissionais de saúde está imunizada contra essa infecção. c) É obrigatória após a ocorrência de um acidente de trabalho. d) Não é obrigatória. Embora todos os profissionais de saúde devam ter a opção de recebera vacina contra hepatite B.

b) Somente o item I está correto. c) Somente o item II está correto. d) Os itens I e II estão incorretos. . analisar os itens abaixo: I. No entanto. Os profissionais de saúde correm risco de sofrer lesões provocadas por condições que variam de manuseio de equipamentos perigosos e riscos de incêndio até a exposição a doenças infecciosas. II. Prestar assistência de alta qualidade em um ambiente seguro para os pacientes e os empregados é uma tarefa assustadora. aos riscos à saúde reprodutiva e a lesões físicas causadas pela transferência dos pacientes impossibilitados de se locomoverem.PE-2012) De acordo com a segurança no ambiente de trabalho. a) Os itens I e II estão corretos. um local de trabalho mais seguro para os profissionais de saúde não pressupõe condições mais seguras e terapêuticas para os pacientes.19) (OBJETIVA .

um local de trabalho mais seguro para os profissionais de saúde não pressupõe condições mais seguras e terapêuticas para os pacientes.19) (OBJETIVA . . a) Os itens I e II estão corretos. analisar os itens abaixo: I. Os profissionais de saúde correm risco de sofrer lesões provocadas por condições que variam de manuseio de equipamentos perigosos e riscos de incêndio até a exposição a doenças infecciosas. aos riscos à saúde reprodutiva e a lesões físicas causadas pela transferência dos pacientes impossibilitados de se locomoverem. c) Somente o item II está correto. Prestar assistência de alta qualidade em um ambiente seguro para os pacientes e os empregados é uma tarefa assustadora. d) Os itens I e II estão incorretos. II. b) Somente o item I está correto.PE-2012) De acordo com a segurança no ambiente de trabalho. No entanto.

. II. Prestar assistência de alta qualidade em um ambiente seguro para os pacientes e os empregados é uma tarefa assustadora. c) Somente o item II está correto. b) Somente o item I está correto. a) Os itens I e II estão corretos. d) Os itens I e II estão incorretos.PE-2012) De acordo com a segurança no ambiente de trabalho. aos riscos à saúde reprodutiva e a lesões físicas causadas pela transferência dos pacientes impossibilitados de se locomoverem. No entanto. Os profissionais de saúde correm risco de sofrer lesões provocadas por condições que variam de manuseio de equipamentos perigosos e riscos de incêndio até a exposição a doenças infecciosas.19) (OBJETIVA . um local de trabalho mais seguro para os profissionais de saúde não pressupõe condições mais seguras e terapêuticas para os pacientes. analisar os itens abaixo: I.

19) (OBJETIVA . d) Os itens I e II estão incorretos. II. aos riscos à saúde reprodutiva e a lesões físicas causadas pela transferência dos pacientes impossibilitados de se locomoverem. Os profissionais de saúde correm risco de sofrer lesões provocadas por condições que variam de manuseio de equipamentos perigosos e riscos de incêndio até a exposição a doenças infecciosas. b) Somente o item I está correto. No entanto. Prestar assistência de alta qualidade em um ambiente seguro para os pacientes e os empregados é uma tarefa assustadora. c) Somente o item II está correto. . um local de trabalho mais seguro para os profissionais de saúde não pressupõe condições mais seguras e terapêuticas para os pacientes. a) Os itens I e II estão corretos. analisar os itens abaixo: I.PE-2012) De acordo com a segurança no ambiente de trabalho.

quando acarreta danos à saúde potencial ou imediato. III. II. A análise permite concluir que estão CORRETOS a) somente os itens I e II. quando provoca lesão corporal ou perturbação funcional. Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral. da capacidade para o trabalho.20) Analise a seguinte proposição. . perda ou redução. quando ocasiona morte. permanente ou temporária. Segundo o Ministério da Saúde. c) somente os itens I e III. pode ser considerado acidente de trabalho: I. b) somente os itens II e III. d) todos os itens.

A análise permite concluir que estão CORRETOS a) somente os itens I e II. da capacidade para o trabalho.20) Analise a seguinte proposição. d) todos os itens. . III. quando ocasiona morte. permanente ou temporária. quando acarreta danos à saúde potencial ou imediato. II. perda ou redução. quando provoca lesão corporal ou perturbação funcional. Segundo o Ministério da Saúde. pode ser considerado acidente de trabalho: I. c) somente os itens I e III. Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral. b) somente os itens II e III.

quando ocasiona morte. Segundo o Ministério da Saúde. quando provoca lesão corporal ou perturbação funcional. d) todos os itens. Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral. A análise permite concluir que estão CORRETOS a) somente os itens I e II. .20) Analise a seguinte proposição. quando acarreta danos à saúde potencial ou imediato. II. III. b) somente os itens II e III. permanente ou temporária. c) somente os itens I e III. perda ou redução. pode ser considerado acidente de trabalho: I. da capacidade para o trabalho.

b) somente os itens II e III. II.20) Analise a seguinte proposição. permanente ou temporária. quando ocasiona morte. A análise permite concluir que estão CORRETOS a) somente os itens I e II. c) somente os itens I e III. perda ou redução. pode ser considerado acidente de trabalho: I. quando provoca lesão corporal ou perturbação funcional. quando acarreta danos à saúde potencial ou imediato. III. Segundo o Ministério da Saúde. . d) todos os itens. Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral. da capacidade para o trabalho.

c) somente os itens I e III.20) Analise a seguinte proposição. permanente ou temporária. quando provoca lesão corporal ou perturbação funcional. da capacidade para o trabalho. d) todos os itens. II. b) somente os itens II e III. perda ou redução. Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral. quando ocasiona morte. Segundo o Ministério da Saúde. A análise permite concluir que estão CORRETOS a) somente os itens I e II. III. pode ser considerado acidente de trabalho: I. . quando acarreta danos à saúde potencial ou imediato.

sêmen. secreções vaginais.21) Analise as seguintes afirmativas relativas às Normas de Biossegurança ou Precauções Universais para a prevenção da exposição a agentes patógenos de transmissão sanguínea. leite materno. lágrima. ampliando a porta de entrada. A utilização de luvas é obrigatória para executar punção venosa. passar sonda vesical. IV. Usar luva na presença de qualquer desses fluidos. suor. pois provocam a escarificação da pele. Durante a higienização das mãos. fluido cérebro-espinhal. III. . No caso de contato de fluidos contaminados com a pele. intramuscular. A pele deve estar íntegra. Evitar contato direto com fluidos orgânicos: sangue. em razão de o risco de extravasamento de sangue ser muito grande e para realizar procedimentos invasivos como injeção endovenosa. nasogástrica e traqueostomia. remover os fluidos cuidadosamente. sem abrasão ou cortes. I. urina e líquido amniótico porque são potencialmente contaminantes. II. lavando a região com água e sabão. Se o profissional tiver alguma lesão de pele. evitar o uso de escovinhas. colher sangue. saliva. esta deve ser coberta com curativo impermeável.

sêmen. A pele deve estar íntegra. I. III. suor. A utilização de luvas é obrigatória para executar punção venosa. Usar luva na presença de qualquer desses fluidos. evitar o uso de escovinhas. secreções vaginais. lavando a região com água e sabão. esta deve ser coberta com curativo impermeável. passar sonda vesical. Durante a higienização das mãos. lágrima. colher sangue. Se o profissional tiver alguma lesão de pele. Evitar contato direto com fluidos orgânicos: sangue. . leite materno. urina e líquido amniótico porque são potencialmente contaminantes. No caso de contato de fluidos contaminados com a pele.21) Analise as seguintes afirmativas relativas às Normas de Biossegurança ou Precauções Universais para a prevenção da exposição a agentes patógenos de transmissão sanguínea. II. sem abrasão ou cortes. fluido cérebro-espinhal. ampliando a porta de entrada. saliva. IV. pois provocam a escarificação da pele. intramuscular. remover os fluidos cuidadosamente. nasogástrica e traqueostomia. em razão de o risco de extravasamento de sangue ser muito grande e para realizar procedimentos invasivos como injeção endovenosa.

II. em razão de o risco de extravasamento de sangue ser muito grande e para realizar procedimentos invasivos como injeção endovenosa. Durante a higienização das mãos. remover os fluidos cuidadosamente. pois provocam a escarificação da pele. leite materno. I. nasogástrica e traqueostomia. Se o profissional tiver alguma lesão de pele. passar sonda vesical.21) Analise as seguintes afirmativas relativas às Normas de Biossegurança ou Precauções Universais para a prevenção da exposição a agentes patógenos de transmissão sanguínea. suor. A utilização de luvas é obrigatória para executar punção venosa. A pele deve estar íntegra. No caso de contato de fluidos contaminados com a pele. colher sangue. esta deve ser coberta com curativo impermeável. Usar luva na presença de qualquer desses fluidos. evitar o uso de escovinhas. secreções vaginais. ampliando a porta de entrada. fluido cérebro-espinhal. III. intramuscular. lavando a região com água e sabão. IV. Evitar contato direto com fluidos orgânicos: sangue. . sêmen. sem abrasão ou cortes. urina e líquido amniótico porque são potencialmente contaminantes. saliva. lágrima.

Evitar contato direto com fluidos orgânicos: sangue. A pele deve estar íntegra. III. leite materno. ampliando a porta de entrada. No caso de contato de fluidos contaminados com a pele. sêmen. remover os fluidos cuidadosamente. saliva. suor. urina e líquido amniótico porque são potencialmente contaminantes. lavando a região com água e sabão. I. nasogástrica e traqueostomia. pois provocam a escarificação da pele. Usar luva na presença de qualquer desses fluidos.21) Analise as seguintes afirmativas relativas às Normas de Biossegurança ou Precauções Universais para a prevenção da exposição a agentes patógenos de transmissão sanguínea. sem abrasão ou cortes. . evitar o uso de escovinhas. em razão de o risco de extravasamento de sangue ser muito grande e para realizar procedimentos invasivos como injeção endovenosa. lágrima. fluido cérebro-espinhal. intramuscular. A utilização de luvas é obrigatória para executar punção venosa. Durante a higienização das mãos. IV. secreções vaginais. passar sonda vesical. colher sangue. esta deve ser coberta com curativo impermeável. II. Se o profissional tiver alguma lesão de pele.

fluido cérebro-espinhal. Se o profissional tiver alguma lesão de pele. sem abrasão ou cortes. lágrima. No caso de contato de fluidos contaminados com a pele. IV. lavando a região com água e sabão. secreções vaginais. Evitar contato direto com fluidos orgânicos: sangue. urina e líquido amniótico porque são potencialmente contaminantes. saliva. I. pois provocam a escarificação da pele. esta deve ser coberta com curativo impermeável.21) Analise as seguintes afirmativas relativas às Normas de Biossegurança ou Precauções Universais para a prevenção da exposição a agentes patógenos de transmissão sanguínea. . ampliando a porta de entrada. A utilização de luvas é obrigatória para executar punção venosa. remover os fluidos cuidadosamente. nasogástrica e traqueostomia. leite materno. suor. Durante a higienização das mãos. Usar luva na presença de qualquer desses fluidos. sêmen. em razão de o risco de extravasamento de sangue ser muito grande e para realizar procedimentos invasivos como injeção endovenosa. II. passar sonda vesical. A pele deve estar íntegra. colher sangue. evitar o uso de escovinhas. III. intramuscular.

d) as quatro afirmativas. b) apenas as afirmativas I. pode-se concluir que estão CORRETAS a) apenas as afirmativas II. II e III. . c) apenas as afirmativas III e IV.A partir dessa análise. III e IV.

pode-se concluir que estão CORRETAS a) apenas as afirmativas II. III e IV. . II e III. d) as quatro afirmativas.A partir dessa análise. c) apenas as afirmativas III e IV. b) apenas as afirmativas I.

.

para insalubridade de grau máximo incidente sobre o salário mínimo regional. c) 40%. para insalubridade de grau médio incidente sobre o salário base da categoria profissional. para insalubridade de grau mínimo incidente sobre o salário base da categoria profissional. b) 20%.2 da NR 15. .22) (SLU/2012 – BH – FUNDEP) Conforme o item 15. o exercício de trabalho em condições insalubres assegura ao trabalhador a recepção de adicional de a) 40%. para insalubridade de grau máximo incidente sobre o salário mínimo regional. d) 10%.

2 da NR 15. . b) 20%. para insalubridade de grau máximo incidente sobre o salário mínimo regional. para insalubridade de grau médio incidente sobre o salário base da categoria profissional. o exercício de trabalho em condições insalubres assegura ao trabalhador a recepção de adicional de a) 40%. para insalubridade de grau mínimo incidente sobre o salário base da categoria profissional.22) (SLU/2012 – BH – FUNDEP) Conforme o item 15. para insalubridade de grau máximo incidente sobre o salário mínimo regional. c) 40%. d) 10%.

.

iniciar esquema com intervalo de 30 dias. é correto afirmar: a) Em casos previamente imunizados com 3 doses. caso seja necessário. b) Completar o esquema da dT com intervalo mínimo de 60 dias entre as doses. . o reforço é necessário em situações de acidentes. d) No caso de esquemas incompletos da dT devese fazer o reforço a cada 10 anos.23) (FUNCAB-ES-2012) Em relação ao esquema de vacinação do trabalhador contra o tétano acidental. e) Todo homem entre 12 e 39 anos deve ser vacinado com dupla viral ou tríplice viral. c) Se a última dose foi há mais de 10 anos.

iniciar esquema com intervalo de 30 dias. caso seja necessário. . d) No caso de esquemas incompletos da dT devese fazer o reforço a cada 10 anos. é correto afirmar: a) Em casos previamente imunizados com 3 doses. b) Completar o esquema da dT com intervalo mínimo de 60 dias entre as doses. o reforço é necessário em situações de acidentes.23) (FUNCAB-ES-2012) Em relação ao esquema de vacinação do trabalhador contra o tétano acidental. e) Todo homem entre 12 e 39 anos deve ser vacinado com dupla viral ou tríplice viral. c) Se a última dose foi há mais de 10 anos.

24) (FUNCAB-ES-2012) A NR9 define como riscos ambientais os agentes: a) biológicos, ergonômicos e de acidentes de trabalho. b) biológicos, químicos e de acidentes de trabalho. c) físicos, biológicos e ergonômicos. d) físicos, químicos e ergonômicos. e) físicos, químicos e biológicos.

24) (FUNCAB-ES-2012) A NR9 define como riscos ambientais os agentes: a) biológicos, ergonômicos e de acidentes de trabalho. b) biológicos, químicos e de acidentes de trabalho. c) físicos, biológicos e ergonômicos. d) físicos, químicos e ergonômicos. e) físicos, químicos e biológicos.

Tipos de Riscos Ambientais
Existem três grupos de agentes: • Físicos • Químicos • Biológicos

158

Hepatite B e C e Tuberculose. c) Tuberculose. b) PAIR. d) Dermatoses profissionais. segurança nas atividades que evoluem de organismos vivos (CIB. genericamente. Tuberculose e Influenza. Hepatite B e C e Influenza. principalmente a: a) LER/DORT. Tuberculose e Influenza.25) (PUC-PR-2012) A palavra biossegurança quer dizer. No desempenho das atividades os profissionais de saúde estão expostos a doenças ocupacionais. . e) Hepatite B e C. Dermatoses profissionais e Hepatite B e C. 2005).

b) PAIR. genericamente. No desempenho das atividades os profissionais de saúde estão expostos a doenças ocupacionais. d) Dermatoses profissionais. Tuberculose e Influenza. segurança nas atividades que evoluem de organismos vivos (CIB. principalmente a: a) LER/DORT. Hepatite B e C e Influenza. c) Tuberculose. Hepatite B e C e Tuberculose.25) (PUC-PR-2012) A palavra biossegurança quer dizer. Dermatoses profissionais e Hepatite B e C. e) Hepatite B e C. Tuberculose e Influenza. 2005). .

c) Lesão na coluna pelo levantamento de peso usando a mecânica corporal adequada. . e) Ser atingido por secreções por usar equipamento de proteção adequadamente. b) Corte com lâmina de bisturi.26) (PUC-PR-2012) Um dos acidentes de trabalho mais comuns na enfermagem é: a) Queda do mesmo nível. d) Acidente com material perfurocortante (caixa cheia). agulhas e seringa.

. e) Ser atingido por secreções por usar equipamento de proteção adequadamente. c) Lesão na coluna pelo levantamento de peso usando a mecânica corporal adequada.26) (PUC-PR-2012) Um dos acidentes de trabalho mais comuns na enfermagem é: a) Queda do mesmo nível. agulhas e seringa. b) Corte com lâmina de bisturi. d) Acidente com material perfurocortante (caixa cheia).

IV. c) Apenas as assertivas II. O uso de calçados abertos. O uso de adornos nos postos de trabalho. II. . III. A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. II e III. b) Apenas as assertivas I e IV. III e IV. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I. III e IV. e) Apenas as assertivas II e III. o empregador deve vedar: I. d) Apenas as assertivas I. O uso de lentes de contato nos postos de trabalho.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –.

O uso de calçados abertos. III e IV. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I. b) Apenas as assertivas I e IV. d) Apenas as assertivas I. O uso de adornos nos postos de trabalho. c) Apenas as assertivas II.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –. A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. II. . II e III. III e IV. e) Apenas as assertivas II e III. III. IV. o empregador deve vedar: I. O uso de lentes de contato nos postos de trabalho.

IV. II e III. e) Apenas as assertivas II e III. O uso de adornos nos postos de trabalho. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I. . III e IV. II. A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. d) Apenas as assertivas I. c) Apenas as assertivas II. III e IV.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –. III. b) Apenas as assertivas I e IV. o empregador deve vedar: I. O uso de calçados abertos. O uso de lentes de contato nos postos de trabalho.

c) Apenas as assertivas II. III. O uso de adornos nos postos de trabalho. IV. A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. d) Apenas as assertivas I. . o empregador deve vedar: I. II. II e III. e) Apenas as assertivas II e III. III e IV. b) Apenas as assertivas I e IV. O uso de lentes de contato nos postos de trabalho.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –. III e IV. O uso de calçados abertos. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I.

O uso de lentes de contato nos postos de trabalho. . c) Apenas as assertivas II. O uso de adornos nos postos de trabalho. e) Apenas as assertivas II e III. b) Apenas as assertivas I e IV. O uso de calçados abertos. o empregador deve vedar: I. d) Apenas as assertivas I. III e IV. II e III. III. II. A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I. III e IV. IV.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –.

o empregador deve vedar: I. II. Está(ão) CORRETA(S): a) Apenas as assertivas I. O uso de adornos nos postos de trabalho. d) Apenas as assertivas I. IV. O uso de lentes de contato nos postos de trabalho. . A guarda de alimentos em locais destinados para este fim. c) Apenas as assertivas II. b) Apenas as assertivas I e IV. III. e) Apenas as assertivas II e III.27) (PUC-PR-2012) Em relação a NR 32 – Segurança e Saúde do Trabalho em Serviços de Saúde –. III e IV. O uso de calçados abertos. II e III. III e IV.

todo trabalhador de serviço de saúde deverá receber. tétano e hepatite C c) tétano. imunização ativa contra a) difteria. hepatite A e hepatite C b) difteria. meningite e hepatite C e) tétano. gratuitamente. difteria e hepatite B .28) (CESGRANRIO-2012) Considerando a exposição laboral. meningite e hepatite B d) tétano.

meningite e hepatite B d) tétano.28) (CESGRANRIO-2012) Considerando a exposição laboral. gratuitamente. imunização ativa contra a) difteria. todo trabalhador de serviço de saúde deverá receber. tétano e hepatite C c) tétano. meningite e hepatite C e) tétano. difteria e hepatite B . hepatite A e hepatite C b) difteria.

29) (CESGRANRIO-2012) A qual doença de notificação compulsória o técnico de enfermagem está exposto ao desenvolver atividades laborais junto a trabalhadores com exames bacteriológicos positivos? a) Tétano b) Psitacose c) Brucelose d) Carbúnculo e) Tuberculose .

29) (CESGRANRIO-2012) A qual doença de notificação compulsória o técnico de enfermagem está exposto ao desenvolver atividades laborais junto a trabalhadores com exames bacteriológicos positivos? a) Tétano b) Psitacose c) Brucelose d) Carbúnculo e) Tuberculose .

BUSCA DE CASOS E O TRATAMENTO SUPERVISIONADO DOS DOENTES. ATIVA Adoção das ações de Precauções para Aerossóis •Quarto privativo.VACINAÇÃO CONTRA TUBERCULOSE .BCG Programa para Controle de Tuberculose . portas fechadas •Limitar o transporte do paciente •Sistema especial de ventilação / exaustão (pressão negativa) •Uso de máscaras para agente de risco biológico N95 •E as Precauções Padrão ABRIR CAT COM DIAGNÓSTICO COMPROVADO .

5 por 100.Máscara de Proteção Respiratória para TB . . -Em 1998 o coeficiente de mortalidade foi de 3.000 Habitantes.000 casos por ano.000 casos por ano. -São notificados cerca de 90.EPI NÃO Máscaras N95 CA .ABNT 94% de filtragem -No Brasil estima-se que ocorram 129.

Na transmissão por contato.30) (CPTM.SP – 2012) A transmissão de novos casos de doenças infecciosas pode ocorrer de vários modos. os patógenos são transmitidos a) por veículos b) por gotículas c) dos organismos vivos para os seres humanos d) dos objetos inanimados para as crianças e) dos pais para os descendentes . denominada vertical.

SP – 2012) A transmissão de novos casos de doenças infecciosas pode ocorrer de vários modos. denominada vertical. os patógenos são transmitidos a) por veículos b) por gotículas c) dos organismos vivos para os seres humanos d) dos objetos inanimados para as crianças e) dos pais para os descendentes . Na transmissão por contato.30) (CPTM.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful