You are on page 1of 23

news | lançamentos | info | atitude | dicas | tagima wear

encordoamentos e pickups TAGIMA

Número: ZERO

catálogo TAGIMA 2007/2008

entrevista:

Edu Ardanuy

Pequeno Guia de Sobrevivência do Guitarrista Brasileiro
ão é novidade para ninguém que é difícil viver de música no Para quem quer leva a qualidade da música a sério, então, é muito talento, dedicação e força de vontade. Para facilitar quem sonha em seguir a carreira musical, criamos um pequeno guia dicas fundamentais para se dar bem no mercado dos dias de hoje.

3

N

Brasil. preciso a vida de com 10

1. Aprenda a tocar diferentes estilos Não existe nada melhor do que tocar rock and roll, mas para ganhar a vida como guitarrista é preciso aprender a driblar o preconceito e ser competente também em outros estilos. A maioria dos grandes guitarristas começou tocando em bandas covers, muitas vezes com repertório variado para agradar a todos os públicos. No início, guarde suas composições para o seu projeto pessoal. E nunca seja radical. 2. Monte um estúdio em casa Computador não serve apenas para conhecer gente na internet: ele é sua porta de entrada também para o mundo das gravações. Antigamente, era impossível gravar um som de guitarra decente se você não tivesse um bom estúdio e um equipamento caríssimo. Hoje isso mudou: com uma boa placa de som e bons softwares, dá para tirar um som inacreditável sem sair do seu quarto. 3. Não fique preso ao mundo real Não adianta tapar o sol com a peneira: é na internet que estão as maiores chances de você divulgar seu trabalho. Crie um website, invista uma parte do seu tempo trocando idéias em comunidades como Orkut e MySpace e não tenha vergonha de mandar e-mails avisando seus amigos sobre os seus próximos shows. A internet é a mídia mais barata e mais eficaz inventada até hoje. 4. Faça amizade com outros músicos Como todo campo profissional, a música também depende muito dos contatos pessoais. No mundo empresarial, isso se chama ‘networking’. Manter contato com outros músicos não é bom apenas para trocar idéias sobre técnicas e equipamentos: é das amizades que surgem as melhores parcerias. Quando aquele seu amigo ouvir falar de uma banda que precisa de guitarrista, pode ter certeza que ele vai se lembrar de você. 5. Você nunca será o melhor do mundo Você deve fugir de duas coisas para se dar bem no mundo da música: a arrogância e a inveja. Nunca ache que você é o melhor do mundo; se achar, guarde essa opinião para você. E nunca tenha inveja de um guitarrista que toca melhor que você: eles sempre vão existir. Aprenda com isso: o importante é escolher bons professores e métodos de estudo eficientes. Modelo: FX Corpo: Cedro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 24 trastes e marcação em Abalone abalone Captadores: 2 Humbucker Tagima Pickups - Modelo Hot Bucker Controles: Chave de 3 posições / volume / tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Tune-O-Matic Tarraxas: Blindadas com trava Cores: Preto Fosco ou Natural Fosco Modelo: FL Ponte: Floyd Rose System Ferragem: Cromo Acetinado acetinado

continua ...

5 Corpo: Cedro Braço: Marfim .com tampo de Maple Preto Fosco . Azul Metálico. Vermelho Metálico e Natural * Disponível na versão canhota .set neck (braço colado) Escala: Brazilian rosewood com 22 trastes e marcações em abalone Captadores: 2 Humbucker Tagima Pickups modelo T-Classic Controles: 1 chave de 3 posições. 1 controle de volume e 1 de tonalidade Ponte: Floyd Rose System Ferragem: Cromo acetinado Tarraxas: Blindadas Cores: Preto.sem tampo de Maple Corpo: Marupá com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 27 trastes e marcação em abalone Captadores: 1 Humbucker Tagima Pickups Hot Bucker (ponte) e 1 Super Rails (braço) Controles: Chave seletora de 3 posições. 1 controle de volume e 1 de tonalidade Ponte: Gotoh Tune-O-Matic Ferragem: Cromadas Tarraxas: Gotoh blindadas Cores: Cherry Sunburst .

Creme. Sunburst. Vermelho Metálico. Sunburst. 1 controle de volume e 1 de tonalidade Ponte: Tradicional Tarraxas: Blindadas Cores: Escala Clara / Escudo Branco – Preto e Sunburst Escala Clara / Escudo Preto – Creme e Natural * Disponível na versão canhota * Acompanha Case Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim com Headstock em novo design Escala: Marfim ou Brazilian Rosewood com 22 trastes e marcações em abalone Captadores: 3 Single Coils Alnico Tagima Pickups T-Standard Controles: Chave seletora de 5 posições / 1 controle de volume e 2 de tonalidade Ponte: Tipo Vintage Tarraxas: Blindadas com travas * Acompanha Case Escala Clara Clara Escura Escura Clara Escudo Branco Branco Pérola Turtle Preto Branco Cores Preto. Cherry Sunburst. Creme Preto Fosco Preto. Sunburst Modelo T735 LH (canhota) . Azul Metálico Vermelho Metálico e Natural Branco Pérola.7 Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim com Headstock em novo design Escala: Marfim com 22 trastes e marcações em abalone Captadores: 2 Single Coils Alnico Tagima Pickups TL-Standard Controles: Chave seletora de 3 posições. Azul Metálico Preto.

9 Corpo: Cedro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 24 trastes e marcações em abalone Captadores: 2 Single Coils JJ Pré: Tune 18V Controles: Volume. ganho de agudo ( + 17DB/ . ganho de grave ( + 15DB / .17 DB EM 8kHZ ). Marrom Fosco e Vermelho Fosco * Nos modelos com 5 e 6 cordas os captadores são tipo Tune Soap Bar . balanço. Preto. ganho de médio ( + 12DB/ -12DB EM 350HZ).15DB EM 90HZ ) Ponte: WSC Ferragem: Cromada Tarraxas: Blindadas Cores: Natural. Preto Fosco.

balanço. ganho de médio ( + 12DB/ -12DB EM 350HZ). 1 balanço.17 DB EM 8kHZ ).11 4 ou 5 Cordas Corpo: Cedro Braço: Marfim Escala: Marfim ou Brazilian Rosewood com 24 trastes e marcações em abalone Captadores: 2 Single Coils JJ Pré: Tune 18V Controles: Volume. Marrom Fosco. Vermelho Metálico e Azul Metálico * Disponível na versão canhota . Marrom Fosco ou Sunburst 5 cordas Corpo: Cedro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 24 trastes e marcação em abalone Captadores: 2 Soap Bar Controles: Controle de volume com pushpull ativo e passivo. 1 agudo. ganho de grave ( + 15DB / 15DB EM 90HZ) Ponte: WSC Ferragem: Cromada Tarraxas: WSC Classic Vintage Cores: Natural. Preto Fosco. ganho de agudo ( + 17DB/ . Preto. 1 grave Ponte: Easy Lock Ferragem: Cromada Tarraxas: Standart Cores: Preto.

Para o guitarrista Mozart Mello. baseado em acordes e harmonias. Já quem toca rock and roll não dispensa seus humbuckers. músicos e luthiers altamente qualificados usando o que há de mais avançado na tecnologia de construção de pickups.” O guitarrista Joe Moghrabi é outro fã dos single-coil. “O single-coil é para quem toca outro tipo de som. afirma o guitarrista do Dr. Outra característica é que ele emite um ruído típico (o famoso ‘hum’) porque suas bobinas são vulneráveis às interferências eletromagnéticas. um dispositivo eletrônico que converte energia física em elétrica. Seu som é encontrado principalmente nas guitarras ‘Stratocaster’: é agudo. Para fazer som pesado. “Gosto do timbre dos single-coil para os solos. geralmente opta por single-coils. todos parafinados. Mais informações e toda nossa linha no site www. penetrante e perfeito para timbres suingados e cristalinos.br . “Gosto de usar os dois tipos de captadores. Para evitá-los. Temos modelos que abrangem timbres desde os clássicos e mais limpos até os mais pesados e agressivos. Ele admite ser fã dos single-coil na hora de tocar escalas rápidas. afirma o guitarrista. não dá para tocar com captadores simples”. Prefiro as guitarras acústicas e semi-acústicas. as opiniões são divididas.. “Prefiro os humbuckers porque gosto de um som mais agressivo.Joe Moghrabi. Agora é com você: escolha seu captador e aumente o som da sua Tagima. se inventarem um captador com cinco bobinas eu aceito”. E nem preciso de vários captadores: um bom humbucker no braço já é suficiente. Quando a corda da sua guitarra vibra. não tenho dúvidas: sou mais os humbuckers. A idéia era usar bobinas duplas para eliminar os ruídos e dar um timbre mais ‘gordo’ ao som. Sin. mas também não dispensa o som encorpado. Mozart Mello garante que o single-coil é um excelente captador. Um captador. Os pickups Tagima foram desenvolvidos por técnicos. Para fazer sons sem distorção. um engenheiro da Gibson criou o captador ‘humbucker’ para suas guitarras ‘Les Paul’. Em primeiro lugar. mas a maioria das minhas guitarras têm humbuckers. com muitos graves para tocar desde jazz à música brasileira. Projetados para atender os mais exigentes profissionais. Os captadores ‘single-coil’ recebem esse nome porque são formados por uma bobina simples e seis imãs independentes.” Eduardo Ardanuy não é tão fã das guitarras semi-acústicas como Mozart Mello. ela emite impulsos elétricos que são enviados por meio do captador diretamente para o amplificador. Entre os brasileiros. Quem prefere um som limpo.13 Essa é uma discussão tão velha quanto fazer um solo usando apenas escala pentatônica.com. não há dúvida quanto ao melhor captador: o mestre prefere os humbuckers. os single-coil ganham mais dinâmica. antes de tudo. é um transdutor de energia. Com imãs maiores e mais pesados. mas não para seu estilo.tagima. para saber qual é o melhor tipo de captador. bem. e muito bem selados para evitar a realimentação e frequências indesejadas. aí é só aumentar o volume. Mas para rock and roll. mas confessa que não vive sem os humbuckers. mais gordo”. é bom explicar as diferenças entre eles. os pickups Tagima são construídos em Alnico 5 ou Imã Cerâmico. mas admite que prefere os captadores de bobina simples apenas na hora dos timbres limpos e dos solos. “Para o tipo de som que faço. O som então vai para os altofalantes e o resto.. o ‘humbucker é um captador mais potente e seu som é mais robusto e encorpado.

1 Volume e volume e1 1 tonalidade tonalidade com com push-pull push-pull Ferragem: Cromadas Cromadas Ponte: Gotoh Floyd Rose System Tarraxas: Gotoh Cores: Preto. 1 Volume 1 volume ee 11 tonalidade tonalidade Ferragem: Cromo Acetinado acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Preto. Prata e Preto Fosco * Acompanha case * Acompanha case .Os 5 melhores solos na opinião de ‘Eruption’ – Van Halen / ‘Van Halen I’ (Eddie Van Halen) ‘Stairway to Heaven’ – Led Zeppelin / ‘Led Zeppelin IV’ (Jimmy Page) ‘Cause We Ended As Lovers’ – Jeff Beck / ‘Blow by Blow’ (Jeff Beck) Qualquer solo de Jim Hendrix ‘For the Love of God’ – Steve Vai / ‘Passion and Warfare’ (Steve Vai) ‘Humbucker X Single: Qual é o Melhor Captador Para a Sua Guitarra?’ Na K1 eu uso o humbucker e um mini humbucker na ponte pelo estilo de musica que faço. O single tem um ganho menor e acaba que sinto falta de maior sinal tanto em solos quanto em bases se estou com uma guitarra com single. Prata e Preto Fosco * Acompanha case “ Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 27 trastes jumbo e marcações em abalone Captadores: Tagima Pickups .Hot ponte Hot Bucker Bucker (ponte) / braço / Super Super Rails Rails (braço) Controles: Chave de 3 posições. Na K1 tenho um push para defasar o captador e conseguir este timbre de single com menos ganho. caso eu queira utilizar no som limpo ou fazer um solo com uma nuance diversa. Kiko Loureiro 15 “ Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 27 trastes jumbo e marcações em abalone Captadores: 1 Seymour Duncan Parallel Axis Trembucker (ponte) e 1 Hot Rails (braço) Controles: Chave de 3 posições.

Arrow1 Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Rosewood com 22 trastes escalopados e marcações em abalone Captadores: Seymour Duncan .Parallel Axis Trembucker (ponte) / Classic Stack Plus (meio).Hot Bucker (ponte) / T-Standard (meio) / T-Classic (braço) Controles: Chave de 5 posições. e 59 model (braço) Controles: Chave de 5 posições.Evolution (ponte) / Virtual Vintage Heavy Blues (meio) e Paf Pro (braço) Controles: Chave de 5 posições. 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromo acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Vermelho Craquelado / Escala Clara / Escudo Preto * Acompanha case . 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromo acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Preto Craquelado / Escala Escura * Acompanha case J1 Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Marfim com 22 trastes escalopados e marcações em abalone Captadores: DI Marzio . 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Gotoh Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Preto Craquelado / Escala Escura 17 * Acompanha case Arrow2 Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Rosewood com 22 trastes escalopados e marcações em abalone Captadores: Tagima Pickups . 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Gotoh Floyd Rose System Tarraxas: Gotoh Blindadas Cor: Vermelho Craquelado / Escala Clara / Escudo Preto Opções captadores: Seymor Duncan .JB (ponte) / Classic Stack Plus (meio) e 59 (braço) * Acompanha case JA2 Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Marfim com 22 trastes escalopados e marcações em abalone Captadores: Tagima Pickups .Hot Bucker (ponte) / T-Standard (meio) / T-Classic (braço) Controles: Chave de 5 posições.

19 .

Corpo: Cedro com filete / Braço: Marfim / Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone / Captadores: Seymour Duncan .JB model (ponte). T-Classic (braço) / Controles: Chaves de 3 posições / 1 volume / 1 tonalidade / Ferragem: Cromo acetinado / Ponte: WSC modelo Wilkinson / Tarraxas: Blindadas / Cores: Vermelho Transparente ou Preto Joe Moghrabi .Signature Series Marcinho Eiras . ganho de médio ( + 12DB/ -12DB EM 350HZ). balanço. ganho de agudo ( + 17DB/ . SSL-1 (meio) e ‘59 model (braço) / Controles: Chaves de 5 posições / 1 volume / 1 tonalidade / Ferragem: Cromada / Ponte: Gotoh Floyd Rose System / Tarraxas: Gotoh Cores: Prata Vernon Neilly . médio com controle paramétrico Ferragem: Cromada Ponte: Gotoh Tarraxas: Gotoh Cores: Azul Transparente / Mel Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Marfim 22 trastes escalopados com marcação em Abalone Captadores: 2 Humbucker e 1 Single Tagima by Cabrera modelo Edu Signature na cor Branca Controles: Chaves de 5 posições / 1 volume / 1 tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Gotoh Floyd Rose System Tarraxas: Gotoh Cor: Branca / Escala Clara / Escudo: Branco Pérola * Acompanha case * Acompanha case . agudo.Corpo: Cedro com rebaixo traseiro / Braço: Marfim / Escala: Marfim 22 trastes com marcação em abalone / Captadores: Seymor Duncan . T-Standart (meio) e T-Classic (braço) na cor Branca Controles: Chaves de 5 posições / 1 vol.Descrições .15DB EM 90HZ ) Ponte: WSC Ferragem: Cromada Tarraxas: Blindadas Cores: Azul Transparente / Mel Corpo: Cedro com rebaixo traseiro Braço: Marfim Escala: Marfim 22 trastes escalopados com marcação em abalone Captadores: Tagima Pickups Hot Bucker (ponte). ganho de grave ( + 15DB / . SSL-1 (meio) e ‘59 model (braço) / Controles: Chaves de 5 posições / 1 volume / 1 tonalidade / Ferragem: Cromo acetinado / Ponte: Gotoh modelo Wilkinson / Tarraxas: Gotoh com trava / Cores: Cherry Sunburst * Todos os modelos acompanham case Corpo: Cedro Braço: Marfim Escala: Brazilian Rosewood com 24 trastes e marcações em abalone Captadores: 2 Single Coils JJ e Pré Tune 18V Controles: Volume.Corpo: Cedro / Braço: Marfim / Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone / Captadores: Tagima Pickups . / 1 tonal.Corpo: Cedro com rebaixo traseiro / Braço: Marfim / Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone / Captadores: Seymour Duncan .Modelo T-Classic / Controles: Chaves de 3 posições / 1 volume / 1 tonalidade / Ferragem: Cromada / Ponte: Gotoh / Tarraxas: Gotoh Cores: Sunburst Marcelo Barbosa .JB model (ponte).Hot Bucker (ponte).17 DB EM 8kHZ ). Ferragem: Cromo acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cor: Branca / Escala Clara / Escudo: Branco Pérola 21 Corpo: Ash Braço: Maple Escala: 34” em Rosewood com 24 trastes e marcação em abalone Captadores: Seymour Duncan JJ Parte Elétrica: EMG . grave. SSL-1 (meio) e ‘59 model (braço) / Controles: Chaves de 5 posições / 1 volume / 1 tonalidade / Ferragem: Cromada / Ponte: Gotoh Floyd Rose System / Tarraxas: Blindadas / Cores: Preto Fosco Mozart Mello .JB model (ponte).Corpo: Cedro com rebaixo traseiro / Braço: Marfim / Escala: Rosewood 22 trastes com marcação em abalone / Captadores: 2 Humbuckers Tagima Pickups .BQC 18V Controles: Volume. balanço.

em 1998. aceitei. Lançamos o disco ‘Just for Fun (and Maybe Some Money)’. mas na época eu já sabia tocar. ‘Dr. apesar de ter um pouco de blues e progressivo. mas digo que nem me lembro porque não marcava no relógio. Aí. uma expectativa. esses são poucos. Quando o Supla convidou os irmãos para gravar um disco. meio e fim. Como A Chave tinha um certo nome. com toques de progressivo. vocalista da Chave do Sol. Sin nasceu naturalmente. As pessoas querem determinar um número de horas para praticar. Tem que pensar para se expressar direito. brincavam tanto com a cor dela que a guitarra ficou até famosa. que toca na Traditional Jazz Band. desde a época da Chave. outros preferem videogame. inclusive o Dr. ele me apresentou para o Vai e acabou rolando até uma canja. E tem que prestar atenção no ritmo. exclamação. Há uns seis anos. Duda Lima (baixo). eles me indicaram. Como ficamos um bom tempo sem gravar composições próprias. O que você procura quando está criando um solo? O principal é contar uma história. Sin II’. Mas aula formal. uma fórmula original para se destacar dos outros. 16 anos eu passei a levar mais a sério. abrir um pouco a cabeça. Quanto ao disco solo. Acho que foi a melhor sonoridade que conseguimos até hoje. Peguei emprestado até o André Busic. Alguns gostam de jogar futebol. Mais tarde até freqüentei durante uns meses o IG&T (Instituto de Guitarra e Tecnologia. não tem nem nome (o nome provisório é ‘Edu Ardanuy’) e ficou bem bacana. Sin. No show do Rio de Janeiro. Sin 10 Anos ao Vivo’. Músicos originais? Ah. Nos primeiro discos do Dr. Depois até cheguei a trabalhar com outras marcas. Jimi Hendrix. Ficamos amigos e chegamos a dar umas canjas juntos. Como você começou a tocar profissionalmente? Comecei a tocar com meu irmão numa banda de covers. vírgula. mas mais moderno. uma respiração… é mais ou menos como falar: tem que ter ponto. projeto que apelidaram de ‘G3 brasileiro’? O Tritone foi organizado pelo Sérgio Buss. mas o disco tem participações de muita gente. de 2000. Eu tocava o dia inteiro. Sin fez a abertura da turnê e ficamos amigos. Mas aí você não está pensando em nada. ninguém entende o que você está falando. a bateria num lugar. e depois o Ivan teve a idéia de gravar umas versões de músicas com a palavra ‘Dr. ele tem que ter dinâmica. Sin’ (1993). mas não aprendi nada. mais objetiva. Aí fomos para os Estados Unidos. O ideal é encontrar um equilíbrio. ele dizia que ia arranjar um jeito de tocarmos juntos. Johnny Winter. que conheci quando ele veio tocar no Brasil com o Steve Vai. 2005). com uns 15. Sin eu usava uma Tagima amarela. Na mesma época. E não apenas em relação a um solo. está apenas movendo os dedos. mas à música inteira. Um pouco depois veio o Eddie Van Halen. Se você começa a falar sem parar. Se essa história vai ser triste ou alegre não importa: o importante é que tenha uma história. Depois da gravação. Eu. você está lançando seu primeiro disco solo… O novo disco do Dr. Era pura diversão. ‘Devil Take The Hindmost’ – Allan Holdsworth / ‘Metal Fadigue’ (Allan Holdsworth) ‘Catch the Rainbow’ – Rainbow ‘Rainbow on Stage’ (Ritchie Blackmore) ‘Where Were You’ ‘Jeff Beck’s Guitar Shop’ (Jeff Beck) . A banda é formada por Marcel Cardoso (bateria). me ligou um dia e me convidou para entrar na banda. Fabrizio DiSarno (teclado). Sin está lançando disco novo. e aí eu tentava reproduzir aquilo no violão. a música do Deep Purple era mais legal. Ele e os amigos me ensinaram uns acordes e umas escalas pentatônicas. armei um projeto com meus irmãos. o Anjos da Noite. O Dr. Quando a gente é mais novo. estudei violão e piano com minha tia. Eu não marcava o tempo porque só fui descobrir mais tarde que aquilo era estudo (risos). Em 2003. É instrumental e o som é mais influenciado por rock do que por qualquer outro gênero. tínhamos muito material legal. O Dr. (risos) Comecei a me interessar mesmo vendo meu irmão mais velho (Átila Ardanuy. uma pausa. c i n c o melhores solosda história por Edu Ardanuy ‘Beat it’ Michael Jackson ‘Thriller’ (Eddie Van Halen) ‘Limelight’ Rush ‘Moving Pictures’ (Alex Lifeson) 5 1 2 3 4 5 Quem era seu ídolo nessa época? Ritchie Blackmore. O Beto. pesado. do Deep Purple. o Dr. Soa um pouco como o ‘Brutal’ (1995). na harmonia. As pessoas me perguntam quantas horas eu praticava quando aprendi a tocar. Como você entrou para o time da Tagima? Sempre toquei com Tagima. quer preencher todos os espaços com notas e escalas. o vocal em outro… Este é o nosso primeiro disco de inéditas desde ‘Dr. E ouvia muito bandas como Deep Purple. pois freqüentávamos o mesmo circuito do rock & roll paulistano. O solo tem que criar uma situação interessante para quem ouve. atualmente produtor) tocar. Começamos a compor juntos antes mesmo da banda ter nome. Foi aí que conheci o Andria e o Ivan. Como é que surgiu o Tritone. em bares. pai do Andria e Ivan. mas a verdade é que o cara tem que tocar quanto quiser. Independente da técnica – ou se o solo é rápido ou lento –. eu nunca fiz. lançamos o ‘Dr.’ no título (‘Listen to the Doctors’. Gravamos em vários estúdios. Led Zeppelin. Sin se chama ‘Bravo’ e está muito bom. O solo tem que ter começo. mesmo. Bons músicos? Existem milhões. assinamos com a Warner e lançamos o primeiro disco. acabei agora de masterizar.Como você começou a tocar guitarra? Quando eu era criança. Quem pensar que é obrigação não chega longe. Que dica você daria para alguém que está aprendendo a tocar guitarra? Toque por prazer. Aí o Sérgio saiu da banda do Vai porque queria voltar a morar no Brasil e convidou o Frank Solari e eu para o projeto. O som do Hendrix era muito psicodélico para mim. Isso se aprende com o tempo. mas não me adaptei. Tenho orgulho de ser do time. que virou um dos meus maiores ídolos até hoje. em São Paulo) para aprender teoria. na melodia. a família toda queria tocar como ele. recebi um convite formal para voltar a tocar com Tagima e daí não tive dúvidas. meu irmão.

5” Largura do Nut: 51mm Captação: Piezo com pré-ativo de 4 bandas e afinador Cores: Natural e Preto .25 Violão Aço Madeiras: Tampo: Spruce Sólido Lateral e Fundo: Mahogany Escala e Cavalete: Rosewood Medidas: Profundidade: 95x114mm Escala: 25.5” Largura do Nut: 43mm Captação: Piezo com préativo de 4 bandas e afinador Cor: Natural Violão Aço Madeiras: Tampo: Spruce Lateral e Fundo: Mogno Braço: Mogno Escala:Rosewood Medidas: Profundidade: 91x106mm Escala: 25.3” Largura do Nut: 43mm Captação: Piezo com pré-ativo de 4 bandas e afinador Cores: Preto. Natural e Sunburst * Disponível na versão sem afinador Madeiras: Tampo: Spruce Lateral e Fundo: Mahogany Escala e Cavalete: Rosewood Medidas: Profundidade: 97 x 117mm Escala: 25.5” Largura do Nut: 48mm Captação: Piezo com pré-ativo de 4 bandas e afinador Violão Aço 12 cordas (Classic Cutaway) Cor: – Natural Violão Nylon Flat (Classic Cutaway) Madeiras: Tampo: Spruce Sólido Lateral e Fundo: Mahogany Escala e Cavalete: Rosewood Medidas: Profundidade: 60mm Escala: 25.

médio. Natural.5” Largura do Nut: 48mm Captação: Piezo com pré-ativo de 4 bandas e afinador Cor: Natural Madeiras: Tampo: Spruce Corda:Aço Lateral .Natural e Preto Madeiras: Tampo: Spruce Corda: Nylon Lateral .5” Largura do Nut: 43mm Captação: Piezo com préativo de 4 bandas e afinador Cor: Natural . agudo e presence Cores: Preto. médio.versão canhota Cores .27 Violão Nylon Madeiras: Tampo: Spruce Sólido Lateral e Fundo: Mahogany Escala e Cavalete: Rosewood Medidas: Profundidade: 74 x 83mm Escala: 25. Fundo e Braços: Natowood Escala: Rosewood Equalização: 4 bandas ativo + volume Controles: Grave. Azul transparente e sunburst Opção: Dallas LH . Sunburst e Natural Opção: Vegas LH . Fundo e Braços:Natowood Escala: Rosewood Equalização: 4 bandas ativo + volume Controles: Grave.Natural e Preto Violão Aço (Cutway Dreadnought) Madeiras: Tampo: Spruce Sólido Lateral e Fundo: Mahogany Escala e Cavalete: Rosewood Medidas: Profundidade: 97 x 117mm Escala: 25.versão canhota Cores . agudo e presence Cores: Preto.

Guitarra Violão Acústico Corda: Nylon Tampo: Cedro Canadense Faixas Laterais e Fundo: Jacarandá Indiano Escala: Ébano Africano Filetes: Maple Tarrachas: Schaller Braço: elevado em Mogno Verniz: Poliuretano brilhante *Case com proteção térmica incluso 5 melhores solos da história por Ulisses Rocha 1.011 Corda Violão aço .040 Corda Baixo 5 cordas .Machine Head 3.Mulberry St.009 Corda Guitarra .Jaco .Strikes Twice Baixo Violão Nylon Violão Aço Descrição do Produto Corda Guitarra .010 Corda Guitarra . Cause we´ve ended as lovers Jeff Beck .045 Corda Baixo 5 cordas .Stairway to Heaven Jimmy Page 4.Blow by blow 2.Pat Metheney American Garage 5.045 Embalagem Preta Preta Preta Branco Branco Laranja Vermelho Vermelho Vermelho Vermelho . Bronze Corda Violão aço .011 P. Larry Carlton . Bronze Corda Violão Nylon High Tension Corda Baixo 4 cordas .010 P.Lazy Richie Blackmore.040 Corda Baixo 5 cordas .

Natural e Sunburst * Acompanha bag + camiseta Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Maple 22 trastes (sem escalopar) e marcações em abalone Captadores: 2 Humbucker e 1 Single Controles: Chave de 5 posições. Natural. Volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromo Acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cor: Vermelho Craquelado Acompanha Camiseta / Case Opcional Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Rosewood 27 trastes com marcação em abalone Captadores: 1 Humbucker e 1 Single Double Blade Controles: Chave de 3 posições. 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromo Acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Natural. Preto transparente. Sunburst. Preto. Verde transparente e Azul transparente *T-735-S LH – Versão canhota Escala Rosewood / Escudo Branco . 1 volume e 2 tonalidades Ferragem: Cromada Ponte: Standard Tarraxas: Blindadas Cores: Preto. Vermelho Metálico e Azul Metálico Acompanha Bag + Camiseta .Preto. Vermelho Metálico.31 Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Rosewood 22 trastes com marcação em abalone Captadores: 3 Single Coils Controles: Chave de 5 posições. 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromo Acetinado Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cor: Preta Acompanha Camiseta / Case Opcional Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Rosewood 27 trastes com marcação em abalone Captadores: 1 Humbucker e 1 Single Double Blade Controles: Chave de 3 posições.

33 Corpo: Africa´s Ovangkol Braço: 7 peças de Maple e Nayto Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone Captadores: 2 Soap Bar Parte Elétrica: Circuito ativo Controles: Volume. balanço. grave e agudo Ferragem: Preta Tarraxas: Blindadas Cores: Preto ou Natural * Acompanha bag + camiseta * Acompanha bag + camiseta Corpo: Africa´s Ovangkol Braço: 7 peças de Maple e Nayto Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone Captadores: 2 Soap Bar Parte Elétrica: Circuito ativo Controles: Volume. grave e agudo Ferragem: Preta Tarraxas: Blindadas Cores: Preto ou Natural * Acompanha bag + camiseta Corpo: Mogno Africano Braço: Hard Maple Escala: Rosewood 24 trastes e marcação brancas Captadores: 2 Soap Bar Parte Elétrica: Circuito ativo com chave seletora de médio Controles: Volume. balanço. balanço. grave e agudo Ferragem: Preta Tarraxas: Blindadas Cor: Natural * Acompanha bag + camiseta . balanço. grave e agudo Ferragem: Preta Tarraxas: Blindadas Cor: Natural Corpo: Mogno Africano Braço: Hard Maple Escala: Rosewood 24 trastes e marcação brancas Captadores: 2 Soap Bar Parte Elétrica: Circuito ativo com chave seletora de médio Controles: Volume.

Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone Captadores: 2 Soapbar com circuito ativo Controles: 1 Volume. 1 balanço. 1 balanço. 1 grave e 1 agudo Ferragem: Cromada Ponte: Tradicional Tarraxas: Blindadas Cores: Natural. Vermelho Metálico e Azul Metálico * Disponível na versão canhota ** Acompanha bag + camiseta . Preto. Preto. Vermelho Metálico e Azul Metálico Acompanha bag + camiseta 35 Corpo: Alder com rebaixo traseiro Braço: Maple Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone Captadores: 2 Soapbar com circuito ativo Controles: 1 volume. 1 grave e 1 agudo Ferragem: Cromada Ponte: Tradicional Tarraxas: Blindadas Cores: Natural.

Sunburst e Preto Transparente . Preto. Azul Transparente. Sunburst. 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Tremolo Standard Tarraxas: Blindadas Cores: Natural. Azul Marinho e Natural *Disponível na versão canhota Corpo: Basswood com filete em madeira Braço: Maple Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em madre pérola Captadores: 1 Humbucker e 2 Single Coil Controles: Chave de 5 posições. Vermelho Metálico. Azul Metálico.37 Corpo: Basswood Braço: Maple Escala: Rosewood 22 trastes e marcações brancas Captadores: 3 Single Coils Controles: Chave de 5 posições. 1 volume e 1 tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Floyd Rose System Tarraxas: Blindadas Cores: Natural. Sunburst e Preto Transparente Corpo: Basswood com filete em madeira natural Braço: Maple Escala: Rosewood 24 trastes com marcação personalizadas em madre pérola Captadores: 2 Humbucker e 1 Single Coil Controles: Chave de 5 posições. Vermelho Metálico. Creme. Azul Transparente. Preto. Vermelho Metálico. 1 volume e 2 de tonalidade Ferragem: Cromada Ponte: Tremolo Standard Tarraxas: Blindadas Escudo: Branco Cores: Preto.

Azul Metálico. Vermelho Metálico e Natural .39 5 Cordas Corpo: Basswood Braço: Maple Escala: Rosewood com 24 trastes com marcação branca Captadores: Soap Bar Passivo Ferragem: Cromada Ponte: Standard Tarraxas: Blindadas Cores: Preto. Natural e Sunburst 4 Cordas Corpo: Basswood Braço: Maple Escala: Rosewood com 24 trastes com marcação branca Captadores: Soap Bar Passivo Controles: 2 volumes e 2 tonalidades Ferragem: Cromada Ponte: Standard Cores: Preto. Vermelho Metálico e Natural Baixo Violão Cutway Corpo e Braço com filete Tensor de regulagem no braço Captador: Ativo de 4 bandas de equalização + volume Cores: Preto. Azul Metálico.

médio e agudo com volume geral Cores: Preto e Natural Violão Clássico Acústico Cordas de Aço Corpo com filete em marfim Braço com regulagem de tensor Tarraxa: Cromada Cores: Preto e Natural Violão Clássico Acústico Cordas de Nylon Corpo e Braço com filete em marfim Tarraxa: Cromada Cores: Preto e Natural Violão Eletro-Acústico Folk Cutway Cordas de Aço Corpo e Braço com filete Tensor de Regulagem no Braço Captador Ativo de 4 bandas de equalização + volume Controles de grave. agudo e presence Cores: Preto e Natural . médio.41 Violão Flat Eletro-Acústico Cordas de Nylon Corpo com filete em marfim Braço com regulagem de tensor Captação Ativa Equalizador de grave.

Ele é o elo de ligação entre o que seu coração quer dizer e o que seu público vai ouvir. Aprenda com isso: o importante é escolher bons professores e métodos de estudo eficientes. E nunca tenha inveja de um guitarrista que toca melhor que você: eles sempre vão existir. é normal prestar atenção os outros guitarristas para comparar as técnicas e.‘Lenny’ – The Essential Stevie Ray Vaughan and Double Trouble (Stevie Ray Vaughan) 2.br) Doistrês (www.com. Para seguir a carreira de músico é importante pensar como um profissional: sua música é seu trabalho. teatros e até casamentos … encare a música com profissionalismo e uma hora você terá a oportunidade de mostrar o seu próprio som. Misture suas influências num caldeirão e veja o que sai de lá. pense como um! Você gosta tanto de guitarra que continuará tocando mesmo sem ganhar um centavo com isso? Pense bem.‘Is What It is’ (Mike Stern) 4. livros.fot. pelo seu instrumento.Todo o álbum ‘Passion and Warfare’ (Steve Vai) 3.doistres.‘Freedom’ – Robben Ford / ‘Tigerwalk’ (Robben Ford) Pequeno Guia de Sobrevivência do Guitarrista Brasileiro continuação página 2 Joe Moghrabi 1. Seu instrumento é seu melhor amigo Para ser músico você tem que ter respeito pela música e. Nunca tenha medo de tentar ser diferente.‘Dog Party’ (Scott Henderson) 5. exposições toda forma de arte é importante e toda experiência pode se tornar uma nova fonte de inspiração musical. 9. 10. Mas não se esqueça que música não é uma competição para ver quem toca mais rápido: Jimi Hendrix e Eric Clapton vão viver para sempre. apresentações em bares. guarde essa opinião para você. Trate bem a sua guitarra e vocês serão felizes para sempre. 7. Encare-o com uma extensão do seu corpo. Se quiser ser profissional. gravação de jingles. Dê um descanso para os dedos e gaste parte do seu tempo com filmes.br Distribuição gratuita .‘Donna Lee’ – Bireli Lagrene / ‘Standards’ (Bireli Lagrene) 5. passar a vida inteira copiando seu ídolo é péssimo.‘F7 Blues’ (versão ao vivo) (George Benson) 6. Criação: MRossi (www. Você deve fugir de duas coisas para se dar bem no mundo da música: a arrogância e a inveja.‘Voodoo Chile’ – Jimi Hendrix Experience / ‘Electric Ladyland’ (Jimi Hendrix) 3. principalmente.com) Fotografia: MRossi / Rafael Sasso Val Santos Design: MRossi Marcel Vecelic Danilo Alba Leander Quadros Vinícius Mendes Matérias: Felipe Machado Jornalista responsável: Felipe Machado Contato: tagmag@tagima. se achar.Venda proibida . Ser influenciado por outros músicos é ótimo. ao contrário de guitarristas que imitam uns aos outros e acham que o importante é tocar mil escalas por segundo. Corra atrás de formas de ganhar dinheiro: sessões como músico de estúdio. a velocidade. Descubra o seu próprio estilo Uma das maiores dificuldades para um guitarrista em qualquer fase da carreira é descobrir o seu próprio estilo. 8.mrossi. principalmente. Não seja bitolado Você só pensa em tocar guitarra 24 horas por dia? Pois está na hora de dividir a cabeça com outras formas de expressão artística.5 melhores solas da história Tati Pará 1. Música não é competição Quando se gasta muito tempo estudando.‘Always With You (Always With Me) / Joe Satriani / ‘Surfing With The Alien’ (Joe Satriani) 4. Nunca ache que você é o melhor do mundo.‘Another Brick on the Wall’ – Pink Floyd / ‘The Wall’ (David Gilmour) 2. uma parte fundamental de quem você é.

um projeto mais ousado dedicado apenas a construção de instrumentos profissionais e customizados. Após trabalhar alguns anos em uma lutheria na Vila Madalena. Hoje.Márcio Zaganin Luthier há 18 anos. Márcio Zaganin também trabalha desenvolvendo novos projetos para Tagima Brasil. montou seu próprio ateliê no bairro da Pompéia onde ficou estabelecido por mais de 12 anos. podendo atender há um número maior de clientes. Lulu Santos e muitos outros artistas e músicos profissionais. . Roberto Frejat. Após essa fase. desenvolve seus projetos desde os 16 anos de idade. São Paulo. quando começou efetivamente a trabalhar com lutheria. Sempre em busca de construir instrumentos com a mais alta qualidade e perfeição possível. além da NZaganin. aprimorou sua técnica e conceitos de lutheria. Durante essa fase de muita pesquisa. se destacou recebendo encomendas de nomes consagrados da música brasileira como. em 2004 fundou a NZaganin em parceria com Ney Nakamura.