08/05/13

Pesquisa de Jurisprudência :: STF - Supremo Tribunal Federal

Pesquisa de Jurisprudência

Acórdãos

ACO 312 / BA - BAHIA AÇÃO CÍVEL ORIGINÁRIA Relator(a): Min. EROS GRAU Relator(a) p/ Acórdão: Min. LUIZ FUX Julgamento: 02/05/2012 Órgão Julgador: Tribunal Pleno

Publicação

DJe-054 DIVULG 20-03-2013 PUBLIC 21-03-2013 EMENT VOL-02683-01 PP-00001
Parte(s)

AUT OR(A/S)(ES) : FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO - FUNAI PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL FEDERAL LIT .AT IV.(A/S) : UNIÃO ADV.(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO ASSIST .(S) : COMUNIDADE INDÍGENA PAT AXÓ HÃ HÃ HÃE ADV.(A/S) : PAULO MACHADO GUIMARÃES RÉU(É)(S) : ANANIAS MONT EIRO DA COST A ADV.(A/S) : PEDRO AUGUST O DE FREIT AS GORDILHO RÉU(É)(S) : ALMIR PINT O CORREIA ADV.(A/S) : ALT AMIRANDO MARQUES RÉU(É)(S) : AGENOR DE SOUZA BARRET O ADV.(A/S) : WHILDE COST A SOUZA RÉU(É)(S) : JOSINO PINT O CORREIA E OUT RO(A/S) ADV.(A/S) : PEDRO AUGUST O DE FREIT AS GORDILHO RÉU(É)(S) : MANOEL NASCIMENT O CARVALHO ADV.(A/S) : EDVALDO SANT IAGO LIT .PAS.(A/S) : EST ADO DA BAHIA PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DO EST ADO DA BAHIA RÉU(É)(S) : ANT ÔNIO RODRIGUES FERREIRA E OUT ROS ADV.(A/S) : PEDRO AUGUST O DE FREIT AS GORDILHO RÉU(É)(S) : ANT ONIO CARLOS WENSE PINT O ADV.(A/S) : VINICIUS BRIGLIA PINT O RÉU(É)(S) : DIRVAN SILVEIRA FERNANDES E OUT ROS ADV.(A/S) : MARCOS JOEL DOS SANT OS RÉU(É)(S) : GUY FERREIRA DE MELLO E OUT ROS ADV.(A/S) : MARCELO MENDES S. PAT RIOT A
Ementa Ementa: 1) AÇÃO CÍVEL ORIGINÁRIA. AÇÃO DE NULIDADE DE TÍTULOS DE PROPRIEDADE SOBRE IMÓVEIS RURAIS SITUADOS NO SUL DA BAHIA EM RESERVA INDÍGENA. 2) CONFLITO GRAVE ENVOLVENDO COMUNIDADES SITUADAS NA RESERVA INDÍGENA DENOMINADA CARAMARUMU-CATARINA-PARAGUAÇU. AÇÃO JUDICIAL DISTRIBUÍDA EM 1982 IMPONDO A OBSERVÂNCIA DO REGIME JURÍDICO CONSTITUCIONAL DA CARTA DE 1967 PARA DISCIPLINAR A RELAÇÃO MATERIAL SUB JUDICE. 3) PRELIMINAR DE IMPOSSIBILIDADE JURÍDICA DO PEDIDO EM RAZÃO DA INEXISTÊNCIA DE INDIVIDUALIZAÇÃO DA PROPRIEDADE REIVINDICADA. PRELIMINAR REJEITADA À LUZ DO PEDIDO DE RECONHECIMENTO DA NULIDADE DE TÍTULOS DE PROPRIEDADE EM ÁREA INDÍGENA MERCÊ DA EXISTÊNCIA DE FARTA DOCUMENTAÇÃO FORNECIDA PELA FUNAI QUE VIABILIZOU A REALIZAÇÃO DOS TRABALHOS PERICIAIS. 4) DEMARCAÇÃO DA ÁREA SUB JUDICE OCORRIDA EM 1938 DESACOMPANHADA DE HOMOLOGAÇÃO. INCERTEZA ORIUNDA DA AUSÊNCIA DE HOMOLOGAÇÃO DA DEMARCAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS RELEGANDO A COMUNIDADE A UMA SITUAÇÃO FRÁGIL E A UM AMBIENTE DE VIOLÊNCIA E MEDO NA REGIÃO. 5) A HOMOLOGAÇÃO AUSENTE, DA DEMARCAÇÃO ADMINISTRATIVA REALIZADA EM 1938, NÃO INIBE O RECONHECIMENTO DA EXISTÊNCIA DE RESERVA INDÍGENA NO LOCAL, ORIGINANDO A IMPOSSIBILIDADE DE SE TER POR VÁLIDOS ATOS JURÍDICOS FORMADOS POR PARTICULARES COM O ESTADO DA BAHIA. 6) AUSÊNCIA DE DÚVIDAS QUANTO À PRESENÇA DE ÍNDIOS NA ÁREA EM LITÍGIO DESDE O PERÍODO ANTERIOR AO ADVENTO DA CARTA DE 1967 EM FACE DOS REGISTROS HISTÓRICOS QUE REMONTAM A MEADOS DO SÉCULO XVII. 7) O RECONHECIMENTO DO DIREITO À POSSE PERMANENTE DOS SILVÍCOLAS INDEPENDE DA CONCLUSÃO DO PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO DE DEMARCAÇÃO NA MEDIDA EM QUE A TUTELA DOS ÍNDIOS DECORRE, DESDE SEMPRE, DIRETAMENTE DO TEXTO CONSTITUCIONAL. 8) A BAIXA DEMOGRAFIA INDÍGENA NA REGIÃO EM CONFLITO EM DETERMINADOS MOMENTOS HISTÓRICOS, PRINCIPALMENTE QUANDO DECORRENTE DE ESBULHOS PERPETRADOS POR FORASTEIROS, NÃO CONSUBSTANCIA ÓBICE AO RECONHECIMENTO DO CARÁTER PERMANENTE DA POSSE DOS SILVÍCOLAS. A REMOÇÃO DOS ÍNDIOS DE SUAS TERRAS POR ATOS DE VIOLÊNCIA NÃO TEM O CONDÃO DE AFASTAR-LHES O RECONHECIMENTO DA TRADICIONALIDADE DE SUA POSSE. IN CASU, VISLUMBRA-SE A PERSISTÊNCIA NECESSÁRIA DA COMUNIDADE INDÍGENA PARA CONFIGURAR A CONTINUIDADE SUFICIENTE DA POSSE TIDA POR ESBULHADA. A POSSE OBTIDA POR MEIO VIOLENTO OU CLANDESTINO NÃO PODE OPOR-SE À

www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudenciaDetalhe.asp?s1=000202254&base=baseAcordaos

1/5

Em seguida. a Comunidade Indígena Pataxó Hã Hã Hãe.2008. Antônio Solmeirão. Comunidade Indígena Pataxó Hã Hã Hãe. o Senhor Ministro Gilmar Mendes (Presidente) e a Senhora Ministra Ellen Gracie. pelo litisdenunciado. em conseqüência. julgou parcialmente procedente a ação para declarar a nulidade de todos os títulos de propriedade cujas respectivas glebas estejam localizadas dentro da área da Reserva Indígena Caramuru-Catarina-Paraguaçu. José Guilherme Villela e. as terras ocupadas por silvícolas). vencido o Senhor Ministro Marco Aurélio. Decisão: Preliminarmente. 24. Antônio José T elles de Vasconcellos. ao julgamento da ACO 312. 11) O RESPEITO ÀS COMUNIDADES ÍNDIGENAS E À SUA CULTURA IMPLICA RESTE PRESERVADA A POSSIBILIDADE DE SUPERVENIENTE INCLUSÃO. pela autora. Plenário. pela assistente da autora. Votou o Presidente. Ausentes. o Dr. 10) A IMPOSSIBILIDADE JURÍDICA DO PEDIDO ERIGIDA PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL IMPÕE QUE AS AÇÕES JUDICIAIS PENDENTES EM QUE SE DISCUTE O DOMÍNIO E/OU A POSSE DE IMÓVEIS SITUADOS NA ÁREA RECONHECIDA NESTE PROCESSO COMO RESERVA INDÍGENA SEJAM EXTINTAS SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO NOS TERMOS DO ART. o Dr. DE NOVAS ÁREAS NA RESERVA INDÍGENA CARAMURU-CATARINA-PARAGUAÇU ALÉM DA JÁ RECONHECIDA NESTES AUTOS. Em seguida. o T ribunal.2006. Ministro José Antônio Dias T offoli. Ministro Ayres Britto. após o voto do Senhor Ministro Eros Grau (Relator). IV.04. E DECLARAR A NULIDADE DE TODOS OS TÍTULOS DE PROPRIEDADE CUJAS RESPECTIVAS GLEBAS ESTEJAM LOCALIZADAS NA ÁREA DA RESERVA. PORQUANTO OS BENS TRANSFERIDOS SÃO DE PROPRIEDADE DA UNIÃO (SÚMULA 480 DO STF: Pertencem ao domínio e administração da União.stf. Falaram. na segunda parte da sessão o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. por unanimidade. Presidência do Senhor Ministro Cezar Peluso (Vice-Presidente). CONFORME DEMARCAÇÃO DE 1938. Decisão: Preliminarmente. acolheu a questão de ordem suscitada pela Senhora Ministra Cármen Lúcia no sentido de dar continuidade. Estado da Bahia. no sentido de admitir na lide. por maioria. A AÇÃO FOI JULGADA PROCEDENTE PARA RECONHECER A CONDIÇÃO JURÍDICO-CONSTITUCIONAL DE TERRA INDÍGENA SOBRE A TOTALIDADE DA ÁREA DEMARCADA EM 1938 E TOTALIZANDO CERCA DE 54 MIL HECTARES CORRESPONDENTES À RESERVA CARAMARU-CATARINAPARAGUAÇU. Presidência da Senhora Ministra Ellen Gracie. condenados os réus cujos títulos foram anulados a pagarem honorários de 10% (dez por cento) sobre o valor atualizado da causa e compensados os honorários dos outros reconvintes que decaíram da reconvenção. União. Decisão Retirado de pauta. julgadas improcedentes as reconvenções dos titulares desses títulos anulados.2012. A PAGAREM 10% (DEZ POR CENTO) SOBRE O VALOR ATUALIZADO DA CAUSA E COMPENSADOS OS HONORÁRIOS DOS OUTROS RECONVINTES QUE DECAÍRAM DA RECONVENÇÃO. o Dr. Vice-Presidente no exercício da Presidência. 14) AS RECONVENÇÕES RELATIVAS ÀS TERRAS SITUADAS NO INTERIOR DA ÁREA DEMARCADA EM 1938 IMPROCEDEM. 9) NULIDADE DE TODOS OS TÍTULOS DE PROPRIEDADE CUJAS RESPECTIVAS GLEBAS ESTEJAM LOCALIZADAS DENTRO DA ÁREA DE RESERVA INDÍGENA DENOMINADA CARAMURU-CATARINAPARAGUAÇU.05. recebendo o processo no estado em que se encontra. pela litisconsorte ativa. PELA UNIÃO. o Dr. rejeitando a preliminar de impossibilidade jurídica do pedido. o Senhor Ministro Gilmar Mendes. 12) DEVERAS. Plenário. Não votou o Senhor Ministro Luiz Fux por ter sucedido ao Ministro Eros Grau (Relator). ATRAVÉS DE DEMARCAÇÃO ADMINISTRATIVA OU MESMO JUDICIAL. 13) AÇÃO JULGADA PARCIALMENTE PROCEDENTE APENAS QUANTO AOS TÍTULOS DE PROPRIEDADE E REGISTROS IMOBILIÁRIOS REFERENTES AOS IMÓVEIS ABRANGIDOS PELO ESPAÇO GEOGRÁFICO DEMARCADO EM 1938 E COMPROVADO NESTES AUTOS. o T ribunal. Antônio Fernando Barros e Silva de Souza. Procurador do Estado. Impedido o Senhor Ministro Dias T offoli. da Constituição Federal de 1967. SOB ESSE ÂNGULO. justificadamente. carecedores de ação os demais reconvintes. Indexação AGUARDANDO INDEXAÇÃO Legislação LEG-FED CF ANO-1891 ART -00083 CF-1891 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED CF ANO-1934 ART -00129 www. TOTALIZANDO APROXIMADAMENTE 54 MIL HECTARES.jus. na condição de assistente simples da autora. o Senhor Ministro Ricardo Lewandowski e. pelos réus. AQUISIÇÃO A NON DOMINO QUE ACARRETA A NULIDADE DOS TÍTULOS DE PROPRIEDADE NA REFERIDA ÁREA INDÍGENA. o T ribunal rejeitou a preliminar de impossibilidade jurídica do pedido. Ananias Monteiro da Costa e outros. o T ribunal. Ausentes. pediu vista dos autos o Senhor Ministro Menezes Direito.Supremo Tribunal Federal POSSE JUSTA E CONSTITUICONALMENTE CONSAGRADA. CUJOS TÍTULOS FORAM ANULADOS. Procurador Federal representando a FUNAI. justificadamente. Dr. julgando procedente a ação e improcedentes as reconvenções. Por unanimidade. nesta assentada. vencido o Senhor Ministro Marco Aurélio. Paulo Machado Guimarães. 267. 19. Plenário. DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. e. A EVENTUAL AMPLIAÇÃO DA ÁREA ANALISADA NESTES AUTOS EM RAZÃO DE DEMARCAÇÃO SUPERVENIENTE A ESTE JULGAMENTO DEMANDARÁ COMPROVAÇÃO DE QUE O ESPAÇO GEOGRÁFICO OBJETO DE EVENTUAL AMPLIAÇÃO CONSTITUÍA TERRA TRADICIONALMENTE OCUPADA PELOS ÍNDIOS QUANDO DA PROMULGAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO DE 1988. ocasionalmente. nos termos dos artigos 4. CONDENAÇÃO DESSES RÉUS RECONVINTES.asp?s1=000202254&base=baseAcordaos 2/5 .09. por maioria. INCISO V. todos eles. Ausente.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudenciaDetalhe. o Advogado-Geral da União. em viagem oficial. pelo Ministério Público Federal o Procurador-Geral da República. 02. proposta pelo Relator. que julgava improcedente ação e prejudicados os pedidos de reconvenção. Redigirá o acórdão o Senhor Ministro Luiz Fux. e 186.08/05/13 Pesquisa de Jurisprudência :: STF . resolveu questão de ordem.

ST F LEG-FED SUM-000650 SÚMULA DO SUPREMO T RIBUNAL FEDERAL .asp?s1=000202254&base=baseAcordaos 3/5 .stf.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudenciaDetalhe. BA LEG-EST LEI-003442 ANO-1975 www. BA LEG-EST LEI-001916 ANO-1926 ART -00001 ART -00002 LEI ORDINÁRIA.jus.Supremo Tribunal Federal CF-1934 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED CF ANO-1937 ART -00154 CF-1937 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED CF ANO-1946 ART -00216 CF-1946 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED CF ANO-1967 ART -00004 INC-00004 ART -00185 ART -00186 ART -00198 PAR-00001 PAR-00002 REDAÇÃO DADA PELA EMC-01/1969 CF-1967 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED EMC-000001 ANO-1969 EMENDA CONST IT UCIONAL LEG-FED CF ANO-1988 ART -00231 PAR-00001 PAR-00002 PAR-00004 PAR-00006 CF-1988 CONST IT UIÇÃO FEDERAL LEG-FED LEI-003071 ANO-1916 ART -01035 CC-1916 CÓDIGO CIVIL LEG-FED LEI-005869 ANO-1973 ART -00267 INC-00005 INC-00006 ART -00269 INC-00002 INC-00003 CPC-1973 CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEG-FED LEI-010406 ANO-2002 ART -00841 CC-2002 CÓDIGO CIVIL LEG-FED LEI-000601 ANO-1850 ART -00012 ART -00075 LEI ORDINÁRIA LEG-FED LEI-005371 ANO-1967 LEI ORDINÁRIA LEG-FED LEI-006001 ANO-1973 ART -00022 PAR-ÚNICO ART -00023 ART -00025 ART -00026 EI-1973 EST AT UT O DO ÍNDIO LEG-FED DEC-001318 ANO-1854 ART -00075 DECRET O LEG-FED DEC-008072 ANO-1910 ART -00003 ART -00010 DECRET O LEG-FED DEC-009214 ANO-1911 ART -00002 DECRET O LEG-FED DEC-005484 ANO-1928 ART -00010 PAR-00001 PAR-00002 DECRET O LEG-FED DEC-000736 ANO-1936 ART -00003 LET -A LET -B LET -C ART -00047 IT EM-1 DECRET O LEG-FED DEC-000011 ANO-1991 DECRET O LEG-FED DEC-001775 ANO-1996 DECRET O LEG-FED RGI ANO-1980 ART -00251 RIST F-1980 REGIMENT O INT ERNO DO SUPREMO T RIBUNAL FEDERAL LEG-FED SUM-000480 SÚMULA DO SUPREMO T RIBUNAL FEDERAL .08/05/13 Pesquisa de Jurisprudência :: STF .ST F LEG-FED LEI-000198 ANO-1897 LEI ORDINÁRIA.

(Assunto) RE 249705 (T P). POSSE IMEMORIAL.Decisões monocráticas citadas: Pet 3742.asp?s1=000202254&base=baseAcordaos 4/5 . BA LEG-EST PRT -000178 ANO-1960 PORT ARIA DO MINIST ÉRIO DA AGRICULT URA. RE 262978 (1ªT ). BA LEG-EST AVS-000796 ANO-1958 AVISO DA SECRET ARIA EST ADUAL DE AGRICULT URA. (T ERRA INDÍGENA. ALCANCE) RE 219983 (T P). 755/DF/DGPI/81 E Ofício n. www. Número de páginas: 188.08/05/13 Pesquisa de Jurisprudência :: STF . DEMARCAÇÃO. (T ERRA INDÍGENA.Acórdão(s) citado(s): (T ERRA INDÍGENA. . (Assunto) RE 183188 (1ªT ). INALIENABILIDADE) MS 16443 (T P).Supremo Tribunal Federal ART -00003 REDAÇÃO ORIGINAL LEI ORDINÁRIA. PROPRIEDADE) RE 44585 (T P). BA Observação . POSSE. (T ERRA INDÍGENA. no Informação-Funai n. INDÚST RIA E COMERCIO.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudenciaDetalhe.Decisão monocrática citada: (T ERRA INDÍGENA. (Assunto) ACO 278 (T P). BA LEG-EST DEC-005462 ANO-1920 DECRET O. REGIST RO DE IMÓVEL) ACO 323 (T P).stf. 770/DF/DGPI/26. Pet 3713.jus. (Assunto) RE 219987 (T P). Pet 3755. BA LEG-EST PRC-000279 ANO-1958 PARECER DA CONSULT ORIA JURÍDICA DO MINIST ÉRIO DA AGRICULT URA. PREQUEST IONAMENT O) RE 204647. notificado na Informação Funai n. BEM PÚBLICO.10. Pet 3704.1981. . (Assunto) Pet 3388 (T P). . T ÍT ULO DOMINIAL. BEM DA UNIÃO. 171/DGPI. Pet 3721.Veja Ofício DE/290/81.

08. fac-similar ed. João. p. 47/48. 1 de 1969. p.br/index. 150. p. p. SILVA. n. 1996. Pontes de. MIRANDA. São Paulo: T yp.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudenciaDetalhe. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris.jus. Os indígenas do Brasil. Os direitos indígenas e a Constituição. 1993. In: Juliana Santilli (coord. As terras em índios do Brasil. 1972. Comentários à Constituição de 1967 com a emenda n.html. 4.). São Paulo: Revista dos T ribunais. 1912. 54 e 64.gov. Acesso: 27. São Paulo: Malheiros. Hennies Irmãos.funai. T omo VI.Supremo Tribunal Federal DINAMARCO. MENDES JÚNIOR.asp?s1=000202254&base=baseAcordaos 5/5 . Litisconsórcio. seus direitos individuais e políticos. José Afonso da. 2. ed. 48.2010. ed. 456/457. T erras tradicionalmente ocupadas pelo índios. Disponível em: www. Cândido Rangel. fim do documento www.stf.08/05/13 Doutrina Pesquisa de Jurisprudência :: STF .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful