ESCOLA SECUNDÁRIA MARQUES DE CASTILHO ENSINO SECUNDÁRIO MATEMÁTICA − 12º ANO, Turma: B Ano lectivo: 2002 / 2003 Duração

: 100 minutos 11 / 11 / 2002 Professor: Joaquim Pinto

Nome: __________________________________________ Grupo I
• As sete questões deste grupo são de escolha múltipla.

Nº: ____

• Para cada uma delas, são indicadas quatro alternativas, das quais só uma está correcta. • Para cada questão, assinale com uma cruz a letra correspondente à alternativa correcta. • Se numa questão assinalar mais do que uma alternativa, a questão será anulada. • Não apresente cálculos. • Cada resposta certa vale 9 (nove) pontos e cada resposta errada desconta 3 (três) pontos. Uma questão anulada ou não respondida vale 0 (zero) pontos. Um total negativo nesta primeira parte da prova vale 0 (zero) pontos.

1. Numa cidade a população masculina é o dobro da feminina. Escolhe-se ao acaso uma pessoa desta cidade a probabilidade de que seja do sexo masculino é: 1 3 1 2 (C) 2 3 6 11

2. O PIN de multibanco é uma sequência de quatro algarismos do tipo 1234. Quantos PIN´s existem com exactamente quatro algarismos iguais? 8 9 (C) 10 11

3. Um dos termos do desenvolvimento de ( x + y )10 é 45 x 2 Qual é o valor de y ? (A) −1 0 2 3

1

Esc. Sec. Marques de Castilho

4. Seja Ω o conjunto de resultados associado a uma experiência aleatória. Sejam A, B e C três acontecimentos possíveis ( A ⊂ Ω, B ⊂ Ω e C ⊂ Ω ) . Sabe-se que: P ( A ∩ B ) = P ( B ) e B ∩ C ≠ ∅ . Qual das afirmações seguintes é necessariamente verdadeira? P ( A) = P ( B ) P ( A ∩ C ) = P ( A) × P ( C ) (B) P ( A B ) = 1 P B∪C = P B∪C

(

)

(

)

5. Uma urna U contém 6 bolas brancas e 4 bolas pretas, uma segunda urna V\. contém 5 bolas brancas e 2 bolas pretas. Escolhe-se uma urna ao acaso, e extraem-se duas bolas sem reposição. A probabilidade das duas bolas serem brancas é: 1 6 2 17 (C) 17 42 17 21

6. Lança-se um dado equilibrado, com as faces numeradas de 1 a 6, duas vezes consecutivas. A probabilidade de no primeiro lançamento ter saído a face com o número 1, sabendo que a soma dos números saídos é 4, é: 1 2 (B) 1 3 1 5 1 6

7. No primeiro teste de Matemática do 12º Ano Turma B da Escola Secundária Marques de Castilho, os alunos têm sete questões de escolha múltipla. Sabendo que um aluno ao responder a essas questões errou as seis primeiras a probabilidade de ele errar a sétima é: 1 (B)

3 4

1 2

1 4

2

Esc. Sec. Marques de Castilho

Grupo II
Nas questões deste grupo apresente o seu raciocínio de forma clara, indicando todos os cálculos que tiver de efectuar e todas as justificações necessárias. Atenção: quando não é indicada a aproximação que se pede para um resultado, pretende-se sempre o valor exacto. 1. Um baralho de cartas completo tem 52 cartas (13 cartas em cada naipe). Tira-se uma carta de um baralho completo. 1.1. Seja A o acontecimento: sair uma Dama. Escreva, em linguagem corrente, o acontecimento contrário de A. A = Não sair nenhuma Dama. 1.2 Escreva, em linguagem corrente, dois acontecimentos incompatíveis, mas não contrários. Por exemplo: Sair o duque de Copas; e Sair a sena de paus. 1.3. Seja B o acontecimento: sair um Ás. Seja C o acontecimento: sair uma carta de espadas. Utilizando apenas estes dois acontecimentos e as operações de intersecção, reunião e complementação, caracterize os seguintes acontecimentos: 1.3.1. Sair o Ás de Espadas. B ∩C 1.3.2. Sair uma carta de Copas ou de Ouros ou de Paus. C 2. Equacione e resolva o seguinte problema: Uma caixa contém 6 bolas brancas e p bolas pretas. Tiram-se, ao acaso, duas bolas da caixa. Sabendo que a probabilidade de serem 1 ambas pretas é , qual é o valor de p? 12 p p −1 1 × = ⇔ p = 3 ou p + 6 p + 5 12
p

6+ p

C2 1 = ⇔ p=3 C2 12

3

Esc. Sec. Marques de Castilho

3. Seja Ω o conjunto de resultados associado a uma experiência aleatória. Sejam X e Y dois acontecimentos possíveis ( X ⊂ Ω e Y ⊂ Ω ) e incompatíveis. Prove que: P X ( X ∪ Y ) =

(

)

P( X ) P ( X ) + P (Y ) P ( X ∩ X ) ∪ ( X ∩ Y )  

P X ( X ∪Y ) = =

(

)

P  X ∩ ( X ∪ Y )  P( X ∪Y )

=

P ( X ) + P (Y ) − P ( X ∩ Y )

=

P ( X ∪ ∅) P( X ) = P ( X ) + P (Y ) P ( X ) + P (Y )

4. Num certo colégio, 4% dos rapazes e 1% das raparigas têm mais do que 1,60 m de altura. Nesse colégio, 60% dos estudantes são raparigas. 4.1. Escolhido um estudante ao acaso, qual é a probabilidade de ele ter mais de 1,60 m de altura? Consideremos os acontecimentos: M – Ser rapaz; F – Ser rapariga; e A – Ter mais de 1,60 m P ( A M ) = 0.04 P ( M ) = 0.4 P ( A F ) = 0.01 P ( F ) = 0.6

P ( A) = P ( A ∩ M ) + P ( A ∩ F ) = P ( A M ) × P ( M ) + P ( A F ) × P ( F ) = = 0.04 × 0.4 + 0.01× 0.6 = 0.022 = 11 500

4.2. Um estudante, seleccionado aleatóriamente, tem mais do que 1,60 m de altura. Qual é a probabilidade de o estudante ser uma rapariga? Apresente o resultado na forma de fracção irredutível. P ( F A) = P ( F ∩ A ) P ( A F ) × P ( F ) 0.01× 0.06 3 = = = P ( A) P ( A) 0.022 11

4

Esc. Sec. Marques de Castilho

5. Considere o seguinte problema: «Num certo país, vai surgir uma nova empresa de telecomunicações móveis. Os números da nova rede vão ser compostos por oito algarismos. Os dois primeiros vão ser 97 e os restantes seis podem ser quaisquer (de 0 a 9), podendo haver repetição de algarismos. O número do primeiro cliente da empresa vai ser atribuído por sorteio. Qual é a probabilidade de esse número ter, no conjunto dos seus oito algarismos, exactamente dois algarismos iguais a 9, exactamente três algarismos iguais a 7, e os restantes três algarismos serem todos diferentes?» Uma solução correcta para este problema é: Numa pequena composição, explique porquê. 6 × 5C2 × 8 A3 106

De acordo com a Regra de Laplace, a probabilidade de um acontecimento é dada pelo quociente entre o número de casos favoráveis a esse acontecimento e o número de casos possíveis, quando estes são todos equiprováveis. Neste caso, o número de casos possíveis é 106 , pois é este o número de maneiras de preencher um número de oito algarismos, dos quais se conhecem os dois primeiros, podendo cada um dos restantes seis algarismos variar de 0 a 9 (para o primeiro destes seis algarismos existem dez hipóteses, para o segundo também, e por aí adiante, até ao sexto). O número de casos favoráveis é 6 × 5C2 × 8 A3 . Vejamos porquê: de acordo com o enunciado, o número deverá ter exactamente dois algarismos iguais a 9. Como um deles já faz parte do indicativo de todos os números da nova rede, resta um algarismo igual a 9, que pode ocupar qualquer uma das seis posições disponíveis, o que pode ser feito de 6 maneiras diferentes. Para cada uma destas, existem cinco lugares disponíveis para os dois algarismos iguais a 7 que faltam colocar. Existem 5C2 maneiras diferentes de escolher duas das cinco posições, para colocar os dois algarismos iguais a 7. Para cada maneira de colocar o algarismo 9 e os dois algarismos 7, existem 8 A3 maneiras de colocar os restantes algarismos, pois temos oito algarismos disponíveis (todos excepto o 9 e o 7), para ocupar ordenadamente três lugares, sem repetição de algarismos. A probabilidade pedida é, portanto, 6 × 5C2 × 8 A3 . 106

FIM

5

Esc. Sec. Marques de Castilho

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful