You are on page 1of 25

CLORETO DE MAGNESIO

O Magnésio não é nada menos que um mineral milagroso no seu efeito sobre a cicatrização de uma vasta gama de doenças, bem como na sua capacidade de rejuvenescer e evitar o envelhecimento do corpo. Sabemos que é fundamentais para muitas reações enzimáticas, em especial no que diz respeito às celulares de produção de energia, para a saúde do cérebro e o sistema nervoso, e também para os dentes e ossos saudáveis. No entanto, pode constituir uma surpresa que, sob a forma de cloreto o magnésio também é um impressionante lutador contra infecção.

O primeiro proeminente pesquisador a investigar e a promover os efeitos antibióticos do magnésio foi um cirurgião francês, Professor Pierre Delbet MD. Em 1915 ele foi à procura de uma solução para limpar feridas dos soldados, porque ele descobriu que os anti-sépticos tradicionalmente utilizados nos tecidos danificados incentivavam as infecções em vez de as prevenir. Em todos os seus testes a solução de cloreto de magnésio foi de longe a melhor. Não somente ele era inofensivo para os tecidos, mas também aumentava enormemente a atividade dos leucócitos e a fagocitose, a destruição de micróbios.

Mais tarde o Prof Delbet também realizou experimentos com aplicações internas de cloreto de magnésio e descobriu ser um poderoso imuno- estimulante. Em suas experiências a fagocitose aumentou em até 333%. Isto significa que após ingestão do cloreto de magnésio o mesmo número de glóbulos brancos destruía até três vezes mais micróbios do que antes.

Gradualmente o Prof Delbet descobriu que o cloreto de magnésio era benéfico para uma ampla gama de doenças. Estes incluíram doenças do aparelho digestivo, tais como colite e problemas na vesícula, doença de Parkinson, tremores e cãibras musculares, acne, eczema, psoríase, verrugas e prurido cutâneo, impotência, hipertrofia prostática, cerebral e problemas circulatórios, asma, febre, urticária e reações anafiláticas. Cabelo e unhas ficaram mais fortes e saudáveis e doentes tinham mais energia.

Prof. Delbet também descobriu um efeito preventivo muito bom sobre o câncer e em condições pré-cancerosas, tais como leucoplasia, hiperqueratose e mastite crônica. Estudos epidemiológicos confirmou que as regiões ricas em magnésio no solo tinham menos câncer do que aqueles com baixos níveis magnésio.

Outro médico francês, A. Neveu, curou vários doentes com difteria utilizando o Cloreto de Magnésio em dois dias. Ele também publicou 15 casos de poliomielite que foram curados dentro de dias se o tratamento foi iniciado imediatamente, ou dentro de meses se paralisia já tivesse progredido. Neveu também descobriu que o cloreto de magnésio era eficaz com asma, bronquite, pneumonia e enfisema; faringite, amidalite, rouquidão, frio comum, gripe, coqueluche, sarampo, rubéola, caxumba, escarlatina; envenenamento, gastrenterite, furúnculos, abscessos, feridas infectadas e osteomielite.

Em anos mais recentes o Dr. Vergini e outros já confirmaram estes resultados já publicados anteriormente e têm mais doenças adicionadas à lista de utilizações bem sucedidas: asma aguda, choque, tétano, herpes zoster, conjuntivite aguda e crônica, neurite óptica, as doenças reumáticas, muitas doenças alérgicas, Síndrome de cansaço crônico e efeitos benéficos no tratamento do câncer. Em todos estes casos, o cloreto de magnésio tinha sido utilizado e deram resultados muito melhores do que outros compostos magnésio.

Magnésio para os Nervos

O Magnésio tem um efeito calmante sobre o sistema nervoso. Com isto, é freqüentemente utilizado para promover o bom sono. Mas mais importante que pode ser usado para acalmar nervos irritados. É especialmente útil, em crises epilépticas, convulsão em mulheres grávidas e no alcoolismo. Os níveis de Magnésio são geralmente baixos nos alcoólatras, contribuindo ou causando muitos dos seus problemas de saúde. Se os níveis de Magnésio são baixos, os nervos perdem o controle sobre a atividade muscular, respiração e processos mentais. Fadiga Nervosa, tiques e câimbras, tremores, irritabilidade, hipersensibilidade, espasmos musculares, agitação, ansiedade, confusão, desorientação e batimento cardíaco irregular respondem em todos os níveis com o aumento do magnésio. Um fenômeno comum na deficiência do magnésio é uma reação muscular inesperada e um forte barulho. Pílulas de Memória que têm sido comercializadas consistem principalmente de magnésio.

Muitos dos sintomas da doença de Parkinson podem ser superadas com alta suplementação de magnésio, agitação pode ser prevenida e rigidez flexibilizada. Mulheres grávidas podem desenvolver convulsões, náuseas,

tonturas e dores de cabeça. Nos hospitais isto é tratado com infusões de magnésio. Por causa de seu forte efeito relaxante, magnésio contribui não só para ter um sono melhor, mas também é útil no tratamento de dores de cabeça e enxaquecas. Quanto mais baixo for o teor de magnésio do solo e da água em uma determinada região, maiores são as taxas de suicídios.

A epilepsia é marcada por níveis anormalmente baixos magnésio no sangue, fluido espinhal e cérebro, causando hiper-excitabilidade em regiões do cérebro. Há muitos casos de epilepsia que melhoram significativamente ou desaparecem com suplementação de magnésio. Em uma pesquisa com 30 epilépticos, 450 mg de magnésio oferecidos diariamente, controlou com sucesso as convulsões. Outro estudo constatou que os níveis baixos de magnésio no sangue mais grave era à epilepsia. Na maioria dos casos, o magnésio funciona melhor em combinação com vitamina B6 e Zinco. Em concentrações suficientes, o magnésio inibe convulsões, limitando ou retardando a propagação da descarga elétrica de um grupo isolado de células cerebrais para o resto do cérebro. Os estudos realizados mostram que mesmo a primeira explosão das células nervosas que inicia um ataque epiléptico pode ser reprimida com magnésio.

Magnésio para o Coração

Níveis adequados de magnésio são essenciais para o músculo cardíaco. Aqueles que morrem de ataques cardíacos, tem muito baixo o nível de magnésio e elevados níveis de cálcio em seus músculos cardíacos. Os pacientes com doença coronariana que foram tratados com grandes quantidades de magnésio sobreviveram mais e melhor do que aqueles com tratamento convencional. Magnésio dilata as artérias do coração e reduz o colesterol e níveis de gordura.

Altos níveis de cálcio, por outro lado, comprime as artérias do coração e aumenta os riscos de ataques cardíacos. O cálcio depositado nas paredes das artérias contribui para o desenvolvimento de arteriosclerose. As artérias tornam-se duras e rígidas, o que restringe o fluxo de sangue e provocando a pressão arterial elevada. Além disso, essa falta de elasticidade dos vasos sangüíneos pode facilmente causar ruptura e acidentes vasculares cerebrais. Os países com a taxa mais alta cálcio do que de magnésio (elevados níveis de cálcio e de magnésio baixo) no solo e na água têm a maior incidência de doenças cardiovasculares. No topo da lista está na Austrália.

Mundialmente a ingestão do magnésio foi reduzida e de cálcio aumentada devido à forte utilização de adubos com alta concentração de cálcio e de magnésio baixo. Com isso, a ingestão de magnésio em nossos alimentos tem diminuído constantemente nos últimos cinqüenta anos, enquanto que o uso de adubos, ricos em cálcio, as doenças cardiovasculares tem aumentado bastante, ao mesmo tempo.

Diabéticos são propensos a arterioscleroses, degeneração do fígado e doenças cardíacas. Diabéticos têm baixos níveis magnésio nos tecidos. Eles muitas vezes desenvolvem problemas oculares retinopatia. Diabéticos com níveis baixos de magnésio tiveram a maior parte retinopatia. Quanto mais baixo for o teor de magnésio na água, maior será a taxa de mortalidade nos diabéticos por doença cardiovascular. Em um estudo americano a taxa de mortalidade devido a diabetes foi quatro vezes superior em áreas com baixos níveis de magnésio na água comparada a áreas com elevados níveis de magnésio na água.

Magnésio para a saúde dos ossos e Dentes

As autoridades Médicas afirmam que as incidências de osteoporose e de cárie dentária nos países ocidentais podem ser prevenidas com uma elevada ingestão de cálcio, mas o oposto é verdadeiro. Africanos e Asiáticos a população com uma ingestão muito baixa, cerca de 300mg de cálcio por dia, têm muito pouco incidência de osteoporose. Mulheres Bantu com uma dose de 200 a 300 mg de cálcio por dia têm a menor incidência de osteoporose em todo o mundo. Nos países ocidentais, com um elevado consumo de produtos lácteos a média de cálcio é de cerca de 1000 mg. Quanto maior o uso de cálcio, especialmente sob a forma de leite de vaca e seus derivados (exceto manteiga), maior a incidência da osteoporose.

Níveis de cálcio, magnésio e fósforo são mantidos em uma balança oscilante pelos hormônios da paratireóide. Se subir o cálcio, o magnésio vai para baixo e vice-versa. Com uma baixa ingestão de magnésio, cálcio sai dos ossos para aumentar os níveis nos tecidos, ao mesmo tempo uma elevada ingestão magnésio faz com que o cálcio vá para fora dos tecidos e vá para os ossos. Uma alta ingestão de fósforo, sem um elevado nível de cálcio ou magnésio provoca a lixiviação de cálcio dos ossos e deixa o corpo com a urina. Uma alta

ingestão de fósforo com cálcio e magnésio elevado conduz a mineralização óssea.

Dr. Barnett, um cirurgião ortopedista clinicando em dois condados diferentes nos E.U.A., com níveis muito diferentes do mineral no solo e na água. No Condado de Dallas com uma elevada concentração de cálcio e de magnésio baixa, osteoporose e fraturas nos quadris eram muito comuns, enquanto que em Hereford com alta concentração de magnésio e cálcio baixos estes eram quase inexistentes. No Condado de Dallas o teor de magnésio nos ossos foi de 0,5%, enquanto em Hereford, foi 1,76% Em outra comparação do conteúdo do magnésio nos ossos de quem sofre de osteoporose foi 0,62%, enquanto que em indivíduos saudáveis era de 1,26%.

O mesmo se aplica aos dentes saudáveis. Na Nova Zelândia um estudo descobriu que os dentes resistentes a cáries tinham, em média, o dobro da quantidade de magnésio do que os dentes propensos à cárie. A concentração média de fosfato de magnésio nos ossos é dada como cerca de 1%, em dentes cerca de 1,5%, nas presas dos elefantes 2% e nos dentes de animais carnívoros feitos para esmagar ossos 5%. No que diz respeito à resistência dos ossos e dentes pensar no cálcio como giz e no magnésio como super cola. A super cola do magnésio liga e transforma o giz em ossos e dentes.

Câncer e Envelhecimento

Muitos estudos têm demonstrado um aumento da taxa de câncer em regiões com baixos níveis de magnésio do solo e na água potável. No Egito a taxa de câncer era de apenas cerca de 10% do que na Europa e América. Na zona rural eram praticamente inexistentes. A principal diferença foi uma extrema ingestão de magnésio de 2,5 a 3 g. Esta população era livre de câncer , dez vezes mais do que na maioria dos países ocidentais.

Dr. Budwig SEEGER na Alemanha tem mostrado que o câncer é principalmente o resultado de uma falha no metabolismo energético das células, as mitocôndrias. Uma redução semelhante na produção de energia tem lugar quando estamos com idade avançada. A grande maioria das enzimas envolvidas na produção de energia exige o magnésio Uma célula saudável tem um elevado nível de magnésio e baixo nível de cálcio. Cerca 30% da energia

das células é usado para bombear o cálcio das células. Quanto mais alto for o nível de cálcio e baixo de magnésio, mais difícil para as células bombearem o cálcio para fora. O resultado é que com baixos níveis magnésio gradualmente as mitocôndrias se calcificam e a produção de energia diminui. Nós podemos dizer que a nossa idade bioquímica é determinada pela relação entre o magnésio e do cálcio dentro das nossas células. Em testes com a Síndrome da Fadiga Crônica, demonstrou que a suplementação de magnésio resultou em melhora nos níveis energéticos.

Nós usamos nossos músculos seletivamente contraindo-os. Sobre o nível bioquímico, a contração muscular é desencadeada por íons de cálcio que flui nas células musculares. Para relaxar os músculos o cálcio é bombeado para fora novamente. No entanto, como estamos envelhecendo, mais e mais cálcio ficam retidos nos músculos e estes se tornam mais tempo contraídos, levando ao aumento da tensão muscular e espasmos. Juntamente com calcificação das articulações, rigidez e a inflexibilidade que são doenças típicas da velhice. A nossa maior ingestão de cálcio em relação ao magnésio, mais rápido nós calcificamos e envelhecemos. A maior parte do excesso de cálcio na nossa dieta acaba em nossos tecidos moles em torno das articulações e levando a calcificação com doenças artríticas, deformações, arteriosclerose, catarata, pedras nos rins e senilidade. Dr. Seyle provou experimentalmente que bioquímicas do stress pode levar à calcificação patológica de praticamente qualquer órgão. Quanto mais stress, mais a calcificação, o mais rápido o envelhecimento.

O mineral do rejuvenescimento

Com sua ação anti-microbiana e propriedades imuno-estimulantes, o cloreto de magnésio, tem como outras funções importantes manter-nos jovens e saudáveis. O Cloreto , é naturalmente, necessária para produzir uma grande quantidade de ácido gástrico cada dia e é também necessária para estimular as enzimas digestivas do amido. O magnésio é o mineral do rejuvenescimento e impede a calcificação dos nossos órgãos e tecidos que são características da velhice relacionadas à degeneração do nosso corpo.

Usando outros sais magnésio é menos vantajoso porque estas têm de ser convertidos em cloreto no corpo de qualquer maneira. Podemos usar como óxido ou carbonato de magnésio, mas, depois, temos de produzir mais ácido clorídrico para absorvê-las. Muitos indivíduos na fase de envelhecimento

sofrem especialmente com doenças crônicas que necessitam desesperadamente de mais magnésio e não são produzidos suficientemente pelo ácido clorídrico e, depois, não pode absorver o óxido ou carbonato. O Cloreto de Magnésio combate 0a infecção.

Cálcio e magnésio são opostos nos seus efeitos sobre a nossa estrutura corporal. Como regra geral, a estrutura do nosso corpo com mais cálcio, torna- se a mais rígida e inflexível, é de menos de cálcio e de mais magnésio que precisamos. Magnésio pode inverter as doenças relacionadas com a idade, por calcificação degenerativa do nosso corpo e nos ajudam a rejuvenescer.

Jovens mulheres, crianças e bebês têm a maior parte de todas as estruturas corpo mole e pele lisa com baixos teores de cálcio e de magnésio elevado nas suas células e tecidos moles. Esta é a bioquímica da juventude. Quanto mais acentuada a idade principalmente em homens e mulheres pós-menopáusicas, tornamo-nos mais e mais rígidas. As artérias endurecem e causam a arteriosclerose, o sistema esquelético calcifica causando a fusão da coluna vertebral e das articulações, rins e outros órgãos e glândulas cada vez mais calcificados, calcificação causam cataratas nos olhos e até mesmo a pele endurece, tornando-se duras e amassadas. Desta forma cálcio está na mesma linha dos radicais livres de oxigênio e, ao mesmo tempo em que trabalha em conjunto com hidrogênio do magnésio e os antioxidantes para manter a nossa estrutura corpo mole.

Um ginecologista relatou que um dos primeiros órgãos a se calcificar são os ovários levando a tensão pré-menstrual. Quando ele colocou seus pacientes com uma elevada ingestão de magnésio sua TPM desapareceu e elas se sentiram muito mais jovem. A maior parte destas mulheres disse perderam peso aumentou sua energia, se sentiram menos deprimidas e o sexo ficou novamente mais prazeroso, muito mais que antes. Para os homens, é igualmente benéfica para os problemas decorrentes de próstata. Os sintomas geralmente desaparecem após um período de suplementação com cloreto de magnésio.

O aumento da ingestão magnésio também tem sido demonstrado que é uma maneira eficaz de prevenir ou dissolver pedras nos rins e da vesícula. A ativação da produção de enzimas digestivas e biliares, bem como ajuda a restaurar flora intestinal e a mantém saudável podem ser os fatores que tornam o cloreto de magnésio tão benéfico em normalizar os nossos processos

digestivos, reduzindo qualquer desconforto digestivo, inchaço e odores das fezes. Isto está em linha com a redução de todos os odores corporais, incluindo chulé dos pés.

Prof Delbet utilizava a solução de cloreto de magnésio em doentes com infecções e durante vários dias antes de qualquer cirurgia planejada e ficou surpreso porque muitos destes doentes foram atacados com euforia e grande

energia

Cloreto de magnésio supostamente tem uma ação específica sobre o

.. vírus do tétano e seus efeitos sobre o corpo. Suínos não morreram após injeções letais de veneno de serpentes e um coelho sobreviveu ao veneno de cascavel quando administrada a solução de cloreto de magnésio.

Por ser o mineral mais essencial na produção da nossa energia celular, o magnésio, também é necessário para a ingestão de vitaminas B tornem-se metabolicamente ativas. Magnésio também é essencial para a síntese dos ácidos nucléicos, para a divisão celular que podem ocorrer, para a síntese de DNA e RNA nosso material genético, de proteínas, bem como na síntese dos ácidos graxos. Infelizmente a deficiência do magnésio a nível celular onde ela é importante, não é fácil de diagnosticar. Em vez de tentar a difícil análise do magnésio nos tecidos para verificar se o seu problema de saúde pode ser devido ao baixo nível de magnésio, é muito mais fácil e eficaz, apenas tomar mais magnésio e ver o que acontece.

Rejuvenescimento por ingerir mais magnésio é um processo lento, especialmente porque a quantidade de magnésio que podemos tomar é limitado por seu efeito laxante e da necessidade de mantê-lo em um equilíbrio razoável com a ingestão de cálcio e fósforo. Por isso, podem acelerar bastante o processo rejuvenescimento através do aumento da circulação mantendo permanentemente os músculos contraídos com massagem profunda nos tecidos, com aplicações de água quente e fria, exercícios de relaxamento, drenagem linfática.

Quanto?

Cloreto de magnésio hidratado contém cerca de 120 mg de magnésio por grama ou 600 mg por colher de chá. Ele tem um leve efeito laxante. Com uma boa ingestão para manutenção de se manter saudável você pode tomar uma

colher de chá por dia em doses repartidas, com as refeições. No entanto, com uma pressão arterial baixa uma suplementação com cálcio poderá ser exigida, juntamente com cerca de 300 mg de magnésio, para completar duas partes de cálcio para uma parte de magnésio.

Indivíduos com paladares sensíveis começar a usá-lo em pequenas quantidades misturado com alimentos e aumentar as doses com doces aromatizados gradualmente. Alternativamente, se beber em um gole dissolvido em água, feche seu nariz e rapidamente beber alguma coisa agradável depois.

Com infecções agudas dissolver 40 g ou 8 colheres de chá de cloreto de magnésio em 1 litro de água. Com as crianças geralmente um pequeno copinho ou 125 ml tem sido utilizado cada 6 horas. Adultos necessitam de dose dupla , ou seja a cada 3 horas ou se der diarréia diminua a quantidade, depois, cortar a ingestão de alimentos, logo que baixar o nível da infecção ou até que a diarréia pare.

Para o uso diário, pode ser mais conveniente, dissolver o cloreto de magnésio na água. Você pode dissolver 10 colheres dos cristais em um copo de água de tamanho médio, mais precisamente, 50 g em 150 ml de água. Misture uma colher de chá de esta solução três vezes por dia com alimentos ou bebidas para uma ingestão diária de cerca de 600 mg de magnésio. Essa ou uma solução mais concentrada pode também ser usado para tumores e feridas infectadas, inflamadas e doloridas, articulações rígidas ou calcificadas, músculos ou cicatrizes. É também excelente esfregar e relaxar os músculos tensos em qualquer lugar e até mesmo para rejuvenescer a pele dos olhos. Para a pele sensível utilizá-lo em uma forma bem diluída. Em feridas comumente é usado uma solução de 4%, ou seja, 4g em 100 ml de água ou um pequeno copo de água.

Para resultados mais rápidos com pele mais forte usar em massagem: esfregar forte o suficiente a fim de que a pele torna-se quente e vermelha. Após fazer isto por vários dias uma erupção cutânea pode desenvolver ao longo do local e a pele torna-se muito sensível. Quando isso acontece apenas levemente umedecer a pele com uma solução de Cloreto de Magnésio bem diluída. Repetir se necessário após o local estar em boas condições e ou cicatrizado.

Embora uma alta ingestão magnésio é benéfica para a maioria dos indivíduos, as pessoas com pressão arterial baixa geralmente necessitam de mais cálcio. Pressão arterial normal é de cerca 120/80; e quando for mais baixa deve ser regularizada com a ingestão diária de cálcio. Enquanto que as pessoas com pressão arterial elevada, tem os benefícios decorrentes da ingestão do dobro de magnésio em relação ao cálcio, e aqueles com baixa pressão arterial podem consumir duas vezes mais cálcio do que magnésio, mas ambos os minerais em quantidades relativamente elevadas. Aqueles com pressão arterial baixa e uma tendência para inflamações também deve reduzir fortemente a sua ingestão de fósforo. Um elevado nível de fósforo no sangue tende a causar níveis reduzidos de magnésio e cálcio.

Tenha cuidado com a fraqueza da supra-renal grave ou pressão arterial muito baixa. Magnésio em demasia pode causar fraqueza muscular, se isso acontecer temporariamente utilização mais cálcio.

Perfil do Magnésio

O magnésio é encontrado principalmente no interior das células, e ativas muitas enzimas que são necessárias para o metabolismo dos carboidratos, gorduras e aminoácidos. É essencial para o bom funcionamento dos músculos, nervos e para a formação de ossos e dentes. De uma maneira geral, neutraliza e regula a influência do cálcio.

Sintomas na deficiência do cloreto de Magnésio:

CIRCULAÇÃOP: angina, arteriosclerose / aterosclerose, pressão arterial e colesterol elevado, infartos cardíacos, hipertensão, acidentes vasculares cerebrais, taquicardia (pulso rápido), trombose.

SISTEMA DIGESTIVO: cólica, obstipação, diarréia crônica, má absorção, pancreatite (inflamação do pâncreas).

MÚSCULOS: costas, convulsões, cólicas, aumento da excitabilidade , dormência, câimbras, nistagmo (movimentos oculares rápidos), espasmos, tensa / apertado músculos, zumbidos, tremores.

SISTEMA NERVOSO: apatia, confusão, depressão, desorientação, epilepsia, alucinações, irritabilidade, doença mental, esclerose múltipla, nervosismo, neurite paranóia, doença de Parkinson, falta de memória, senilidade.

GERAL: alcoolismo, artrite, os odores corporais, ossos quebrados, calcificação, em qualquer órgão, o câncer, Síndrome de Fadiga Crônica, diabetes, dores de cabeça, infecções e inflamações, cirrose hepática, lúpus eritematoso, enxaquecas, velhice, os problemas da próstata, raquitismo, rigidez Mental e física, pele enrugada e dura, formação de pedra na vesícula ou rins, tiróide.

Melhor Fontes:

Suco de erva fresca, sucos de vegetais, algas marinhas, água do mar, folhas verdes, nozes e sementes oleosas, sementes germinadas. O Magnésio é o mineral da clorofila, que tem uma estrutura semelhante a proteína como hemoglobina.

O uso do Cloreto de Magnésio P.A. ajuda a evitar:

CIRCULAÇÃO: angina, arteriosclerose, pressão arterial e colesterol elevado, infartos cardíacos, hipertensão, acidentes vasculares cerebrais, taquicardia (pulso rápido), trombose.

SISTEMA DIGESTIVO: cólicas, constipação, diarreia crónica, malabsorção, pancreatite (inflamação do pâncreas).

SISTEMA NERVOSO: apatia, confusão, depressão, desorientação, epilepsia, alucinações, irritabilidade, doença mental, esclerose múltipla, nervosismo, neurite, paranóia, doença de Parkinson, falta de memória, senilidade.

GERAL: alcoolismo, artrite, ossos quebrados, calcificação em qualquer órgão, o cancro, a Síndrome de Fadiga Crônica, diabetes, dores de cabeça, infecções e inflamações, cirrose hepática, lúpus eritematoso, enxaquecas, a velhice, os problemas da próstata, raquitismo, rigidez -- Mental e física, pele enrugada e dura, rigidez, formação de pedra na vesícula ou rins, tiróide, faringite, amigdalite, rouquidão, resfriado comum, gripe, asma, bronquite, pneumonia,

broncoconstrição, enfisema pulmonar, "as doenças das crianças" (tosse,

convulsão, sarampo, rubéola, cachumba, febre escarlate gastroenterite, furúnculos, abcessos, erisipela, feridas.

...

)

, envenenamentos,

Existem várias formas de se tomar o Cloreto de Magnésio P.A. e recomendo a seguinte forma:

Dissolver menos de meia colherinha de cafezinho do magnésio em meio copo de água, suco ou vitamina por dose.

Tomar 3 doses por dia até a melhora nos sintomas. Caso tenha pressão alta deverá tomar somente duas doses até que a pressão se normalize sem medicamentos. O que deve ocorrer por volta de 60 a 90 dias. Depois passar a 3 doses por dia até que os sintomas das outras doenças desapareçam.

Caso solte o intestino é só diminuir a quantidade de magnésio na hora de preparar as doses e encontrar o ponto de equilibrio para não dar mais dor de barriga.

Depois que estiver bem deverá tomar 1 ou duas doses por dia, conforme a idade como prevenção para que os sintomas que tinha antes numa mais voltem. Deve tomar durante dois meses e parar 1 mês e assim sucessivamente por toda a vida. Assim se manterá saudável.

Quem quiser usar como prevenção pode usar uma colher de sopa do Cloreto de Magnésio P.A. misturado em 1 Kg de sal de cozinha e preparar os alimentos com esse sal. Assim toda familia se manterá saudável.

Cuidados:

O Cloreto de Magnésio P.A. é acondicionado a granel na forma de cristal em potes com 500 gramas e deve-se tomar as seguintes precauções antes de dissolver em água:

- Evitar o contato com a pele e os olhos.

- Em caso de contato com os olhos lavar com água em abundância e se persistir a irritação procurar um especialista.

- Em caso de ingestão sem dissolver em água e houver desconforto deve procurar um médico.

Esse aviso é para o produto na forma de Cristal sem dissolver em água.

Depois de dissolvido em água não tem risco à saúde. Eu mesmo utilizei para lavar os olhos, mas a dose que preparei foi uma colherinha de cafezinho do magnésio para 500 ml de água filtrada. Essa mesma dose serve também para umedecer feridas para acelerar o processo de cicatrização.

Observação: Esta é uma abordagem holística para a saúde natural e bem- estar. A capacidade do corpo em poder se curar depende da totalidade da dieta, nutrição, estilo de vida e fatores ambientais. As informações fornecidas nesse artigo são apenas para fins informativos, de nenhum modo constitui uma consulta médica, ou o aconselhamento médico, nem se destina a ser tomado como uma solicitação para adquirir nossos produtos. Sempre consulte um profissional de saúde quando se combate uma doença e também para ver a evolução do tratamento.

Terapia de magnésio transdérmico

A Terapia transdérmica de magnésio é uma nova forma de suplementação de magnésio, que é fácil, conveniente e acessível. Transdérmica, ou magnésio "tópico" é particularmente útil para aqueles que procuram um método seguro de aumentar a ingestão de magnésio além do possível com suplementos orais. A Terapia Transdérmica de magnésio também é uma excelente opção para as muitas pessoas que sofrem de baixa tolerância ao usodo magnésio via oral, evidenciado por diarreia ou outros problemas intestinais.

POR QUE TERAPIA COM MAGNÉSIO?

Reconhecimento generalizado do esgotamento do magnésio em dietas americanas fizeram dele um dos nutrientes mais importantes para complementar na dieta. O magnésio é um dos sete nutrientes colocados pelo Departamento de Saúde Americano na lista de nutrientes de preocupação, publicado como parte de suas Dietary Guidelines for Americans . Reconhecimento de baixa ingestão de magnésio através de todos os países industrializados tem levado a um aumento exponencial da pesquisa de magnésio. Atividades potentes do magnésio como um agente de cura são parte de uma história diversa na medicina tradicional em todo o mundo, e têm sido estudados ativamente por médicos desde 1600. Pesquisa médica de hoje tem motivações ainda mais prementes.

1

Com saúde debilitada em ascensão, e os níveis de magnésio na dieta em um momento de baixa, os cientistas começaram a voltar-se para o magnésio como o "elo perdido" para as doenças mais preocupantes da atualidade. Um estudo realizado por cientistas dos Centros de Controle de Doenças, publicado no Journal of Nutrition , explica:

Apesar do papel do magnésio na manutenção da saúde, grande parte da população dos EUA tem historicamente não consumido quantidades

adequadas de magnésio

O magnésio é um elemento essencial e crucial para

... centenas de processos fisiológicos em humanos. Não surpreendentemente, a ingestão insuficiente de magnésio tem sido associada a vários efeitos adversos

à saúde, incluindo o desenvolvimento de doença cardiovascular, hipertensão,

diabetes mellitus, e de dores de cabeça. Além disso, o magnésio é importante para o crescimento do osso e pode desempenhar um papel no desempenho atlético. " 4 Benefícios do magnésio transdérmica

Magnésio transdérmico é uma ferramenta poderosa na batalha contra a deficiência de magnésio.

Benefícios relatados por aqueles que usam aplicações transdérmicas de magnésio referem especificamente a sua aplicação terapêutica na pele e a sua absorção direta nas células:

Aumento do Sono

Redução de dores musculares, dores, cólicas e cãimbras

Pele saudável e surtos reduzidos de eczema e psoríase

Melhor relaxamento e menos stress

Aumento dos níveis de energia e melhora no humor

Aumento do desempenho atlético

tratar dores como artrite, bursite, tendinite, dores musculares, massagens em atletas.

  • COMO É USADO O MAGNÉSIO TRANSDÉRMICO?

Benefícios relatados por aqueles que usam aplicações transdérmicas de magnésio referem especificamente a sua aplicação terapêutica

Magnésio transdérmico é aplicado topicamente, utilizando óleo de magnésio ou sais de banho (sulfato de magnésio). O óleo é uma forma super-concentrada de Cloreto de Magnésio, é uma forma de magnésio conhecida pela sua solubilidade superior. O magnésio é absorvido através da pele, que dá a terapia transdérmica de magnésio muitas das mesmas vantagens, alguns dos sistemas transdérmicos disponíveis hoje em dia. Embora seja geralmente prescrito como um tratamento por profissionais de saúde holísticos, magnésio transdérmico é aplicado facilmente e rapidamente na sua própria casa, ou simplesmente pulverizar diretamente sobre a pele, a aplicação como uma loção, ou ainda mais facilmente por meio da simples ritual de tomar um banho.

  • Eu particularmente uso aplicando direto nas dores, isso acelera o processo de melhora.

Magnésio Transdérmica:

  • É uma forma fácil e conveniente, "faça você mesmo" método de suplementação de magnésio

  • Evita os problemas de irritação gastrointestinal e diarreia, através do sistema digestivo sem passar inteiramente

  • Passa diretamente para os tecidos, através da pele, onde é rapidamente transportado para as células do corpo

  • Óleo de magnésio e Medicina Esportiva

Óleo de magnésio pode ser aplicado diretamente a áreas inflamadas.

Terapia transdérmica de magnésio oferece um avanço emocionante em medicina esportiva. Os técnicos podem agora tratar lesões, impedi-los, e aumentar o desempenho atlético, tudo ao mesmo tempo. Óleo de magnésio aumenta a recuperação da atividade atlética ou ferimentos.Ele reduz a dor e a inflamação enquanto propagação rápida regeneração dos tecidos. A aplicação tópica de cloreto de magnésio aumenta a flexibilidade, o que ajuda a evitar danos.Também aumenta a força e resistência. Terapia de magnésio transdérmico é um benefício para atletas, treinadores e médicos que praticam medicina esportiva. Dr. Jeff Schutt diz que lesões isquiotibiais pode ser evitada por meio de apoio nutricional, porque a contração eo relaxamento é dependente de adequados níveis celulares de magnésio. "Um tendão encurtado é resultado da falta de magnésio disponível", diz ele. Cloreto de magnésio líquido pode ser simplesmente pulverizado e esfregado no tendão de Aquiles dolorido para diminuir o inchaço. E imersão dos pés em água com cloreto de magnésio é a melhor coisa - além do alongamento - que você pode fazer por si mesmo para proteger ou recuperar os tendão e outros ferimentos.

Terapia de Reposição de magnésio Uma clara vantagem de magnésio transdérmico é o seu potencial para acelerar o processo de terapia de reposição de magnésio. Tem sido demonstrado que a restauração de níveis de magnésio pode levar de seis semanas a um ano. 5 6 A fim de obter resultados mais rápidos, magnésio intravenoso tem previamente sido a única opção. No entanto, as injeções de magnésio são caros, dolorosa e inconveniente. Dr. Carolyn Dean, licenciado e médico naturopata, resumiu alguns dos benefícios de magnésio transdérmico em seu livro O Milagre de magnésio:

Óleo de magnésio pode ser pulverizado ou esfregado sobre o corpo e é facilmente absorvido através da pele. Ela ajuda a aumentar grandemente a quantidade de magnésio nos tecidos do corpo e supera os problemas que algumas pessoas têm com fezes moles quando tentam tomar magnésio suficiente para satisfazer as suas necessidades. Isto pode ser especialmente importante em casos de grave deficiência de magnésio. " 7 Em contraste com injeções intravenosas de magnésio, o preço do magnésio transdérmico é barato e sua aplicação requer nenhuma experiência profissional.

O QUE EU PRECISO SABER ANTES DE COMEÇAR A TOMAR MAGNÉSIO TRANSDÉRMICO?

Quase não há precauções a observar no que diz respeito à terapia transdérmica de magnésio. Para a maioria das pessoas sem distúrbios renais, a pele regula automaticamente o consumo seguro, para que os problemas de dosagem são simplesmente uma questão de escolha pessoal.

Depoimentos
Depoimentos

Meu depoimento do Cloreto de Magnésio P.A. 10/09/2013

Iniciei meu tratamento depois de ver meu ex-patrão se recuperar de uma artrite que o médico já havia diagnosticado como sem solução. No começo não foi fácil, eu tinha uma hérnia de disco que me acompanhava por mais de 10 anos e na época que comecei minha filha tinha dois anos. Quando a pegava no colo minha coluna travava e eu tinha que soltar ela pelo meio dos braços para depois poder “destravar” a mesma. Como o magnésio solta o intestino, no meu caso já funcionava muito bem, foi uma luta, pois o dia que eu tomava, no outro não podia nem ver o pote com o magnésio. Minhas dores eram tão intensas que eu não conseguia ficar em pé por mais de 5 minutos que as costas queimavam. Deitar era um suplício, pois não tinha posição que eu ficasse bem.

Não desisti, fui tomando e aos poucos vi que me sentia mais elástico, meus músculos eram mais maleáveis. Mas a dor persistia. Por volta de seis meses de tratamento, quase desistindo, peguei uma gripe daquelas. Como era fim de semana eu resolvi tomar uma dose maior, afinal estava em casa. E como eu sabia que o Magnésio potencializa o sistema imunológico resolvi experimentar. Tomei a dose em dobro e por incrível que pareça, estava tão debilitado que não deu dor de barriga. Tomei quatro doses em dobro nesses dois dias do fim de semana. Quando chegou na segunda-feira eu estava sem gripe e sem dores. Já fazem 8 anos que tomo, agora como prevenção, sendo 3 a 4 doses por semana somente. Tem mês que paro por completo, mas é só sentir uma leve sensação de dor na coluna eu volto a tomar. Também tenho utilizado o óleo de magnésio artesanal. O resultado em dores é incrível. O óleo é até melhor absorvido que o tomado via oral, no entanto eu peço para as pessoas continuarem a tomar para que quando o magnésio oral chegue ao intestino ative as mais de 350 enzimas que são responsáveis por nossos hormônios e também pela captação e equilíbrio de minerais em nossas células. O óleo ajuda a acelerar o processo de cura de uma bursite, uma artrite, uma tendinite e muitas outras doenças que o magnésio via oral demore a fazer efeito.

Como em minha família tem histórico de diabetes eu tomo também para evitar essa doença.

Muitas das doenças cardíacas que sofremos seriam evitadas se as pessoas tomassem o magnésio como prevenção. Além disso, ajuda a fortalecer as veias e pessoas com pressão alta tem controlado a pressão sem remédios por volta de 3 a 4 meses após o uso do Magnésio. Não é preciso esperar ter uma dor crônica para procurar algo tão simples e que realmente ajuda e resolve. Só quem sofre com dores sabe o quanto é bom viver livre de limitações. Já vi pessoas com veias entupidas que com o uso ficaram livres das placas de gordura na veias. Bico de papagaio e artrose na coluna melhoram gradativamente conforme se faz o tratamento. Claro que o tempo de cura para cada pessoa é diferente, pois cada organismo reage de uma forma. Mas como digo, se tomar o resultado irá aparecer com toda certeza. Não existe possibilidade de ficar como era antes.

Tome, não tenha medo de usar algo que vai mudar sua vida.

Um grande abraço.

Xavier

Depoimento recebido dia 05/05/2012

Sr. Wagner Lima

Meus amigos, deixo aqui, minha experiência com o C.M. já estava ficando praticamente aleijado, com uma dor enorme na planta do pé, levantava a noite segurando nas paredes, na ponta do pé.Lendo na net sobre o C.M. resolvi experimentar, sem mentira nenhuma, hoje não sinto mais nada, é incrível como o C.M. é maravilhoso. Se alguém tem o mesmo problema que tive, pode usar, é tiro e queda, resolve mesmo.Tomei 03 doses, 01 copinho de café.Obs:

preparo um copinho de café do C.M. em um litro de agua.

Depoimento recebido dia 16/03/2012

Cidade de Catu / BA

Olá Adimilson tudo bem? Olha soube das maravilhas do cloreto atráves de um tio meu, mas te confesso q num dei muito crédito não,só q pelo fato de estar sentindo muitas dores nas articulações e joelhos, e tbm na coluna, resolvir dá uma pesquisada, eis q Deus botou em minha frente um anjo chamado Adimilson, q me falou das maravilhas do cloreto de magnésio, e resolvir experimentar, com uma semana de uso eu já era outra mulher, não sinto mais nada nos joelhos, na coluna,e antes do cloreto eu não conseguia me abaixar, agora me abaixo com muita tranquilidade, estou super flexível, uma disposição incrivel tô me sentindo com vinte anos a menos, tenho 53 anos.Devido as

maravilhas que

aconteceu comigo com o uso do cloreto resolvir dá tbm para

minha mãe, q sofria de muitas dores no corpo,nos pés coluna etc

a msm tem

... 75 anos, não conseguia se virar na cama, se abaixar,depóis do cloreto é outra pessoa, esta semana liguei para ela e disse mãe, já tá conseguindo se virar na cama? Ela disse minha filha eu estou voando kkkkkkkkkkk eu fiquei toda arrepiada, minha mãe tá com uma disposição incrível, estou agora na manutenção, e não pretendo parar de tomar mais nunca.AHHHHH e tem mais

estou me achando mais jovem, minha pele ganhou um viço nunca antes visto.Muito Obrigado Muito Obrigado.Adimilson muito obrigado pela sua delicadeza ao nos atender. Semana q vem Tô fazendo mais pedido.AHHHHHHHHHHHHH o óleo é um maraaavilhaaaa, é dos deuses, passa as dores imediatamente, num fico mais sem ele. grata.

Dilma Pereira de Almeida.

O cloreto de magnésio e a depressão

Meu nome e Cesar Antonio de Paiva e tive a alguns anos atrás crises gravíssimas de depressão. A situação chegou a tal ponto que tive que tomar muitos remédios para dormir, pois acordado a idéia de suicídio e de se matar era muito forte e impossível de combater só com o uso da minha vontade. Em um desses dias em que acordei me sentindo melhor fui , em caráter de urgência visitar uma medica homeopata e sensitiva, de quem tinha ótimas referencias . Ela me receitou na época injeções intra-cutâneas da Antroposofia ( laboratório WELEDA ) que e um aprimoramento da homeopatia , cujo elemento principal era o magnésio. Nessa época li uma reportagem cientifica na revista VEJA em que os cientistas atestavam que a depressão coincidia com a falta de magnésio no cérebro. Então, como eu já conhecia o cloreto de magnésio, tomei-o em doses duplicadas , ( até triplicadas ) juntamente com as injeções. A crise passou totalmente e toda vez que ameaçava voltar era só tomar o cloreto de magnésio para manter tudo sobre controle. Com o uso continuo e diário do cloreto de magnésio me curei totalmente deste mal terrível que acomete muitas pessoas nos dias atuais e cujo tratamento existente e muito custoso e na maioria das vezes precário, não levando a cura total, o que aconteceu com o uso prolongado e continuo do cloreto de magnésio Aproveito esta oportunidade para realçar o poder deste elemento na eliminação de dores nas costas

Minha coluna e um “s” e sempre sofri muito com dores, tentando todo tipo de

tratamento. Desde que comecei a usar o cloreto nunca mais tive tais dores que me impediam inclusive de trabalhar. Acho bom salientar que o primeiro elemento que o álcool destrói no organismo é o magnésio. Por isso recomenda-se seu uso na cura das famosas ressacas, e também o aumento da dosagem nos casos de pessoas que fazem uso da bebida alcoólica sem o que não se beneficiarão dos efeitos do cloreto de magnésio. Agradeço a oportunidade de me manifestar e contar minha experiência pessoal sobre o assunto. Cesar Antonio de Paiva

Indaiatuba - SP

Depoimento recebido em 02/01/2012

Xavier,boa noite!

conforme te disse por telefone, comprei o “cloreto de magnésio PA” com a

intenção de tornar as células saudáveis conforme o artigo em seu site, sem pretensão de cura alguma. Ocorre que depois de uns três meses minha esposa reparou que as dores intensas que eu tinha nas pernas (joelhos e canela) toda noite, haviam sumidos,coisa que era necessário colocar aquelas bolsas de água quente nas pernas para conseguir dormir e também não sei o que era. No mesmo instante notamos também que as dores que eu tinha no peito há mais de dois anos (não tenho certeza se é, mas minha filha dizia que era a tal da angina) também haviam sumidos e nunca mais senti estas dores e apertos horriveis no peito. Coisa de três meses atrás passei para minha sogra (71 anos) tomar para ver se melhorava da artrose e dores nas pernas, e ela me

disse que já melhorou uns 80%. Acho que não vamos mais parar de consumir o cloreto.

Abraços!!!!!

Sergio / Piracicaba

Hoje dia 26/12/2008 recebi com muita alegria esse depoimento:

Olá pessoal aqui quem escreve é a Monica, sou mãe de uma linda menina hoje com 11 anos, desde os 5 aninhos minha filha sofre com uma doença bem agressiva, a Artrite Idiopática Juvenil Poliaticular, ela dava crises muito forte, nem mesmo conseguia sair da cama, tinha dias que não andava, levei-a em uma Drª Especialista , aí começou o uso de inúmeras drogas, antiinflamatórios, imunossupressores, corticóides, antibiológicos, as vezes ñ tinha mais horário para encaixar tantos remédios durante o dia, minha angustia ia aumentando pois apesar de usar tantas drogas, algumas custando R$ 3 mil, R$ 4 mil e até uma de R$8 mil, minha filha tinha inúmeras complicaçoes e o que eu mais queria era que a doença estabilizasse, isso não acontecia, uma destas drogas levou minha filha a ficar internada na UTI por 60 dias, entre a vida e a morte, pois ela apresentava um qua dro de sangramento intestinal muito grave, na época o Pediatra da minha filha por sinal um excelente médico foi visitá-la no hospital e me disse que era uma reação medicamentosa, então fui conversar com a Drª Especialista sobre essa possibilidade, e ela jurou que isso ñ seria possível, depois de 2 anos ela admitiu que realmente foi por causa de um dos remédios que ela fazia uso, logo após a internação decidi parar com a medicação, então ela passou outra um outro antibiológico, que tb quase tirou a vida de minha filha pois ela deu choque anafilático assim que as primeiras gotas do remédio entrou em suas veias, minha filha quase morreu nos meus braços, conto este relato com lágrimas nos olhos pois isso ainda me assusta, a Dr passou outro antibiológico outra droga que dá até medo quando se lê a bula, então já sem saber como proceder e tb com medo de ver minha filha piorar, pedi a Deus uma ajuda, e então pude deixar uma mensagem para o Sr

Admilson através do site www.cloretodemagnesio.com, e para minha surpresa e alegria ele respondeu a minha msg no mesmo dia, tinha muitas dúvidas sobre o cloreto, mas ao conversar com o Sr Admilson fui fortalecendo minha coragem e passei então a administrar o cloreto para minha filha, ela faz uso desde o dia 31/10/08, ainda ñ tem nem dois meses de uso e posso perceber as melhoras apresentadas por ela, é realmente muito bom vê-la hoje descer uma escada sem dificuldades, ela consegue fazer coisas que antes ñ conseguia,ela fez um exame nesta semana passada e posso informar que ela nunca esteve tão bem seu VHS foi 31mm/60min , sei que ainda está alto mais já foi bem pior , a PCR ultrasensívele foi de 0,12 mg/dl nunca esteve tão baixa já chegou a 9,74 mg/dl e seu Fator reumatóide está < 7,0 UI/ml nunca esteve tão baixo, estou muito feliz e tenho certeza que isso é só o começo, por isso resolvi dar este depoimento para que as pessoas que ainda possuem algum receio de fazer uso do cloreto possam fazer esta tentativa pois ñ irão se arrepender, deixo um abraço a todos e um especial para o Sr Admilson.

Agradeço à Monica da Cidade de Duque de Caxias - RJ, por esse depoimento.

Sds.

Admilson

Depoimento recebido em 06/01/2009

Parece conto de filmes, mas isso foi real. Tenho 44 anos, minha esposa tem 46

e minha filha tem 14 anos

Fomos passar o ano novo numa serra, chamada

.. serra de ubajara, no ceará. Um lugar paradisíaco, onde possuem passeio de bondinho, visita à gruta, e trilhas ecológicas. Num só dia saimos em 6 adultos e 5 pré-adolescentes. Fizemos uma trilha de 2 km, depois em seguida uma trilha de 1,5 km e na seguencia uma trilha de descida ingrime de caminhos de pedras pontudas de 7km mata fechada e apesar de serra, muito sol e calor. Nós a turma do cloreto descemos a serra como crianças, inclusive os pré-

adolescentes não nos acompanharam e teve um dos adultos que precisou no final ser carregado. Sei que parece história de pescador mas foi a pura verdade. Cansamos mas bem , bem, bem menos do que os outros. Foi revitalizante. Realmente o que o cloreto nos proporciona, não tem preço. Admilson é nota dez. Aconselho a todos, tomarem cloreto de magnésio todos os dias segundo a orientação do Admilson. Grande abraço e viva a saúde.

William Lima Tecnologia se atualiza com: http://tecno2000.blogspot.com

William Lima - Fortaleza - CE

Oi, Admilson, como vai?

Eu

fiquei

sabendo

das

possibilidades

do clor

eto

através

de

um amigo

que estava

usando e

 

achei que

poderia

ser

bom para

os meus pais,

já que minha mãe sofre do mal de

 

parkinson. Bom, faz

um mês

que eles estão tomando

e

meu

pai tem

t

ido uma resposta realmente sensacional.

Isso me espantou porque, de acordo

com a literatura

a

que tive

acesso

os resultados apareceriam depois

de alguns meses de

na internet, uso. Pos meu

40.

pai, que

tem

73

anos e antes muitas

dores,

está

com

uma disposição de

E

mais,

um enorme caroço que ele

tinha nas

costas

desapareceu. Uma tia que também está tomando também está com

outra disposição. Espero que dentro de algum tempo minha mãe também melhore. Por tudo isso fico-

 

lhe muito grata

e espero

que este

depoimento contribua

para difundir

mais ainda

as magníficas propriedades do

cloreto de magnésio.

 

Grande abraço

Alda Alexandre

Goiânia - GO

Hoje 19/02/2009 - Recebi esse depoimento do Sr. Frederico - Funcionário de Petrobrás.

Tenho osteoartrose nos joelhos, bicos e desgastes na coluna lombar, tendinite nos cotovelos e calcanhares, alem de uma bursite no ombro esquerdo. Comecei tomando uma dose do Cloreto de Magnésio PA por uma semana e duas doses na 2ª semana sem alteração na minha pressão arterial e passei na terceira semana a tomar três doses de acordo com minha idade (55 anos). Hoje me sinto outro homem, pois as dores reduziram drasticamente de forma a não ter os desconfortos que tinha ao me agachar, sentar no sofá, levantar da cama, pegar qualquer peso, já era o suficiente para sentir dor nas costa e nos joelhos. Já ando de bicicleta sem dores, corro na esteira e o desconforto é mínimo depois de 40 minutos. Estou me sentindo muito bem depois de 40 dias de uso do Cloreto de Magnésio PA. Aconselho outras pessoas a usarem este suplemento alimentar e a fazer exercícios de fortalecimento para evitar contusões e ter uma saúde melhor.

Frederico C. S

Santos - SP

Olá meu nome é Caio,tenho 19 anos e venho aqui contar a experiencia que tive com o cloreto de magnésio.Sou atelta profissional e vivo do esporte(Tenis),tive uma grave lesão na coluna lombar,e tive 3 vertebras fraturadas por sobrecarga(fratura por stress) a chamada espondilólise.

Fiquei 8 meses fora das quadras,na verdade eu nao podia fazer nada,sentia dores pra tudo.Depois de 2 meses da lesão me indicaram o cloreto de magnésio,e junto com ele fiz inumeras sessoes de fisioterapia.A minha volta as quadras era uma dúvida,sentia muitas dores e depois de uns 3 meses tomando o cloreto senti uma diferença,claro que o meu tratamento fisioterápico foi tao importante quanto tomar o cloreto,mas creio que com o cloreto de magnésio foi muito melhor a minha recuperação,pois os médicos e os fisioterapeutas ficaram impressionados com a minha evoluçao e por nao sentir nenhum tipo de dor na minha volta que disseram ser algo normal sentir alguns encomodos e dores.Foram 6 meses tomando o cloreto de magnesio e hoje continuo tomando como uma manutenção,é um tratamento longo mas que com certeza cura e traz muitos beneficios.Hoje estou curado,tenho um acompanhamento mas ja

nao sinto nenhuma dor Graças a Deus

...

acredito

que pra mim deu muito certo

abraço a todos e espero que o cloreto seja tao util pra voces quanto foi pra mim. ps:Agradeço ao Admilson por ter me orientado a respeito de como deveria consumir o produto obrigado

São Paulo - SP

Depoimento recebido em 02/11/2009

Meu nome é ERIVALDO KLEBER, tenho 38 anos.

Durante algum tempo passei a fazer exercícios físicos em uma academia em minha cidade de Franca-SP.

Sempre tive um corpo bem flexível, com grande elasticidade nos nervos. Chegava a colocar os dois pés na nuca, encostava com tranqüilidade a testa nos joelhos, coisas assim. Na academia, acabei por levantar peso, fazer abdominal etc, no começo sob orientação do professor, mas depois passei a se achar como forte e passei a fazer exercício por conta própria. Daí para frente dá para imaginar.

Certa vez passei a sentir grande queimação na perna esquerda, principalmente no lado de fora da canela. Uma dor desceu ao tornozelo, como se eu tivesse torcido o pé. Essa dor passou a aumentar e chegou a coxa esquerda e daí para toda perna.

No início pensei que fosse alguma infecção no osso, sei lá. Doía muito. Muito mesmo. Ao tirar radiografia nada foi detectado de anormal. Médico me diagnosticou como fibromialgia.

Sabe, tomei remédio e nada. Disseram-me que seria nervo ciático, na coluna. Fui em um neurologista (antes achava que quem mexe com coluna era ortopedista) e fiz uma ressonância magnética.

Ficou constatada uma lesão nas vértebras L4 L5. Melhor esclarecendo, uma hérna de disco lombar ocasionada por trauma ocasionado por exercício mal feito. Pensamento foi a mil. Engraçado que todo mundo quer dar palpite na sua saúde. Toma isso, toma aquilo, vai no farmacêutico da farmácia da esquina

que ele coloca a coluna no lugar. Faz cirurgia espiritual, fiz apoio em barra,

etc ..

Confesso que fiz de tudo.

Tomei remédios todos. Diclofenaco, biprofenid, flotax, nimisulida, umas injeções vermelhas doloridíssimas.

Nada resolveu. Passei a tomar as folhas de bálsamo (sim, aquelas folhinhas de

bálsamo) batido no liquidificador todos os dias colocava no feijão, no arroz.

..

Tomava no suco de laranja,

Na parte da manha, em jejum tomava dois copinhos de Cloreto de Magnésio PA todos dias. Depois na hora do almoço. No meio do dia e por fim a noite.

O gosto meio amargo, mas passei a usar o cloreto de magnésio como hábito. Comia bálsamo e bebia o cloreto.

Por uns dois meses foi nesse ritmo. Já havia escutado historia do cloreto de magnésio para as articulações (joelho, coluna, pressão arterial) fazia bom efeito.

Por confesso a todos que realmente funciona. Minha hérnia de disco nunca mais me incomodou. Lógico que também tomo alguns cuidados. Nunca me abaixo sem dobrar os joelhos, não pego peso além de 20 kg. Dirijo normalmente.

Só um detalhe. Aconselho cloreto de magnésio pa e não cloreto de potássio (o salamargo) que é vendido nas prateleiras de supermercado. Cloreto de potássio pode dar pedra nos rins e além de tudo dá diarréia. NÃO SE ESQUEÇA. CLORETO DE MAGNÉSIO P.A (PARA ANÁLISE).

Aproveitem - Nova Promoção de Fim de Ano!!!!

Brinde! Para cada pedido de dois potes adquiridos via Pagseguro do Cloreto de Magnésio P.A. com 500 gramas, ao custo de R$ 47,00 cada pote (novo preço),vai de brinde 2 frascos de Óleo de Magnésio Artesanal. Não vai o óleo se pedir um pote somente. Aproveitem e vejam o resultado do uso em conjunto para alivio das dores!

Ao clicar no botão abaixo para comprar via Cartão, você pode alterar a quantide de potes, no site do pagseguro, para uma quantidade maior e aproveitar o valor do frete. A validade de cada pote é de 4 anos. Para um melhor resultado o indicado é 2 potes, utilizando o Óleo de Magnésio em conjunto o resultado é esta sendo melhor e mais eficaz.Lembramos que a forma de envio será via PAC (correios) para todos os estados, exceto para o SP que será via SEDEX. Os prazos de entrega dos correios deverão ser respeitados.

Aviso Importante! Alguns Estados taxam com ICMS encomendas enviadas pelos correios. É raro acontecer, mas se acontecer fica por conta do Destinatário

Aproveitem!!!!!! OTIMA PROMOÇÃO para pedidos do Cloreto de Magnesio e do Óleo de Magnésio, via Depósito Bancário, à vista, pelo email:

Adquira o óleo de magnésio artesanal, via depósito bancário ao custo de

R$ 15,00 o

frasco + correios(Para pedidos de 4 frascos ou mais).E o pote com 500 gramas do Cloreto de Magnésio P.A. ao custo de (novo preço)de R$ 42,00 + correios. Para pedidos via depósito. Para cadadois potes vai 1 frasco de óleo de brinde. Se pedir 1 pote não vai o óleo de brinde.

Ao solicitar valor para pagamento à vista favor informar a quantidade de potes e também o seu CEP. Envie fone fixo que ligamos para você.

Compre nossos produtos abaixo:

Para comprar deve clicar em 1 produto por vez e alterar a quantidade conforme sua necessidade. Lembre-se que se clicar no magnésio primeiro quando aparecer a pagina do pagseguro é só voltar nessa página e clicar nos outros produtos para que seja incluido na mesma compra com frete bem menor por frasco no Pagseguro. Qualquer dúvida é só enviar seu fone fixo para nosso email que ligamos.

Promoção

Cloreto de Magnésio P.A. potes com 500 gramas - R$ 47,00(Novo Preço)

Óleo de Magnésio Artesanal R$ 19,10 Spray com 120 ml Promoção!!! Já disponível para venda.
Óleo de Magnésio Artesanal R$ 19,10 Spray com 120 ml Promoção!!! Já disponível para venda.

Óleo de Magnésio Artesanal

R$ 19,10

Spray com 120 ml

Promoção!!!

Óleo de Magnésio Artesanal R$ 19,10 Spray com 120 ml Promoção!!! Já disponível para venda.

Já disponível para venda.