APOSTILA 1 – PAG.

18
DINÂMICA DAS POPULAÇOES

POPULACAO Caracteristicas: DENSIDADE NATALIDADE MORTALIDADE DISTRIBUICAO ETARIA POTENCIAL BIOTICO DISPERSAO FORMA DE CRESC. E SOBREVIVENCIA .

ANALISE QUANTITATIVA DENSIDADE POPULACIONAL D= NUMERO DE INDIVIDUOS ESPAÇO OU VOLUME .

TAXA DE NATALIDADE NUMERO DE NASCIMENTOS N= TEMPO .

TAXA DE MORTALIDADE M= NUMERO DE MORTOS TEMPO .

INDICE DE CRESCIMENTO POPULACIONAL (I.) NATALIDADE I.C.= MORTALIDADE IC > 1  populacao crescendo IC = 1  populacao equilibrada IC < 1  populacao diminuindo .C.

IMIGRACAO E EMIGRACAO TAXA DE IMIGRACAO Individuos de outras areas chegam TAXA DE EMIGRACAO Individuos de uma mesma populacao saem .

CRESCIMENTO N (+) DIMINUICAO M (-) DENSIDADE DENSIDADE I (+) E (-) .

POTENCIAL BIOTICO  É a capacidade de aumentar o numero de individuos em condicoes IDEAIS capacidade maxima de reproducao + capacidade maxima de sobrevivência .

RESISTENCIA AMBIENTAL Conjunto de fatores que se opoe ao POTENCIAL BIOTICO Tamanho das populacoes permanecem estaveis! .

Resistencia Ambiental .Mortalidade .Natalidade .Emigracao .CRESCIMENTO POPULACIONAL .Imigracao .

GRAFICO (curva em S – sigmoide) A = crescimento lento (adaptacao da populacao as condicoes ambientais) B = crescimento rapido (grande numero de individuos com capacidade reprodutiva) C = Estabilidade populacional (tamanho populacional varia em torno de uma media) D = Açao efetiva da resistencia ambiental (selecao natural) .

GRAFICO (curva em J – exponencial) Curva tipica de populacoes JOVENS Populacao mundial humana Crescimento continuo Baixo potencial biotico Nao atingiu ainda a estabilidade tipica das populacoes naturais .

CONTROLE POPULACIONAL PREDATISMO = PREDADOR X PRESA .

CONTROLE POPULACIONAL PARASITISMO = PARASITA x HOSPEDEIRO RELACAO ENDEMICA: numero de hospedeiros parasitados é estavel – previsao dos futuros parasitados  RELAÇAO EPIDEMICA: surto – quando o numero de hospedeiros ultrapassa exageradamente o previsto  RELAÇAO PANDEMICA: varios focos epidemicos ao mesmo tempo em areas diferentes .

CONTROLE BIOLOGICO Sao tecnicas baseadas no conhecimento das especies (ciclo de vida. modos de reproduçao. alimentacao. etc) Nas lavouras é utilizada a relacao parasita X hospedeiro para o controle das pragas .

. Vírus Baculovírus spodoptera Lagarta do cartucho do Pulverizado sobre a milho planta. o produto é injetado no tronco da árvore esterelizando a vespa. o vírus adoece a lagarta que se alimenta da espiga em formação.Agente Biológico O que ele ataca Como se aplica Nematóide Deladendus siridicola Vespa-da-madeira Em forma de gelatina.

CURVA DE SOBREVIVENCIA Relacao do numero de sobreviventes em funcao da idade Curva A – alta taxa de mortalidade entre os jovens (animais que apresentam fase larval) Curva B – taxa de mortalidade igual nas diferentes idades (populacao em equilibrio) Curva C – taxa de mortalidade baixa entre os jovens (animais que vivem em grupo) .