Nome: Matheus Henrique Alves Análise do filme “Babel – 2006” O filme “Babel” de 2006 estrelado por Brad Pitt

e Cate Blanchett, aborda quatro histórias diferentes, aparentemente sem sentido, ocorrentes em quatro países: Marrocos, Estados Unidos da América, México e Japão. Essas histórias, através da temática abordada se interligam de maneira única e fortemente influenciada pelo processo de globalização. Por definição, o termo „globalização‟ engloba um processo de integralização de diversas camadas sociais a níveis econômicos, culturais, políticos, entre outros, e possui diversos impactos, tais como, centralização do capital, rompimento de fronteiras e desigualdade social. No filme, os filhos de um marroquino cuidador de cabras, ao tentarem acertar pedras para testar a duvidosa eficiência do rifle ganho do pai, que por sua vez comprou do guia também marroquino, de um caçador japonês, acabam acertando um ônibus de turistas que visitam a região, e especificamente acertam a esposa de um norte americano, que deixaram seus filhos com a babá em casa nos Estados Unidos. O fato é imediatamente noticiado nos principais jornais de todo o mundo, especulando-se uma tentativa terrorista por parte dos marroquinos, sendo então necessária a busca por suspeitos. Diante da notícia, a babá que cuidava dos filhos do casal norte americano foi obrigada a cuidar por mais tempo das crianças, levando-os além da fronteira Estados Unidos – México. Em paralelo, a filha do japonês e o próprio são investigados pelo envolvimento na tentativa terrorista em Marrocos, tendo em vista que o rifle utilizado era registrado no nome do japonês. A babá, na volta para os Estados Unidos junto com as crianças supostamente ilegais e com seu próprio sobrinho alcoolizado, é deixada no meio do deserto e posteriormente procura ajuda a um oficial que a prende sob a alegação de ilegalidade trabalhista. As crianças são encontradas e devolvidas para os pais que passam bem após o episódio em Marrocos. De certa maneira, podemos observar como a venda de um “rifle japonês” a um morador marroquino pode se tornar objeto de uma tentativa “acidental” de terrorismo a um casal estadunidense que estavam apenas viajando e, como esse fato se espalha pelo mundo através da mídia de maneira rápida, gerando interpretações errôneas. Isto é, observa-se a relação que se tem entre diversas fronteiras, através de basicamente um único episódio. Além disso, questões culturais são fortemente abordadas, por exemplo, a atribuição dos culpados às comunidades marroquinas, baseados essencialmente na questão do fundamentalismo. O choque entre as culturas também são evidentes, fato representado principalmente pela questão da babá mexicana em relação com os filhos do casal estadunidense e vice versa. Por último, não menos importante, a questão econômica também está presente, como por exemplo, a venda do rifle entre as “fronteiras” japonesas e marroquinas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful