E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR

SEMINÁRIO 2004

INSPEÇÃO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO CATÓDICA EM DUTOS SUBMARINOS
Walmar Baptista CENPES/PDP/TMEC Robson Vieira Marnet E&P-SERV/US-SUB/MIS

.Na Bacia de Santos: 158 km.E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Necessidade de inspeção da malha dos dutos da Petrobras a cada 5 anos. Duração da Campanha: 4 meses .  Total dos dutos inspecionados na campanha: .1683 km.  Total dos dutos inspecionados: .Na Bacia de Campos: 1525 km.

Danos. . . .  Tipos de eventos registrados: .Cruzamentos.Flanges. . . . .Vãos livres. . .Outros Eventos.Calçamentos.TDP (Touch Down Point). .Trechos Enterrados.Potencial Eletroquímico. .Anodos.E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Profundidade dos dutos inspecionados: de 19 a 1053 metros.Sucatas.

Boca 11.“RSV” com “DP”. .E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Navio utilizado na campanha: DSND SURVEYOR Características: .0 m. . .1 m.Área de deck de 300 m2.Calado 6. .7 m. .Comprimento 65.4 thrusters transversais e um azimutal. .

Potência: 125 hp. .10 propulsores hidráulicos.Operação até 3000m LDA. .  Contrato tipo “Lump sum”. . .E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  ROV utilizado na campanha : STEALTH 3 Características: .Lançamento: “Free swiming”.

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Dutos Submarinos na Bacia de Campos .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Dutos Submarinos na Bacia de Santos .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos .ROV SONAR SCANNERS PROFILER (Para medição do perfil do duto) USBL TRANSDUCER (Posicionamento Geodésico) ALTÍMETRO ILUMINAÇÃO CP PROBE (Ag/AgCl) PIPE TRACKER (Detector de duto enterrado) CÂMERAS RODAS .

– Outra técnica utilizada é a de Gradiente de Campo Elétrico (GCE). – Softwares para gerenciamento e armazenamento de informações. – Acompanhamento do SPC com a técnica de medição. o que fazer? – Utilização de VCR em inspeção submarina. – Fim da vida útil do SPC.E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Histórico: – Importância da inspeção detalhada em plataformas e dutos offshore. – Correta aplicação das técnicas de controle da corrosão. . – Aspectos de Segurança e Meio Ambiente.

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Evolução do Potencial ao Longo do Tempo .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Técnicas de inspeção do Sistema de Proteção Catódica: – Medição do Potencial Eletroquímico • Faixa de proteção: .650 mV (Ag/AgCl) • Atividade de Bactérias: .950 mV (Ag/AgCl) – Contato elétrico via arame (trailing wire technique) – Célula a célula (cell to cell) • Técnica utilizada na Bacia de Santos e Campos .800 a – 1050 mV (Ag/AgCl) • Potencial de Corrosão: .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos .

980 mV (Ag/AgCl) • Saída de corrente elevada ou anodo passivo? – Baixo valor de campo elétrico • Baixa corrente circulando – revestimento de boa qualidade .E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Técnicas de inspeção do Sistema de Proteção Catódica: – Gradiente de campo elétrico • Positivo corrente anódica • Negativo corrente fluindo para o duto – Exemplo: .

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos .

– Outras informações: profundidade.E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Tratamento e gerenciamento dos dados: – Base em terra para tratamento dos dados e prétratamento à bordo. KP. – O modo de apresentação final apresenta trechos dos dutos com os eventos que ocorrem. geoposicionamento em coordenadas UTM. . – Cada evento é registrado com uma seqüência de fotos. Diagrama de inspeção e Cartas de Vãos livres. – Outros comandos: Diagramas de eventos. – Todos os dados eram digitalizados para montagem do relatório final.

E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos RELATÓRIO .

– O padrão desta campanha de inspeção foi adotado como modelo para a que está sendo realizada nos dutos offshore da UN-RNCE.E&P-SERV/US-SUB/MIS/ATMR SEMINÁRIO 2004 Inspeção em Dutos Submarinos  Conclusões: – A inspeção da malha de dutos da Bacia de Campos e Santos garante uma operação mais segura. . – Os relatórios foram emitidos em forma de CD e estão sendo organizados no sistema especialista GIDR (Gestão de Inspeção de Dutos Rígidos) disponível na rede Petrobras. em fase de conclusão. – A experiência obtida nesta campanha serviu de base para redação do padrão de integridade de dutos da Petrobras.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful