Módulo 2 – Instalações elétricas

1

Tecnologias Aplicadas - 1º ano

Escola Sá de Miranda

Instalações elétricas
Materiais utilizados na Indústria Elétrica e Eletrónica

Prof. Alexandre Mano

Ano letivo 2013/14

Módulo 2 – Instalações elétricas

2

A matéria e os materiais
Tecnologias Aplicadas - 1º ano

Escola Sá de Miranda

Existem 118 elementos químicos na Natureza, constantes da Tabela periódica, que originam as diferentes substâncias químicas conhecidas, quando combinados. A matéria é composta por combinações de moléculas e estas constituídas por combinações de átomos, iguais ou diferentes entre si.

Prof. Alexandre Mano

Ano letivo 2013/14

Módulo 2 – Instalações elétricas

3

A matéria-prima (carvão bruto, petróleo, minérios, madeira,
Tecnologias Aplicadas - 1º ano

Escola Sá de Miranda

etc) é a matéria que existe em bruto no solo ou no subsolo que vai sendo extraída e transformada de forma a produzir os materiais que vamos utilizar.

Os materiais são produtos resultantes da transformação da matéria-prima, utilizando processos físico-químicos e tecnologia diversa, de forma a podermos utiliza-los no fabrico de aparelhos, condutores e receptores do nosso

dia-a-dia.
Prof. Alexandre Mano
Ano letivo 2013/14

Módulo 2 – Instalações elétricas

4

Ao longo dos séculos têm sido aperfeiçoadas as diferentes
Tecnologias Aplicadas - 1º ano

Escola Sá de Miranda

indústrias de tratamento, transformação e produção de

materiais diferentes, elétricos ou não elétricos.

A indústria metalúrgica transforma os diferentes minérios metálicos (ferro, cobre, alumínio, prata, ouro, platina) em chapas ou fios de materiais com diferentes qualidades e

composições, juntando-lhes outros elementos químicos
que lhes dão novas propriedades úteis em diferentes aplicações.
Prof. Alexandre Mano
Ano letivo 2013/14

Módulo 2 – Instalações elétricas

5

A siderurgia é a indústria metalúrgica que trata apenas do
Tecnologias Aplicadas - 1º ano

Escola Sá de Miranda

ferro.

A indústria petroquímica transforma as naftas extraídas do

subsolo em diferentes produtos, a diferentes
temperaturas, de entre os quais destacamos os materiais plásticos (polietileno, policloreto de vinilo,

poliestireno, etc) que são utilizados como isoladores da
corrente elétrica.
Prof. Alexandre Mano
Ano letivo 2013/14

a cerâmica. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . utilizada no fabrico do papel. Existem muitas outras indústrias. ambos utilizados como isoladores elétricos. nomeadamente a vidreira. etc.Módulo 2 – Instalações elétricas 6 A indústria da madeira transforma a madeira em bruto em Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda pranchas de madeira ou pasta. Prof.

Módulo 2 – Instalações elétricas 7 Os diferentes materiais obtidos pela indústria distinguemTecnologias Aplicadas . físicas. o que permite que sejam utilizados em diferentes funções e aplicações na indústria elétrica e eletrónica. químicas. mecânicas. Prof. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . etc.1º ano Escola Sá de Miranda se uns dos outros pelas suas propriedades elétricas.

como tensões (altas ou baixas). Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 8 Estes materiais vão ser sujeitos a condições de Tecnologias Aplicadas . temperaturas (altas ou baixas). Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . intensidades (fracas ou elevadas). etc. humidade (reduzida ou elevada).1º ano Escola Sá de Miranda funcionamento diferenciadas.

pois perderia rapidamente as suas propriedades isoladoras.Módulo 2 – Instalações elétricas 9 Para se escolher um material para desempenhar uma Tecnologias Aplicadas . é necessário comparar as propriedades desse material com as características da função a desempenhar.1º ano Escola Sá de Miranda dada função num circuito elétrico. ele não deve ser utilizado como isolador em locais onde haja muita humidade. Prof. Por exemplo. apesar do papel ser bom isolador. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda Os materiais elétricos podem ser classificados como: – Condutores (bons condutores.Módulo 2 – Instalações elétricas 10 Classificação geral dos materiais Tecnologias Aplicadas . resistentes e supercondutores) – Semicondutores – Isoladores – Magnéticos Prof.

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 11 Tecnologias Aplicadas .

Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 12 Estes materiais podem encontrar-se em estado líquido. No estado líquido temos. No estado sólido temos. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . por exemplo: mercúrio (condutor) e óleo mineral (isolador). por exemplo: ar bastante húmido (condutor) e ar seco (isolador). por exemplo: cobre (condutor) e vidro (isolador).1º ano Escola Sá de Miranda sólido ou gasoso. Em qualquer dos estados encontram- se materiais condutores e materiais isoladores. Tecnologias Aplicadas . No estado gasoso temos.

1º ano Escola Sá de Miranda passagem da corrente elétrica. Prof. as ligas de cobre e as ligas de alumínio. constituindo a corrente elétrica. São bons exemplos de condutores o cobre. o ouro. a prata. pois possuem um elevado número de electrões livres que facilmente se movimentam. oferecem menor resistência à Tecnologias Aplicadas . o mercúrio.Módulo 2 – Instalações elétricas 13 Os materiais condutores são os que melhor conduzem a corrente elétrica. A resistividade dos condutores situa-se entre 10-4Ω e 102Ω mm2/m. o alumínio. ou seja. Os metais são os melhores condutores elétricos. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

Prof. etc. mas apresentam uma maior Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda resistência à passagem da mesma que os condutores. O objectivo destes materiais é provocar.Módulo 2 – Instalações elétricas 14 Os materiais resistentes são aqueles que conduzem a corrente eléctrica. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .. a dissipação de energia calorífica. intencionalmente. de resistências de regulação de intensidade de corrente. eles são utilizados no fabrico de resistências de aquecimento.

Módulo 2 – Instalações elétricas 15 Os materiais supercondutores são materiais considerados condutores perfeitos.1º ano Escola Sá de Miranda apresentam resistência à passagem da corrente eléctrica. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . isto é. No entanto os supercondutores só o são quando submetidos a temperaturas negativas bastante baixas. portanto conduzem a corrente eléctrica sem dissipação de energia calorífica. não Tecnologias Aplicadas . Prof. O transporte de energia eléctrica é efectuado com um rendimento de 100%.

Prof.1º ano Escola Sá de Miranda aplicava ao mercúrio temperaturas bastante baixas e verificou que se tornava um supercondutor à temperatura de -269ºC. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Módulo 2 – Instalações elétricas 16 A supercondutividade foi descoberta em 1911 pelo cientista holandês Heike Kamerlingh Onnes quando Tecnologias Aplicadas .

bário.Módulo 2 – Instalações elétricas 17 Depois disso. a temperaturas cada vez Tecnologias Aplicadas . foram sucessivamente fabricados outros materiais supercondutores. cálcio. materiais cerâmicos diversos. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . http://www. como são os casos de óxidos de cobre com combinação de vários elementos (estrôncio.com/watch?v=BHW1YdGY-00 Prof.1º ano Escola Sá de Miranda menos negativas. etc).youtube. funcionando como supercondutores a temperaturas na ordem de -40ºC.

isoladores perfeitos. o polietileno.Módulo 2 – Instalações elétricas 18 Os materiais isoladores são aqueles que apresentam uma resistência eléctrica muito elevada. praticamente Tecnologias Aplicadas . o papel. São considerados isoladores materiais que apresentam uma resistividade eléctrica entre 1014 e 1026 Ω mm2/m. no entanto. etc.1º ano Escola Sá de Miranda não deixando passar corrente eléctrica. havendo sempre correntes de fuga. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . o vidro. Prof. Não há. São considerados isoladores: a borracha. a mica.

São exemplos de semicondutores o silício.1º ano Escola Sá de Miranda os condutores e os isoladores. Prof. entre Tecnologias Aplicadas . situada entre 104 e 1010 Ω mm2/m. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Módulo 2 – Instalações elétricas 19 Os materiais semicondutores são aqueles que apresentam uma resistividade eléctrica intermédia. o germânio e o selénio.

o aço. magnetizando-se.Módulo 2 – Instalações elétricas 20 Os materiais magnéticos são materiais que são caracterizados por se deixarem atravessar facilmente Tecnologias Aplicadas . Diz-se que estes materiais tem uma elevada permeabilidade magnética. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . É o caso do ferro. Prof. o níquel e o cobalto.1º ano Escola Sá de Miranda pelas linhas de força de campo magnético.

Módulo 2 – Instalações elétricas 21 Tecnologias Aplicadas . mecânica e químicas. apresentam-se em seguida algumas das propriedades e grandezas dos materiais. Prof. Sem a preocupação de as agrupar em compartimentos estanques.1º ano Escola Sá de Miranda Propriedades e grandezas gerais dos materiais As propriedades e grandezas dos materiais dividem-se em: elétricas. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

que se pode aplicar aos materiais isolantes sem romper as suas características isolantes (expressa-se em kV/cm). O material com melhor condutibilidade eléctrica é a prata.Módulo 2 – Instalações elétricas 22 Tecnologias Aplicadas . O material com melhor rigidez dieléctrica é a mica. com maior ou menor facilidade.Condutibilidade elétrica – Propriedade que os materiais têm de conduzir a corrente eléctrica. por unidade de comprimento.1º ano Escola Sá de Miranda .Rigidez dielétrica – É a tensão máxima. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Prof. .

prata. prata. . Exemplos: ouro.Módulo 2 – Instalações elétricas 23 Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda . Prof. ferro.Maleabilidade – É a propriedade que os materiais têm de se deixarem reduzir a chapas. à fieira. cobre.Condutibilidade térmica – Propriedade que os materiais têm de conduzir com maior ou menor facilidade o calor. Como bons condutores térmicos temos: a prata. Normalmente os bons condutores eléctricos também são bons condutores térmicos.Ductilidade – É a propriedade de se deixarem reduzir a fios. . Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . o cobre. etc. Exemplos: ouro.

Exemplos de materiais duros: diamante. através de máquinas-ferramentas. cobre duro.Maquinabilidade – É a propriedade de os materiais se deixarem trabalhar por qualquer processo tecnológico. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . quartzo.Módulo 2 – Instalações elétricas 24 Tecnologias Aplicadas . Exemplos de materiais tenazes: bronze silicioso.Tenacidade – É a propriedade de resistirem à tensão de rotura. por tracção ou compressão. Prof. . A tensão de rotura é expressa em kg/mm2.Dureza – Propriedade de os materiais riscarem ou se deixarem riscar por outros materiais.1º ano Escola Sá de Miranda . . Exemplo: ferro.

Densidade – É a relação entre o peso da unidade de volume de um dado material e o peso de igual volume de água destilida a 4. Materiais condutores densos: mercúrio.Módulo 2 – Instalações elétricas 25 Tecnologias Aplicadas .1ºC. ferro-fundido. com maior ou menor facilidade.Permeabilidade magnética – É a propriedade dos materiais conduzirem. Prof. . depois de terem sido deformados por acção de um esforço momentâneo. prata. . Exemplo: ferrosilício.1º ano Escola Sá de Miranda . aço. Um material muito elástico é a borracha. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Elasticidade – Propriedade de retomarem a forma primitiva. à pressão normal. as linhas de força do campo magnético. etc.

Prof.Resiliência – Propriedade de resistirem à rotura. resultante de repetição de manobras. provocando o “envelhecimento” do material.1º ano Escola Sá de Miranda .Resistência à fadiga – É um valor limite do esforço sobre o material.Módulo 2 – Instalações elétricas 26 . por pancadas “secas”. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Tecnologias Aplicadas . por acção do calor. progressivamente. superfície ou volume.Dilatabilidade – Propriedade de aumentarem em comprimento. perdendo progressivamente as suas características. Cada manobra vai. .

). ou vai ser. integrado. etc.1º ano Escola Sá de Miranda . Esta propriedade tem particular importância nos materiais expostos (ar livre) e enterrados.Fusibilidade – Propriedade de os materiais passarem do estado sólido ao líquido.Resistência à corrosão – Propriedade que os materiais têm de manterem as suas propriedades químicas. . Prof. químicos. por acção de agentes exteriores (atmosféricos. por acção do calor.Módulo 2 – Instalações elétricas 27 Tecnologias Aplicadas . Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Tem interesse conhecer o ponto de fusão de cada material para sabermos quais as temperaturas máximas admissíveis da instalação onde o material está.

A este fenómeno chama-se corrosão.Módulo 2 – Instalações elétricas 28 Como se sabe. originando óxidos. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda dos casos. acabam por destruir os materiais. Prof. em grande parte Tecnologias Aplicadas . os materiais combinam-se com o oxigénio do ar. Estes óxidos.

Prof. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . alumínio e zinco que Tecnologias Aplicadas . podemos dividir os materiais em dois grupos: o grupo do cobre.Módulo 2 – Instalações elétricas 29 Quanto à oxidação. prata. o grupo do ferro e aços onde é considerável o fenómeno da corrosão.1º ano Escola Sá de Miranda pouco se oxidam.

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda contactos eléctricos. A oxidação no ferro e no aço é responsável pela destruição completa da estrutura respectiva.Módulo 2 – Instalações elétricas 30 A oxidação no cobre e no alumínio é geralmente apenas responsável pela deficiência e mau funcionamento dos Tecnologias Aplicadas . com prejuízos evidentes. Prof.

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . e consegue-se atenuá-lo pelos seguintes processos: Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda – Pintando as superfícies – Cromando ou niquelando as superfícies – Utilizando ligas inalteráveis: bronze. platina. níquel.Módulo 2 – Instalações elétricas 31 Há necessidade de evitar este fenómeno. Prof. tungsténio. cromo-níquel – Utilizando metais inalteráveis: ouro.

deve-se ter em conta as propriedades do material. Tendo em conta a tarefa a desempenhar. Além destes existem ainda algumas ligas como por exemplo: o bronze. o maillechort. o latão e o almelec (ligas condutoras). A escolha do material para desempenhar uma dada função. o ferro-níquel e o cromoníquel (ligas resistentes). depende do compromisso entre preço. as condições a que vai ser submetido. qualidade e tarefa a desempenhar.Módulo 2 – Instalações elétricas 32 Principais materiais condutores Tecnologias Aplicadas . Prof.1º ano Escola Sá de Miranda Os principais materiais eléctricos utilizados no fabrico de condutores são o cobre. o meio ambiente. e o constantan. as funções a desempenhar. o alumínio e a prata. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

Existem no entanto dois tipos de cobre: cobre duro e cobre macio. os cabos telefónicos. O cobre macio é utilizado nas restantes aplicações. os coletores dos motores elétricos. Prof. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . instalações elétricas. etc.Módulo 2 – Instalações elétricas 33 Tecnologias Aplicadas . etc. não sujeitas a esforços mecânicos elevados. cabos elétricos. barramentos. O cobre duro é utilizado nos casos em que se exige elevada dureza e resistência mecânica.1º ano Escola Sá de Miranda O cobre é o material condutor mais utilizado. como é o caso das linhas aéreas de energia. como: enrolamentos.

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Estas características têm sido fundamentais para a sua escolha em determinadas utilizações: linhas aéreas. blindagem eléctrica de alguns cabos. nos rotores de motores assíncronos. etc. em aeronaves. Prof.1º ano Escola Sá de Miranda O alumínio é o segundo material condutor mais utilizado. equipamento portátil e equipamento móvel.Módulo 2 – Instalações elétricas 34 Tecnologias Aplicadas . caracterizado por ser mais leve e mais barato que o cobre. condensadores.

Prof. bromo e tungsténio.Módulo 2 – Instalações elétricas 35 A prata é bastante utilizada. no fabrico de contactos eléctricos em dispositivos que Tecnologias Aplicadas . sendo também utilizado em contactos eléctricos em equipamentos de elevada fiabilidade e precisão. em virtude de praticamente não oxidar. O ouro é um material que não oxida e apresenta uma elevada resistência mecânica. cobalto.1º ano Escola Sá de Miranda devem apresentar uma boa fiabilidade. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . As ligas podem incluir níquel. paládio. sob forma pura ou em liga.

não soldar. ou como Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda condutor resistente no fabrico de resistências eléctricas. O carvão tem a grande vantagem em relação a outros condutores de não fundir. suportando elevadas temperaturas. Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 36 O carvão pode ser utilizado como condutor no fabrico das escovas das máquinas de corrente contínua. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 37 Materiais condutores Tecnologias Aplicadas .

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Módulo 2 – Instalações elétricas 38 Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda Materiais resistentes Prof.

Prof. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . etc. Podem ser divididos em sólidos. líquidos e gasosos. isolantes minerais e isolantes plásticos.1º ano Escola Sá de Miranda Os isoladores existem nos circuitos eléctricos sob diversas formas e com finalidades variadas. Os materiais sólidos e líquidos utilizados para o fabrico de isoladores podem ter três origens: isolantes orgânicos. evitar curto-circuitos nas instalações. como: proteger pessoas. evitar fugas de corrente.Módulo 2 – Instalações elétricas 39 Principais materiais isoladores Tecnologias Aplicadas .

Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .1º ano Escola Sá de Miranda Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 40 Materiais isolantes minerais Tecnologias Aplicadas .

1º ano Escola Sá de Miranda Prof.Módulo 2 – Instalações elétricas 41 Materiais isolantes orgânicos Tecnologias Aplicadas . Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

1º ano Escola Sá de Miranda Materiais isolantes gasosos Prof. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Módulo 2 – Instalações elétricas 42 Materiais isolantes plásticos Tecnologias Aplicadas .

agentes atmosféricos. a humidade. Os factores principais para esse envelhecimento são: a temperatura.1º ano Escola Sá de Miranda envelhecem com a utilização.Módulo 2 – Instalações elétricas 43 Os materiais isolantes como qualquer outro material. o campo eléctrico que os solicita. Prof. agentes químicos. os esforços mecânicos a que estão sujeitos. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . etc. Tecnologias Aplicadas . A temperatura é o mais importante de todos eles.

o factor de perdas e a versatilidade.1º ano Escola Sá de Miranda estabilidade térmica e a temperatura máxima de utilização. de acordo com as exigências da função. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . a escolha para cada aplicação deverá recair naquele que reúna as melhores condições.Módulo 2 – Instalações elétricas 44 As principais propriedades dos isolantes são: a resistividade eléctrica. Dada a grande variedade de isolantes existentes. A rigidez dieléctrica de um isolante é medida pela sua maior ou menor tensão de disrupção (tensão de perfuração do isolante). Prof. a Tecnologias Aplicadas . a rigidez dieléctrica.

o germânio e o selénio são os principais materiais utilizados como semicondutores. quando estão em estado puro. comportam-se quase como isoladores.1º ano Escola Sá de Miranda Os materiais semicondutores. O silício.Módulo 2 – Instalações elétricas 45 Materiais semicondutores Tecnologias Aplicadas . sendo os dois primeiros os mais utilizados. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Silício Prof. são materiais com uma condutividade muito baixa.

o índio. Para isso basta juntar Tecnologias Aplicadas .Módulo 2 – Instalações elétricas 46 No entanto.1º ano Escola Sá de Miranda impurezas à sua constituição (como o antimónio. com diversas aplicações. Prof. A este processo dá-se o nome de dopagem. Portanto. o boro. de forma a torná-los semicondutores. se estes materiais não forem puros podemos transformá-los em condutores. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . os materiais encontram-se “dopados” quando se acrescenta uma determinada percentagem de impureza. o fósforo. etc).

Além disso.Módulo 2 – Instalações elétricas 47 O silício é o mais utilizado porque é termicamente mais estável do que o germânio. o elemento químico mais abundante na natureza.1º ano Escola Sá de Miranda temperaturas na ordem dos 150ºC. o silício é. podendo ser utilizado a Tecnologias Aplicadas . a seguir ao hidrogénio. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . tem silício na sua composição. abundante. A areia. Prof. entrando também no fabrico do vidro.

Prof. São aqueles materiais que tem maior facilidade de “conduzirem” as linhas de força do campo magnético. Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .Módulo 2 – Instalações elétricas 48 Materiais magnéticos Tecnologias Aplicadas .1º ano Escola Sá de Miranda Os materiais magnéticos são aqueles que têm permeabilidade magnética mais elevada do que a do ar.

Módulo 2 – Instalações elétricas 49 Como se sabe.1º ano Escola Sá de Miranda receptores. geram campos magnéticos ou estão sob a influência de campos magnéticos. Prof. que no seu funcionamento. Neste sentido há necessidade de os materiais utilizados oferecerem pouca resistência ao percurso das linhas de força desses campos magnéticos. existe um conjunto de máquinas e Tecnologias Aplicadas . Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 .

o cobalto e ainda algumas ligas como o alnico (alumínio. o níquel. como o ferro macio.Módulo 2 – Instalações elétricas 50 De entre os materiais utilizados como magnéticos temos Tecnologias Aplicadas . Alexandre Mano Ano letivo 2013/14 . Prof. o aço silicioso. cobalto e ferro). níquel.1º ano Escola Sá de Miranda os metais magnéticos. o aço vazado. o ferro fundido.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful