You are on page 1of 10

1 CORREÇÃO DA AVALIAÇÃO PARCIAL CUSTOS INDUSTRIAIS I FCL – FDA - MOEDA ESTRANGEIRA PROVA 01

1. Determine o Fluxo de Caixa Líquido e o Fluxo dos Acionistas considerando os seguintes dados a seguir que referem-se ao investimento de uma nova linha de produção. Investimento Vida Útil sem valor residual no final dela Receita Operacional Taxa de aumento da receita anual PIS/Cofins ICMS CPV - despesas Operacionais Taxa de aumento do CPV e Despesas operacionais Financiamento Valor das prestações pagas do financiamento Taxa de juros a.a. Juros sobre o financiamento no 1º ANO Juros sobre o financiamento no 2º ANO Juros sobre o financiamento no 3º ANO Amortização do capital financiado em anos Capital de giro sobre a receita inicial - 1º ano Alíquota IR
DRE INVESTIMENTO Receitas PIS/Cofins ICMS Receita Operacional Líquida CPV - Gastos Operacionais Lucro Operacional Bruto Outras Despesas Amortização de despesas pré-operacionais Depreciação JAJIR - Lucro antes dos Juros e Imposto de Renda Juros LAIR - Lucro antes do Imposto de Renda Imposto de Renda LUCRO APÓS O IMPOSTO DE RENDA Depreciação Dispêndios de capital (investimentos adicionais) Mudança no Capital de Giro - Aumentos Mudança no Capital de Giro - Retorno FLUXO DE CAIXA LIVRE - FCL Novos Financiamentos tomados Prestações pagas pelos financiamentos Benefício fiscal decorrente dos pgtos dos Juros FDA ANO 00

300.000,00 3 400.000,00 10% 3,65% 12% 120.000,00 5% 42.000,00 16.888,82 10,0% 4.200,00 2.511,12 822,24 3 10% 22,0%
ANO 01 ANO 02 ANO 03

-300.000,00

-300.000,00 -300.000,00

-300.000,00 -300.000,00 -300.000,00

- 300.000,00 42.000,00

- 258.000,00

400.000,00 14.600,00 48.000,00 337.400,00 120.000,00 217.400,00 100.000,00 117.400,00 4.200,00 113.200,00 24.904,00 88.296,00 100.000,00 40.000,00 148.296,00 16.888,82 924,00 132.331,18

440.000,00 16.060,00 52.800,00 371.140,00 126.000,00 245.140,00 100.000,00 145.140,00 2.511,12 142.628,88 31.378,35 111.250,53 100.000,00 211.250,53 16.888,82 552,45 194.914,15

484.000,00 17.666,00 58.080,00 408.254,00 132.300,00 275.954,00 100.000,00 175.954,00 822,24 175.131,76 38.528,99 136.602,78 100.000,00 40.000,00 276.602,78 16.888,82 180,89 259.894,85

00 Ano 03 = 126.00 Ano 03 = 3.000 + 5% = 132.24 LAIR A LAJIR deduzida dos Juros l) IMPOSTO DE RENDA 22% sobre a LAIR .00 Ano 03 = 12% da Receita de 484.000.00 f) LUCRO OPERACIONAL BRUTO Para cada ano deduz-se da Receita Operacional Líquida as Despesas/Gastos Operacionais g) OUTRAS DESPESAS Não possui.65% da Receita de 440.00 d) RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Para cada ano deduz-se da Receita o PIS/Cofins e o ICMS (impostos diretos) e) DESPESAS/GASTOS OPERACIONAIS Ano 01 = 120.000.000.00 Ano 02 = 3.12 Ano 03 = R$ 822.000 + 10% = 484. as Amortizações de despesas préoperacionais e as depreciações.000.200.00 c) ICMS Ano 01 = 12 % da Receita de 400.65% da Receita de 484.000.65% da Receita de 400.000.000.00 Ano 02 = R$ 2.000.00 Ano 03 = 440. h) AMORTIZAÇÃO E DESPESAS PRÉ-OPERACIONAIS Não Possui i) AMORTIZAÇÃO j) LAJIR Deduz do Lucro Operacional Bruto as Outras Despesas. CÁLCULO DA DRE a) Receita Ano 01 = 400.000.00 Ano 02 = 12% da Receita de 440.000 + 5% = 126. k) JUROS Ano 01 = R$ 4.000.00 Ano 02 = 120.2 1.300.511.000 + 10% = 440.00 Ano 02 = 400.00 b) PIS/Cofins Ano 01 = 3.000.

b) PRESTAÇÕES PAGAS PELOS FINANCIAMENTOS Ano 01 = R$ 16.00 no ano zero.888.888.82 c) BENEFÍCIO FISCAL DECORRENTE DOS PAGAMENTOS DE JUROS Incidência da alíquota do IR sobre os Juros pagos d) FDA FCL (+) Novos financiamento (-) Prestações pagas pelos novos financiamentos (+) Benefícios Fiscais decorrentes do pagamento de juros.000.3 m) LUCRO APÓS O IMPOSTO DE RENDA Deduz-se da LAIR o IR. . CÁLCULO DO FDA a) NOVOS FINANCIAMENTOS TOMADOS R$ 42.888.82 Ano 02 = R$ 16. 3. 2. CÁLCULO DO FCL a) DEPRECIAÇÃO Já calculada b) DISPÊNDIOS DE CAPITAL Não possui c) MUDANÇAS NO CAPITAL DE GIRO Ano 01 = 10% sobre a Receita Ano 03 = Retorno de todo o Capital de Giro d) FCL Adições da Depreciação e da Mudança Capital de Giro-Retorno com deduções dos Dispêndios de Capital e Mudança Capital de Giro-Aumentos sobre o Lucro após o Imposto de Renda.82 Ano 03 = R$ 16.

000.4 2.00 33.829. atualmente.720. as moedas se relacionam de acordo com este câmbio: R$3.    Projeta-se uma inflação anual de 7% e Espera-se que o real enfrente um ritmo de valorização diante do euro de 1% ao ano Que.000.00 Euros 40.00 Rentabilidade nominal Rentabilidade nominal anual Rentabilidade real anual Análise da aplicação em Reais ANO 0 Reais 120. Calcula-se o juro com a taxa de rentabilidade.3310 Análise da aplicação em Euros ANO 0 Reais 120.0303 Inflação Anual 7% 1.000. Como o Real valoriza-se divide-se a Taxa de Relação Cambial pelo índice de valorização para os 3 anos d) Conversão dos Euros em Reais após os 3 anos de aplicação.91 46.00 12.00.10% 10.1576 Rentabilidade em Reais 10% 1. Multiplica-se a nova Taxa de Relação Cambial pela quantidade de Euros após 3 anos.2250 Rentabilidade em Euros 5% 1.36% 3. Qual das aplicações é a mais rentável para um valor de R$ 120.00 para € 1.00 Rentabilidade nominal Rentabilidade nominal anual Rentabilidade real anual ANO 3 134. .00 Relação Cambial 3. Considera-se também que no Brasil. ANÁLISE DA APLICAÇÃO EM EUROS a) Conversão de Reais em Euros. b) Um depósito a prazo fixo em reais em um banco nacional que rende 10% ao ano.96% -2.84% ANO 3 159.000 com prazo para os próximos 3 anos: a) Um depósito a prazo fixo em um banco europeu que rende juros de 5% ao ano em euros correntes.305.0% 2. b) Rentabilidade em Euros.80% SOLUÇÃO 1. ANUAL 3 ANOS Valorização do Real 1% 1. (Tabela 1) c) Novo índice de conversão do Real em Euros.53 2.

00% d) Rentabilidade Real Anual Deduz-se a Taxa de Inflação Anual da Rentabilidade Nominal Anual. É o percentual de acréscimo no capital aplicado f) Rentabilidade Nominal Anual. Aplica-se a igualdade . a potência 3 representa os 3 anos. mantendo a igualdade. 2. √ √ √ g) Rentabilidade Real Anual Deduz-se a Taxa de Inflação Anual da Rentabilidade Nominal Anual. ANÁLISE DA APLICAÇÃO EM REAIS a) Rentabilidade em Reais. (Tabela 1) b) Rentabilidade Nominal dos 3 anos. c) Rentabilidade Nominal Anual Já dada no enunciado = 10. Para eliminar a potência aplica-se raiz cúbica nos dois termos. . Calcula-se o juro com a taxa de rentabilidade.5 e) Rentabilidade Nominal dos 3 anos.

00 30.063. Juros sobre o financiamento no ano 1º ANO Juros sobre o financiamento no ano 2º ANO Juros sobre o financiamento no ano 2º ANO Amortização do capital financiado .00 281.0% 20.063.00 215.000.00 22.34 35.00 147.350.00 .50 140.66 175.MOEDA ESTRANGEIRA PROVA 05 1.420.36 ANO 03 605.50 154.00 5% 30.00 1.00 421.31 215.000.15 12.44 358.000.00 280.00 141.026.00 27.075.08 140.00 66.131.063.000.Lucro antes do Imposto de Renda Imposto de Renda LUCRO APÓS O IMPOSTO DE RENDA Depreciação Dispêndios de capital (investimentos adicionais) Mudança no Capital de Giro .00 -420.00 1.000.000.04 172.00 140.000.0% ANO 01 500.076.000.17 -420.750.00 387.00 3.Retorno FLUXO DE CAIXA LIVRE .000.000.00 140. Determine o Fluxo de Caixa Líquido e o Fluxo dos Acionistas considerando os seguintes dados a seguir que referem-se ao investimento de uma nova linha de produção.65% 12% 140.925.0% 3.000.31 3 15.380.00 510.00 12.304.00 420.00 18.536.56 ANO 02 550.000.a.000.105.00 355.73 268.00 .50 72.967.600.Aumentos Mudança no Capital de Giro . Investimento Vida Útil sem valor residual no final dela Receita Operacional Taxa de aumento da receita anual PIS/Cofins ICMS CPV .082.000.00 164.317.000.44 600.00 .00 75.793.000.000.anos Capital de giro sobre a receita inicial .000.750.00 75.304.00 60.1º ano Alíquota IR DRE INVESTIMENTO Receitas PIS/Cofins ICMS Receita Operacional Líquida CPV .750.00 3 500.793.000.6 CORREÇÃO DA AVALIAÇÃO PARCIAL CUSTOS INDUSTRIAIS I FCL – FDA .00 140.66 587.000.19 43.Lucro antes dos Juros e Imposto de Renda Juros LAIR .FCL Novos Financiamentos tomados Prestações pagas pelos financiamentos Benefício fiscal decorrente dos pgtos dos Juros FDA ANO 00 .400.000.750.750.000.00 -420.000.00 138.000.Gastos Operacionais Lucro Operacional Bruto Outras Despesas Amortização de despesas pré-operacionais Depreciação JAJIR .105.00 140.390.000.000.00 316.000.00 10% 3.00 176.15 140.000.27 140.420.250.000.08 12.44 10.44 117.despesas Operacionais Taxa de aumento do CPV e Despesas operacionais Financiamento Valor das prestações pagas do financiamento Taxa de juros a.00 20.000.00 -420.000.00 463.00 176.46 375.00 -420.925.925.000.50 587.358.967.063.00 111.00 12.

000. CÁLCULO DA DRE n) Receita Ano 01 = 500.00 Ano 03 = 147.000.00 Ano 02 = R$ 1.00 Ano 02 = 3.00 o) PIS/Cofins Ano 01 = 3.00 Ano 02 = 12% da Receita de 550.7 4.350.00 Ano 03 = 3.00 q) RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Para cada ano deduz-se da Receita o PIS/Cofins e o ICMS (impostos diretos) r) DESPESAS/GASTOS OPERACIONAIS Ano 01 = 140.31 LAIR A LAJIR deduzida dos Juros y) IMPOSTO DE RENDA 20% sobre a LAIR .000.000. u) AMORTIZAÇÃO E DESPESAS PRÉ-OPERACIONAIS Não Possui v) AMORTIZAÇÃO w) LAJIR Deduz do Lucro Operacional Bruto as Outras Despesas.66 Ano 03 = R$ 587.65% da Receita de 550.000 + 10% = 605.000.00 s) LUCRO OPERACIONAL BRUTO Para cada ano deduz-se da Receita Operacional Líquida as Despesas/Gastos Operacionais t) OUTRAS DESPESAS Não possui.793.000.000 + 5% = 147.000. as Amortizações de despesas préoperacionais e as depreciações.000.00 Ano 02 = 500.00 p) ICMS Ano 01 = 12 % da Receita de 500.000 + 10% = 550.000 + 5% = 154.00 Ano 03 = 12% da Receita de 605.00 Ano 03 = 550.000.65% da Receita de 605.000. x) JUROS Ano 01 = R$ 3.00 Ano 02 = 140.65% da Receita de 500.000.000.

00 no ano zero.063.063.063.000. . 5. CÁLCULO DO FDA e) NOVOS FINANCIAMENTOS TOMADOS R$ 30. CÁLCULO DO FCL e) DEPRECIAÇÃO Já calculada f) DISPÊNDIOS DE CAPITAL Não possui g) MUDANÇAS NO CAPITAL DE GIRO Ano 01 = 15% sobre a Receita Ano 03 = Retorno de todo o Capital de Giro h) FCL Adições da Depreciação e da Mudança Capital de Giro-Retorno com deduções dos Dispêndios de Capital e Mudança Capital de Giro-Aumentos sobre o Lucro após o Imposto de Renda. 6.44 Ano 03 = R$ 12.44 g) BENEFÍCIO FISCAL DECORRENTE DOS PAGAMENTOS DE JUROS Incidência da alíquota do IR sobre os Juros pagos h) FDA FCL (+) Novos financiamento (-) Prestações pagas pelos novos financiamentos (+) Benefícios Fiscais decorrentes do pagamento de juros. f) PRESTAÇÕES PAGAS PELOS FINANCIAMENTOS Ano 01 = R$ 12.8 z) LUCRO APÓS O IMPOSTO DE RENDA Deduz-se da LAIR o IR.44 Ano 02 = R$ 12.

Multiplica-se a nova Taxa de Relação Cambial pela quantidade de Euros após 3 anos. Qual das aplicações é a mais rentável para um valor de R$ 90.00 Euros 30.1576 Inflação Anual 9% 1.00 Rentabilidade nominal Rentabilidade nominal anual Rentabilidade real anual Análise da aplicação em Reais ANO 0 Reais 90. as moedas se relacionam de acordo com este câmbio: R$3.9 2.07% ANO 3 126.000.47 36.000 com prazo para os próximos 3 anos: a) Um depósito a prazo fixo em um banco europeu que rende juros de 7% ao ano em euros correntes. (Tabela 1) c) Novo índice de conversão do Real em Euros. .632. atualmente.49% 12.81% 12.00.35% 3.751.75% SOLUÇÃO 3. b) Um depósito a prazo fixo em reais em um banco nacional que rende 12% ao ano.0% 2. ANÁLISE DA APLICAÇÃO EM EUROS a) Conversão de Reais em Euros.    Projeta-se uma inflação anual de 9% e Espera-se que o real enfrente um ritmo de desvalorização diante do euro de 5% ao ano Que.2250 Rentabilidade em Reais 12% 1. ANUAL 3 ANOS Desvalorização do Real 5% 1.00 Relação Cambial 3.00 para € 1.000.000. Considera-se também que no Brasil.4049 Análise da aplicação em Euros ANO 0 Reais 90. Calcula-se o juro com a taxa de rentabilidade.00 Rentabilidade nominal Rentabilidade nominal anual Rentabilidade real anual ANO 3 127. Como o Real desvaloriza-se multiplica-se a Taxa de Relação Cambial pelo índice de valorização para os 3 anos d) Conversão dos Euros em Reais após os 3 anos de aplicação.64 3.443.29 41.52 40. b) Rentabilidade em Euros.2950 Rentabilidade em Euros 7% 1.

4. . (Tabela 1) b) Rentabilidade Nominal dos 3 anos. ANÁLISE DA APLICAÇÃO EM REAIS a) Rentabilidade em Reais. É o percentual de acréscimo no capital aplicado f) Rentabilidade Nominal Anual.10 e) Rentabilidade Nominal dos 3 anos. Para eliminar a potência aplica-se raiz cúbica nos dois termos. √ √ √ g) Rentabilidade Real Anual Deduz-se a Taxa de Inflação Anual da Rentabilidade Nominal Anual. c) Rentabilidade Nominal Anual Já dada no enunciado = 12. Calcula-se o juro com a taxa de rentabilidade. Aplica-se a igualdade . mantendo a igualdade.00% e) Rentabilidade Real Anual Deduz-se a Taxa de Inflação Anual da Rentabilidade Nominal Anual. a potência 3 representa os 3 anos.