You are on page 1of 61

ESPÍRITO, PERISPÍRITO E ALMA

Modelo Geométrico do Espírito

Hernani Guimarães Andrade

Para que o Modelo do Espírito possa ser explicado, são necessárias considerações preliminares sobre a natureza do espírito e sua interação com a matéria, cujos efeitos refletem no meio biológico.

Considerações preliminares:
• Bactérias • Células

• Tecidos
• Órgãos

2004 .Como se comunicariam as bactérias no “Quorum Sensing”? “A Intrigante Comunicação das Bactérias” HOLLOWAY.

cérebro.. “Clonagem Humana: Conhecer Para Opinar” USP . etc. concedido pela Unesco e L'Oréal a 5 cientistas em todo o mundo. começam a se diferenciar nos vários tecidos que vão compor o organismo: sangue. ZATZ..“A partir de um determinado momento.”. músculos. Laureada em 2001 com o prêmio Women in Science.Instituto de Biociências. que ainda são todas iguais. ossos. fígado..“O que preside a diferenciação celular?” . essas células somáticas. 2001 . Os genes que controlam essa diferenciação e o processo pelo qual ela ocorre ainda são um mistério..

O que moldaria a forma dos Tecidos e Órgãos? .

upmc.“First randomized trial of adult stem cell injections in heart failure patients shows treatment’s benefit” Células-tronco injetadas no coração se diferenciam em células de vasos e músculos. Findings presented by University of Pittsburgh researcher at American Association for Thoracic Surgery Annual Meeting http://newsbureau.htm .com/TX/PatelStemCellStudy.

Seriam os seres vivos moldados por campos eletrodinâmicos? .

” “Missionários da Luz”. XAVIER.a glândula pineal conserva ascendência em todo o sistema endocrínico. comanda as forças subconscientes sob a determinação direta da vontade. p. 1945 . Ligada à mente. 21.prosseguiu ele .O Campo Vital de André Luiz (autor espiritual) “Segregando delicadas energias psíquicas . que a Ciência comum ainda não pode identificar. através de princípios eletromagnéticos do campo vital.

1957 .O Campo Vital em Pesquisa Científica Jacques Bergier e Paul Weiss preconizaram a descoberta de um campo organizador e anunciaram. que foram capazes de reconstituir uma pena de ave a partir de células embrionárias. BERGIER. em um congresso sobre a organização biomolecular.

um campo vital: • Um campo cuja característica seja a de organizar a matéria e a energia. 1957 .” BERGIER.“Será que entre esses campos de força não existe um campo vital?” Bergier chegou até a levantar a hipótese de que poderia existir entre os campos de força da Física. • Um campo que seja responsável pela organização no interior do organismo vivo. • Um campo que possa ainda se prolongar além do organismo vivo.

. durante quarenta anos pesquisou campos eletrodinâmicos da vida. Ph. ANDRADE..Os Campos Eletrodinâmicos da Vida Harold Saxton Burr. D.Escola de Medicina de Yale. Prof.. 2001 . Emérito da cadeira de Anatomia .

BURR... sementes. S. desde as bactérias. explicando o método de medir os campos elétricos. Burr publicou em um livro suas pesquisas: “Blueprint for Immortality”. 1972 . por ele previstos e encontrados em todos os seres vivos. vegetais.em 1972. H. ovos. animais e até em seres humanos.Os Campos Eletrodinâmicos da Vida .

S. • Semelhantes campos acham-se também presentes no interior dos organismos vivos e/ou frações destacadas dos mesmos.• As experiências de H. 1972 . Burr mostraram que pode-se registrar campos eletrodinâmicos ao redor de todos os seres vivos. como células. BURR. • São os “campos vitais” que parecem estar implicados no crescimento. organização e desenvolvimento dos seres vivos. pedaços de nervos etc.

culturas de bactérias e de tecidos e o resultado numérico experimental das alterações provocadas no CBM far-se-ia por meio da quantificação do estímulo e/ou inibição do número e tamanho das culturas. GOMES. 2000 . mediante comparação com padrões prefixados. Para identificar e quantificar este campo (CBM).Hernani Guimarães Andrade identificou um campo que liga o Espírito à matéria ao qual denominou “Campo Biomagnético” (CBM). seriam submetidas à sua ação.

Espírito: Individualidade capaz de animar o ser vivo e promover a evolução biológica Corpo: Físico (encarnado – matéria densa) ou Espiritual (desencarnado – matéria sutil) Perispírito: Elemento de ligação semimaterial entre o Espírito e o corpo e que serve ainda como envoltório do mesmo Alma: Elemento de ligação puramente magnético entre as partes do SER formado por linhas de força do Campo Biomagnético ANDRADE. 2002 .

Considerações preliminares: • Natureza do Espírito quanto à substância .

” • Os materialistas negam a existência do Espírito e explicam: “A mente é um epifenômeno da matéria.Qual seria a substância que constitui o Espírito? • Aristóteles (384-322 a.) citando Demócrito sobre a Alma: “A alma se constitui de átomos esféricos. .C.” • Mentores Espirituais em resposta à Allan Kardec: Os Espíritos são feitos de matéria quintessenciada.

pergunta 82: “Será certo dizer-se que os Espíritos são imateriais?” KARDEC.Livro dos Espíritos. 1995 .

É a matéria quintessenciada. o Espírito há de ser alguma coisa. ou por um esforço da imaginação. Não os podemos definir senão por meio de comparações sempre imperfeitas.” “…Nós outros somos verdadeiros cegos com relação à essência dos seres sobre-humanos. mas sem analogia para vós outros. e tão etérea que escapa inteiramente ao alcance dos vossos sentidos.” KARDEC. 1995 . quando faltam termos de comparação e com uma linguagem deficiente? Pode um cego de nascença definir a luz? Imaterial não é bem o termo. incorpóreo seria mais exato. sendo uma criação.“Como se pode definir uma coisa. pois deves compreender que.

43. unifica a matéria física à matéria espiritual e denomina a última de matéria mental: “Assim considerando.” “Mecanismos da Mediunidade” p. 1960 . demonstrando a divina unidade de plano do Universo. XAVIER. na esfera física. obedece a princípios idênticos àqueles que regem as associações atômicas. embora em aspectos fundamentalmente diversos.A Entidade Espiritual André Luiz. a matéria mental.

Como compreender o Espírito. suas interações Psíquicas e Biológicas? Elaborando geometricamente um modelo que o represente. .

.O mapa não é o território! É um modelo que explica o território e pode ter os detalhes que a observação permitir.

O mapa não é o território! O átomo físico não pode ser observado diretamente. . Assim também foi feito com o Espírito. Para estudá-lo foram feitos modelos que explicam a sua geometria e os fenômenos correlatos.

ANDRADE. criou-se um modelo. 2001 . células e até das macromoléculas que constituem o nosso soma e dos demais seres vivos. dos órgãos. a forma espacial do corpo físico. 2002. são: TETRADIMENSIONAIS. 2003.Para explicar o psiquismo. que na sua totalidade e nas suas partes principais.

2000 .Como seria a geometria de um objeto Tetradimensional? • Um Quadrado é Bidimensional • Um Cubo é Tridimensional • Um Hipercubo é Tetradimensional KAKU.

Dinâmica 0 Geometria Multidimensional .

“O Retrato de Dora Maar” Picasso “Christus Hypercubus” Salvador Dalí .

Modelo Geométrico do Espírito Idealizado por Hernani Guimarães Andrade ANDRADE. 2002 .

Modelo do Espírito Cúpula Corpo Astral Corpo Físico Corpo Vital MOB .

Corpo Astral Corpo Físico Corpo Vital .

Dinâmica 1 Modelo em Movimento .

do “Livro: Espírito. Perispírito e Alma” .Fig 6.

.

Dinâmica 2 Alma da Personalidade .

Fig 7. Perispírito e Alma” . do “Livro: Espírito.

.

Dinâmica 3 Outras Aplicações do Modelo .

Detalhamentos do Campo Biomagnético

... O Campo Biomagnético (CBM) que “circuita” o Espírito, é tetradimensional, e tem a função de ligar estruturalmente o Espírito 4D ao corpo físico 3D. Pelas linhas de força trafegam também as informações que conectam os pensamentos, originados no Espírito, com as atividades motoras e sensoriais promovidas pela contraparte neurológica do Ser. O substrato para a informação que o Espírito contém é a matéria psi (quintessenciada). Cabe às linhas de força do CBM, com propriedades vetoriais de um campo magnético convencional, moldar as formas 3D além da possibilidade de ativar/desativar genes.

Detalhamentos do Campo Biomagnético

• CBM Integral

C.M. Perispírito e Alma” . 9 do Livro: “Espírito. Fig.

Fig. Perispírito e Alma” .C.B.M. 10 do Livro: “Espírito.

Dinâmica 4 Alma da Individualidade e Cores da Aura .

Detalhamentos do Campo Biomagnético • Espraiamento do CBM .

11 do Livro: “Espírito.Fig. Perispírito e Alma” .

Perispírito e Alma”. Ed. Didier .Fig. 12 do Livro: “Espírito.

Dinâmica 5 Espraiamento do CBM .

.

.

Dinâmica 6 Disjunções da Cúpula: Telepatia .

Dinâmica 7 Disjunções da Cúpula e Incorporação Mediúnica .

Modelo em Camadas Rígidas • Reencarnação .

uma personalidade T0 .Modelo em Camadas Rígidas T Cada camada representa uma reencarnação do Espírito. portanto.

Dinâmica 8 Reencarnação e Regressão a Vidas Passadas .

KARDEC. BENTHOV. FRANCO. 2000. 1995 .1998. 1995.Encarnação Atual Encarnação Tempo médio: T Hoje Pré-história 70 Anos Mineral T0 Vegetal Intermissão Tempo médio Animal Hominal 250 Anos DENIS.

Dinâmica 9 Evolução dos Seres .

O que mais Importa? O corpo que é perecível? Ou o Espírito Imortal? Existiria Vida depois da Vida? .

poderemos concluir. adquire a consciência e se liga ao Transcendente Maior que o promove a co-partícipe da criação. que um sonho da Filosofia poderia chamar de Amor! ANDRADE. pois a existência é um continuar constante de aprendizagem. 1999 . no contínuo do viver e neste processo interativo. O traje carnal de hoje é mais um. na sintonia perene. Busca sempre. entrando pela porta do biológico no ser primitivo unicelular e que segue para a perfeição. entre muitos vestidos pelo espírito. que caminha do mineral.Há vida depois da vida.

do Destino e da Dor..G. 2001. 1957. BERGIER. J. BURR. ANDRADE. H. 1999. São Paulo: F. H. 1972.G. Votuporanga: Didier.G. Morte. Votuporanga: Didier. Perispírito e Alma. BENTOV. H. Londres: Neville Spearman.E.G.S. DÉNIS. Blueprint for Immortality. Votuporanga: Didier. Espírito. Mystères de la Vie. H. . Rio de Janeiro: FEB. 2001.G. H. H. Morte. Apud ANDRADE. O Problema do Ser. 2000. Renascimento. PSI Quântico. 2001. São Paulo: Pensamento. À Espreita Do Pêndulo Cósmico. Votuporanga: Didier. I. 2002. ANDRADE. Apud ANDRADE. PSI Quântico. 2003. H. 1995. ANDRADE. Paris: Le Centurion.Bibliografia ANDRADE. L. PSI Quântico. Uma Luz no Fim do Túnel.G. Evolução. São Paulo: Cultrix/Pensamento.

XAVIER. Rio de Janeiro: FEB. F.C. No 73.R. . São Paulo: Duetto. 1959.. A. F.Bibliografia FRANCO.. W. 1960. março/2002. Sendas Luminosas. 1995. XAVIER.C.S. M. F. Rio de Janeiro: FEB. S. Evolução em Dois Mundos.. Rio de Janeiro: ROCCO. KAKU. 1998. Scientific American Brasil. Pesquisa Laboratorial do Hipotético Campo Morfogenético. D. Missionários da Luz. M. GOMES. PESQUISA FAPESP. M. VIEIRA. W. Saúde e Espiritismo. HOLLOWAY. 2000. In: NOBRE. VIEIRA. M.M. 2000.Votuporanga: Didier. abril/2004.P. São Paulo: F. São Paulo: FAPESP. 1945. A Intrigante Comunicação das Bactérias. Clonagem Humana: Conhecer Para Opinar. O Livro dos Espíritos. ZATZ. Rio de Janeiro: FEB. XAVIER. KARDEC.C. Nº 23. Hiperespaço.E.M. Rio de Janeiro: FEB. Mecanismos da Mediunidade.