You are on page 1of 4

BATALHA ESPIRITUAL - CONHECENDO NOSSOS ADVERSÁRIOS Muitos fracassam na guerra espiritual por desconhecer nossos aliados espirituais, nossas

armas de guerra e também nossos adversários. Entenda um pouco sobre nossos inimigos neste material! Há uma diferença entre batalha e guerra. A batalha é um combate com um propósito espec fico, em um per odo ou época. A guerra é um con!unto de batalhas, com o propósito de tomada de naç"es, continentes, estados. #o mundo espiritual, entendemos $ue a guerra e%iste desde a fundaç&o do mundo, e acabará no final dos tempos, $uando 'atanás for totalmente aprisionado, com todos os seus dem(nios. En$uanto isso se levanta batalhas espirituais, em todo o tempo. )s personagens deste cenário s&o* + Eu e voc, + An!os e dem(nios + -eus, pois é onipresente e onisciente + 'atanás A . blia 'agrada nos revela algumas observaç"es importantes acerca de batalhas espirituais. )bserve* + .atalha Espiritual é -eus derrotando 'atanás com o sopro da sua boca /00 1s 2.34 + .atalha Espiritual é a luta entre a carne e o esp rito /5m 3.64 + .atalha Espiritual é a luta entre an!os e dem(nios /Ap 72.84 + .atalha Espiritual é pela fé, vencer as afliç"es do mundo /9o 7:.;;4 + .atalha Espiritual é livrar almas da morte /<v 2=.774 Muitos crentes assumem o ministério de .atalha Espiritual como se fosse uma responsabilidade dele mesmo. #&o é, somos apenas instrumentos nas m&os de -eus. A .atalha é do 'enhor. ) motivo de crentes desistirem do ministério, ou fracassarem na fé, é !ustamente por isso. Eles $uerem ver resultados imediatos, e $uerem fa>er de seu !eito. 'omos guerreiros, soldados, e devemos estar sob a direç&o do ?rande ?eneral de ?uerra, para $ue possamos ter grandes vitórias. E finalmente di>er como <aulo* @Aombati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.B /00 1m =.84 Medite nestes vers culos, e entenda $ue a .atalha pertence ao 'enhor* + ?n ;.76 + E% 76.; + E% 7=.7= + 0s =7.7CD7; #&o e%iste luta entre -eus e o diabo Ema ve> li uma coluna do !ornal, escrita por um bru%o reconhecido mundialmente como escritor, autor de diversos @bestDsellersB. #esta coluna ele e%p(s o seguinte pensamento* @) mundo é um grande tabuleiro, e e%iste uma luta entre as pedras brancas e as pedras negras. Aabe a voc, escolher de $ue lado $uer lutarB. #este pensamento, o autor fa>ia alus&o F chamada @eterna luta entre -eus e o diaboG a luta entre o bem e o malB. ) pensamento é até bonito, interessante, mas é uma meia verdade de 'atanás, $ue tem confundido diversas pessoas. Muitos crentes, e até pastores, assumem esta vis&o em relaç&o F batalha espiritual, porém eu te digo* #H) EI0'1E JE1A E#15E -EE' E ) -0A.). Em minhas radicais palavras, posso lhe di>er $ue 'atanás @bate contin,nciasB na presença de -eus. 1udo o $ue ocorre no mundo espiritual está debai%o da soberania de -eus, e o próprio 'atanás depende da autori>aç&o de -eus para fa>er seus atos malignos. @)ra, chegado o dia em $ue os filhos de -eus vieram apresentarDse perante o 'enhor, veio também 'atanás entre eles. ) 'enhor perguntou a 'atanás* -onde vensK E 'atanás respondeu ao 'enhor, di>endo* -e rodear a terra, e de passear por ela.B /9ó 7.:,84

A igre!a representa a noiva de Aristo.ncia ainda maior do $ue a e%istenteK 'atanás também é criatura. se gorda ou magraG se nela há árvores. mesmo assim -eus ordena $ue se enviem espias para reconhecer a terra. acha $ue n&o haveria uma viol. e usa de astutas ciladas. estamos em batalha. <ortanto eles sabem $ue podem afetar diretamente ao 'enhor.0magine o caos $ue seria este planeta. Qi$ue alerta. na terra prometida.. e penetrai nas montanhasG e vede a terra. En$uanto isso o diabo nos ataca. o dia do casamento. $ue está temporariamente na terra. -eus sabia e%atamente o $ue esperava pelo povo. ent&o por$ue precisamos batalharK Ent&o de $uem é a lutaK Eis uma boa pergunta. se arraiais ou fortale>asG e $ue tal é a terra. a estaç&o era a das uvas tempor&s. acha $ue os avi"es se manteriam no arK Loc. e seu poder é limitado diante de -eus. 'atanás é astuto. REnviouDos. . se é forte ou fraco. o povo precisou reconhecer e%atamente $uais seriam os tipos de ameaçar $ue deveriam enfrentar* + Sual a $ualidade da terra a ser tomada /$ue tal é4 + Sual o povo $ue habitava na terra e suas caracter sticas como guerreiros /se eram fortes ou fracos4 + A $uantidade /pouco ou muito4 + A $ualidade da terra de habitaç&o do adversário + 'e os adversários habitavam em arraiais ou em fortale>as + 'e a terra é fértil ou n&o /'e há árvores ou n&o4 ) reconhecimento antes da batalha é uma prática e%tremamente necessária e essencial. o próprio 'enhor garantiria o povo.724 <aulo di> $ue a luta espiritual é contra nós.24. Muitos crentes est&o entrando em batalhas espirituais sem conhecer seus inimigos e suas armas. ou até nos matar. Moisés a espiar* a terra de Aana&. pois. contra as hostes espirituais da ini$Pidade nas regi"es celestes. pois o 'enhor tem poder para destru Dlos com o sopro de sua boca /00 1s 2. 5epito* n&o e%iste luta entre -eus e o diabo. por orientaç&o do 'enhor /#m . e como bons soldados precisamos estar preparados. se boa ou máG $ue tais s&o as cidades em $ue habita. sendo preparada pelo Esp rito 'anto para o grande encontro. e tomai do fruto da terra. se 'atanás fi>esse tudo o $ue ele $uisesse. porém para a grande con$uista era necessário também uma grande luta. $uando agridem sua noiva. povos bárbaros. 'e -eus n&o luta contra o -iabo. devidamente treinados.R /#m 7. se pouco ou muitoG $ue tal é a terra em $ue habita. 'atanás e seus dem(nios sabem $ue n&o podem lutar contra -eus. o somos. o diabo anda ao derredor. mas sim contra os principados. e disseDlhes* 'ubi por a$ui para o #egebe. por$ue vivemos em batalhaK <or$ue o povo de -eus vive em guerra espiritualK Muitas perguntas. <ara entrar em batalha.34. Haviam pela frente muitos gigantes.B /Ef :. Loc. <ara ele este casamento n&o pode acontecer. <orém. $ue tal éG e o povo $ue nela habita. buscando $uem possa tragar. pois a guerra era de -eus. $uer nos fa>er desistir.78D2C4 -o>e espias foram enviados por Moisés para reconhecer a terra. ou n&oG e esforçaiDvos.. )ra. para uma Mnica resposta* A JE1A N E#15E ) H)MEM E 'A1A#O'. Conhecendo nossos inimigos ) Antigo 1estamento relata grandes batalhas e !ornadas do povo de 0srael. 'im. @<ois a nossa luta n&o é contra carne e sangue. contra as potestades. 1odos estes relatos tra>emDnos profundos ensinamentos $ue devem ser e%ecutados em batalha espiritual. ) povo n&o deveria temer. conta os pr ncipes do mundo destas trevas. Ele é t&o pe$ueno para -eus assim como eu e voc.

. Aomo di>ia o cantor 5aul 'ei%as* @o diabo nasceu há 7C. geografia. arrancandoDa. contou a sua esposa o ocorrido. N bem verdade $ue muitos l deres n&o ensinam a igre!a sobre este importante assunto. $ue soube aproveitar as falhas dessas pessoas. Ent&o o dem(nio disse* D Loc. pode imaginar. e -eus te usará como um soldado classificado para esta batalha. nos tornaremos alvos fáceis para os dardos inflamados do maligno. sabem tudo sobre voc. Aonheça também sobre ele.mula e disse* EE #H) -0''E SEE 1E <E?A50A!B C"so (' @Aerta ve>. o pecado abre esta oportunidade. esse pastor estava voltando de uma cidade onde havia ministrado a <alavra de -eus onde muitas pessoas haviam sido tocadas pelo 'enhor. acendeuDse a ira da esposa. em uma igre!a. Eu diria $ue eles s&o especialistas em antropologia. é um adMltero! Estava com uma prostituta ontem. sabe @todos pecaramB. Suais s&o seus @poderesB. Em determinado momento. n&o subestime. )s dem(nios s&o especialistas em tudo o $ue voc. crendo na sua inefici. esperando uma oportunidade para tragarDnos. devido a unç&o $ue -eus colocar sobre sua vida. ao bei!ar a !ovem. psicologia. ele n&o tem tempo para acabar com sua vida e ministério. sob o argumento $ue @n&o perdem tempo falando do diaboB. ela mordeu metade de sua l ngua. ) dem(nio ficou muito irritado pelo sucesso do pastor e fe> com $ue seu carro @apagasseB no meio da estrada. Em certo dia. #o mesmo instante. deu brecha. ao e%pulsar um dem(nio. conversa vaiG conversa vemG $uando se viu estavam entrelaçados em um hotel. A $uest&o n&o é essa. 5ealmente no dia anterior. armadilhas. e como voc. e ficou tentando solucionar o problema com suas próprias m&os. e $ue s&o submissos F autoridade do nome de 9esus. um do motivo de grande desgraça aos norteDamericanos foi subestimar os vietnamitas. eu ainda te pego. os soldados vietnamitas usaram de inteligentes estratégias /astutas ciladas4.. aceitandoDo como 'alvador de suas almas. 5esultado* o pastor foi afastado da igre!a. etc. por$ue realmente era a$uilo $ue ela pensava /por$ue o inimigo havia implantado esse pensamento na sua mente4. Fs de> da noite e mentiu pra sua mulher $ue o carro tinha $uebrado. ou $ue @o diabo n&o deve aparecerB. pastor.ncia por seu humilde armamento. conseguiram durante muito tempo resistir aos ata$ues de seus opressores. 1udo por causa de um dem(nio de terceira categoria.. seus métodos. o $ue faria o carro pegar imediatamente. história. Ahegando em casa uma hora depois do horário previsto. E saiu. #a segunda guerra mundial. $uando ele ia voltando para sua casa. #osso inimigo n&o tem pressa.CCC anos atrásB. sem vigiar. 'e n&o conhecermos nosso inimigo. Entenda $ue ele anda ao nosso derredor. ) ministro distraiu. porém esperto. e até onde vai sua força. sociologia. Loc. Eles podem até correr $uando olham para voc. permitiu $ue o dem(nio falasse. Mesmo sem um bom arsenal.B 'atanás e os dem(nios s&o nossos piores inimigos. Suando o dem(nio falou a$uilo no culto. #a maioria das ve>es. Não su es!ime seu "d#e$s%$io Em dos grandes ensinamentos $ue $ual$uer militar aprende é* #&o subestime o inimigo.. e uma !ovem o pediu informaç"es. -ei%eDme contar dois fatos. ) pastor. pode crer $ue eles s&o fracos. ela olhou para ele com vo> tr. Meses depois.-evemos conhecer sobre o nosso inimigo. 'abem tudo sobre o homem. Estudar sobre sua nature>a. este ministro estava na rua. a sua esposa pediu o divórcio. Fs 22*CCh. e se escondendo por tMneis e buracos. ficou irritado e es$ueceu de orar repreendendo a aç&o de 'atanás sobre a sua vida. Eles acompanham o homem há centenas de geraç"es. ver dicos* C"so &' @Em certo ministro de libertaç&o era usado com grande poder e autoridade na batalha espiritual. um pastor. . mas n&o distraia. o inimigo olhou para ele e disse* me aguarde.. durante uma libertaç&o.

pode ad$uiriDlos ou convidar o <r. e manterDnos vigilantes. 5icardo 5ibeiro para estar ministrando sobre o assunto em sua igre!a. Loc. Este estudo foi retirado da Apostila de .<ara trabalhar em libertaç&o. atentos.com.atalha Espiritual # vel 2 D Este e outros eDbooTs do Ministério 0nternacional de Jibertaç&o est&o dispon veis no site UUU. .br. precisamos saber $ue estamos envolvidos com uma grande responsabilidade. para $ue n&o caiamos em ciladas do maligno.atosdois.