You are on page 1of 1

A Sociedade Líquida

A sociedade vive tempos de liquidez. Esta ultima palavra foi usada como metáfora para caracterizar o estado da sociedade moderna, uma vez que, assim como os líquidos, não tem forma definida. Os costumes, crenças, convicções e ideias mudam constantemente antes mesmo que possamos solidificá-las em hábitos e verdades. Tempos atrás, as pessoas se especializavam em algo e era daquilo que ele iria ganhar a vida até sua aposentadoria. Hoje, a sociedade líquida não te permite mais este luxo. As pessoas se veem obrigadas a buscar cada vez mais conhecimento, mais desenvolvimento e a estar sempre por dentro de tudo o que acontece ou pode vir a acontecer. Mas isto não garante sua permanência no mesmo emprego por anos e anos como era de costume, e justamente por não saber se irá durar naquela empresa é que ele deve sempre buscar se manter atualizado, sendo um profissional competitivo. As relações amorosas também estão se tornando cada vez mais líquidas, visto que as pessoas, apesar de saberem que precisam umas das outras, sentem medo de se entregar ao amor e se ver dependente daquele de modo a não conseguir se conduzir sozinho. São tempos de relações paradoxais. Precisamos das pessoas, mas queremos ser capazes de conduzir nossas vidas de maneira individual; vínculos são estabelecidos e desfeitos rapidamente. Vivemos num tempo marcado pela flexibilidade, o que
provoca fragilidade em nossas relações sobre as coisas ou pessoas.

Referencias bibliográficas

Blog do Gutemberg Disponível em: http://blogdogutemberg.blogspot.com.br/2008/10/vivemos-numasociedade-lquida.html Acesso em 24/05/2012.