11/11/2013

HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA ESTRANGEIRA

- SOBERANIA - A função de dizer o Direito é do Poder Judiciário Brasileiro. Decisões proferidas pelo Poder Judiciário de outros países precisam ser 'ratificadas' para que possam ser executadas no Brasil.

- “O processo de homologação de sentença estrangeira visa aferir a possibilidade de decisões estrangeiras produzirem efeitos dentro da ordem jurídica nacional” (MARINONI, Luiz Guilherme)

AMPARO JURÍDICO Art. 105, CF: Compete ao Superior Tribunal de Justiça: I - processar e julgar, originariamente: [...] i) a homologação de sentenças estrangeiras e a concessão de exequatur às cartas rogatórias.

Art.483, CPC: A sentença proferida por tribunal estrangeiro não terá eficácia no Brasil senão depois de homologada pelo Supremo Tribunal Federal. Parágrafo único. A homologação obedecerá ao que dispuser o Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal.

- Competência do STJ por força da EC 45/04. - Regulamentada pela Resolução n. 9/2005 do STJ. Após homologada, se for necessária a execução, esta é de competência da Justiça Federal de 1ª instância.

1