You are on page 1of 10

1.

Leia o texto abaixo e responda as questões abaixo:

a) Esse texto é um poema? Explique sua resposta.


_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
b) Se o texto acima for um poema, diga quantos versos e quantas estrofes ele possui?
Se o texto não for um poema, quantos parágrafos ele tem?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
c) Interprete esse trecho do texto: “[as sete notas] fazem estradas e caminhos, / e
nos levam pelos ares, pelo chão.”
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
d) As notas de uma caixinha de música levam você também ao moinho do tempo? Por
quê?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
2. Observe e compare as palavras caixinha e galáxias.
a) A letra x, empregada nas duas palavras, representa o mesmo fonema? Justifique
sua resposta?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

b) Em qual das duas palavras há dígrafo? Identifique-o.

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 1 de 10


_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
c) Em que outras palavras do poema ocorre o mesmo dígrafo?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
d) Quantas letras e fonemas há nas palavras caixinha e galáxias?
______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
3. Nas palavras infinito, juntas e anjos há dígrafos vocálicos (in, um e an,
respectivamente), ou seja, a letra n não corresponde a um fonema; seu
papel é apenas indicar que a vogal que ela acompanha é nasal.

a) Das palavras a seguir, indique aquelas em que há dígrafos vocálicos.


• Com • Grãos
• Caminhos • Tempo
b) Quantos fonemas há em cada um dessas palavras indicadas na questão
anterior?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

4. Leia esta tira e responda:

Para que o leitor entenda o humor da tira, é necessário que ele tenha um mínimo de
conhecimento sobre a língua portuguesa.
a) A afirmação da letra f sobre as letras q e u é verdadeira? Por quê?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
b) A letra u sempre é pronunciada quando acompanha a letra q? Justifique
sua resposta com um exemplo.
Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 2 de 10
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
5. Leia o texto abaixo e complete os espaços com as palavras do quadro
abaixo.
Atenção: Você deve dividir a palavra que você usar para preencher o espaço em
branco, como se a linha tivesse acabado, sabe? É por isso que todas as linhas estão
dividas nas linhas!

Cresce – alguém – melhor – diferente – nasce –


também – banho – acompanha – milho –
professores – própria
Brincando e Aprendendo
Quem nasce e ____
____ numa aldeia indígena tem uma vida
______
___ das outras crianças. Mas eles _____
____ se divertem e aprendem muito.
0 dia começa cedo e quando o sol
_____
____ todo mundo vai tomar ___
_____ no rio.
Depois, é hora do café da manhã. Cada
povo alimentação, mas quase todos
adoram pratos feitos com ____
____, banana, mandioca e peixe.
Durante o dia a garotada brinca e _________
_______ os pais em suas tarefas. Observando os mais velhos, as crianças descobrem as
coisas que vão fazer quando crescer.
Além disso, muitas vão para a escola, que pode ser Quer saber mais sobre
na _____ os índios?
____ aldeia ou não. Alguns povos, como os mundurukus,
do Pará, Consulte os sites:
e o guaranis, de São Paulo, têm ________ •
______ índios para ensinar o idioma e os costumes de sua www.museudoindio.org.b
gente. r
Entre escola, banhos no rio e brincadeiras, a ______
______ parte de ser uma criança indígena é que raramente ___
Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 3 de 10
_____ leva bronca. Para os índios, os pequenos estão sempre apren-
dendo e, por isso, podem fazer quase tudo.
Que sorte, hein?
Quando escrevemos um texto, é comum algumas palavras não caberem inteiras no
espaço disponível na largura da folha. Quando isso acontece, é preciso separar as
palavras em sílabas, fazendo como você fez ao completar o texto "Brincando e
aprendendo".

Ao dividir uma palavra em sílabas, devemos nos lembrar das situações em que pode e
em que não pode ocorrer separação.
Separam-se: Nunca se separam:
• os hiatos: a- tu – al – mente, sa – ú - • os ditongos e os tritongos: rei – no, U
de – ru – guai
• os dígrafos: rr, ss, sc, sç, xc e os • os dígrafos lh, nh, ch, qu, gu: La –
encontros consonantais cc e cç. dri – lho, ca – ri – nho, cha – ve, qui –
Car-ro; des-ceu, ex-ces-so, suc-ção, lô – me – tro, man – guei – ra
pes-soas, flo-res-ça, oc-ci-pi-tal • os encontros consonantais
• as consoantes não seguidas de constituídos de consoante + r e
vogal: op-ção pig-meu consoante + l: pro – du – zi – do,
com – ple - to

6. Em alguns dos grupos de palavras abaixo, duas delas apresentam divisão


silábica inadequada. Quais são esses grupos? Separe corretamente, nas
linhas abaixo, as sílabas em que há erro na divisão silábica.
a) sa-guão, ra-i-nha, a-plau-so, af-ta, ra-í-zes
b) u-suá-rio, subs-ti-tu-ir, ex-ce-ssi-vo, so-li-dá-rio
c) se-is-cen-tos, pneu, ba-ú, na-sci-men-to
d) ál-co-ol, rit-mo, psi-co-lo-gi-a, co-or-de-na-ção
e) sub-lo-car, ex-tra-or-di-ná-ri-o, ex-cur-são, qu-ais-quer
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
Leia o texto abaixo e responda as questões abaixo:
A formiga e a neve

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 4 de 10


Uma vez uma formiga, que andava pelos campos, ficou com as perninhas presas na
neve.
— Ó neve valente que meus pés prende! — exclamou a formiga, e a neve respondeu:
— Sou valente mas o sol me derrete. A formiga voltou-se para o sol:
— Ó sol valente que derrete a neve que meus pés prende! — e o sol respondeu:
— Sou valente mas a nuvem me esconde.
A formiga voltou-se para a nuvem:
— Ó nuvem valente que esconde o sol que derrete a neve que meus pés prende! — e a
nuvem respondeu:
— Sou valente mas o vento me desmancha.
A formiga voltou-se para o vento:
— Ó vento valente que desmancha a nuvem que esconde o sol que derrete a neve que
meus pés prende! — e o vento respondeu:
— Sou valente mas a parede me pára. A formiga voltou-se para a parede:
— Ó parede valente que pára o vento que desmancha a nuvem que esconde o sol que
derrete a neve que meus pés prende! — e a parede respondeu:
— Sou valente mas o rato me fura. A formiga voltou-se para o rato:
— Ó rato valente que fura a parede que pára o vento que desmancha a nuvem que
esconde o sol que derrete a neve que meus pés prende! — e o rato respondeu :
— Sou valente mas o gato me come. A formiga voltou-se para o gato:
— Ó gato valente que come o rato que fura a parede que pára o vento que desmancha a
nuvem que esconde o sol que derrete a neve que meus pés prende! — e o gato respondeu:
— Sou valente mas o cachorro me pega.
A formiga voltou-se para o cachorro:
— Ó cachorro valente que pega o gato que come o rato que fura a parede que pára o
vento que desmancha a nuvem que esconde o sol que derrete a neve que meus pés prende!
— e o cachorro respondeu :
— Sou valente mas a onça me devora. A formiga voltou-se para a onça:
— Ó onça valente que devora o cachorro que pega o gato que come o rato que fura a
parede que pára o vento que desmancha a nuvem que esconde o sol que derrete a neve que
meus pés prende! — e a onça respondeu:
— Sou valente mas o homem me caça. A formiga voltou-se para o homem:
— Ó homem valente que caça a onça que devora o cachorro que pega o gato que come
o rato que fura a parede que pára o vento que desmancha a nuvem que esconde o sol que
derrete a neve que meus pés prende! — e o homem respondeu:
— Sou valente mas Deus pode comigo. A formiga voltou-se para Deus:
— Ó Deus valente que pode com o homem que caça a onça que devora o cachorro que
pega o gato que come o rato que fura a parede que pára o vento que desmancha a nuvem
que esconde o sol que derrete a neve que meus pés prende!
Deus respondeu:
— Formiguinha, acaba com essa história e vai furtar.
É por isso que a formiga vive sempre na maior atividade, furtando, furtando.

— Ora até que enfim ouvi uma história que merece grau dez! — gritou Emília. — Está muito bem
arranjada, e sem rei dentro, nem príncipes, nem olho furado, nem burro bravo. Ótima! Meus parabéns a tia Nastácia.
— Também gostei bastante — disse Narizinho. — Só que não concordo com o fim. A formiga não furta. As
coisas que há no mundo são tão dela como nossas e de todos os outros animais. Por que considerar gatuninha a
formiga?
Dona Benta explicou:
— A gente vê aí o dedo das contadeiras de histórias. São em geral donas de casa, ou amas, ou cozinheiras,
criaturas para as quais as formigas não passam dumas gatuninhas, porque vivem invadindo as prateleiras e guarda-
comidas para furtar açúcar. Se fosse escrita por um filósofo, a história não teria esse fim, porque os filósofos nem
sabem que há guarda-comidas no mundo. Só enxergam o céu, as estrelas, as leis naturais, etc. Mas as tias Nastácias
sabem muito bem das. formiguinhas que furtam açúcar.
— E é mesmo, sinhá — confirmou a preta. — Outro dia esqueci de tampar a terrina de doce de laranja, e quando
foi de manhã estava pretinha de formigas. As bobas se deixam grudar na calda e morrem afogadas. Bem feito! Quem
manda serem gatuninhas?

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 5 de 10


— Então você também é gatuna — disse Emília — porque furta as laranjas da laranjeira para fazer doce.
— Mas a laranjeira é da gente, Emília, é da casa, é ali de dona Benta. Quem tira o que é seu não furta.
— E onde está a escritura da Natureza que deu a laranjeira a dona Benta? — gritou Emília pregando um soco na
mesa.
Do livro “Histórias de Tia Nastácia” de Monteiro Lobato

Atenção: Se houver palavras que você não conhece o significado, recorra ao


dicionário, não fique com dúvidas.

7. Esse texto é uma narrativa, ou seja, possui um enredo (vários fatos em


sequência temporal), personagens, narrador, lugar e diálogo entre as
personagens, que podem estar organizadas em discurso direto ou indireto.
Vamos analisá-lo:
a) Quais são as principais personagens do texto? Explique.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
b) Há nesse texto personagens que não são centrais, não são principais.
Quais são elas?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
c) Nesse livro, tia Nastácia está contando histórias à Turma do Sítio do Pica-
Pau Amarelo. Onde ela conta essa história à turminha do sítio?
_______________________________________________________________________________________
d) E onde se passa a história que ela conta, ou seja, a história da
formiguinha?
_______________________________________________________________________________________
e) Podemos, então, dizer que há uma história dentro da outra? Por quê?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
f) Há, também, diálogos entre as personagens. Esses diálogos estão
organizados em discurso direto ou indireto? Dê um exemplo.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 6 de 10


8. No final do texto, Deus diz à formiguinha para continuar a furtar. Narizinho
diz que não gostou desse final, então D. Benta lhe explica o que ele quis
realmente dizer. Explique nas linhas abaixo, por que Deus disse isso à
formiguinha.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
9. Agora vamos fazer exercícios de gramática aplicada ao texto.
Os substantivos podem variar quanto ao gênero (feminino/masculino), quanto ao
número (singular/plural) e quanto ao grau (aumentativo/diminutivo). Identifiquem no
texto os substantivos que corresponde às classificações abaixo e faça o que se pede:
• Um substantivo no feminino, singular e grau diminutivo:
________________________________
• Um substantivo no feminino, plural e grau diminutivo:
__________________________________
• Um substantivo no masculino, singular:
______________________________________________
a) Há substantivos que apresentam formas inteiramente diferentes para
indicar o masculino e o feminino, como, por exemplo, “vaca e boi”. Copie
do texto um substantivo cuja variação de gênero seja igual a do exemplo:
______________________________________________
b) Alguns substantivos são invariáveis quanto ao gênero, isto é, apresentam
a mesma forma (a mesma palavra) para se referir ao sexo masculino e ao
sexo feminino. A indicação do sexo do ser a que se referem é feita de três
maneiras diferentes:
• Pelo acréscimo de macho e fêmea (no caso de certos animais), por exemplo:

O jacaré macho era enorme. O jacaré fêmea sumiu


na lagoa.
• Por meio do artigo “o” para o masculino e do artigo “a” para o feminino.

O dentista estava ocupado. A dentista é muito


paciente.
• Apenas observando o contexto.

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 7 de 10


Ele foi a principal testemunha no julgamento. (masculino, pelo uso da
palavra “Ele”)

• Agora, encontre no texto e copie nas colunas abaixo, os substantivos invariáveis


que possuem a mesma maneira de indicar o sexo a que se referem que o
substantivo da 1ª linha:
o tatu (macho e o/a dentista a testemunha
fêmea) _________________________ ______________________
_________________________

10.Dê o sentido dos substantivos destacados nas frases a seguir, atentando


para o gênero de cada um deles. Se necessário, consulte o dicionário.
a) Aquele rádio está tão ruim que não consigo sintonizar nenhuma rádio.
o rádio (masculino) = aparelho; a rádio (feminino) = emissora
b) O homem da direita é o cabeça da quadrilha.
_______________________________________________________________________________________
c) Mário é uma cabeça! Foi aprovado no vestibular sem fazer cursinho!
_______________________________________________________________________________________
d) Peguei um lotação para ir à rodoviária.
_______________________________________________________________________________________
e) Sinto muito, o ônibus está com a lotação completa.
_______________________________________________________________________________________
11. Há palavras que podem ser classificadas como substantivo em um texto
e como adjetivo em outro, por exemplo: “Você é muito corajoso.
(corajoso = adjetivo)”, “O corajoso é o da direita. (corajoso =
substantivo). Uma das maneiras de identificarmos essa diferença, é pelo
uso do artigo, que sempre acompanha um substantivo.

DESAFIO: Encontre, no texto, um adjetivo, repetido várias vezes e construa uma frase em que ele
tenha o papel de substantivo.
_________________________________________________________________________________

12. Leia o anúncio publicitário a seguir e responda às questões de 1 a 5.

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 8 de 10


Observe o emprego do artigo
definido o e do artigo indefinido um
nesse enunciado.
a) Qual a diferença de sentido
entre “ter um carro do ano”
e “ter o carro do ano”?

______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________
Em letras pequenas, temos no anúncio, a seguinte frase: “Um resultado natural para
um carro que tanto inovou e agradou aos seus proprietários.”
Nas duas situações em que um foi empregado, seria possível também o emprego do
artigo definido o em seu lugar; porém, haveria mudança de sentido.
b) Que novo sentido ganharia o enunciado com o emprego do artigo definido o?
_______________________________________________________________________________________

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 9 de 10


_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
c) Na sua opinião, qual dos artigos fica melhor, considerando o sentido do anúncio
como um todo: o definido ou o indefinido? Por quê?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

Roteiro de Estudo para Recuperação – 2º bimestre – 5ª série/6º ano Página 10 de 10