You are on page 1of 2

“Há informações gloriosas, desesperadamente

necessárias à existência e que se encontram


armazenadas aqui, na Terra. À medida que a
reorganização da luz ocorrer no planeta, haverá uma fusão
em massa de seres muito benevolentes, enaltecedores e
afetuosos. Eles virão e atuarão nos corpos humanos.
Vocês ainda manterão a própria integridade e a própria
identidade; porém eles irão fundir-se com vocês, do mesmo
modo que nos fundimos com nosso veículo. Eles serão
capazes de acessar os códigos e os números mestres que
vocês abrigam dentro de si mesmos.
Conforme a Terra é lançada para uma frequência que
permitirá à Biblioteca Viva retornar ao funcionamento total,
experiências necessárias serão compartilhadas por todos.
Para, uma vez mais, tornarem-se recursos valiosos, como
as chaves de acesso à Biblioteca viva a partir de muitos
pontos de vista cósmicos, vocês terão um DNA com doze
fitas e total capacidade cerebral. E para que tenham
participação como fichas da biblioteca, precisam
compreender que são mais do que humanos. Ao longo da
existência, onde são multidimensionais em sua forma mais
verdadeira, vocês possuem muitas aparências diferentes.
São um conjunto de energias sencientes, semeadas por
todo este sistema universal. Vocês compõem um
reservatório de consciência, que tem intenções e
propósitos e que descobre coisas.
A Terra encontra-se num curso que está mudando
radicalmente de direção. Está experimentando um
empurrão acelerado no processo evolutivo. Um ciclo está
chegando ao final e uma nova era ou novo tema está
prestes a assumir a precedência na Terra. Vocês estão
ajudando essa nova era nascer na sociedade. Atualmente,
os humanos mal compreendem que vivem muitas vezes
como humanos, quanto mais que há muitas outras
identidades para o eu.
O eu é uma composição de muitas formas de vida
diferentes, todas compondo uma alma central. Enquanto a
Terra é lançada numa nova direção, seus ocupantes
podem perecer por não estarem preparados para a nova
velocidade em que a Terra vibrará. Ou eles começarão as
mudanças que irão prepara-los para poderem saltar para
dentro e para fora das várias personalidades que compõem
o conjunto da alma. Vocês são precursores nisso e estão
conhecendo as partes de si mesmos que é imperativo
compreenderem. Há muitos desses eus a conhecer.”

Fonte: pág 191 e 192, Terra: Chaves pleiadianas para a biblioteca viva / Bárbara
Marciniak com Karen Marciniak e Tera Thomas ; tradução Sílvia Branco Sarzana –
São Paulo ; Ground, 1997.

Não deixem de ler este livro; recomendo vivamente a leitura do


mesmo!