P. 1
estudo de caso para avaliação da disciplina

estudo de caso para avaliação da disciplina

|Views: 4|Likes:
Published by Francisco Paulo

More info:

Published by: Francisco Paulo on Jan 02, 2014
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/02/2014

pdf

text

original

Trident é bom, mas prefiro Clorets.

Estudo de caso para avaliação da disciplina GIC
Gestão do Conhecimento é um conjunto de disciplinas e práticas que buscam controlar, facilitar o acesso e manter o gerenciamento integrado das informações de uma organização, nos diversos meios em que elas possam se encontrar

Lançamento de míssel Trident !oc" acreditaria que os laborat#rios que produzem armas nucleares dos $%& estão tendo dificuldade em dar manutenção para prolongar o tempo de uso de seus m'sseis (rident projetados na década de )*+,, porque ninguém lembra mais como produzir um de seus componentes- $ste é o caso que acompanharemos hoje, e que também deve interessar especialmente oa pessoal de Gerenciamento de .rojetos que estiver lendo/ %ma ds funções essenciais da Gestão de Conhecimento é mapear e tornar acess'vel a 0em#ria 1rganizacional, permitindo usar em benef'cio da organização os ativos de conhecimento que frequentemente estão espalhados de forma desordenada em documentos, arquivos, discos, registros diversos e na mem#ria das pessoas 2e alguma iniciativa de Gestão de Conhecimento já foi e3perimentada na sua organização, voc" já deve ter ouvido os conceitos associados, e possivelmente

. com a intenção de permanecer na ativa até . cuja função é secreta 6e especialistas acreditam estar ligado a uma espuma de isolamento entre estágios da bomba.=. em uma operação de bai3o custo &té a' tudo bem> se a tecnologia permite. que tal adotar um caso real que mostra o risco a que se e3põe quem não dá atenção 4 Gestão do ConhecimentoComo os Estados Unidos esqueceram a receita de seus mísseis Trident? 1s (rident são m'sseis nucleares bal'sticos lançados por submarinos.... divulgada recentemente. mantendo sua precisão e segurança $ a conclusão do comit" governamental que vem investigando o caso. equipado com os Tridents 2# que trocar o ?ogban@ é necessário para atualizar as ogivas dos m'sseis. que apresentou significativos desafios log'sticos 4 0arinha B $rros sérios na gestão do orçamento. substituindo os componentes necessários. tudo em uma Gnica frase.< 0as em .conseguiu visualizar o quanto pode ser desafiador este papel 0as na hora de pensar sobre os custos. portanto vamos escrever um pouco mais> . e sua versão corrente 6tecnicamente. do prazo e dos riscos. ocorreu o que a &dministração de 2egurança 5uclear 6552&: classificou como Aperda do conhecimentoB de como fabricar o ?ogban@ Submarino da classe Ohio. o tempo de serviço dos m'sseis. com papel importante para desencadear a reação de fusão nuclear:.rojetos e dos profissionais da Gestão do Conhecimento na audi"ncia Cito a partir da cobertura na imprensa> A& 552& não gerenciou efetivamente um dos maiores riscos do programa C a manufatura de um materialDchave conhecido como ?ogban@ C resultando em %2E F* milhões de custos e3cedentes e um atraso de ao menos um ano.. 4s vezes o projeto acaba sendo abandonado 5a pr#3ima vez. e por culpa de uma espuma cuja receita foi e3traviadaH 0as uma Gnica frase não é suficiente para detalhar. (rident 77 89: entrou em serviço em )**.. os $%& anunciaram um projeto para prolongar até .. o melhor é economizar mesmo 2# que algo deu muito errado> na hora de produzir um misterioso material chamado ?ogban@. deve fazer arrepiar os cabelos dos Gerentes de .

e não sabemos como vai terminar 0as e3emplos reais de falhas 6e.elo lado da Gestão de Conhecimento. potencialmente. ou de procurar influenciar quem tem a autoridade para faz"Dlo/ 1 aluno deve debater cada uma das questões e relatar dois casos identificados como perda de conhecimento na organização . a situação poderia ter sido identificada e tratada mais cedo.rimeiro descobriram que seria necessário construir um novo laborat#rio para fazer o ?ogban@. em linhas gerais. de falhas colossais: são interessantes na hora de promover mudanças internas nas organizações 5este caso espec'fico. há pelo menos duas causas principais que poderiam ter sido evitadas> • • . e outro comparou a situação com a de Iames Jond destruindo suas instruções imediatamente ap#s l"Dlas.Kue se ele tivesse um orçamento maior. a equipe que projetou o m'ssil em décadas anteriores poderia ter documentado e arquivado os dados do ?ogban@ tão bem quanto o fez com os demais componentes .Kuais deles estão sob sua responsabilidade. porque o antigo foi demolido na década passada Com o laborat#rio novo pronto. sem prejudicar tão profundamente o prazo e o orçamento 6e. com o relat#rio apresentado pelo comit" de investigação 1 que ele tinha a acrescentar.$stá na hora de fazer algo a respeito. não- %m comentarista citado na imprensa internacional disse que a copnsequ"ncia pode vir a ser uma Aemerg"ncia nacionalB. em especial. a pr#pria conclusão do projeto: Kuantos destes projetos de m'sseis (rident e3istem na sua organização.• • • • .rojetos. mas frisou> a 552& não é Iames Jond Iá a 552& se manifestou oficialmente dizendo concordar.elo lado da Gestão de . poderia melhorar seu gerenciamento de riscos Concluindo 1 projeto ainda está em andamento. chegou a hora de produzir C e s# a' foi descoberto que os registros sobre como fazer não estavam dispon'veis 0as havia uma e3plicação> o tema era tão secreto. que poucas c#pias da documentação foram produzidas 2erá que o mesmo não deveria valer para todos os demais componentes do (rident$ tinha mais uma e3plicação complementar> quase todos os técnicos envolvidos no projeto original já se aposentaram ou sa'ram da ag"ncia C quase um e3emplo tirado diretamente de uma apostila de Gestão do Conhecimento.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->