You are on page 1of 1

BO; noiie, Pai.

Termina o d i a , e a T i e n t r e g o o meu c a n s a ç o .
Obrigado por tudo e.. . perdão.
O b r i g a d o p e l a e s p e r a n ç a q u e h o j e a n i m o u meus p a s s o s , p e l a a l e g r i a q u e
v i no r o s t o d a s c r i a n ç a s .
O b r i g a d o p e l o exemplo que r e c e b i dos o u t r o s .
O b r i g a d o tambem p e l o q u e me f e z s o f r e r . . .
O b r i g a d o , p o r q u e n a q u e l e m o m e n t o d e d e s â n i m o riie l e m b r e i d e q u e Tu és
meu P a i .
Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, p e l a comida, p e l o meu d e s e j o
de s u p e r a ç ã o .
Obrigado, Pai, p o r q u e me d e s t e u ' a Mãe, c . o r n p r e e n s i v a e c a r i n h o s a .
Perdão, também, Senhor.
P e r d ã o p o r meu r o s t o c a r r a n c u d o .
P e r d ã o p o r q u e me e s q u e c i d e q u e n ã o s o u f i l h o U n i c o , mas i r m ã o d e m u i t o s ,
Perdão, Pai, p e l a f a l t a de colaboraçao, p e l a a u s ê n c i a do e s p í r i t o de
s e r v i r.
P e r d ã o p o r q u e não e v i t e i a q u e l a l á g r i m a , aquele desgosto.
P e r d ã o p o r t e r a p r i s i o n a d o em mim a Tua mensagem de a m o r .
Perdão porque não e s t i v e d i s p o s t o a d i z e r o " S I M " conio M A R I A .
Perdão p o r a q u e l e s que d e v e r i a m p e d i r - T e p e r d ã o e não s e decidem
a fazê-lo,
Perdoa-me, P a i , e a b e n ç o a meus p r o p õ s i t o s p a r a o d i a d e a m a n h ã .
Que, ao d e s p e r t a r , me d o m i n e um n o v o e n t u s i a s r i i o .
Q u e o d i a de amanhã s e j a um c o n t l n u o " S I M " , numa v i d a c o n s c i e n t e .
Boa n o i t e P a i , a t e dniarihã.

O A M O R ABRE A PORTA DO PARAISO

f a z e i p e n e t r a r o V o s s o a m o r em mim
e t o r n a i meu o V o s s o a m o r .
E n s i n a i - m e o q u e d e v o f a z e r p a r a o bem
d o m a i o r número p o s s i v e l de p e s s o a s .
Que o V o s s o i m e n s o a m o r
r e a l i z e a t r a v é s de miim
a Vossa o b r a de s a l v a ç ã o .

C I M A N / 8 8