Ramos do Direito

Aluno: Bruno César de Oliveira

é necessário distinguir algumas categorias: Direito Público e Direito Privado. . porém para que se facilite o estudo.Dicotomia: Direito Público x Direito Privado • O Direito em si é harmônico com seus princípios e regras fundamentais.

– critério da qualidade dos sujeitos: intervenção do Estado ou de outros entes públicos na relação jurídica.Dicotomia: Direito Público x Direito Privado • Há diversos critérios para diferenciar regras de direito público e de direito privado. ou se age de igual para igual com os demais sujeitos da relação jurídica. e – critério da posição dos sujeitos: se o Estado age como ente soberano. Os três mais difundidos são: – critério do interesse: predominância do interesse público ou do interesse privado. .

Ramos do Direito .

para que possa administrar o bem público a fim de proporcionar o bem estar à coletividade. cujas normas têm por finalidade disciplinar a organização do Estado. regulando sua organização política e ditando os direitos básicos a quem vive no território deste Estado. • Direito Administrativo – É um Ramo do Direito Positivo nacional público.Direito Público: Interno • Direito Constitucional – É um Ramo do Direito Positivo nacional público. cujas normas têm por finalidade traçar os princípios fundamentais de todo o Direito do Estado. .

cujas normas têm por finalidade definir crimes e impor pena. cujas normas têm por finalidade a instituição de arrecadação de impostos. taxa e outras fontes de receitas do Estado. cujas normas têm por finalidade regular as soluções de conflitos de interesse pelos órgãos do poder Judiciário.Direito Público: Interno • Direito Tributário – É um Ramo do Direito Positivo nacional público. • Direito Processual – É um Ramo do Direito Positivo nacional público. • Direito Penal – É um Ramo do Direito Positivo nacional público. .

cujas normas têm por finalidade regular as relações entre Estados soberanos. .Direito Público: Externo • Direito Internacional Público – É um Ramo do Direito Positivo.

.Direito Privado • Direito Civil – É um Ramo do Direito Positivo nacional privado. • Conjunto de normas disciplinadoras da atividade de qualquer pessoa física ou jurídica. desde que despido de suas prerrogativas. desde que habitual e dirigida à produção de bens ou serviços conducentes a resultados patrimoniais ou lucrativos. cujas normas têm por finalidade regular as relações entre particulares e as destes com o Estado. destinada a fins de natureza econômica. e que a exerça com a racionalidade própria de "empresa“.

cujas normas têm por finalidade regular a prestação de serviços subordinados. as relações empregatícias. .Direito Privado • Direito do Trabalho – É um Ramo do Direito Positivo nacional privado. Regula. portanto.

Direito Privado • Direito Internacional Privado É um conjunto de normas internas de cada país. elaboradas e instituídas especialmente para definir se em determinados casos se aplicará a lei interna ou a lei de outro país. .

Profissões Jurídicas .

ou fora dele. Procurador Estadual. empregado ou servidor público. Formação – É necessário ter cursado Faculdade de Direito e ter sido aprovado no Exame da Ordem. quando desenvolve a atividade com um vínculo empregatício em uma empresa .Profissões Jurídicas: Advogado • O advogado é o profissional liberal. dentre outras. a defesa dos interesses de terceiros. ou ainda servidor público. Procurador Federal. bacharel em direito e autorizado pela OAB que tem a faculdade de exercer. Advogado da União. O advogado pode ser profissional liberal. Defensor Público da União. Procurador Municipal. pessoas físicas ou jurídicas. como o caso de ser Defensor Público Estadual. Procurador Fazendário. em juízo. • • . ou em algum escritório de advocacia. quando mantem seu próprio escritório de advocacia. pode ser empregado. ou mantém o escritório em sociedade com outros.

bem como na observância dos prazos. relatórios técnicos ou informações em processos administrativos. Executar trabalhos de natureza técnica.19 • • *Estimativa . Operacionalizar equipamentos de dados afetos à área. inclusive quanto às publicações em Diário Oficial. Emitir pareceres. Mercado de Trabalho – O acesso se dá por meio de concurso público de prova de conhecimento e títulos.Profissões Jurídicas: Analista do Ministério Público • Analista do Ministério Público – Acompanhar processos administrativos e judiciais de qualquer natureza. que lhe sejam atribuídas pela autoridade superior. Pesquisar e analisar legislação. Colaborar na regularidade do cumprimento dos atos processuais. (*)Salário inicial: R$ 5143. Prestar informações ao público interessado. Exercer outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade. doutrina e jurisprudência. elaborar peças processuais e outros documentos relativos à sua atividade.

– II . sem caráter jurisdicional. de primeiro grau. – V .orientar pessoas a respeito das formas de exercício dos próprios direitos. • Salário inicial: Recebem pagamento correspondente 50% do valor pago.Profissões Jurídicas: Juiz de Paz • Mercado de trabalho: Qualquer cidadão pode candidatar-se ao encargo de juiz de paz.dispensar. os editais de proclamas. justificadamente.pacificar conflitos de vizinhança. – VI .representar junto ao Poder Judiciário e ao Ministério Público a respeito de situações irregulares de que tenha conhecimento em razão do exercício de suas atividades. e que goze de ilibada reputação. – IV . – VII . de ofício ou em face de impugnação. – III . em exercício • Dentre as atribuições dos juízes de paz. e decidir processos de habilitação para o casamento. idade igual ou superior a dezoito anos. em locais e datas previamente designados.as de natureza conciliatória. .celebrar casamentos. aos juízes togados.examinar. a serem exercidas por orientação dos Tribunais de Justiça estão: – I . a título de remuneração. desde que comprove nacionalidade brasileira.

(*)Salário inicial: R$ 20.677. zelar pela probidade administrativa e proteger o patrimônio público e social. Formação – É preciso ter diploma. de conclusão de curso de graduação em Direito. devidamente registrado. Mercado de Trabalho – O acesso se dá por meio de concurso público de prova de conhecimento e títulos. em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).84 • • • *Estimativa . adotar medidas judiciais ou extrajudiciais para proteção dos direitos que a Constituição garante ao cidadão.Profissões Jurídicas: Promotor de Justiça Estadual • O Promotor de Justiça Estadual possui atribuições para atuar em defesa da ordem jurídica e do regime democrático.

• Mercado de Trabalho – Mediante concurso público de provas e títulos. §4º. além de instaurar e presidir procedimentos policiais. no mínimo. da Constituição Federal de 1988.Profissões Jurídicas: Delegado da Polícia Civil • Atribuições: – Direção. coordenação. orientação. e demais normas jurídicas pertinentes. . conforme art. planejamento. com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as suas fases. 144. supervisão. execução e controle da Administração Policial Estadual. dois anos de atividade jurídica ou policial. exigindo-se diploma de bacharel em direito e. • Formação – Diploma de Bacharel em Direito e no mínimo dois anos de atividade jurídica ou policial. bem como das investigações e operações policiais.

sob quaisquer circunstâncias. – Exercer a defesa da criança e do adolescente. no mínimo. dois anos de prática forense. – Atuar junto aos estabelecimentos policiais e penitenciários.207. atuar junto aos juizados especiais de qualquer instância. judicial e extrajudicialmente a conciliação entre as partes em conflito de interesse. • Mercado de Trabalho – O acesso se dá por meio de concurso público de prova de conhecimento e títulos. o exercício dos direitos individuais. • Formação – É preciso ser bacharel em Direito. nos casos previstos em lei. comprovando.19 *Estimativa . – Atuar como curador especial. • (*)Salário inicial: R$ 14. visando assegurar à pessoa.Profissões Jurídicas : Defensor Publico Estadual • Descrição das Atividades: – Promover.

• LUDWING.. Tercio Sampaio. diretrizes e direitos fundamentais constitucionais do direito privado.). Judith (org. Revista dos Tribunais. Manual de Introdução ao Estudo do Direito. Dimitri.ambitojuridico. 2002. Acesso em: 15/01/2014 .Referências • DIMOULIS. Direito Público e Direito Privado: A Superação da Dicotomia. Atlas. 2007. • Carreiras Jurídicas. São Paulo: Ed. Disponível em <http://www. São Paulo: Revista dos Tribunais.br/site/?n_link=carreiras_juridicas_home>. • Ferraz Jr. Introdução ao Estudo do Direito. 1988. A Reconstrução do Direito Privado: reflexos dos princípios. Marcos de Campos.com. In: Martins-Costa.