Ehing Soft Poem

A suave simetria turbolada insidiosa quebrada em partículas invisíveis inanimando o inimaginável sublimando o impassível Indeterminando o inconcebível CAOS Anárquicas asas plagiam minha própria revolta repetem o molde não a cor Janelas & Persianas se contradizem Ilusões Y Obsessões se calam A suave simetria desembainhando a lâmina do destino divid'isepara àgua & apetite chuva Y partícula Quebrada Arrasando rumos impetuosos -Que todos estejam bem reza o terror a sombra, a tempestade o esqueleto que curva-se e estende os ossos para alcançar o papel a palavra, a vida suave simetria. Emerson Ehing, Íkhthys & a Láctea Escarlate, Lado E, Poemas Esparsos & Amores Imperfeitos

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful