P. 1
LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA PEQUENOS PROJETOS DA AQUICULTURA FAMILIAR DO RJ

LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA PEQUENOS PROJETOS DA AQUICULTURA FAMILIAR DO RJ

|Views: 3,167|Likes:
O trabalho aponta para as dificuldades de obtenção de licenças ambientais para pequenos projetos de aquicultores familiares fluminenses, decorrentes da falta de procedimentos dos orgãos ambientais, o que resulta em desordem e absoluta irregularidade, prejudicando sobremaneira o desenvolvimento sustentado do setor.
O trabalho aponta para as dificuldades de obtenção de licenças ambientais para pequenos projetos de aquicultores familiares fluminenses, decorrentes da falta de procedimentos dos orgãos ambientais, o que resulta em desordem e absoluta irregularidade, prejudicando sobremaneira o desenvolvimento sustentado do setor.

More info:

Published by: BENITO IGREJA JUNIOR on Oct 07, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/23/2012

pdf

text

original

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Usina Nuclear de Angra dos Reis

Usina Hidrelétrica de Itaipú

Refinaria de Petróleo de Duque de Caxias

Obras de Transposição do Rio São Francisco

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Principais Ramos da Aquicultura no Brasil
Aquicultura de Água doce Piscicultura Carcinicultura de Água doce

Ranicultura

Aquicultura de Água Salgada

Malacocultura

Carcinicultura de Água Salgada

Mexilhões Vieiras Ostras

Macroalgas

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Aquicultura Industrial [ no RJ ?

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Aquicultura Familiar Fluminense

Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro

FIPERJ As Dificuldades para a obtenção de Licença Ambiental para a Aquicultura
BENITO IGREJA JÚNIOR

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Características Básicas da Aquicultura Fluminense
1.
§ § § § § PISCICULTURA DE ÁGUA DOCE Amplo predomínio de pequenos empreendimentos Tanques de reduzida dimensão (lâmina dágua total < a 0,5ha) Ampla participação da Aquicultura Familiar Predomina a criação de Tilápias – Revertidas Sexualmente Troca de Água Superficial

2.
§ § §

RANICULTURA Amplo predomínio de pequenos empreendimentos Criatórios de reduzida dimensão (criação em baias / área total<500m2) Ampla participação da Aquicultura Familiar

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Características Básicas da Aquicultura Fluminense
3.
¹ ¹ ¹ ¹ ¹ ¹ ¹ MARICULTURA – ostras, mexilhões e vieiras / macroalgas /peixes Amplo predomínio de pequenos empreendimentos Ampla participação da Aquicultura Familiar Predomina a criação de Mexilhões e Vieiras / Algas Kapaphicus Conflito de Interesses com outras atividades econômicas PECMB – Programa Estadual de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves PLDM`s – Planos Locais de Desenvolvimento da Maricultura Parques Aquícolas

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Legislação Aquicola
A Aquicultura é diretamente afetada por leis relacionadas com: ¶ Meio Naturais
Ambiental

Ambiente / Conservação dos

Recursos

ð Solo, Água, Fauna e Flora [ Licença

¶ Águas da União (SPU/Marinha) e dos Estados
(SEA/INEA // Municípios Secretarias de Meio Ambiente) ð Outorga

¶ Registro de Aquicultor (Ministério da Pesca / Estado
FIPERJ)

¶ Sanidade (serviços de Inspeção Sanitária, União, Estado
e Municípios)

Agricultura & Meio Ambiente:
Para sermos respeitados, Precisamos encarar este assunto de frente

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Licenciamento Ambiental
O Licenciamento Ambiental é o procedimento administrativo pelo qual o Poder Público autoriza a localização, instalação, ampliação e operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais considerados efetivo ou potencialmente poluidores v LICENÇA PRÉVIA - LP Concedida na fase preliminar do planejamento do empreendimento, autoriza sua localização, com base nos planos federais, estaduais e municípais de uso do solo v LICENÇA DE INSTALAÇÃO – LI Autoriza o início da implantação do empreendimento, de acordo com as especificações do projeto de engenharia e específica os requisitos ambientais a serem seguidos na fase. v LICENÇA DE OPERAÇÃO – LO Expedida após a verificação do cumprimento das condições da Licença de Instalação (LI) autoriza a operação da atividade, desde que respeitadas as condições especificadas.

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Problemas Enfrentados pelos Aquicultores
v Atividade de Interesse Secundário para Licenciamento v Falta de Conhecimento Técnico da Atividade v Licenciamento não tem procedimentos específicos para a atividade v Desconhecimento de circunstâncias locais v Longo tempo para aprovação de processos

Consequências dos Problemas:
v Aquicultores ilegais v Desordem no Setor v Priorização dos Maus Aquicultores _ bagre africano, tilápia, caramujo africano, … v Dificuldade de acesso ao Crédito _ especialmente para investimento v Estagnação da Atividade, Desemprego,

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Empreendimentos/Atividades de IMPACTO LOCAL
Atividades de Pequeno e Médio Porte: v Decreto Estadual nº. 40.793, de 05/06/07 e nº 40.980, de 15/10/07 v Licenciamento pelas Secretarias de Meio Ambiente dos municípios, através de
celebração de Termos de Convênio – Estado do Rio de Janeiro e Municípios: Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Niterói, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Petrópolis, Barra do Piraí, Barra Mansa, Casimiro de Abreu, Guapimirim, ITAGUAÍ, Macaé, MANGARATIBA, Piraí, Porto Real, Resende, Rio das

Ostras, Saquarema, Tanguá, Teresópolis, Volta Redonda.
(*) Municípios que, no Convênio com o Estado, Relacionaram a Atividade de Aquicultura como sujeitas a LICENCIAMENTO AMBIENTAL MUNICIPAL

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Empreendimentos/Atividades considerados de IMPACTO REGIONAL
v Significativa degradação ao meio ambiente que necessitem de EIA/Rima

v Licenciados na sede do INEA e/ou IBAMA

v Decreto Estadual nº 40.793, de 05/06/07 e nº 40.980, de 15/10/07

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Planos Locais de Desenvolvimento da Maricultura - PLDM
§ § § § § § § Governo assume a responsabilidade e custos Seleção de áreas propícias Estudo de Impacto Ambiental e Social Atração de investidores para o setor Envolvimento da comunidades locais Caracterização da fauna e flora aquática Planos de monitoramento ambiental

Programa Estadual de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves do Rio de Janeiro - PECMB
v Realizar o levantamento sanitário da orla, a Identificação das fontes de poluição v Realizar o monitoramento ambiental das áreas de extração e cultivo v Classificar as áreas de cultivo e extração de moluscos conforme a legislação

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Parques Aquícolas
v Instrumentos criados para disciplinar o uso dos corpos d’ água de domínio da União para fins de uso na aqüicultura v São espaços físicos contínuos em meio aquático delimitado, que compreendem um conjunto de áreas aqüícolas. destinadas a projetos de aqüicultura, individuais ou coletivos.

v Limite máximo de 1% da área superficial dos corpos d’água (barramentos, lagos,
lagoas, açudes, depósitos de águas pluviais e remansos de rios), podendo ser ampliado o limite mediante estudo de impacto ambiental específico.

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Parques Aquícolas
A FAO projeta um aumento do consumo mundial de pescado: de 16kg/hab/ano de hoje para 22,5 kg/hab/ano em 2030. O Brasil tem um grande potencial de mercado : são 190 milhões de brasileiros que hoje consomem menos de 7 kg habitantes/ano.

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

OBRIGADO !
Benito Igreja Júnior
Diretor Presidente

Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro FIPERJ
benito.igreja@fiperj.rj.gov.br
tel. 21 3601-5815

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->