You are on page 1of 5

Aula 3 – Conceitos básicos e dispositivos

Funcionamento do teclado do Computador

1 – Tab
2 – Caps Lock
3 – Shift
4 – Ctrl
5 – Espaço
6 – Enter
7 - Backspace

Representação dos dados
Devemos saber diferenciar dado de informação:
• Dado: É o elemento que serve de ponto de partida para uma decisão, cálculo ou medida, ou seja,
qualquer parcela significativa de uma informação. Ex.: João, 33, 1.230,00.
• Informação: É o conjunto organizado e estruturado de dados. Ex.: Nome: João, Idade: 33 anos,
Salário: R 1.230,00.

Representação da Informação:

• Representação Analógica: Contínua, varia em proporção direta da informação representada.
Ex.: Termômetro de mercúrio: o mercúrio sobe em razão direta da temperatura.

• Representação Digital: A informação é dividida em partes, sendo cada uma delas
representada separadamente. Ex.: Música gravada num CD, Relógio Digital.

• Os computadores atuais armazenam e processam toda a informação em formato digital (texto, imagens,
áudio, vídeo, programas, etc). Toda a informação é dividida em partes, sendo que cada uma delas é
representada por números.

Representação digital de texto:

• A informação é armazenada, utilizando o sistema de numeração binário. Um dígito binário (0 ou 1)
chama-se bit (binary digit). É a menor quantidade de informação que pode ser armazenada (unidade
elementar de informação) e pode representar dois estados distintos (ligado ou desligado).
• Para representar valores mais elevados, utilizam-se combinações de bits. Cada letra, espaço ou sinal é
representado internamente por um número, de acordo com um código (geralmente ASCII - American
Standard Code for Interchange Information). Maiúsculas e minúsculas correspondentes têm códigos
diferentes. Ex.:
 Apostila de Introdução à Informática  2

• Para representar valores mais elevados, utilizam-se combinações de bits.

• Combinações de bits:
1 bit 2 bits 3 bits 4 bits
0 00 000 0000
1 01 001 0001
11 010 0010
10 011 0011
100 0100
101 0101
110 0110
111 0111
...
Cada bit que se adiciona duplica o número de combinações possíveis. N bits permitem representar 2n itens distintos:
1 bit 21 = 2 itens
2 bits 22 = 4 itens
3 bits 23 = 8 itens
4 bits 24 = 16 itens e assim sucessivamente

Unidade de medida dos dados:
byte: é o nome dado a um conjunto de 8 bits que forma um caractere. A formação de caractere é feita sempre de acordo
com uma das tabelas padronizadas de representação de caracteres.

Unidade Abreviação Valor Aproximado Valor Exato
KiloByte KB 1.000 mil bytes 210 = 1024
MegaByte MB 1.000.000 milhão 220 = 1.048.576
GigaByte GB 1.000.000.000 bilhão 230 = 1.073.741.824
TeraByte TB 1.000.000.000.000 trilhão 240 = 1.099.511.627.776

Hardware e Software

Sistema Computacional

Em um sistema de processamento de dados existem três componentes principais:
• Hardware: É o conjunto de toda a parte física do computador. Ex: teclado , vídeo, disquete.
• Software: Toda a parte lógica do computador. Ex: programa, instruções.

Hardware:
definição: todo o conjunto de componentes físicos de um computador e os periféricos ligados a ele. Por exemplo, o teclado,
os monitores, as impressoras, os scanner entre outros.
Os principais elementos de hardware um sistema computacional podem ser agrupados nas seguintes categorias:
• dispositivos de entrada de dados;
• dispositivos de saída;
• CPU;
• memória principal;
• Memória Auxiliar.

OBS: Os sistemas computacionais ainda podem ser configurados, ou seja, especialmente equipados de acordo com as
necessidades do usuário.
 Apostila de Introdução à Informática  3

Diagrama de funcionamento do computador:

UNIDADE CPU – Central Processing UNIDADE
DE Unity DE
ENTRADA SAÍDA

MEMÓRIA PRINCIPAL MEMÓRIA AUXILIAR

A CPU (Unidade Central de Processamento), que envolve o processador central da máquina, realiza os cálculos e executa
as instruções pré-programadas. Possui duas unidades :

UC - Unidade de Controle
ULA – Unidade Aritmética e Lógica Busca a instrução na memória,
Executa,
Busca a instrução seguinte,
Unidade Lógica e Aritmética, executa as
Executa
operações lógicas (E, OU, NÃO,),
...
aritméticas (* , ^, /,-,+)
Relacionais (>,<,>=,<=,<>,=)

- Memória: guarda as informações (dados + cálculos) usadas pelo processador. A memória interna do computador é
chamada de memória principal, ou RAM (random access memory). O nome de memória de acesso aleatório vem do fato
que os endereços desta memória são indexados, logo todo endereço não importa sua posição física, é acessado num tempo
igual. O conteúdo da memória RAM é volátil, ou seja, ele é perdido com a falta de energia elétrica.

- Dispositivos de entrada e saída: são os meios com os quais o computador comunica-se com o usuário e outros sistemas.
• Dispositivos de entrada: Recebem os dados e as instruções para o processamento: teclado, mouse, leitores ópticos...
• Dispositivos de saída: São os dispositivos que podem mostrar o resultado do processamento e/ou acompanhar as
tarefas executadas pelo computador: monitor, impressora, caixas de som...

OBS: existem dispositivos de E/S. Ex: drive de disquetes, CD RW, DVD RW.
Disquete 3, 5"
80 Cyl, 2 cabeças.
512 bytes/setor,
18 set. trilha
trilha
160 trilhas (80*2) * 18 setores *
512 bytes cada = 1.474.560 bytes

setor

Unidades de Armazenamento (Memória auxiliar): Devido à volatilidade da RAM são indispensáveis dispositivos que
armazenam os dados por um tempo maior do que a RAM, e permitem a futura recuperação destes dados, se necessário.
Ex.: disquetes, discos rígidos (winchesters), e CD-ROMs.
 Apostila de Introdução à Informática  4

– Outros elementos de Hardware:
• Placa mãe (motherboard): normalmente é a maior placa do micro, onde ficam dispostos os principais
componentes do computador.
• Teclado, Mouse, Impressora, Scanner, Monitor ou Vídeo, Placa de rede, Placa de vídeo, Placa de som
• Drive de disquetes, Drive de CD-ROM, DVD-ROM e gravadores
• Disco Rígido – HD ou Winchester, pen drives
• Modem

Software:
definição: conjunto de programas que são processados num computador. Exemplos: os editores de texto, os editores
gráficos, as planilhas de cálculo e os jogos.

Programadores: profissionais da computação que escrevem programas de computadores, isto é, fazem o software.

Para resolver uma determinada tarefa devemos escrever um algoritmo de forma que o computador entenda. Compare
abaixo o exemplo de um programa que calcula e mostra o produto de 2 valores quaisquer:

Em Ambap (algoritmo): Em Pascal:
Variaveis Program produto;
numerico a,b, prod var
inicio a,b,prod: integer;
ler a begin
ler b read(a);
prod := a * b read(b);
escrever “Produto é:”, prod prod:= a * b;
fim write (prod);
end.

O algoritmo deve ser escrito em uma linguagem de computação qualquer, na forma de um programa fonte. A linguagem
de programação é a forma de comunicação entre o homem e o computador. O programa fonte deve ser convertido em
programa executável, que como o próprio nome diz, pode ser executado pelo computador.

Em algumas vezes a tradução de um programa pode ser feita em tempo de execução, sem geração de um programa
executável. Isso se chama tradução de forma interpretada. Em uma tradução de forma compilada, o programa fonte
não é mais usado na execução. Uma exemplificação dos dois tipos de programas pode ser mostrada abaixo:

A) COMPILADOR: lê, analisa e traduz todo o programa fonte, criando o programa objeto que corresponde às instruções
em linguagem de máquina necessárias para atingir o objetivo do programa. É mais rápido na execução se comparado a
um programa interpretado. O programa executável pode ser vendido separado do programa fonte.

Programa fonte -> compilador -> programa objeto -> arquivo executável

B) INTERPRETADOR: implica em mais tempo de execução, pois interpreta cada comando ao executá-lo. É melhor para
aprendizagem e correção dos erros de programação.

Programa fonte -> interpretador -> executa linha a linha do programa

Tipos de Software: Os softwares podem ser divididos em dois grupos básicos:
• Softwares Básicos. São programas específicos que se relacionam com o hardware do computador, controlam os
dispositivos de entrada e saída e a CPU. São mais comumente encontrados na forma de sistemas operacionais (ex:
Win98) e compiladores de linguagens de programação.

• Softwares Aplicativos. São programas planejados para atender determinadas exigências que envolvam processamento
de dados. Esse é o maior conjunto dos softwares, composto por programas do tipo editores de texto, planilhas de
cálculo e programas gerais de controle aplicados na indústria e no comércio.

• Softwares Personalizados. Também chamados de "custom softwares". São softwares planejados e escritos geralmente
por programadores e consultores para atender a uma determinada tarefa específica. Geralmente são programas mais
caros do que seus similares quando encontrados na forma de pacotes pois demandam tempo de desenvolvimento.
 Apostila de Introdução à Informática  5

Sistemas Operacionais: São programas que controlam os computadores, coordenam o hardware e suas tarefas e
gerenciam a utilização dos diversos dispositivos de sistema computacional, como: impressoras, acionadores de disco,
monitores, etc. Os Sistemas Operacionais além de fazerem o interfaceamento entre o hardware e os programas fazem
também a conexão lógica entre o homem e a máquina, o computador.

Exemplos: MS-DOS, LINUX e Windows.

Vírus de Computador: São programas desenvolvidos para alterar nociva e clandestinamente softwares ou dados
instalados em um computador. Eles têm comportamento semelhante ao do vírus biológico: multiplicam-se, precisam de
um hospedeiro, esperam o momento certo para o ataque e tentam se esconder para não ser exterminados.

Propagação dos vírus de computador
• por meio de disquetes e de arquivos compartilhados
• pelas redes corporativas e arquivos anexados em mensagens de correio eletrônico e pela Internet
Arquivos que podem espalhar vírus...
Todo o arquivo que contém códigos executáveis podem espalhar vírus (.exe, .sys, .dat, .doc, .xls etc.).

Outros tipos de vírus, conhecidos como "vírus de macro", podem infectar documentos que usam macros, como o
processador de textos Word e a planilha de cálculos Excel. Macros são códigos utilizados para automatizar tarefas
repetitivas dentro de um programa.

Como evitar o vírus de computador
Existem vacinas para os vírus de computador. São os softwares antivírus, que podem ser usados também como um
antídoto em máquinas já infectadas. Existem vários programas no mercado, que são atualizados constantemente.

Processamento de dados
São as atividades que transformam dados iniciais em resultados desejados (informações), através de procedimentos pré-
definidos. Entrada -> Processamento --> Saída
Dispositivos de Entrada: teclado, mouse, leitora óptica, scanner, etc.
Dispositivos de Saída: Vídeo, Impressora

Tipos de Processamento de Dados:
Processamento em Lote (batch): As tarefas são agrupadas fisicamente e processadas seqüencialmente uma após a outra.
Iniciado o processamento este é executado até o término da última tarefa, sem que o usuário tenha acesso a ele. Ex.
Compensação bancária.
Processamento em Linha (on-Line): Não há a necessidade de agrupar as tarefas para posterior processamento. Existe a
interação operador-máquina. Ex.: Terminal Bancário.
Processamento em Tempo Real (Real Time): Neste sistema, o dado é processado no momento em que é informado
(tempo de resposta definido). Ex.: Sistema de Reserva de Passagens Aéreas.
Processamento Monotarefa (ou monoprogramação): Um programa somente executado na memória do computador. O
Sistema Operacional não permite 2 programas rodando ao mesmo tempo na memória do micro. Ex.> MS- DOS.
Processamento Multitarefa (Multiprogramação): Permite a execução simultânea de várias tarefas. Isto é possível por
meio do uso de interrupções, aproveitando-se para executar um programa enquanto outro necessita de uma operação de
entrada e saída de dados. Ex.: Windows, OS/2.
Monoprocessamento: Diz respeito a uma máquina que possui somente um processador.
Multiprocessamento: Diz respeito a uma máquina que possui mais do que um processador (multiprocessada).
Processamento Multiusuário (Time-Sharing): Permite a muitos usuários utilizar um mesmo computador, dando a
impressão de que está dedicado exclusivamente a cada um deles (cada usuário recebe o controle da CPU durante um
determinado tempo - milissegundos).
Processamento Centralizado: Todo o processamento é realizado no computador principal, onde os dados normalmente
ficam armazenados. Ex.: Terminal de consulta.
Processamento Distribuído: Faz uso de computadores ligados em rede, estabelecendo comunicação entre si, tornando
possível o compartilhamento de informações. Cada etapa ou parte do processamento é feita normalmente em uma
máquina diferente.