40 ANOS DO 25 DE ABRIL, DIA LEVANTADO E PRINCIPAL

01 de abril, 18h30 Debate a partir do livro Se Deus fosse um activista dos Direitos Humanos, de Boaventura de Sousa Santos, com a presença do autor, de Manuel Carvalho da Silva e de José Pacheco Pereira. 02 de abril, 18h30 Debate a partir do livro Cincuenta intelectuales para una conciencia crítica, do teólogo espanhol Juan José Tamayo, com a presença do autor, de Boaventura de Sousa Santos e de Frei Bento Domingues, numa conversa moderada por Miguel Oliveira da Silva. 24 de abril, 10h Inauguração da exposição de desenhos de Rogério Ribeiro, criados para O Ano de 1993, poema de José Saramago escrito em 1975 e que expressa a desolação e as ansiedades do momento. A exposição é comissariada por Cisela Björk. 24 de abril Lançamento online do livro Depois da Noite o Quê?, obra teatral de Jaime Rocha, a partir de A Noite, de José Saramago. Este livro será disponibilizado numa edição electrónica de acesso livre. Publicação do número 23 da Blimunda Revista digital da Fundação José Saramago, dedicada aos 40 anos do 25 de abril. 24 de abril, 18h30 Representação da peça de teatro Liberdade, Liberdade, texto de Filomena Oliveira e Miguel Real, pelo Grupo Éter. Antes da peça será apresentado o documentário Liberdade, Liberdade na Guiné-Bissau. 2 de maio, 18h30 Conversa com Zuenir Ventura e Luis Fernando Veríssimo sobre a recepção do 25 de Abril no Brasil. Nos dias 23 e 24 de abril, das 10 às 18 horas, em toda a Casa dos Bicos os visitantes poderão ouvir Os sons da Revolução, recuperando entrevistas de rua, reportagens em directo realizadas no dia 25 de abril de 1974. No dia 25 de Abril, a Fundação José Saramago não abrirá ao público, juntando-se às comemorações populares dos 40 anos da Revolução.

/////////////////////////////////////////////////

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful