You are on page 1of 1

O acordo ortogrfico um tratado internacional com o objetivo de criar uma ortografia unificada para o portugus a ser usado em todos

s os pases de lngua portuguesa. A lngua portuguesa tem dois sistemas ortogrficos: O portugus (tambm adotado pelos pases africanos e pelo Timor) e o brasileiro. Essa duplicidade resultado de um fracasso do acordo unificador de 1945 onde Portugal adotou, mas o Brasil no aceitou e preferiu continuar com o acordo de 1943. Um novo esforo de unificao surgiu em 1990 (Lisboa) e se o acordo fosse ratificado por parlamentares de todos os pases envolvidos, a nova ortografia unificada entraria em vigor em 1 de janeiro de 1994. Mais uma vez o acordo no entrou em vigor, pois s o Brasil e Cabo Verde aderiram s mudanas. Em 2004 os pases lusfonos se renem e concordam que bastaria trs dos oito pases ratificarem para que o acordo vigorasse. Em 2006 So Tom e Prncipe aderiram a acordo e a CPLPC (comunidade dos pases de lngua Portuguesa) veio ao Brasil para buscar apoio para obter a ratificao do acordo pelos demais pases. Em 2010 finalmente saiu o novo acordo ortogrfico o qual estamos discutindo aqui neste frum. Opinies diversas existem a respeito dele (algumas defendendo, outras criticando), porm, se analisarmos bem, podemos perceber que o acordo no altera pronncia alguma. Quando em Portugal se aboliu o acento de idia, passando a de escrever ideia, o "e" continuou aberto no se tornando semelhante ao "e" de feia. Alm disso, o acordo no cria, no elimina nenhuma palavra nova, no tem a ver com as variaes de uso ou significado de palavras, no estabelece regras de sintaxe e nem interfere com a coexistncia ou com as regras de normas lingusticas regionais. O novo acordo no introduz uma completa uniformizao na grafia das palavras, mas reduz ao mnimo possvel as diferenas. O objetivo deste novo acordo de unificar a grafia das palavras nos pases de lngua portuguesa. Referncias: 1) COSTA. Silvia Fernanda S.D. O portugus "brasileiro" e o novo acordo ortogrfico:elementos constituinte que ultrapassam alteraes na justia.Artigo 2) FARACO. Carlos Alberto.Novo acordo ortogrfico.Editora Parbola (artigo publicado na coluna do autor no site da rdio CBN de Curitiba). 3) WWW.orto.no.sapo.pt/c00.htm In: o que e o que no acordo ortogrfico. 4) pt.wikipedia.org/wiki/comunidade_dos_pases_de_Lngua_Portuguesa.