You are on page 1of 6

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO REPRESENTAÇÃO DE ENSINO/ARIQUEMES ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROFª

CARMEM IONE DE ARAÚJO

PROJETO EXCURSÃO ESCOLAR PEDAGÓGICA E CULTURAL – VIAGEM À PORTO VELHO: ESTRADA DE FERRO MADEIRA MAMORÉ, PARQUE ECOLÓGICO E BASE AÉREA (BAPV)

Ariquemes 2012

COORDENAÇÃO PROF.ª ROSELI GOMES MARTINS Docente da disciplina de Língua Portuguesa e Língua Inglesa e suas Respectivas Literaturas .

associar o que aprendeu a situações e cenários reais de forma espontânea e divertida ajudando na formação de pessoas mais cultas. De maneira geral contribuem para a socialização dos Alunos e facilitam a aprendizagem. vivenciar aventuras e dividir espaço e vontades com os amigos é uma excelente forma de se desenvolver. As excursões são essenciais porque servem também para que os alunos possam ter uma maior integração. pois tende a viver e a reviver fatos notórios estando diante de cenários reais. 3. As excursões pedagógicas são tendências na educação. Muito além do que se aprende em uma aula de campo.Justificativa A escola é uma instituição social que deve sempre promover situações que aprimorem a absorção de conhecimentos que permaneceram por toda a vida.1 . Para . O aluno pode assim. diversão e adquirir conhecimentos fora do campus da escola. Parque Ecológico e Base Aérea de Porto Velho (BAPV). 2. felizes e conscientes para enfrentar o amanhã. Porém. É notório que o aluno que participa de um projeto exploratório absorve com maior facilidade o conteúdo.Título Excursão Escolar Pedagógica e Cultural – Viagem à Porto Velho: Estrada de Ferro Madeira Mamoré. pois sai da teoria e expõe a prática estimulando o educando a interagir com o ambiente visitado. através de atividades práticas que estimulem a observação e levem o educando a interagir com o ambiente visitado.Introdução As excursões pedagógicas tornaram-se de suma importância para a educação do futuro sendo verdadeiras convergências do ensino. que superarão com destreza os obstáculos que possam por ventura surgir ao longo de suas vidas. é preciso que estejam inseridas no processo educacional e não sejam consideradas apenas como um passeio. para que esse potencial seja aproveitado. A visita monitorada tem como objetivo contribuir no processo de ensinoaprendizagem. É notório que tais atividades contribuem para o processo ensino-aprendizagem. Esse contato com o exterior pode ser tornar uma ferramenta eficiente na formação de alunos críticos e reflexivos.

ressaltando alguns princípios. Geografia. para que estes possam relacionar os conteúdos trabalhados em sala de aula. Reconhecer porque a EFMM deve ser tombada como Patrimônio Nacional. cultural e ecológica. as excursões são formas complacentes de se ajustar as necessidades da educação e dos alunos. Descrever as obras literárias que foram inspiradas na centenária EFMM. 4 .Objetivos Gerais:  Propiciar aos alunos a possibilidade de observarem e conhecerem um pouco mais da história do nosso estado. colocando-os em contato direto com lugares de extrema proeminência histórica. valorizando e preservando a biografia do povo rondoniense. nas disciplinas de Língua Portuguesa/Literatura. Ciências/Biologia e História à realidade histórico-cultural e ecológica do nosso estado. Relacionar as características do ambiente natural e cultural com a qualidade de vida.Objetivos Específicos:      Pesquisar o processo de construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e sua importância para o Brasil. propomos uma série de locais e eventos que proporcionarão a nossos alunos vivenciar realidades e situações diversificadas. como forma de se juntar diferentes conteúdos e disciplinas em um único projeto educativo. As aulas são os espaços ideais de trabalho com os conhecimentos dos alunos e onde se desencadeiam experiências e vivências formadoras de consciências mais vigorosas porque alimentadas no saber. fazendo-se necessário levá-los a ter um contato direto com alguns lugares relevantes para que possam compreender a essa interdependência dos componentes. Verificar os nomes vulgares e científicos de cada espécie observada. A escola é uma parte indispensável para se promover à consciência e estimular a mudança de comportamento a partir da conjugação das questões atuais com as questões socioculturais. bem como características e hábitos alimentares. . Reconhecer o habitat natural de cada espécie observada associando-as com as regiões brasileiras.tanto. As disciplinas são os recursos didáticos através dos quais os conhecimentos científicos de que a sociedade já dispõe são colocados ao alcance dos alunos. Atualmente. 5. enfatiza-se muito a interdisciplinaridade.

Parque Ecológico e da BAPV.METODOLOGIA:   Formar grupos para que se possa fazer a visitação de forma organizada e dividir as responsabilidades entre os professores acompanhantes.   Desenvolver hábitos de preservação do meio ambiente tendo em vista que a sua própria vida está relacionada à preservação da natureza. Fotografias. canetas. Mural para exposição. Parque Ecológico e o Comandante da BAPV sobre o histórico da EFMM e do Parque Ecológico e da BAPV e sua importância para a sociedade rondoniense. Compreender a importância do parque para a ação e reação do homem com a natureza.AVALIAÇÃO:  Construir um mural com fotos e textos (produzidos pelos alunos da excursão) sobre o histórico da EFMM. Bloco para anotações.Abrangência  Alunos dos 8º anos A e B da EEEFM Profª Carmem Ione de Araújo. Visão e os Valores da BAPV – Base Aérea de Porto velho. no pátio da escola. Conhecer a Missão. Câmera fotográfica. reformas e mudanças realizadas. Entrevistar os administradores da EFMM.    Entrevistar funcionários administrativos para ter acesso às informações sobre a fundação. 9. . Os alunos irão observar cada setor e fazer anotações relevantes. Realizar exposição do material produzido. 7. Formar equipes para produzir material para exposição sobre a excursão realizada (na escola). 8. Localizar no tempo o processo de mudanças estruturais feitas no parque. 6.RECURSOS:      Ônibus.

 Expor entrevista sobre a fundação. mudanças e importância social dos ambientes visitados. Fazer uma feira no pátio da escola para divulgar os trabalhos para toda a comunidade escolar. .