Resenha Rosalina e o Piano

A estória de Rosalina e o Piano diz respeito aos principais conceitos envolvidos
no gerenciamento de projetos.
Na estória, a protagonista Rosalina é convidada pelo Presidente da empresa
onde trabalha a transportar um piano do subsolo para o auditório, localizado no
18º andar, devido a um encontro informal entre o presidente e Stakeholders.
O maior problema identificado é a restrição de tempo para o sucesso do
projeto.
Rosalina aceita a proposta do projeto oferecida pelo seu chefe vislumbrando
uma oportunidade de consolidar sua carreira na empresa.
A maior vantagem da Rosalina é que apesar das muitas incertezas envolvidas
para o sucesso do projeto, a mesma possui experiência no gerenciamento de
projetos. Deste modo pode adaptar os seus conhecimentos a realidade do
projeto.
Rosalina inicia seu projeto sondando colaboradores da empresa sobre as
condições do piano e como o mesmo foi transportado da última vez. Descobre
que o método anteriormente utilizado não é viável pelo curto prazo e do debate
decide-se pelo içamento do piano até o auditório.
A opção do içamento do piano e seu pleno funcionamento envolve a
necessidade de vários profissionais/especialistas diferentes para identificar
todos os riscos e etapas necessários até a entrega do piano em condições de
uso ao auditório.
Depois da discussão participativa e a elaboração de um plano de projeto,
Rosalina procura o presidente da empresa para validar o mesmo.
Coma aprovação, Rosalina acompanha, orienta monitora e controla todas as
etapas da execução do projeto.
O projeto apresentou problemas, o que gerou uma mudança no cronograma de
atividades, lembrando da necessidade da relação custo/benefício.
Rosalina acompanhou todas as etapas, inclusive a desmobilização da equipe
terceirizadas (içamento e janelas) e forneceu feedbacks aos seus
colaboradores internos.
Todo o projeto foi documentado, inclusive as lições aprendidas.
Rosalina está pronta para novos desafios e satisfeita com o sucesso do projeto.