UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB

Campus XIV - Departamento de Educação
Curso: Comunicação Social/Radialismo / 2013.2
Disciplina: Teorias da Comunicação
Docente: Nísia Alejandra Rizzo.
Discente: Ronilson Sapucaia.



1) Referência:
Gomes, Itania Maria Mota, Efeito e Recepção: A Interpretação do
processo receptivo em duas tradições de investigação sobre os
media, Rio de Janeiro, E-Papers Serviços Editorias, 2004.

2) Notas sobre o autor:

Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade
Federal da Bahia (2000) e bolsista produtiva em Pesquisa do CNPq
desde março de 2005. Realizou pós-doutorado, no período de
outubro/2006 a setembro de 2007 na Universitè Sorbonne-Nouvelle
(Paris III). Foi presidente da Associação Nacional dos Programas de
Pós-Graduação em Comunicação/COMPÓS no biênio 209/2011 e vice-
presidente no biênio 2001/2013. É Mestre em Comunicação e Cultura
Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (1995). Jornalista,
com graduação em Comunicação/habilitação em Jornalismo pela
Universidade Federal da Bahia (1990), e Assistente Social, com
graduação em Serviço Social Universidade Católica do Salvador (1987).
Professora Associada III da Universidade Federal da Bahia, lotada no
Depto. de Comunicação. É pesquisadora na área de Comunicação, com
ênfase em Análise de Telejornalismo, Cultural Studies, Estudos de
Recepção, Teorias da Comunicação e Teorias do Jornalismo. Coordena
o Grupo de Pesquisa em Análise de Telejornalismo.

3) Objetivo do texto:
O estudo sobre os efeitos diretos e imediatos que fala da metáfora da
agulha hipodérmica e pela teoria matemática da comunicação e cita
pontos sobre a sociedade, cultura e comunicação de massa.

4) Argumentação central:


5) Contraposições:
O que está em jogo é a defesa de um indivíduo ideal construído pelo
liberalismo, um indivíduo muito específico – racional, autoconsciente,
moralmente autônomo, não dogmático, trabalhador, sincero e honesto –
em contraposição a todas as características atribuídas à idéia de massa
– irracional, inconsciente, dependente, fanática. Contágio, sugestão,
alucinação transformam os indivíduos, considerados na multidão, em
autômatos, em sonâmbulos.

6) Citações:

“Caracterizar o público dos meios de comunicação de massa como “massa” é o
pressuposto fundamental da problemática dos efeitos diretos – serve-lhe como
uma espécie de pré-requisito. Mais além da noção de “massa”, a metáfora da
agulha hipodérmica, em geral considerada como a primeira tradição de análise
dos meios de comunicação, adota outros pré-requisitos, como a hipnose, os
reflexos condicionados e o behaviorismo, noções e hipóteses de trabalho
advindas de vários campos das ciências e que, de modo mais ou menos
explícito, conformavam uma noção geral acerca da presença dos meios de
comunicação na sociedade”. (pág.:27)

7) Juízo:

O texto se torna meio confuso devido aos inúmeros trechos citados pela
autora, porém as suas explicações sobre a teoria matemática da
comunicação, é discorrida de forma clara e sucinta, fazendo com que
não torne o assunto em questão incompreensivo.