P. 1
Multinacionais No Brasil

Multinacionais No Brasil

|Views: 3|Likes:
Published by fa

More info:

Published by: fa on May 23, 2014
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/23/2014

pdf

text

original

MULTINACIONAIS NO BRASIL

Edson Pereira Bueno Leal, junho de 2010
O que há de novo nas multinacionais:
Multinacionais são empresas cujas operações internacionais são
relativamente extensas e abrangem a movimentação em escala
mundial de bens e recursos financeiros, tecnologia e management.
A existência de empresas multinacionais não é fato novo na história
humana. Empresas que mobilizam grandes quantidades de recursos
e executam atividades simultâneas em várias regiões existem desde a
antiguidade.
"O interesse despertado pela empresa multinacional, notadamente a
partir a partir da década de 1960, justifica-se contudo, não apenas
pelo volume de recursos sob seu controle, mas sobretudo, pelo fato
de ela ser o instrumento mais eficaz dos processos de concentração
e internacionalização da produção que deram origem à estrutura
oligopólica internacional".(Martins, Luciano; Nação e Corporação
Multinacional; Paz e Terra1975, p. 5).
Do ponto de vista da ciência política, o conceito de Estado Nação
tem sido considerado como o mais importante do ponto de vista
dos atores políticos internacionais. Por outro lado, a capacidade do
país de estabelecer os seus objetivos nacionais e de implementar
políticas em busca do efetivo desenvolvimento, dependem em
última análise do estabelecimento de uma infra-estrutura básica e o
desenvolvimento de uma tecnologia que permita o
desenvolvimento auto sustentado. Neste ponto, as empresas
multinacionais, devido aos imensos recursos de que dispõem ,
surgem como um novo ator no cenário político internacional,
opondo-se ao Estado nação e influenciando na condução de
políticas governamentais na determinação de padrões de consumo,
escolha de tecnologias, etc.
As multinacionais por atuarem em escala global levam em
consideração o resultado agregado de sua atuação, não se
importando com eventuais prejuízos conjunturais em uma
determinada região, principalmente considerando que muitas vezes
estes "prejuízos", decorrem de estratégia para a conquista de
mercados e a superação da concorrência. A lógica da expansão da
multinacional , apresenta autonomia em relação aos interesses de
um país , muitas vezes podendo ir contra estes mesmos interesses.
Exemplo claro desta realidade é o caso da Samsung Eletromecânica
da Amazônia que após a instalação de uma fábrica de componentes
e itens de microeletrônica em Manaus , na qual começou a produzir
bobinas defletoras para cinescópios decidiu fechar a fábrica e sair
do Brasil . ( Valor , 17.03.2003 , p. B-7) .
Outro aspecto importante também, reside no fato de que, cada vez
mais o comércio internacional se torna um negócio entre unidades
da mesma empresa, passando a ser feito por meio de critérios que
fogem às regras usuais de comércio.
No caso brasileiro , em 1995 , dos US$ 46,506 bilhões em
exportações , as empresas com capital estrangeiro foram
responsáveis por US$ 21,745 bilhões ( 46,8%) . Em 2000 , de US$
60,4 bilhões em vendas externas, cerca de US$ 33,250 bilhões
(60,4%) foi feito por estas empresas . O comércio intrafirmas que
representava 19,5% das exportações em 1995, passou para 38,2%
em 2.000 . ( F S P 13.03.2003 , p. B-6) .
Estima-se que um grupo de 100 grandes empresas transnacionais
seja responsável pela metade do comércio internacional, faturando
em 1999 cerca de US$ 4,3 trilhões e empregando 13,3 milhões de
pessoas , das quais aproximadamente 6 milhões fora de seus países
de origem . As dez maiores corporações industrial tem um
faturamento anual superior a US$ 1 trilhão , quase que o dobro do
PIB brasileiro.
O Centro de Empresas Transnacionais das Nações Unidas estima a
existência de 60.000 multinacionais , controlando 800.000 filiais
pelo mundo .
AS DEZ MAIORES EMPRESAS DO MUNDO 1997
Empresa país Setor Faturamento em 97 em US$ milhões
General Motors EUA Automóveis 178
Ford Motor EUA Automóveis 153
Mitsui Japão Química/máq./aço 142
Mitsubishi Japão Elétrico/Eletrônico 128
Royal Dutch Shell Ingl/Holanda Petróleo/Quím/Av. 128
Itochu Japão Aviaçã/Química 126
Exxon EUA Petróleo/química 122
Wall-Mart EUA Varejo 119
Marubeni Japão Química/Têxtil 111
Sumitomo Japão Metalurgia/Químic 102
Fonte : Fortune , in Veja, 7.7.99 , p. 136

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->