Procuramos nos adaptar as exigentes novidades do mundo não apenas no

comportamento e nas ideias, também sentimentalmente, ou seja, somos compelidos
em nossa totalidade a converter em natural o novo mundo artificial em que vivemos.
Mas os sentimentos, pela sua lentidão, são os últimos a chegarem e a partirem.Por
isso, estão sempre dessintonizados aos acontecimentos.
Para essa conformaão em nossa totalidadedo !ssa adaptaão "#los em naturais.
Para eles o nvo mundo artifical dependendo do tempo de adaptaão, ou seja, de se
converterem em naturais provoca#nos uma certa inconformidade.
Procuramos nos adaptar as exigentes novidades do mundo não apenas no
comportamento e nas ideias, também sentimentalmente, ou seja, somos compelidos
em nossa totalidade a converter em natural o novo mundo artificial em que vivemos.
Mas os sentimentos, pela sua lentidão, são os últimos a chegarem e a partirem. $ogo,
estão sempre dessintonizados aos acontecimentos.
%s vezes esse descompasso é entendido como car"ncia de sentir, portanto,
necessitamos de uma ajuda para produzirmos ou ampliarmos nossos sentimentos.
!ssa necessidade se torna urgente quando esse descompasso representa um risco
pol&tico, quando ameaa atrasar ou impedir a exist"ncia do novo que procura se impor,
seja por sua novidade pac&fica ou violenta.
' o caso do nazismo e do racismo.
(a )lemanha foi necess*rio uma intensa propaganda de sentimentos violentos para a
sociedade se adaptar ao nazismo como natural.
(a +frica do ,ul ser* necess*ria uma intensa propaganda de sentimentos pac&ficos
para que a sociedade em sua totalidade se adapte aos novos tempos simbolizados
pela luta de Mandela.
Procuramos nos adaptar as exigentes novidades do mundo não apenas no
comportamento e nas ideias, também sentimentalmente, ou seja, somos compelidos
em nossa totalidade a converter em natural o novo mundo artificial em que vivemos.
Mas os sentimentos, pela sua lentidão, são os últimos a chegarem e a partirem.$ogo,
estão sempre dessintonizados aos acontecimentos.
)s vezes esse descompasso é entendido como car"ncia de sentir, portanto,
necessitamos de uma ajuda para produzirmos ou ampliarmos nossos sentimentos.
!ssa necessidade se torna urgente quando esse descompasso representa um risco
pol&tico, quando ameaa atrasar ou impedir a exist"ncia do novo que procura se impor,
seja por sua novidade pac&fica ou violenta.
' o caso do nazismo e do racismo.
(a )lemanha foi necess*rio uma intensa propaganda de sentimentos violentos para a
sociedade se adaptar e aceitar o nazismo como natural os novos tempos sombrios
que se aproximavam. (a )frica do ,ul, ap-s a longa adaptaão aos velhos tempos
sombrios de racismo, ser* necess*rio uma mais intensa propaganda de sentimentos
pac&ficos para que a sociedade se adapte aos novos tempos simbolizados pela luta de
Mandela.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful