You are on page 1of 1

HARMONIA - Reduo Schenkeriana

Trata-se de uma forma de anlise que tem por objetivo delinear a estrutura
harmnico-contrapontstica bsica de uma pea atravs de redues sucessivas. Trata-se
de expor as estruturas lineares que, supostamente, esto ocultas nos encadeamentos
harmnicos. Supe-se aqui, que nem todos os acordes tem "origem harmnica".
Distinguem-se assim, o que seriam os acordes estruturais de uma pea (trades ou
acordes de stima que so simbolizados por mnimas nos grcos schenkerianos) do que
seriam os prolongamentos (acordes contrapontsticos de passagem ou ornamentais):
estes tm uma tendncia horizontal e nascem dos movimentos lineares contrapontsticos
que so as dissonncias e notas no essenciais aos acordes: apojeaturas, notas de
passagem, bordaduras, escapadas, antecipaes, grace notes e retardos que so em geral,
simbolizados por notas pretas distribuidas de diferentes maneiras sobre o grco
conforme o caso).
A cada reduo se mantm os acordes estruturais e so eliminados os
prolongamentos - o que era acorde estrutural num nvel superior pode se transformar em
prolongamento no nvel imediatamente inferior - at que se chega ao "background" que
em geral se resume a uma cadncia I-V-I, I-III-V-I, I-II-V-I ou I-IV-V-I com uma linha
bsica na voz superior quer pode fazer os seguintes caminhos: 5-4-3-2-1, 3-2-1 ou 5-4-3.
Os acordes estruturais expressam a direcionalidade harmnica em sua estrutura bsica e
os acordes de prolongamento preenchem o que seria o esqueleto bsico da pea. Seu
papel ou expandir a progresso de um acorde estrutural a outro ou expandir a
sonoridade de um acorde nico. No primeiro caso os prolongamentos reforam uma
direcionalidade ("moving whithin") e no segundo expandem uma sonoridade ("circling
around").
Para maiores informaes conra:
Salzer, Felix, Structural Hearing: Tonal Coherence in Music, Paperback.
http://www.schenkerguide.com/basicmodel.html