You are on page 1of 1

Acção de Formação: Bibliotecas Escolares – Modelo de Auto-Avaliação

VI Sessão
Tarefa nº2 (2ª parte): Tendo por base a sua prática empírica de acompanhamento às BES
e/ou o conhecimento directo da/s BE da Escola/Agrupamento de que é Professor-
bibliotecário, e tendo por objectivo a melhoria dessa/s BE/s, sugira acerca do Subdomínio
por que optou, justificando as suas sugestões: duas Coisas que considere que a/s BE/s
devessem deixar de fazer; duas Coisas que considere que a/s BE/s devessem continuar a
fazer; duas Coisas que considere que a/s BE/s devessem começar a fazer.

O que a BE da EB1 Nº 1 de O que a BE da EB1 Nº 1 de O que a BE da EB1 Nº 1 de


Vila do Conde devia Vila do Conde deve Vila do Conde deve
DEIXAR de fazer CONTINUAR a fazer COMEÇAR a fazer
1. Deixar de apostar na 1. Produzir e disponibilizar 1. Apostar num, planeando
quantidade. O PAA do guias de acesso, de de actividades que a
Agrup. continua a ser procura e produção da equipa (reduzida) possa
elaborado com um nº informação, incentivando efectivamente
excessivo de actividades uma cultura de acesso e concretizar sem ter que
e na maior parte das uso da BE e dos seus recorrer a horas
vezes para a realização recursos extraordinárias
dessas actividades não excessivas, assim como
existem recursos 2. Envolver cada vez mais dispor de verbas pessoais
financeiros e humanos os professores na para as concretizar
utilização/divulgação dos
2. Deixar de executar o 2. Promover actividades
recursos existentes na BE
serviço de empréstimo com qualidade e que
aos seus alunos/ turmas
domiciliário caso incentivem o trabalho
assim como das
continuem a existir os autónomo dos alunos.
actividades promovidas
problemas técnicos que
pela BE
impedem a utilização do
programa GIB

Nas actuais condições de funcionamento da BE, que coordeno desde há cinco anos, corro o
risco de não poder continuar a assegurar aquilo que considero ser a razão de existência de
uma Biblioteca Escolar ou seja a circulação do conhecimento.
Anseio pelo dia de implementação do MAABE!

“(…) todos os membros da comunidade escolar se


tornem utilizadores eficientes de informação e ideias,
em todas as suas formas e veiculadas por diferentes
media”
(IFLA/UNESCO, 1998)

Ana Luísa de Beirão