Normas para publicação

Estudos e Pesquisas em Psicologia é uma revista eletrônica quadrimestral,
alocada no site http://www.revispsi.uerj.br, criada com a finalidade de publicar
textos inéditos em Psicologia e áreas afins sob a forma de artigos, comunicações
breves de pesquisas, resumos de teses e resenhas. São bem vindas reflexões das
várias áreas de saber que compõem as Ciências Humanas e Sociais e que possam
contribuir, efetivamente, para o aprofundamento das questões concernentes à
Psicologia. Desta forma, a Comissão Editorial, formada por professores do Instituto
de Psicologia da UERJ, pretende estar em consonância com a perspectiva que
considera os saberes e fazeres “psi” como um campo atravessado por outros
saberes e fazeres.
A revista recebe artigos preferencialmente em português e apresenta as seguintes
seções:
• Artigos, compreendendo investigações baseadas em dados empíricos,
análises teóricas e/ou revisão crítica de literatura, com 12 laudas, no
mínimo, sem contar as referências bibliográficas e as folhas 1 e 2 conforme
as instruções para apresentação dos originais; Resenhas, revisão crítica de
obra recém publicada orientando o leitor quanto a suas características e
usos potenciais, com 4 laudas, no mínimo;Comunicações de teses recém
defendidas com 6 laudas, no mínimo e Comunicações de pesquisas,
relato completo, mas sucinto de pesquisa, concluída ou em andamento,
limitado a 6 laudas.
• A revista eventualmente publicará artigos traduzidos, desde que
devidamente acompanhados do consentimento da fonte de publicação
original; resenhas de filmes, que demonstrem claramente o vínculo da
temática expressa no mesmo e as diversas problemáticas abordadas pelas
Ciências Humanas e Sociais e com utilização de referencial bibliográfico;
entrevistas com intelectuais consagrados e relevantes para a área já
explicitada.
Os textos recebidos serão encaminhados a dois pareceristas e devolvidos ao(s)
autor(es), caso as avaliações indiquem a necessidade de correções ou mudanças.
A Comissão Editorial reserva-se o direito de efetuar pequenas alterações ou cortes
no trabalho, com o objetivo de uniformizá-lo aos padrões da revista. Nenhuma
dessas alterações resultará em modificações de conteúdo. A Comissão Editorial
também se reserva o direito de decidir sobre casos especiais, eventualmente, a fim
de manter a qualidade e periodicidade da revista.
INFORMAÇÕES AOS COLABORADORES:
Remessa dos trabalhos:
Os textos deverão ser enviados por e-mail, para o endereço eletrônico
revispsi@gmail.com, pelo modo attached.
I. APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS:
Os trabalhos deverão ser digitados em Word for Windows. Devem ser escritos em
espaço 1,5, com margem esquerda de 3 cm (padrão word) e margem direita de
1.5cm, em fonte Verdana, tamanho 12. O texto deverá ser precedido por:
© Estudos e Pesquisas em Psicologia, ISSN 1808-4281. 1 
Folha 1: Folha de rosto, em que conste título, na língua original, nome(s)
completos do(s) autor(es), respectivas vinculações institucionais por extenso, com
cidade e país, titulação, endereço completo de correspondência, telefone e e-mail
de todo(s) o(s) autor(es) – se houver mais de um. É fundamental que seja indicado
um dos autores, telefone e e-mail para contato pela revista em caso de
necessidade. A identificação do(s) autor(es) deve aparecer somente nesta Folha 1.
Folha 2: Esta folha é reservada para os artigos e comunicações de pesquisa.
Deverá conter novamente o título, o resumo (entre 100 e 150 palavras) e palavras-
chave (de 3 a 5) em português, como também o title, o abstract (entre 100 e 150
palavras) , e keywords (de 3 a 5).
Folha 3 e demais: Composta pelo título e texto sem identificação. Chamamos a
atenção aos autores para que retirem do texto qualquer tipo de identificação, além
do que já consta na referida Folha 1.
As citações, notas e referências bibliográficas seguem as normas da ABNT.
Normas para as seções da Revista:
Artigos compreendem investigações baseadas em dados empíricos, análises
teóricas e/ou revisão crítica de literatura, com 12 laudas, no mínimo, além das
referências bibliográficas e Folhas 1 e 2. Os artigos devem conter título em
português (fonte 14) e em inglês (fonte 12) ambos com parágrafo centralizado;
resumo em português e em inglês com fonte 10 e com margem esquerda de
1,25cm; e palavras-chave em português e em inglês com fonte 10 e com margem
esquerda de 1,25cm em seguida. Os subtítulos do artigo devem estar em fonte
12, negrito, justificado e com espaço simples depois. No caso de inserção de
epígrafe, esta deverá vir em fonte 10, itálico, alinhamento de parágrafo à direita e
margem esquerda de 6cm. Títulos de livro citados no interior do texto devem
aparecer em itálico. Caso sejam utilizadas siglas para identificação de Instituição,
órgão etc, estas devem ser apresentadas por extenso na primeira aparição.
Resenhas referem-se a revisões críticas de obra recém publicada (máximo 2
anos), orientando o leitor quanto a suas características e usos potenciais, com no
mínimo quatro laudas. Obrigatoriamente toda resenha deve apresentar título em
português e em inglês, como também a referência completa do livro resenhado
logo abaixo do título, segundo as normas da ABNT (com indicação do número de
páginas do livro).
Comunicações de teses recém defendidas (máximo 2 anos) devem ter no mínimo
seis laudas e devem conter título em português e em inglês, resumo em português
e em inglês e palavras-chave em português e em inglês.
Comunicações de pesquisas, finalizadas ou em andamento, são limitadas a seis
laudas e devem conter título em português e em inglês, resumo em português e
em inglês e palavras-chave em português e em inglês.
Apresentação das Notas:
As notas devem ser numeradas, sucintas e apresentadas ao final do texto, em fonte
10, simples e sem entrada de parágrafo. Não deve ser utilizado o recurso “Inserir
Notas” do Word. É possível, como rege a ABNT, que as referências sejam feitas em
notas, desde que sejam também listadas de forma completa ao final do texto
identificadas como Referências Bibliográficas.

© Estudos e Pesquisas em Psicologia, ISSN 1808-4281. 2 
Apresentação de Imagens ou Tabelas:
As imagens, tabelas, gráficos, figuras e outros devem ser apresentadas no formato
“JPEG” ou “.GIF”, inseridas no corpo do texto e situadas exatamente onde devem
aparecer na publicação, ficando o uso de cores a critério dos autores.
Apresentação das Citações:
Menção, no texto, de uma informação colhida em outra fonte. Pode ser uma
transcrição ou paráfrase, direta ou indireta, de fonte escrita ou oral, sendo
indispensável mencionar os dados necessários à identificação da fonte da citação.
Quaisquer citações/transcrições com menos de três linhas devem ser incorporadas
ao texto e conter aspas. As demais citações devem aparecer em parágrafo distinto,
recuado 4 cm da margem, sem aspas, em espaço simples, e com fonte 10.
As citações devem ser indicadas no texto pelo sistema ‘autor, data’ ou ‘autor, data,
página’, como nos exemplos seguintes:
• Para Macedo (1990), Rachele (1992) e Silva Júnior (1995) as estruturas
familiares interferem no comportamento infantil.
• Num estudo recente (BARBOSA, 2003, p.47), apresenta “[...] os valores
encontrados nas comunidades operárias brasileiras [...]”.
• Segundo Morais (1985, p.135), "a presença de intervenções policiais nas
favelas [...] tem aumentado a violência urbana".
• Muitos autores apresentam metodologias (BRUNETTI, 1983; MELO, 1987;
MACEDO, 1990) originais sobre o tema.
Diferentes títulos do mesmo autor, com a mesma data, deverão ser diferenciados,
adicionando-se uma letra minúscula depois da data. Ex: (CÂNDIDO, 1992a),
(CÂNDIDO, 1992b).
Quando houver coincidência de autores com o mesmo sobrenome e data de edição,
acrescentam-se as iniciais de seus prenomes. Ex.: (BARBOSA, C., 1956),
(BARBOSA, O., 1956)
Quando se tratar de dados obtidos por informação oral (palestras, debates,
comunicações etc), indicar entre parênteses a expressão “informação verbal”. Ex.:
Tricart constatou que na Bacia do Resende, no vale do Paraíba, há indícios de cones
de dejeção (informação verbal).
Na citação de trabalhos em fase de elaboração, trabalhos não publicados etc., deve
ser mencionado o fato, indicando-se os dados bibliográficos disponíveis. Ex.: No
Plano de Urbanização do Morro do Pavão, de autoria de José de Souza Carvalho e
outros, executado através do convênio TBAN/BCNF, em 1978 (em fase de
elaboração), são sugeridas modificações radicais.
Quando se fizer uma citação a partir de uma outra fonte, deve-se citar o autor
original seguido da palavra “apud” e da indicação do autor, data e página da obra
diretamente consultada. Faz-se a identificação completa da obra consultada nas
“Referências Bibliográficas”.
Ex.1: Segundo Russo (apud OLIVEIRA, 2002, p. 25), “[...] os psicanalistas ao se
constituírem enquanto corpo [...]”.
© Estudos e Pesquisas em Psicologia, ISSN 1808-4281. 3 
Ex.2: Podemos afirmar que “[...] os psicanalistas ao se constituírem enquanto
corpo [...]” (RUSSO apud OLIVEIRA, 2002, p. 25).
Apresentação das Referências Bibliográficas:
Deverão ser listadas ao final do trabalho, antes das notas, em espaço simples.
Devem constar somente as referências bibliográficas citadas no texto, em ordem
alfabética pelo sobrenome do autor, e obedecendo à data de publicação, isto é, do
trabalho mais antigo para o mais recente. Não devem ser abreviados títulos de
periódicos, livros, editoras etc. Exemplos de apresentação por tipo de material:
Livro:
GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil. 3.ed. Niterói: EdUFF, 1998.
Capítulo de livro:
MARTINS, C. B. O novo ensino superior privado no Brasil (1964-1980). In: ______.
Ensino superior brasileiro – transformações e perspectivas. São Paulo:
Brasiliense, 1988, p. 11-48.
MEEK, V. Lynn. Use of the “market” in the transformation of Australian Higher
Education. In: GÓMEZ, R. (Org.). Reformas en los sistemas nacionales de
educación superior. La Coruña: Netbiblo, 2002, p. 149-178.

Artigo e/ou matéria de periódico:
MANSILLA, H. C. F. La controversia entre universalismo y particularismo en la
filosofia de la cultura. Revista Latinoamericana de Filosofia, Buenos Aires, v.
24, n. 2, p. 115-137, maio 1998.
Tese:
BARCELOS, M. F. P. Ensaio tecnológico, bioquímico e sensorial de soja e
guandu enlatados no estádio verde e maturação de colheita. 1998. 160 f.
Tese (Doutorado em Nutrição) – Faculdade de Engenharia de Alimentos,
Universidade Estadual de Campinas, Campinas.
Artigo e/ou matéria de jornal:
NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de S. Paulo, São Paulo, 28
jun. 1999. Folha Turismo, Caderno 8, p. 13.
Obras consultadas online:
SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Tratados e organizações
ambientais em matéria de meio ambiente. In: _____. Entendendo o meio
ambiente. São Paulo, 1999. V. 1. Disponível em: <http:// www.bdt.org.br/sma>.
Acesso em: 8 mar. 1999.
RIBEIRO, P. S. G. Adoção à brasileira: uma análise sócio-jurídica. Datavenia, São
Paulo, ano 3, n. 18, ago. 1998. Disponível em: <http://www.datavenia.inf.br/>.
Acesso em: 10 set. 1998.
KELLY, R. Electronic publishing at APS: its not just online journalism. APS News
Online, Los Angeles, nov. 1996. Disponível em: <http://aps.org/apsnews>. Acesso
em: 25 nov. 1998.

© Estudos e Pesquisas em Psicologia, ISSN 1808-4281. 4 
© Estudos e Pesquisas em Psicologia, ISSN 1808-4281. 5 
Resumo de Trabalho de Congresso:
MARTIN NETO, L.; BAYER, C.; MIELNICZUK, J. Alterações qualitativas da matéria
orgânica e os fatores determinantes da sua estabilidade num solo podzólico
vermelho-escuro em diferentes sistemas de manejo. In: CONGRESSO BRASILEIRO
DE CIÊNCIA DO SOLO, 26, 1997, Rio de Janeiro. Resumos... Rio de Janeiro:
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1997. p. 443.
Trabalho Publicado em Anais de Congresso:
BRAYNER, A, R. A.; MEDEIROS, C. B. Incorporação do tempo em SGBD orientado a
objetos. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 1994, São Paulo.
Anais... São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.
II. PROCEDIMENTOS DE SUBMISSÃO E AVALIAÇÃO DOS
MANUSCRITOS:
• Os textos recebidos são avaliados, previamente, quanto à forma e
adequação às exigências da revista pela Secretaria de Publicação e
Comissão Editorial.
• Só serão aceitos trabalhos para publicação na revista Estudos e Pesquisas
em Psicologia em cujo encaminhamento, por e-mail, conste declaração
expressa de originalidade e ineditismo desse material.
• Uma vez aprovados nessa primeira etapa, os textos (artigos, comunicações
e resenhas) são encaminhados a dois pareceristas, juntamente com uma
ficha de avaliação (ver modelo ao final).
• Caso as avaliações indiquem a necessidade de correções, mudanças, bem
como, no caso de terem sido rejeitados, os textos são encaminhados ao(s)
autor(es), fazendo-se acompanhar do texto dos pareceres aos seus textos.
• O processo de avaliação por parte de pares utiliza o sistema de blind review,
preservando a identidade dos autores e consultores. A Comissão Editorial
reserva-se o direito de efetuar pequenas alterações ou cortes no trabalho,
com o objetivo de uniformizá-lo aos padrões da revista, desde que nenhuma
dessas alterações resulte em modificações de conteúdo.
• A Comissão Editorial também se reserva o direito de decidir sobre casos
especiais, eventualmente, a fim de manter a qualidade e periodicidade da
revista.
III. DIREITOS AUTORAIS
O(s) autor (es) cujos trabalhos forem aceitos para publicação na revista Estudos e
Pesquisas em Psicologia aceitam automaticamente ceder os direitos autorais para a
mencionada revista.
Assim, os direitos autorais dos textos publicados são da revista Estudos e Pesquisas
em Psicologia e a reprodução total ou parcial (mais de 500 palavras do texto)
requererá autorização, por escrito, do Editor.
IV. TERMO DE RESPONSABILIDADE
O conteúdo do manuscrito original e/ou reformulado (se for o caso) que resulte em
publicação na revista Estudos e Pesquisas em Psicologia de artigo / comunicação de
pesquisa / resenha é de total e absoluta responsabilidade do(s) autor (es), o que
inclui os aspectos éticos inerentes à realização de um trabalho científico.