You are on page 1of 2

Uma Flor Rara

Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, flhos
perfeitos, um emprego que lhe pagava muitssimo bem, uma famlia unida.
estranho ! que ela n"o conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os
afa#eres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava defcit$ria em
algumas $reas.
%e o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos flhos, se surgiam
problemas, ela dei&ava de lado o marido... ' assim, as pessoas que ela
amava eram sempre dei&adas para depois.
(t! que um dia, seu pai, um homem muito s$bio, lhe deu um presente: uma
)or muito cara e rarssima, da qual havia um apenas e&emplar em todo o
mundo.
' disse a ela: * Filha, esta )or vai te ajudar muito mais do que voc+ imagina,
-oc+ ter$ apenas que reg$*la e pod$*la de ve# em quando, $s ve#es
conversar um pouquinho com ela, e ela te dar$ em troca esse perfume
maravilhoso e essas lindas )ores.
( jovem fcou muito emocionada, afnal a )or era de uma bele#a sem igual.
.as o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo
o seu tempo, e a sua vida,que continuava confusa, n"o lhe permitia cuidar
da )or.
'la chegava em casa, olhava a )or e as )ores ainda estavam, l$, n"o
mostravam sinal de fraque#a ou morte, apenas estavam l$, lindas,
perfumadas.
'nt"o ela passava direto. (t! que um dia, sem mais nem menos, a )or
morreu.
'la chegou em casa e levou um susto, 'stava completamente morta, suas
ra#es estavam ressecadas, suas )ores cadas e suas folhas amarelas.
( jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido. %eu pai
ent"o respondeu: * 'u j$ imaginava que isso aconteceria, e eu n"o posso te
dar outra )or,porque n"o e&iste outra igual a essa, ela era /nica, assim
como seus flhos, seu marido e sua famlia. 0odos s"o b+n1"os que o %enhor
te deu, mas voc+ tem que aprender a reg$*los, pod$*los e dar aten1"o a
eles, pois assim como a )or, os sentimentos tamb!m morrem. -oc+ se
acostumou a ver a )or sempre l$, sempre )orida, sempre perfumada.
' se esqueceu de cuidar dela.
2uide das pessoas que voc+ ama,
' voc+3 0em cuidado das b+n1"os que 4eus tem lhe dado3
5embre*se da )or, pois como elas s"o as b+n1"os do %enhor:
'le nos d$, mas n6s ! que temos que cuidar delas.