Por que eu me tornei uma feminista? "Quando pequena quis amar, todos temos um sonho de amor.

Nos dão um sonho perfeito, uma mentira pra acreditar. Apenas pela observação deu pra ver claramente que a traição não era encarada da mesma forma para ambas as partes. Se tinham me dado um sonho de relacionamento perfeito,é óbvio que eu me achava no direito de exigir fidelidade da outra parte. Rapidamente se descobre que não funciona assim. Após passarem grande tempo brincando com sentimentos das mulheres e as magoando, os homens lhes cobram filhos, a sociedade de modo geral lhes cobra filhos.

Ela não deve ser realizada sexualmente, não merece respeito algum numa relação, e ainda lhes cobram filhos. Eu nunca quis ser mãe, e isto desde pequena. Independente de minhas experiências com homens.

Me tornei feminista por causa das injustiças do mundo. Me formei em direito. Tinha planos.Tinha sonhos. Descobri que a justiça não nos protege plenamente, a polícia não nos protege, que os homens não nos protegem, e que muitas vezes nos agridem.

Descobri que matam mulheres à pedradas. Que mataram mulheres que achavam que não eram virgens. Descobri que queimaram mulheres vivas.

Descobri que violentam mulheres na guerra com mais frequência do

que se pensa.

Descobri que as esposas eram agredidas pelos maridos. Descobri que padrastos violentavam as enteadas, e alguns pais tbm, infelizmente.

Descobri que prostituta não é uma mulher má e criminosa como me ensinaram quando eu era pequena, e sim uma mulher sem chance de se sustentar nesse mundo cão.

Descobri que nos pagam menos de propósito para que essa situação cômoda de bonecas e limpadoras de lares continue...

Descobri que um números imenso de mulheres morre fazendo aborto. Descobri que muitos homens as induzem a abortar.

Descobri que homens jogaram bombas atômicas encima de mulheres, idosos e crianças. Descobri que alguns homens acham que uma mulher deve levar adiante uma gravidez resultante de um estupro, e que há legislação de países que a obrigam a isso. Descobri que quando o aborto foi aceito em caso de estupro era para que um bastardo não se tornasse herdeiro do patrimônio do marido e não a preocupação com o sentimento da vítima.

Descobri que religiões querem controlar mulheres.

Motivos não faltam portanto para aderir à luta feminista. " (Mel Morgana) In http://hysterocracya.blogspot.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful