“Os novos domínios da aplicação da Lógica: Cibernética, Informática eInteligência

Artificial”.1. A evolução da Lógica clássica para a Lógica Simbólica.
A Lógica Clássica e a Lógica Simbólica resultam do estudo da Lógica formal,e da tentativa
de encontrar a relação entre a linguagem e o pensamento. Noentanto e difícil definir a Lógica
através de linguagem devido à ambiguidadedesta última. Como tal os lógico tentaram definir
a lógica através da suaracionalização em membros ou símbolos que abrangem
variadasrepresentações.A lógica clássica assenta na estruturação do pensamento de maneira a
queeste possa ser dividido em símbolos. Símbolos esses que são as palavras e querespeitam
uma determinada estrutura dada pela “forma predicativa”, que sedistingue em sujeito, cópula
e predicado. Um exemplo desta estrutura é “ Todo oA é B”, no entanto esta estrutura não
pode definir todos os casos, pois ,além dereduzir excessivamente todas as proposições a esta
forma, também a cópulatraduz variadíssimas realidades. Ou seja, apesar de esta estrutura ser
correctaem determinados casos, para outros está incorrecta, significando que a
LógicaClássica está incompleta.A Lógica simbólica assenta num código de sinais definidos e
manipulados por regras, e na qual os símbolos têm somente um significado. Assim, atravésde
um conjunto de regras, estes símbolos poderiam ser manipulados de formatão rigorosa como
um cálculo matemático. Assim assistiu-se à substituição daslinguagens naturais por símbolos,
permitindo assim a formalização completa dalógica e a sua transformação num cálculo de
mais fácil operatividade.Importa estudar a lógica em relação aos novos domínios pois apenas
a suacompleta formalização permitirá a elaboração de um programa no qual sereproduza a
lógica humana. Apenas a racionalização da lógica à sua forma maissimples irá permitir isso.