A bios fera

O tubarão branco

não criou a fome.

Nasce o amor

no menino que mama

ou voraz

agarra, morde o seio

e faz a morte

parecer humana.

O sonho adormece

enquanto a dor

desperta,
desperta,

tecendo no vazio imenso,

o manto que nos cerca,

nos desertos,

na cidade,

na flor est a.

Ensaio Power Point c/ utilização de imagens (em caráter experimental) de: PHOTOVAULT; National Geographic; Medscape; Marasmo; Folate; Cerebral Growth Maps, Paul Thompsom; Newborn, Scientific American (RN, 5’ apgar 10); Sarah e João foto de Rodrigo; Crack Baby – Sciam?; Bandeiras do CLIPART Magister; Satélite do dominiopublico.com; NASA; Fractal Media Graphics; SBPC/ Ciência Hoje; ...web capture Circulação restrita à rede de e-mails do autor. Caso algum autor de imagens sinta-se prejudicado contactar com: paulopedropepeu@zipmail.com.br

Poema dedicado a Melanie Klein
do livro “Pronome em nome do nome” de Paulo Pedro Pepeu Ba, Fundação Casa de Jorge Amado;COPENE, 1998 Música de Enya, China roses

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful