You are on page 1of 2

Posição da Tradicional e Respeitável

Casa de Oxumarê - Salvador - Bahia
Sobre o texto:
Sacrifícios de Animais em rituais religiosos: O legado do retrocesso
A CASA DE OXUMARÊ, NA PESSOA DE SEU SACERDOTE O BABALORIXÁ PECE DE
OXUMARÊ E COM APOIO DE TODA A COMUNIDADE DO CULTO DE ORIXÁ, TORNA
PÚBLICO QUE:
NÃO CONCORDA COM A ANÁLISE PUBLICADA NA INTERNET E DEMAIS MEIOS DE
COMUNICAÇÃO, SOBRE AS FALSAS TEORIAS DE ABATES DE ANIMAIS EM
RITUAIS
RELIGIOSOS, POR CONSIDERAR QUE RELIGIÃO NÃO SE DISCUTE E PELA
DISFORMAÇÃO DA ESCRITORA, SOBRE OS PROCEDIMENTOS LITÚRGICOS DOS
CULTOS AFROS. TAMBÉM DECLARA QUE NÃO FAZ APOLOGIA AO ABATE DE
ANIMAIS POR CONSIDERÁ-LOS SAGRADOS E DE EXTREMA IMPORTÂNCIA A
SOBREVIVÊNCIA HUMANA.
Assim, argumenta:
"O MEIO AMBIENTE NÃO NOS PERTENCE. NÓS É QUE PERTENCEMOS AO MEIO
AMBIENTE " Ditado Africano - Yorubá.
1- Bruna Corrêa, responsável pelo texto publicado não tem vivência e profundidade de
conhecimentos para dissertar sobre 'dogmas religiosos', em especial os dos Cultos Afros. Assim,
expressamos nossos respeitos como cidadã que tem sua opinião, em pleno direito de Liberdade
de Expressão, mas não como formadora de opinião. Afirmamos, que encontramos em tal
discurso, graves sintomas e evidências de discriminação, preconceito e racismo, o que no Brasil
são crimes!
2- Oludunmàre (Deus) quando criou o mundo, organizou uma cadeia alimentar para que todos os
seres criados por Ele, sobrevivessem. Alguns animais, assim como algumas plantas, foram
destinados aos seres humanos ( obra prima de sua criação) condições de vida, através da
alimentação. Todos os seres humanos, ou pela menos a sua maioria, comem produtos oriundos
do reino animal;
3- Na Alemanha, por exemplo, país de primeiro mundo, milhares de porcos são abatidos para
serem feitas as famosas 'salsichas' que, inclusive os militantes em defesa dos animais, devem
com certeza, saboreá-las. São muitos os países que usam animais em manifestações culturais e
religiosas. Portanto, referir-se insistentemente aos Cultos Afros, nos parece perseguição;
4- A 'tese' apresentada, se é que uma opinião pessoal sem investigação científica pode ser
chamada de tese, da jovem estudante, fere a dignidade dos Cultos afro-brasileiros e o Direito
Constitucional de Liberdade Religiosa;
5- Fere também, com forte teor de desrespeito o legado africano, de um povo que milenarmente
interpretou seus dogmas religiosos, e que milhões deles ajudaram a construir o Brasil, com suor
de sangue: os negros da escravidão no Brasil. Portanto, a cultura e o legado histórico africano
não podem ser classificados como algo em retrocesso, ou inadequado. Tal classificação inspira
Intolerância!
6- Entretanto, há de se lembrar que o Estado Brasileiro é LAICO, onde a máquina política não

portanto são Laicas e obrigadas a respeitar as manifestações populares. para garantir a fartura na mesa. que indiscutivelmente ultrajam os animais. aos maus tratos de cavalos. Ogáns e Ekejis Seus Filhos e Netos de Santo E Militantes da Busca de um Brasil com Igualdade entre todos. um colégio não pode conviver com o ensino de preconceitos. principalmente as religiosas. . permita tal dissertação. apesar de não conhecermos o trabalho da SEDA. deve lembrar-se das Rixas de Galos. assim rege a Constituição Federal de 1988. apoiar ou julgar nenhuma religião. 'o discurso tendencioso. Também nos deixa indignados que o Colégio Militar de Porto Alegre.Sugerimos. Sem mais. Manifestamos o mais alto REPÚDIO ao expressado pela jovem! Babalorixá Pece de Oxumarê Apoiado por sua Comunidade Religiosa: Egbomys. inclusive daqueles que nos condenam.A Jovem escritora. que seus funcionários estejam atentos ao abandono de animais . 8. Defendemos a ideia de que as Polícias e as Forças Armadas. da falta de políticas públicas para controle de Zoonoses.Secretaria Especial dos Direitos dos Animais.Percebemos que.pode interferir. O Estado deve ser imparcial. etc.cães e gatos. por serem Instituições Públicas. tem apoio da SEDA . das Farras do Boi. através de seus professores e dirigentes. 7. preconceituoso e maledicentes' da estudante. da Prefeitura de Porto Alegre. Em termos de pedagógicos. aos abatedouros. todos estes exemplos legitimamente brasileiros.