Índice

Sumário........................................................................ .......................1 1. Introdução.......................................................................................2 1.2 Metodologia...............................................................................................................4 1.3. Objectivos.................................................................................................................4 Análise Comparativa das Bolsas de Valores no contexto da SADC.......5 1. Conceitos Básicos............................................................................5 2. Surgimento das bolsas de valores....................................................6 3. Papel das bolsas de valores..............................................................7 4. A SADC............................................................................................8 5. As Bolsas de valores dos Países Membros da SADC.........................9 5.1 Bolsa de Valores de Moçambique............................................................................10 5.2 Bolsa de Valores Sul-Africana (JSE Limited)..........................................................11 5.3 Bolsa de Valores do Botswana (BSE)......................................................................12 5.4 Bolsa de valores da Namíbia (NSX)........................................................................12 5.5. Bolsa de Valores das Maurícias (SEM)..................................................................13 6. Análise comparativa das Bolsas de Valores integrantes da SADC. .13 Conclusão........................................................................................... 15 Ficha Bibliográfica.............................................................................16

Sumário
O presente trabalho, aborda sobre a analise comparativa da Bolsa de Valores no contexto da SADC.

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

Antes de aprofundar-se sobre o tema procurou-se identificar os principais conceitos básicos referentes ao assunto, que são respectivamente: Mercado de Capitais, Bolsa de Valores, Valores Mobiliários e Acções. Depois de se analisar estes conceitos, referiu-se o surgimento da Bolsa de Valores e suas diferentes abordagens no seu tempo e espaço, mencionando o seu papel principal na economia. Destacando o objectivo deste trabalho foi necessário apriori abordar o historial da SADC. Por conseguinte, procurou-se caracterizar a Bolsa de valores nos países membros da SADC, tomando como base características como: tempo de existência, cotações, liquidez. Moçambique constituiu a sua bolsa de valores, decorrente das necessidades crescentes do mercado, no ano de 1999. Em comparação com as restantes bolsas de valores integrantes da SADC, a BVM foi constituída muito recentemente (tirando em comparação com a Bolsa de Valores de Angola). Isto ditará a muitas das diferenças existentes entre as Bolsas de Valores da SADC, mas não implicará que a Bolsa de valores de Moçambique esteja a um nível inferior em relação a outras Bolsas. A maior Bolsa de Valores de África é a Bolsa de Valores Sulafricana, e por isso desta forma, torna-se muito complicado fazer uma comparação com a Bolsa de Valores Moçambicana. No entanto, mesmo tendo sido criada a mais tempo que a BVM, a Bolsa de Valores Tanzaniana, possui menos títulos cotados e, consequentemente menor liquidez.

1. Introdução

Sistemas e Mercados Financeiros

2

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

A SADC é um bloco económico, que foi criado em 1980, constituído pelos países da África Austral. Estes países, possuem diferentes níveis de desenvolvimento e posições económicas. As transacções de compra e venda de títulos e valores mobiliários devem ser eficientes e seguras, realizadas num espaço com condições adequadas . Uma vez que, as bolsas de valores tem um papel importante no crescimento da economia ao mobilizarem poupanças para o investimento e disponibilizarem capitais para empresa, facilitando o crescimento empresarial e o financiamento de capitais ao governo, assim torna-se relevante analisar comparativamente as bolsas de valores dos países membros da SADC.

Sistemas e Mercados Financeiros

3

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

1.2 Metodologia
Para realização do presente trabalho o grupo recoreu a seguinte metodolgia der investigação: 1. Pesquisa Bibliográfica – pesquisa por parte dos membros do grupo de material relacionado com o trabalho; 2. Pesquisa à internet – reconhecida como a maior biblioteca virtual do mundo, não poderia deixar de constar na metodologia de pesquisa: 3. Entrevistas – deslocação poe parte dos membros do grupo à bolsa de valores para a investigação real acerca do tema

1.3. Objectivos
- Caracterizar a Bolsa de Valores Moçambicana, e as Bolsas de valores dos países membros da SADC; - Analisar Comparativamente as bolsas de valores de Moçambique no contexto das SADC.

Sistemas e Mercados Financeiros

4

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

Análise Comparativa das Bolsas de Valores no contexto da SADC

1. Conceitos Básicos
Tendo em conta o tema do trabalho, apresentaremos de seguida alguns conceitos fundamentais para a realização deste trabalho:

Mercado de capitais - é um sistema de distribuição de valores
mobiliários que proporciona liquidez aos títulos de emissão de empresas e viabiliza o processo de capitalização. É constituído pelas bolsas de valores, sociedades corretoras e outras instituições financeiras autorizadas.

Bolsa de Valores – é uma corporação ou uma organização
mútua cujos objetivos básicos são, entre outros, manter local ou sistema de negociação adequados à realização, entre seus membros, de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários, preservar elevados padrões éticos de negociação e, divulgar as operações executadas com rapidez, amplitude e detalhes.

Valores Mobiliários – São as acções, debêntures, bônus de
subscrição, recibos e direitos de subscrição e notas promissórias de emissão.

Acções - Representam a menor fração do Capital Social de
empresas, ou seja, é o resultado da divisão do capital social em partes

Sistemas e Mercados Financeiros

5

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

iguais. Representam a menor fração do Capital Social das empresas, ou seja, é o resultado da divisão do capital social em partes iguais.

Obrigações – são títulos de crédito que representam fracções
iguais de um empréstimo e, que conferem ao seu titular o direito a receber juros periodicamente ao reembolso do capital numa data determinada.

2. Surgimento das bolsas de valores
No decorrer da Idade Média, as operações resumiam-se na compra e venda de moedas, letras de câmbio e metais preciosos. Os negócios nesse período ainda eram de pequena monta, pela escassez de capital e, falta de crédito. Foi no século XVIII que algumas instituições financeiras atingiram um elevado desenvolvimento, quando as exigências de crédito público obrigaram os banqueiros a fraccionar os emprestimos em títulos de participação, com a expansão das sociedades por acções, permitindo grandes agrupamentos de recursos. Algumas evidências sugerem que a origem do termo "bolsa" provém do latim BURSA que significa bolsa porque, no século XIII em Bruges, o sinal de uma bolsa (ou talvez três bolsas), ficava pendurado na frente da casa onde comerciantes se reuniram. Em meados do século 13, banqueiros de Veneza começaram o comércio de títulos governamentais. Em 1351, o governo baniu os venezes por espalhar boatos destinados a baixar o preço dos fundos governamentais. Havia pessoas em Pisa, Verona, Génova e Florença, que começaram também a negociação de valores mobiliários no governo durante o século XIV. Isso só foi possível porque estes eram cidades independentes governadas por um conselho de cidadãos influentes, não por um duque.

Sistemas e Mercados Financeiros

6

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

Os holandeses começaram mais tarde a juntar uma espécie de empresas bolsistas, que permitam accionistas investir em projectos empresariais e obter uma parte de seus lucros - ou perdas. Em 1602, a Companhia Holandesa da Índia Oriental emitiu as primeiras acções nas Amsterdam Stock Exchange (Bolsa de Valores de Amesterdão). Ela foi a primeira empresa a emitir acções e títulos. Em 1688, a negociação de acções começou em uma bolsa de valores de Londres.

3. Papel das bolsas de valores
As bolsas de valores têm um papel muito importante para o desenvolvimento de uma economia, nomeadamente: 1. Obtenção de capitais para empresas - A Bolsa de Valores fornece às empresas a facilidade para aumentar capital para expansão através da venda de acções para o público investidor. 2. Mobilização de poupanças para o investimento - Quando as pessoas investem as suas poupanças em acções, isto conduz a uma alocação mais racional dos recursos, porque o que poderia ter sido consumido, ou mantido em depósitos ociosos como os bancos, são mobilizados e redirecionados para promover a actividade empresarial com benefícios para os vários sectores económicos, tais como a agricultura, comércio e indústria, o que resulta em um maior crescimento económico e níveis de produtividade mais elevados. 3. Facilitar crescimento empresarial Empresas vêem as aquisições como uma oportunidade para expandir as linhas de produto, aumento canais de distribuição, como protecção contra a volatilidade, aumentar a sua quota de mercado, ou adquirir outros bens necessários negócio.

Sistemas e Mercados Financeiros

7

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
4. Redistribuição da riqueza -

G31

Bolsas de valores não existem

para redistribuir riqueza. Embora casual e profissionalmente através de acções os investidores aumentam os preços das acções (que podem resultar em ganhos de capital para o investidor) e dividendos para obter uma oportunidade para compartilhar esses ganhos com empresas lucrativas. 5. Criar oportunidades de investimento pequenos investidores - Ao contrário de algumas empresas que exigem grande esforço capitais, o investemento em acções é aberto tanto a grandes como a pequenos investidores, porque uma pessoa adquire o número de acções que pode pagar. Assim sendo, a Bolsa de valores oferece a oportunidade para os pequenos investidores possuírem acções da mesma empresas dos grandes investidores. 6. Financiamento de capitais ao Governo - elevando projectos de desenvolvimento - Os governos em diversos níveis podem decidir, a fim de financiar infra - estruturas, tais como água e tratamento de esgotos ou zonas residenciais, vender uma categoria de títulos conhecidos como Obrigações. Estas obrigações podem ser adquiridas nas da Bolsa de Valores onde o público comprará, financiando projectos para o desenvolvimento. 7. Barómetro da economia - Na bolsa de valores, a ascensão e queda dos preços depende, em grande parte, das forças do mercado. Preços de títulos tendem a subir ou permanecer estáveis quando as empresas e a economia em geral mostram sinais de estabilidade e crescimento. Uma recessão económica, depressão, ou crise financeira poderia levar a uma falha do mercado bolsista. Assim sendo, o movimento dos preços dos títulos e, em geral dos índices bolsistas pode ser um indicador da tendência geral na economia.

4. A SADC
Sistemas e Mercados Financeiros
8

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
O bloco econômico SADC (Southern African

G31
Development

Community), ou Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, existe desde 1980 e hoje engloba treze países do sul da África. O bloco não tem ainda o estatuto de mercado comum, mas ele é de grande importância para a comunidade local e representa o esforço mais bem sucedido da necessária cooperação entre os países do continente. A SADC nasceu, formalamente , em Agosto de 1992, na capital Namibiana – Windhoek. A sua sede encontra-se situada em Gaberone, capital do Botswana. É composta pelos seguintes países: Angola, África do Sul, Botswana, Lesoto, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seychelles, Swazilândia, Tanzania, República Democrática do Congo, Zâmbia e Zimbabwe. Em 1990 entrou a Namíbia, em 1992 a África do Sul, em 1994 a ilha das Maurícias e, enfim em 1997 as Ilhas Seycheles e RD do Congo. Os restantes são membros fundadores.

5. As Bolsas de Membros da SADC

valores

dos

Países

Como se sabe, a SADC é um bloco económico que engloba os países da África Austral com vista a atingirem um certo nível de desenvolvimento. No entanto, cada economia integrante possui caracteristicas e níveis de desenvolvimento particulares. Desta forma, nem todas as nações integrantes da SADC possuem Bolsas de Valores. E, as nações que possuem, assinaram, no âmbito da SADC, um acordo – Memoradum of Undestanding of COMESSA – onde são definidos os protocolos de funcionamento das Bolsas de valores. Iremos, de seguida caracterizar aqui apenas algumas bolsas de valores, nomeadamente:

Sistemas e Mercados Financeiros

9

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

5.1 Bolsa de Valores de Moçambique
A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) teve o seu primeiro arranque no ano de 1999, tendo a sua primeira sessão de bolsa se realizado a 14 de Outubro. O decreto que criou a BVM é o decreto n° 49/98, de 22 de Setembro. A bolsa de valores está inserida num mercado emergente e, por essas mesmas razões esta possui as seguintes características: 1.Fraca Liquidez – isto deve-se principalmente, ao facto de que existem poucos títulos e empresa cotadas, ou seja, pouca oferta para uma elevada procura; 2.Fraco Conhecimento – muitos empresários moçambicanos desconhecem a importância da Bolsa de Valore, e alguns até desconhessem a sua existência 3.Pouca Oferta – a existência de poucos títulos no mercado, não permite que os agentes possam diversificar a sua carteira de títulos, pois não são muitos os títulos cotados; Não obstante as características apresentadas, a BVM tem

apresentado um crescimento muito positivo. A BVM iniciou, aquando da sua abertura com apenas um título cotado, actualmente possui 14 títulos. O seu capital bolsista era de 60 milhões de dólares, agora com o seu nível de crescimento é de cerca de 325 milhões de dólares1. Figura 1 Cenário de Evolução das BVM

1

Palavras proferidas por um dos trabalhadores da BVM pelos membros do grupo.

Sistemas e Mercados Financeiros

10

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
16 14 12 10 8 6 4 2 0 Início Actualmente 350,000,000 300,000,000 250,000,000 200,000,000 150,000,000 100,000,000 50,000,000 0 N de Títulos Cotados Capital Grossita

G31

5.2 Bolsa Limited)

de

Valores

Sul-Africana

(JSE

A economia sul-africana é considerada a mais forte dos países membros da SADC, registrando níveis de crescimento económico consideráveis. Desta forma, o seu desenvolvimento económico permitiu que a sua bolsa de valores fosse formada em 8 de Novembro de 1887. Desde a sua constituição até actualmente, a Bolsa de Valores da Áfica do Sul sofreu modificações no seu nome – sendo que actualmente é designada por JSE Limited. O seu valor no mercado é de $0.777 (valores em trilhões de doláres), sendo que esta é a 16ª maior bolsa de valores em todo o mundo. Desta forma, o seu estabelecimento de já a longa data, permitiu o crescimento do sector, sendo que está é a maior Bolsa de Valores de toda a África. A JSE proporciona um mercado onde pode por títulos negociados livremente no âmbito de um processo regulado. Não só canais fundos na economia, mas também oferece investidores com retornos sobre os investimentos, sob a forma de dividendos.

Sistemas e Mercados Financeiros

11

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

O intercâmbio com sucesso cumpre a sua função principal - a mobilização de capitais primários - por reprogramação numerária em recursos monetários para actividade económica, assim, construir a economia enquanto aumenta as oportunidades de emprego e riqueza.

5.3 Bolsa de Valores do Botswana (BSE)
A Bolsa de Valores do Botswana foi formalmente estabelecida em 1989, e tranformou-se em The Botswana Stock Exchage (BSE), em 1995. Apesar de ser pequena, esta é bastante importante para a economia do país. O BSE é de extrema importância para o sistema financeiro do Botswana, e em particular no mercado de capitais. Este é o anfitrião às companhias as mais prometedoras e proeminentes que actuam no mercado do Botswana. Estas companhias representam um espectro das indústrias e do comércio, da operação bancária e dos serviços financeiros e tecnologia, a vender atacado e/ou à grosso, de turismo e de informação.

5.4 Bolsa de valores da Namíbia (NSX)
A Namibia teve duas bolsa de valores. A primeira, foi fundada em Luderitz, no sul da Namíbia, no início do século XX, com o surgimento da corrida para a pesquisa de diamantes. Porém, passado algum tempo a corrida para a prospecção para o diamante terminou e, a Bolsa de valores encerrou. Em 1992, foi criada a seginda Bolsa de valores da Namibia, sendo que esta também tem registrado um crescimento

Sistemas e Mercados Financeiros

12

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

5.5. Bolsa de Valores das Maurícias (SEM)
A bolsa de valores das Maurícias é a principal bolsa de valores da ilha, e foi fundada em 1988. Esta bolsa explora dois mercado: o Official list e do Over- TheCounter Market (para acções não cotadas). Há cerca de 40 empresas listadas no Official List, e cerca de 80 empresas cotadas na Over - The Counter Market. Dez empresas estão cotados para a sua debêntures. A Bolsa de Valores tem estas empresas classificadas em 7 categorias nomeadamente Bancos e Seguros, Indústria, Investimentos, Açucar, Comércio, Lazer e Hotéis e Transportes.

6. Análise comparativa das Bolsas de Valores integrantes da SADC
Nem todos os países intergrantes da SADC têm bolsas de valores, sendo que Moçambique só constituiu a sua, em 1999, ou seja há 8 anos. A sua existência relativamente curta em relação a algumas bolsas dos restantes países membros da SADC, como a da África do Sul, Botswana, Maurícias, entre mais torna a comparação muito difícil. Como se pode observar abaixo, na figura 2, as bolsas de valores de alguns países foram criadas em anos dispares, o que explica a maior robustez por parte de algumas bolsas em detrimento de outras Figura n° 2 Disparidade entre os anos de criação das Bolsas de Valores

Sistemas e Mercados Financeiros

13

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
2020 2000 1980 1960 1940 1920 1900 1880 1860 1840 1820
Af r ic a Zi do m B b S Sw ot ab ul az sw w e M ila a na au nd Nar íci ia ma Z ib s M Ta am ia oç n b amza ia b nia Aniqu go e la

G31

140 120 100 80 60 40 20 0 Tempo de existência

Anos

Ano de sua criação Tempo de Existência

Países
N.B: Algumas das bolsas de valores nesta figura referidas não estão acima caracterizadas

Esta disparidade, será um dos motivos de muitas outras disparidades que existem entre as bolsas de valores da SADC. Isto deve-se ao facto de uma maior existência implicar um maior conhecimento por parte de empresários e investidores acerca da bolsa de valores, e aumentar tanto a procura como a oferta, de valores mobiliários e de poupanças canalizadas para o investimento. O número de cotações oficiais, também representa uma disparidade sendo que isto é uma consequência, também no nível díspar de existência das bolsas de valores da região.

Figura 3 Número de empresas Cotadas

Sistemas e Mercados Financeiros

14

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
Número de empresas Cotadas

G31

44

10

40

13 27 12 4

JSE BSE SSX SEM LuSE DSE 600 BVM BVDA

N.B: Algumas Bolsas de Valores não estão aqui representadas, pois não disponibilizaram informação.

A figura demonstra que a Bolsa de Valores com maior número de títulos cotados é a JSE (bolsa de valores sul-africana), com mais ou menos 600 títulos cotados. Observa-se também que, embora a Bolsa de Valores Tanzaniana tenha sido criada a mais tempo, esta tem menos títulos cotados que a Bolsa de valores Moçambicana. O número de títulos disponibilizados nas bolsas de valores, dita o nível de liquidez das bolsas. Quanto mais títulos estiverem cotados nas bolsas de valores, maior será o nível de liquidez da bolsa. Por exemplo, a JSE tem um número elevado de títulos cotados e um nível de liquidez maior. O sistema de negociação é também uma forma de fazer a comparação das bolsas de valores, e nesse aspecto a BVM apresenta um nível de desenvolvimento é considerado bom, isto é o sistema de negociação é desenvolvido, podendo ser comparado com o usado na, por exemplo, a Bolsa de Valores Sul-Africana.

Conclusão
Sistemas e Mercados Financeiros
15

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC

G31

A bolsa de valores moçambicana, assim como as demais bolsas existentes no mundo, possui uma importância fundamental para o desenvolvimento da economia, pois, esta constitui uma alternativa de financiamento às empresas para além da banca, e uma alternativa de aplicação de poupanças para as pessoas singulares. Ainda nesta óptica importa dizer que o Estado se financia através do mercado de capitais (bolsa de valores), emitindo Obrigações de Tesouro. Tendo em conta que a bolsa de valores moçambicana encontra-se num emergente, esta não pode se situar num lugar cimeiro comparativamente as outras bolsas, devido as características deste mercado, nomeadamente: fraca liquidez, número reduzido de títulos e empresas cotadas, pouco conhecimento por parte dos investidores em relação à sua importância, muita procura e pouca oferta (na perspectiva de compra e venda de títulos), e pouca oferta (na perspectiva de diversificar os títulos na bolsa). A análise comparativa das bolsas no contexto da SADC, foi feita tendo em conta a três aspectos principais (grau de liquidez, número cotações oficiais e sistema de negociação), onde a bolsa de valores da África do Sul foi a que mais se destacou, visto que ocupa o nível cimeiro nos três aspectos abordados. De acordo com os resultados obtidos, verifica-se que para além do grau de desenvolvimento da economia, os anos de existência de uma bolsa de valores contribuem para aquilo que é a definição da sua robustez, portanto a situação da nossa bolsa é positiva, tendo em conta que no seu curto de período de actuação apresenta níveis significativos de crescimento.

Ficha Bibliográfica
- www.wikipedia.org.en

Sistemas e Mercados Financeiros

16

Analise Comparativa das Bolsas de Valores na SADC
- www.semdex.com - www.ssx.org.sw - www.jse.co.za - www.bse.co.bw - www.nsx.co.nw Motor de busca: google.pt

G31

Sistemas e Mercados Financeiros

17