UE 5.0 - AULA 5.

2 Navegação Inercial
OBJETIVOS: • Descrever o princípio de funcionamento do Sistema de Navegação Inercial (SINS) • Relacionar as vantagens, limitações e precisão do sistema. • Detalhar os componentes do SINS • Conhecer as informações que podem ser obtidas do SINS • Identificar as fontes de erro

UE 5.0 - AULA 5.2 -Nav. Inercial
• Definição • Princípio de funcionamento do sistema • Vantagens, desvantagens e emprego • Partes do Sistema de Navegação Inercial (SINS) • Informações prestadas pelo sistema • A precisão e as fontes de erro

Referência: LT, páginas 1409 a 1421

NAVEGAÇÃO INERCIAL É um sistema de navegação estimada que integra as acelerações sofridas pelo navio no sentido N/S e E/W, determinando a sua posição.

O sistema foi desenvolvido pela US NAVY para uso nos submarinos Polaris.

VANTAGENS DE EMPREGO DO SISTEMA:

⇒ Não necessita de qualquer informação exterior
⇒ Não requer emissões ou recepções de sinais ⇒ É imune a interferências ⇒ Saída contínua de dados de estabilização (Ex: sistema DT)

Tudo isso constitui um fator de grande importância para navios da Marinha de Guerra.

DESVANTAGENS/LIMITAÇÕES: v alto custo; v necessidade de pessoal especializado; e v não se domina sua tecnologia. EMPREGO:
⇒ ⇒ ⇒

Submarinos Navios aeródromos Outros meios de superfície

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO Baseia-se no princípio dos acelerômetros, nos quais a quantidade do deslocamento é proporcional ao valor da aceleração.

O navegador inercial só necessita medir as acelerações no sentido N-S e E-W. O balanço e o caturro devem ser eliminados.

PARTES COMPONENTES DO SISTEMA Ä 2 acelerômetros sensíveis que medem as acelerações do navio em relação aos eixos N/S e E/W, com integradores acoplados para deduzir as velocidades e distâncias percorridas. Ä Plataforma estabilizada por 3 giroscópios, sobre a qual estão montados os acelerômetros;

PARTES COMPONENTES DO SISTEMA Ä sistema de orientação (pendular), que mantém os acelerômetros alinhados em suas respectivas direções azimutais; e Ä computador digital que determina ∆ϕ e ∆λ, aplicando-as às coordenadas inicialmente alimentadas, de modo a fornecer a posição atual do navio.

ESQUEMA DE MONTAGEM DO SISTEMA A BORDO PLATAFORMA ESTÁVEL

O SINS mede diretamente a Latitude, mas a Longitude é obtida por integração da velocidade E–W. O movimento do veículo considerado pelo SINS é o movimento verdadeiro, sobre a superfície da Terra, levando em conta todas as influências (correntes, ventos, marés, etc).

INFORMAÇÕES OBTIDAS DO SISTEMA: LATITUDE RUMO CATURRO LONGITUDE VELOCIDADE BALANÇO FONTES DE ERRO DO SISTEMA: MOVIMENTO DE ROTAÇÃO DA TERRA ATRITO NOS COMPONENTES DESALINHAMENTOS DA PLATAFORMA DEFEITOS DE FABRICAÇÃO

PRECISÃO DO SISTEMA
Como qualquer sistema de navegação, os erros se acumulam com o tempo, necessitando ser atualizado por outros meios: navegação astronômica, eletrônica, satélite etc. - Precisão dos rumos: +/- 0,1º - Precisão da posição: < 1MN. Obs: atenção pois as posições fornecidas são estimadas!

UE 5.0 - AULA 5.2 -Nav. Inercial
• Definição. • Princípio de funcionamento do sistema. • Vantagens, desvantagens e emprego • Partes componentes do Sistema de Navegação Inercial (SINS) • Informações prestadas pelo sistema • A precisão e as fontes de erro

Referência: LT, páginas 1409 a 1421

Master your semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Cancel anytime.