You are on page 1of 28

12/12/2014

ARMAS LONGAS
Instrutor
Sandro C. Bearare
André Andrade

Objetivos
Entender como funcionam as armas longas
(Carabina, Rifle Fuzil e Espingarda) seus
manuseios, funcionamentos, suas panes e a
realização dos tiros com elas.
Conhecê-las é de suma importância para o
instrutor de tiro, na medida em que o mesmo é
responsável por instruir, verificar e fiscalizar o
seu manuseio.

1

12/12/2014

Metas
• Apresentar e entender os sistemas de
operação;
• Solucionar panes;
• Recarregar;
• Realizar Tiros

ARMAS LONGAS
Curiosidades

2

Este consistia num cão (peça em formato de martelo com um fragmento de silex ou pederneira no seu extremo) que. acabou por batizar as próprias armas. bem como deu origem à denominação dos soldados armados com elas. os fuzileiros. peça característica deste tipo de espingardas. era uma arma longa cujo mecanismo de disparo era o fecho de pederneira. provocando uma faísca que incendiava a pólvora colocada num orifício que comunicava com o interior da câmara.12/12/2014 ARMAS LONGAS A espingarda de pederneira. percutia uma peça móvel de aço (caçoleta ou fuzil). depois de ser acionado pelo gatilho. depois de ser acionado pelo gatilho. ARMAS LONGAS (peça em formato de martelo com um fragmento de silex) que. percutia uma peça móvel de aço (fuzil) 3 . produzindo a deflagração que fazia impulsionar o projétil no interior do cano da arma. O fuzil de aço.

constituída de quartzo. CURIOSIDADES 4 .12/12/2014 CURIOSIDADES SILEX Sílex é uma rocha sedimentar silicatada. muito dura e com densidade elevada. devido às arestas afiadas que são produzidas quando fraturada. Foi também muito usada para se produzirem faíscas em armas de fogo antigas (pederneiras). devido a sua grande dureza e a seu corte incisivo. Foi muito utilizada pelo homem durante os períodos do Paleolítico e Neolítico para confecção de armas (por exemplo em pontas de seta) e utensílios de corte.

que substituíram tanto os antigos mosqueteiros (apenas empregados no combate à distância) quanto os piqueiros (apenas empregados para combate corpo a corpo). As novas formações de infantaria. 5 . Apenas 30% a 50% das intenções de disparo provocavam um tiro efetivo e. podiam assim ser constituídas por um único tipo de tropas. era a sua capacidade para lhe ser fixada uma baioneta. em condições ideais. um soldado bastante treinado podia disparar num máximo 3 tiros por minuto. poderia impedir o disparo. ARMAS LONGAS A preparação de uma espingarda de pederneira para o disparo era um processo lento e. permitindo-lhe transformar-se numa arma de luta corpo a corpo.12/12/2014 ARMAS LONGAS Outra característica que distinguia a espingarda de pederneira do antigo mosquete. os fuzileiros. introduzidas no final do século XVII. qualquer pequena falha.

durante o disparo (fenômeno conhecido como instabilidade do disparo). ARMAS LONGAS Introdução dos canos de alma raiada A primeira menção conhecida do uso de estrias ou raias no interior dos canos das armas encontra-se numa publicação suíça de 1563. os projéteis perdidos. onde referia a pouca utilidade do uso de raias no interior dos canos em virtude do formato dos projéteis serem esféricos . sendo quase impossível acertar num inimigo a mais de 100 metros de distância. o que facilitava a sua deformação e desvio. a má qualidade da pólvora tornava. 6 . praticamente inofensivos a mais de 500 metros. Por outro lado. a alma da espingarda era lisa e o projétil de chumbo esférico.12/12/2014 ARMAS LONGAS Além disso.

Arma longa. de repetição.12/12/2014 ARMAS LONGAS Desenvolvimento dos projéteis No início do século XIX. de origem inglesa. ARMAS LONGAS Alma Raiada Rifles – Termo muito comum. 7 . que significa o mesmo que fuzil. semi-automática ou automática. Também a forma foi mudada para cilindro-cônica para favorecer a rotação do projétil ao ser disparado por um tubo de alma raiada. portátil que pode ser de uso militar/policial ou desportivo. os projéteis de chumbo começam a ser endurecidos através da utilização de uma liga de antimônio e cobre. impedindo-os de se desviarem da sua trajetória por deformações provocadas durante o disparo.

12/12/2014 Rifle – Semi Auto Rifle 7022 CBC – Cal .22LR Semi Auto – Capacidade 10t Rifle – BOLT ACTION Rifle 8022 CBC – Cal .22LR Repetição – Capacidade 10t 8 .

sendo que foram realizadas modificações no projeto original. Fuzil de Assalto AK-47. conseguiu sua adoção pelo exército dos Estados Unidos.12/12/2014 ARMAS LONGAS Alma Raiada Fuzil de Assalto – Fuzil Militar de fogo seletivo de tamanho intermediário entre um rifle propriamente dito e uma carabina. A AR-15 é uma carabina desenvolvida pela Armalite e depois vendida para a Colt.62 x 39 mm criado em 1947 por Mikhail Kalashnikov e produzido na União Soviética pela indústria estatal IZH. é um fuzil de assalto de calibre 7. até chegar ao atual rifle de assalto M4A1. 9 . que a lançou sob o nome de fuzil M16. ampliando sua precisão e confiabilidade. sigla da denominação russa Avtomat Kalashnikova odraztzia 1947 goda ("Arma Automática de Kalashnikov modelo de 1947").

12/12/2014 ARMAS LONGAS Alma Raiada Carabina (Carbine) – Geralmente uma versão mais curta de um fuzil de dimensões compactas.38 SPL Repetição – Capacidade 10t 10 . Carabina – LEVER ACTION Rifle /CARABINA Carabina / Fuzil Puma Rossi – Cal . cujo cano é superior a 10 polegadas e inferior a 20 polegadas (geralmente entre 16 e 18 polegadas).

mais adequado à atividade policial que o original. A novidade que a Taurus implementou por aqui foi a utilização do calibre . que passou a ser produzida no Brasil através de uma parceria entre a Taurus e aquela empresa. também produzido no Brasil. 11 . o 9mm.40. é classificada assim por possuir cano de até 10 polegadas de comprimento e utilizar cartuchos de calibres equivalentes aos das pistolas semiautomáticas.12/12/2014 ARMAS LONGAS Alma Raiada Submetralhadora – Também conhecida no meio Militar como metralhadora de mão. em 1996. Submetralhadora FAMAE A Submetralhadora MT 40 é uma arma projetada pela indústria chilena FAMAE.

50 Browning Machine Gun A metralhadora M2 . 12 . 0. A M2 tem sido referido como "Ma Deuce". .50 Browning Machine Gun Caliber .50 BMG cartucho. que foi nomeado para a arma em si (BMG pé por Browning Machine Gun ). O projeto tem tido muitas designações específicas. a designação oficial para o tipo de infantaria atual é Browning Machine Gun.12/12/2014 ARMAS LONGAS Alma Raiada Metralhadora – Arma automática. . geralmente necessita mais de uma pessoa para sua operação. M2 . fortificações leves e aeronaves voando baixo.50. O M2 usa o maior e mais poderoso . veículos ou levemente blindados e barcos. é uma metralhadora projetada no final da Primeira Guerra Mundial por John Browning . ou o "meio" em referência a seu calibre. É eficaz contra a infantaria. que utiliza cartuchos de calibres equivalentes ou superiores aos dos fuzis. Cal.

que utiliza cartuchos de projéteis múltiplos ( Balins ) ou projétil singular ( Balote ).Um ou dois canos. de alma lisa.Arma longa. Sistemas de Operação Existem quatro tipos básicos de espingardas: • TIRO UNITÁRIO . • REPETIÇÃO – Bomba (Pump).12/12/2014 ARMAS LONGAS Alma Lisa Espingardas . Alavanca (Lever Action) • SEMI-AUTOMÁTICA (podende ser também por repetição) • AUTOMÁTICA 13 .

12/12/2014 Espingardas Tiro unitário Um cano Tiro unitário canos duplos sobrepostos Tiro unitário canos duplos paralelos Espingardas ? ? 14 .

12/12/2014 Espingardas Pump Action ( Ação por Bomba ) Lever Action ( Ação por Alavanca ) Espingardas Benelli M-90 12 GA Auto Assault-12 GA 15 .

12/12/2014 MUNIÇÃO BALINS DE CHUMBO BALOTE/PROJÉTIL SINGULAR ESTOJO BUCHAS PÓLVORA CABEÇA DE LATÃO ESPOLETA OMBRO/GOLA MUNIÇÃO 16 .

EUA 17 .12/12/2014 MUNIÇÃO O choke pode ser intercambiável. Importância Espingarda espanhola Lamber com cano cilíndrico utilizando choke intercambiável Jogo de chokes da Comp-N-Choke . possibilitando que uma mesma arma seja utilizada para diversos fins. como caça. tiro esportivo e defesa.

12/12/2014 Espingardas CHOKE 12 GA 18 .

concentrado num espaço de 14. velocidade e potência em tiros de longa distância. 19 .5 centímetros em um disparo realizado a 100 metros de distância. proporcionando maior estabilidade. A ilustração ao lado demonstra o impressionante agrupamento da série de 5 tiros.12/12/2014 MUNIÇÃO MUNIÇÃO A alta performance do Cartucho Knock Down é resultante de sua configuração especialmente desenvolvida para atingir o máximo em desempenho. Seu projétil possui linhas progressivas em formato espiral e é integrado à bucha plástica pneumática para garantir melhor aproveitamento do gás gerado no interior do cano da arma.

sem alteração significativa da velocidade e energia. permitem ao Agente da lei disparar contra um alvo com total segurança e efetividade . 1. (55 mm) MUNIÇÃO MUNIÇÕES DE IMPACTO CONTROLADO Último degrau da Não Letalidade. 12 Projetis de Borracha .MULTIMPACT SUPER 8. Projetil de Borracha – PRECISION (SHORT RANGE) 2. Projetil de Impacto Expansível – SOFTPUNCH 9. Fabricadas nos modelos cal. Cartucho de Lançamento 20 . 3 Projetis de Borracha – TRIMPACT 5.TRIMPACT SUPER 7. 12 Projetis de Borracha – MULTIMPACT 6. Projetil de Borracha – MONOIMPACT 4. 12 . pois ampliam a capacidade de disparos da arma em dois cartuchos.12/12/2014 MUNIÇÃO Ideais para o emprego tático. Projetil de Borracha – PRECISION 3. 3 Projetis de Borracha . Cartucho de Lançamento 10.

12 2. Projetil Longo Alcance Lacrimogêneo 9. 12 4. 1.Carga Múltipla Fumígena 12. 12 . Projetil Fumígeno Colorido – Disponível Em Diversas Cores Nomenclatura Tiro Unitário 21 . GL 203 . Jato Direto Lacrimogêneo Cal. Projetil Detonante Cal. 12 3. Ideais para ações de média a longa distância. Jato Direto Pimenta 7. Carga Lacrimogênea Tríplice 10. Jato Direto Lacrimogêneo 6. 12 5.12/12/2014 MUNIÇÃO MUNIÇÕES OC/CS E FUMÍGENAS Fabricadas nos modelos cal. Projetil Médio Alcance Lacrimogêneo 8. Jato Direto Pimenta Cal. garantem a integridade física dos Agentes da Lei. Carga Múltipla Lacrimogênea 11. Projetil Detonante Lacrimogêneo Cal.

Canos duplos sobrepostos Canos duplos Sobrepostos Guarda mão Trava de fechamento Gatilhos e Guarda mato Trava de segurança Coronha e Soleira 22 .12/12/2014 Nomenclatura Tiro unitário Canos duplos paralelos Nomenclatura Tiro Unitário .

12/12/2014 Nomenclatura Repetição por Bomba .PUMP Nomenclatura 23 .

12/12/2014 Nomenclatura Rifle 8022 CBC – Cal .22 LR Repetição – Capacidade 10 T Nomenclatura 24 .

Recargas em Espingardas 25 .12/12/2014 Ex. Recargas em Espingardas Administrativa Tática Emergencial ou Combate Ex.

Recargas em Espingardas Tipos e Solução de Panes Néga Chaminé Desalinhamento Alimentação Dupla Estufamento 26 .12/12/2014 Ex.

12/12/2014 Tipos e Solução de Panes Posições de Tiro • Em pé – Caçador – Tiro Esportivo • Sentado • Ajoelhado • Deitado 27 .

12/12/2014 Dúvidas? 28 .