You are on page 1of 31

Informática Industrial

Introdução aos CLPs

1

CLPs

2

A automatização veio para aumentar a produtividade
e diminuir o uso do esforço humano

Surgiu os sistemas automáticos: sistema no qual o
resultado é definido previamente e o sistema se
encarrega de atingí-lo sem que haja interferência de
um controlador externo.

Os sistemas automatizados são constituídos de
Controladores, sensores e atuadores.

CLPs
 Os

3

sistemas automáticos podem ser:

Sistemas rígidos de automação
Sistemas flexíveis de automação

Figura retirado do material didático do site http://www.eca.efei.br/eca21/

CLPs  Sistema rígido de automação: –  Sistema flexível de automação: – 4 O controle é automático. como incluir ou retirar entradas e saídas . mas não permite alteração do processo depois da definição do sistema e seus componentes Permite fazer algumas alterações no sistema e em seus componentes.

como relês e contatores.CLPs  Exemplo de sistemas rígidos: – 5 Os primeiros sistemas de automação operavam por meio de componentes eletromecânicos. .

CLPs  Exemplo de sistemas rígidos: – – – 6 As máquinas de tear eram acionados manualmente Depois foram automatizados. mas só produziam um tipo de tecido Um pouco de flexibilização com uso de cartão perfurados .

CLPs   7 Com a chegada dos microprocessadores. e mais memórias para receber dados. . Podia-se modificar a lógica de funcionamento dos equipamentos. conseguiu se desenvolver dispositivos automatizados cada vez mais flexíveis.

CLPs  CLPs – – 8 Os controladores Lógicos Programáveis são equipamentos eletrônicos de última geração. Permitem desenvolver e alterar facilmente a lógica para acionamento das saídas em função das entradas. . utilizados em sistemas de automação flexível.

CLPs  Vantagens – – – – – – – – – 9 Ocupam menos espaços Requerem menor potência elétrica Podem ser reutilizados São programáveis. alterando os parâmetros de controle Tem maior confiabilidade Manutenção fácil Flexibilidade Interface com outros CLPs e computadores Permite maior rapidez na elaboração do projeto do sistema .

. devido a grande dificuldade que havia para mudar a lógica de controle de painéis de comando ao se alterar a linha da montagem. Essa idéia evolui até nossos dias. Surgiu a idéia de montar um equipamento mais versátil. capaz de adaptar a maioria das necessidades em termos de circuitos de controle e uso de relês.CLPs    10 O CLP surgiu da indústria automobilística americana.

CLPs  11 Painel de Controle x CLPs .

Suas entradas podem ser: – – 12 Digitais (8 ou 16 bits) Analógicas .CLPs   O CLP é um microcomputador aplicado ao controle de um sistema ou processo.

CLPs  As saídas também ser analógicas e digitais – – 13 Saídas digitais estão no formato de 8 ou 16 bits As saídas analógicas são resultantes de valores convertidos de D/A .

CLPs  Programação do CLP – – – 14 É em função dos sinais de entrada do CLP É baseada em lógica combinatória e em lógica sequencial. A linguagem é baseada em diagramas lógicos de acionamentos utilizados pelos eletrotécnicos ou profissionais da área de controle. .

CLPs  15 Principais símbolos: .

CLPs  16 Para acionar uma Lâmpada: .

CLPs  17 Lógica Combinacional .

CLPs  18 Lógica combinacional .

CLPs  19 Lógica sequencial .

CLPs  Dimensionamento de um CLP – – – 20 Deve ser analisar a quantidade de entradas e saídas necessárias Capacidade de processamento Tipos de entradas e de saídas .

CLPs  Componentes básicos: – – – – – Processador Memória Sistema de entradas/saídas Fonte de alimentação Terminal de programação CPU Terminal de Programação 21 Fonte Externa Microprocessador Central Memória de Programa Memória de Dados Fonte de Alimentação Interna Subsistema de Entradas e Saídas (E/S) Fonte Externa .

CLPs  22 Componentes básicos: .

CLPs  23 Internamente: .

CLPs  24 Podem ser Modulares ou não .

CLPs  25 Aplicação típica: .

CLPs  Características: – Compacta:  todos os componentes são colocados num único gabinete  CP’s de pequeno porte – Modular:  cada componente ou um conjunto deles é colocado em um módulo  módulos são agrupados em racks  CP’s de médio e grande porte 26 .

CLPs  Arquiteturas semelhantes ao Computador de mesa  Operação em ambiente industrial  Programação e manutenção por técnicos não especializados  Software residente: – – – – 27 diagnósticos acesso ao sistema de E/S comunicações modo de operação dedicado: ciclo de varredura .

CLPs  28 Exemplo de aplicação: .

CLPs  29 Exemplo de aplicação: .

CLPs  30 Exemplo de aplicação: .

CLPs  31 Exemplo de aplicação: .