You are on page 1of 1

Público • Sexta-feira 12 Fevereiro 2010 • 39

Os casos recentes são apenas as últimas cenas de um pesadelo que se iniciou quando Armando Vara tutelava a RTP

Não, o que nos está a acontecer não é normal nem tolerável

A
RUI GAUDÊNCIO
25 de Junho de 2009, José Sócrates jantou
com Henrique Granadeiro na casa de Ma-
nuel Pinho. O chairman da PT informou
então o primeiro-ministro que a compra
da TVI pela empresa de telecomunica-
ções não se concretizaria. No dia seguinte, no Par-
lamento, Sócrates anuncia aos jornalistas que se vai
José opor a um negócio que, nessa altura, já não existia.
Manuel Estranho? Não, como o mesmo Sócrates explicou
Fernandes quarta-feira: “Do ponto de vista formal, o Governo
Extremo não foi informado.”
Pronto, e assim está tudo resolvido. Do “ponto
Ocidental de vista formal” nunca nada aconteceu. A começar
pelo conteúdo das escutas reveladas pelo Sol, pois o
senhor presidente do Supremo Tribunal e o senhor
procurador-geral entenderam não haver indícios de
crime contra o Estado de direito nesses documentos.
Logo esses documentos não existem. E tudo o resto
quer-se fazer passar por “normal”.
Ou seja, é normal que um ex-jotinha de 32 anos,
Rui Pedro Soares, seja nomeado para a administra-
ção da PT e premiado com um salário anual de mais
de um milhão de euros. É normal que esse “gestor”
em ascensão trate com Armando Vara, um outro
“gestor” de fresca data e socrático apadrinhamen-
to, da compra da TVI pela PT e discuta com ele e
com Paulo Penedos a melhor forma de afastar José
Eduardo Moniz e acabar com o Jornal de Sexta. É
normal que um jornal propriedade de um “grupo o que quer para a sua vida e para segundo Francisco Pinto Balsemão, a “debilitar e
amigo” publique manchetes falsas para dar uma jus- A tentativa de impedir a o seu futuro.” enfraquecer os grupos privados” de informação – ou
tificação política e económica à compra da TVI pela saída da edição de hoje Excessos de quem ferve em pou- seja, os que não dependem do Governo.
PT. É normal que seja depois esse “grupo amigo” a ca água? Infelizmente não. A actu- E não, não é verdade estarmos apenas perante
comprar a TVI beneficiando de apoios financeiros do jornal Sol é um sinal ação metódica e planeada sempre mal-entendidos, excessos pontuais ou uma mera má
do BCP de Armando Vara e da PT. É normal que, na inquietante: já não vivemos foram uma marca deste primeiro- relação com as críticas: estamos face a uma forma de
sequência dessa aquisição, Moniz deixe a direcção ministro e dos que lhe são mais actuar autoritária e que não olha a meios para atingir
da estação e acabe o Jornal de Sexta. no tempo em que a censura próximos no PS. Por isso, quando os fins. Até porque o que se relatou é apenas a peque-
Se tudo isto é normal, também é normal que o Vara teve a tutela da comunicação na parte do que temos vivido (vide caso Crespo).
BCP, que tinha uma participação no jornal Sol, tenha prévia determinava o que social, criou um monstro chama- Da mesma forma não existe nenhuma má vonta-
criado dificuldades de última hora à viabilização podia ou não ser publicado do Portugal Global que integrava a de congénita dos jornalistas para fazer de Sócrates,
financeira daquele título, quando nele saíram as RTP, a RDP e a Lusa e nomeou para como lamentou Mário Soares, o primeiro-ministro
primeiras notícias sobre a investigação inglesa ao a sua presidência um deputado do PS, João Carlos mais mal tratado pelos órgãos de informação. O que
caso Freeport. Tal como é coincidência Vara já ser Silva. Pouco tempo depois, caído Vara em desgraça, houve de novo foi Portugal ter como primeiro-minis-
nessa altura administrador do BCP. Também será seria José Sócrates a conseguir colocar na RTP o seu tro alguém que esteve várias vezes sob investigação
normal que o Turismo de Portugal tenha discrimi- amigo Emídio Rangel. Um favor logo retribuído: na judicial (por causa de um aterro sanitário na Cova da
nado a TVI em algumas das suas campanhas – o noite eleitoral que se seguiu (e que determinaria a Beira, por causa do Freeport), cujo processo de licen-
mesmo, de resto, que fez com o PÚBLICO – e que o demissão de Guterres), os únicos comentadores em ciatura levantou dúvidas e que se distinguiu como
presidente desse organismo seja Luís Patrão, o velho estúdio foram o próprio Sócrates e o seu advogado, projectista de maisons no concelho da Guarda. Isto
amigo de Sócrates desde os tempos de liceu na Covi- Daniel Proença de Carvalho; e na curta travessia do para além de ter mostrado uma tal incontinência ao
lhã. Como normal será Mário Lino, ex-ministro das deserto até ao PS regressar ao poder, Sócrates pôde telemóvel que somou e soma dissabores em escutas
Obras Públicas, ter reuniões no ministério com Rui ter, a convite de Rangel, um programa semanal de realizadas noutros processos, como os da Câmara da
Pedro Soares quando o seu interlocutor natural é o debate com Santana Lopes. Já primeiro-ministro Nazaré, da Casa Pia e, agora, no Face Oculta.
presidente da PT. Como Lino disse à Sábado, é assim apressou-se a propor um conjunto de leis – estatuto Ainda é possível achar que tudo é normal? Ou
quando se conhece muita gente nas empresas. Como do jornalista, lei da televisão, lei sobre a concentra- porventura desculpável? Só se estivéssemos defi-
homem bem relacionado não se estranha que tenha ção dos órgãos de informação – que se destinavam, nitivamente anestesiados. Jornalista
recebido, de acordo com o Correio da Manhã, uma
“cunha” de Armando Vara no âmbito do processo
Face Oculta. No fundo é tudo boa gente.
Uma semana em http://twitter.com/jmf1957

M
as como todos estas factos padecem
de várias “informalidades”, passemos a 11Fev10 – Assis tem razão: “Nenhum primeiro- – Why is difficult to conceive later in life:
a eventos mais formais, que sabemos – Importante o artigo da Sábado sobre ministro estaria disposto a dar Women lose 90 per cent of ‘eggs’ by 30,
mesmo que aconteceram, que foram os interesses das empresas do grupo em esclarecimentos.” É que qualquer outro scientists have discovered http://bit.ly/
testemunhados e até deram origem a que Passos Coelho é gestor. De notar primeiro-ministro demitia-se antes bZb6p8
processos na ERC. Como o das pressões exercidas presença do BES. Inevitável a 08Fev10 a 06Fev10
pelos assessores de José Sócrates para desencora- – RT @nytimes: Iran Disrupts Internet – Muito clara. RT @RitaJordan: Ana – Portugal é como o Benfica, Sócrates
jarem qualquer referência pelas rádios e televisões Service Ahead of Protests http:// Gomes, eurodeputada socialista, sem como o Vale e Azevedo: só quando
à investigação do PÚBLICO sobre as condições em is.gd/88IRC #iran papas na língua... http://tinyurl.com/ tombar do poleiro é que lhe cai o
que o primeiro-ministro completou a sua licen- a 10Fev 10 ycmobxk mundo em cima... (fala 1 benfiquista)
ciatura. Como o de o Expresso, que rompeu o blo- – Paulo Rangel é ds raras revelações d – Santos Silva no seu pior: quem põe em – Face a tudo o que sabemos sobre o
queio e prosseguiu com a investigação, ter sofrido política portuguesa ds últimos anos. causa Estado de direito são jornalistas; processo Face Oculta, fica um apelo
depois um “boicote claro” e “uma hostilidade total É tudo menos consensual. Até pq tem Sócrates foi reeleito e isso é que conta à desobediência civil: que ninguém
do primeiro-ministro”, como escreveu esta semana ideias próprias. É melhor assim http://bit.ly/9W0xHF destrua as escutas Sócrates-Vara
o seu director, Henrique Monteiro. Ou como o das a 09Fev10 a 07Fev10 a 05Fev10
palavras ameaçadoras dirigidas por Sócrates a um – Subscrevo e aplaudo este artigo do – A ler: School bombing exposes – O tipo de politicamente correcto que
jornalista do PÚBLICO por alturas do congresso em @HenriquMonteiro: Sócrates, os Obama’s secret war inside Pakistan, por me irrita solenemente: Vanity Fair
que foi eleito líder, em 2004: “Você tem de definir ‘crimes’ e a verdade http://bit.ly/9Jogvs Christina Lamb http://bit.ly/bzt19q acusada de racismo http://bit.ly/aeBQk1