You are on page 1of 1

 

MASTER OF LAWS – LL.M. DIREITO CORPORATIVO 
A U L A   1:   D IR E I T O   S O C IE T Á R I O   I   –   08/05/2008 
Prof.  Tarsis Nametala Sarlo Jorge 

T E M A   D A   A U L A :   C A P I T AL   S O C I A L   E   Q U O T A S  
 

I – Introdução 

O sócio não é proprietário da sociedade, mas sim possui uma participação na sociedade. Tal participação 
é  determinada pelas  quotas,  sendo  esta,  portanto, o meio  através do  qual  o  sócio  se relaciona com a 
sociedade. A quota é um bem incorpóreo e tangível, mas não um título cartular, como é a ação. 

II – Efeitos da não Integralização das Quotas 

A não integralização é caso de mora ou inadimplemento? Mora, eis que deve haver uma comunicação  Comment [T1]: A mora pode ser 


purgada e o inadimplemento não. Ex: Mora 
judicial ou não do vencimento da obrigação, sendo que o código civil pressupõe um prazo de trinta dias 
– Aluguel atrasado / Inadiplemento: Bolo 
para a integralização.  de casamento que não chega para a 
cerimônia. 
O  pagamento  parcial  caracteriza  a  remissão,  eis  que  pagamento  parcial  não  é  pagamento.  O  próprio  Comment [T2]: A jurisprudência 
Código  Civil  o  credor  não  é  obrigado  a  receber  prestação  diversa  ou  menor  do  que  a  efetivamente  entende a viabilidade de se ingressar com a 
ação contra o sócio remisso, sendo que a 
devida.  citação valeria como notificação, tendo 
então o sócio trinta dias para purgar a 
A  integralização  com  título  de  crédito  pró‐soluto  que  não  é  adimplido,  não  caracteriza  o  sócio  como  mora ou então contestar a ação 
dissolutória parcial. 
remisso, eis que este título desfez a relação básica original, transformando‐se com o inadimplemento do 
título em devedor da sociedade. Outra seria o desfecho se o título for pró‐solvendo.  Comment [T3]: Substitui a obrigação 
originária com uma nova relação creditícia.

O  sócio  pode  ser  considerado  remisso  na  integralização  do  capital  (originário  ou  no  caso  de  aumento  Comment [T4]: Não substitui a 
obrigação originária. No caso de 
posterior). No caso da integralização por prestação de serviços, possível em outros tipos societários que  inadimplemento do título, restaura‐se a 
não  as  S.A’s  ou  Ltda.’s,  não  é  possível  obrigar  o  sócio  a  complementar  serviços  que  foram  relação original.
insuficientemente  prestados  e  nem  contratar  alguém  para  fazê‐lo,  eis  que  este  terceiro  não  teria  a 
ligação necessária com a sociedade para executar serviço de sócio. 

Thiago Graça Couto 
thiagocouto@gmail.com