1

CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO

Prezado professor Esse é o quadro de conteúdos básicos (versão preliminar) da sua disciplina que a equipe disciplinar do Departamento de Educação Básica (DEB) sistematizou e agora apresenta para reflexões na semana pedagógica de julho de 2008. Este documento é fruto das discussões realizadas nos eventos de formação continuada que se tornaram conhecidos como DEB Itinerante. Tais eventos tiveram início em maio de 2007 e serão concluídos em setembro de 2008. Ao terminarmos essa itinerância, os professores dos 32 NRE terão sido nossos interlocutores e colaboradores, tanto para o aprimoramento dos textos das Diretrizes Curriculares Estaduais (DCE), quanto para a organização final do quadro de conteúdos básicos. Conteúdos básicos são os conhecimentos fundamentais e necessários para cada série da etapa final do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. O acesso a esses conhecimentos em suas respectivas séries é direito do aluno na etapa de escolarização em que se encontra e imprescindível para sua formação. O trabalho pedagógico com tais conteúdos é dever do professor que poderá acrescentar, mas jamais reduzi-los ou suprimi-los, pois eles são básicos e, por isso, não podem ser menos do que se apresentam. Não se trata de uma lista solta e isolada de conteúdos a serem trabalhados por série. Os quadros indicam como esses conteúdos se articulam com os conteúdos estruturantes da disciplina, que tipo de abordagem teórico-metodológica devem receber e, finalmente, a que expectativas de aprendizagem estão atrelados. Portanto, as Diretrizes Curriculares fundamentam essa proposta de seriação/seqüenciação de conteúdos básicos e sem uma leitura atenta e aprofundada das DCE a compreensão desses quadros estará comprometida. Além disso, os quadros de conteúdos básicos por série não substituem a proposta pedagógica curricular, nem devem ser confundidos com uma concepção curricular conteudista e imobilizadora. Tão somente complementam e dão concretude às DCE, pois focam o trabalho pedagógico das disciplinas naquilo que as constituem como conhecimento especializado e sistematizado para que fique garantido ao aluno uma formação conceitual de qualidade. Caberá ao professor efetivar o currículo no plano de trabalho docente (PTD) onde os conteúdos básicos serão desdobrados em conteúdos específicos, esses, de fato trabalhados em sala de aula. O plano é, portanto, o lugar da criação individual de cada professor. Nele o professor construirá as abordagens contextualizadas histórica, social e politicamente, de modo que os conteúdos façam sentido para seus alunos nas diversas realidades regionais, culturais e econômicas, contribuindo com sua formação cidadã. O plano de trabalho docente é, portanto, o currículo em ação, é a expressão singular e de autoria (de cada professor) da concepção curricular construída nas discussões coletivas.

quanto mais a ciência se especializa e se diferencia. de forma orgânica. o desenvolvimento dos conteúdos em cada série deve pautar-se no conteúdo estruturante “Composição” e seus desdobramentos. implica em uma compreensão da relação que existe entre os diversos campos do conhecimento. e que o importante é destacar as permanências e mudanças dos elementos formais e de composição presentes em seus diversos períodos. teatro e dança). 45). esta compreensão mais profunda da unidade do real representa uma compreensão também mais profunda da especificidade de cada campo do real e de cada fenômeno” (2002.2 CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO Os conteúdos básicos para a disciplina de Arte estão organizados por área e de forma seriada. o professor fará o planejamento e o desenvolvimento de seu trabalho. Este conteúdo. É fundamental esclarecer que o presente documento está estruturado com base nas Diretrizes Curriculares de Arte. tendo como referência a sua formação.” Discorre ainda que “De outro lado. música. tanto mais transparente se torna a unidade material interna dos mais diversos e mais afastados campos do real. será possível a abordagem de conteúdos das outras áreas. como eixo central. Nesse sentido. o planejamento e a prática pedagógica deve partir da formação do professor. quanto maior o número de novos campos que ela descobre e descreve. tendo em vista a apropriação do conhecimento da disciplina.. aprofundam a compreensão e a apropriação do conhecimento em Arte. segundo Kosik “. apontando referências mínimas de conteúdos para cada série. O planejamento das séries na educação básica deve ser organizado como um conjunto. O fato da disciplina de Arte ser composta por várias áreas de formação. . A partir de sua formação e de pesquisas. capacitação e experiências artísticas. não deve ser tomado a partir de uma leitura linear ou cronológica da História. que dará sustentação para abordar outras áreas da disciplina de Arte. Ressalta-se ainda que o trabalho com os “movimentos e períodos”. estudos. porém não deve ser tomado como currículo. mas como uma orientação para o trabalho dos professores da disciplina.. Neste sentido. tampouco como a diretriz. direciona o olhar para determinados “elementos formais” e “movimentos e períodos”. Devido ao fato da disciplina de Arte ser composta por quatro áreas artísticas (artes visuais. que ao serem abordados e estudados. p. bem como de outras disciplinas do currículo.

Departamento de Educação Básica. para isso foram selecionados enfoques a serem aprofundados em cada série para todas as áreas. aproximadamente. PARANÁ.650 professores de Arte do Ensino Fundamental. tendo em vista o caráter criativo da arte. a partir do estudo das Diretrizes Curriculares de Arte. Rio de Janeiro: Paz e Terra. Da mesma forma. LDP: Livro Didático Público de Arte. na 8° série. Karel. a ênfase é na arte como ideologia e fator de transformação social. produzidos nas oficinas por. EJA e Profissional). Departamento de Ensino Médio. Dialética do Concreto. o trabalho na 5° série é direcionado para a estrutura e organização da Arte em suas origens e outros períodos históricos. o que possibilitou a seguinte proposta: Referência: KOSIK. é importante relacionar conteúdos referentes a História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena. Este trabalho foi possível em virtude do processo de formação continuada (DEB Itinerante). ressaltando-se que estes enfoques estão presentes em toda a educação básica. em 19 dos 32 NRE's. Secretaria de Estado da Educação do. Neles foi possível identificar certos padrões de ocorrência de conteúdos em determinadas séries e níveis de ensino. Curitiba. ocorrido no ano de 2007. 2006. 1. Diretrizes Curriculares de Arte para a Educação Básica. 2008. 2002. a proposta é que sejam enfatizados em determinadas séries. Curitiba: SEED-PR. . por meio de Planos de Trabalho Docente. nas séries seguintes prossegue o aprofundamento dos conteúdos.3 Os conteúdos estão organizados de forma a proporcionar uma unidade. sendo que na 6° série é importante relacionar o conhecimento com formas artísticas populares e o cotidiano do aluno. abordando a mídia e os recursos tecnológicos na arte. PARANÁ. na 7° série o trabalho poderá enfocar o significado da arte na sociedade contemporânea e em outras épocas. Secretaria de Estado da Educação do. No Ensino Médio é proposto uma retomada dos conteúdos de 5° a 8° série e aprofundamento destes e outros conteúdos de acordo com a experiência escolar e cultural dos alunos do Ensino Médio. Neste sentido. Médio (Regular.

popular e étnico Técnicas: vocal. Produção e execução instrumentos rítmicos.ÁREA MÚSICA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Altura Duração Timbre Intensidade Densidade Ritmo Música popular Melodia étnica (ocidental Escalas oriental) Gêneros: folclórico.  6ª SÉRIE . Apropriação prática e teórica de técnicas e modos de composição musical. indígena. através de diferentes musicais populares.4 CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A DISCIPLINA DE ARTE NO ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS 5ª SÉRIE . mista Improvisação e Percepção dos modos de fazer Compreensão das diferentes formas e música. Produção de trabalhos musicais com características populares e composição de sons da paisagem sonora. Audição de diferentes ritmos e escalas musicais. Desenvolvimento da formação dos sentidos rítmicos e de intervalos melódicos e de harmônicos. pentatônica cromática Improvisação Greco-Romana Oriental Ocidental Africana Percepção dos elementos formais na paisagem sonora e na música.ÁREA MÚSICA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES ELEMENTOS FORMAIS COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Altura Duração Timbre Intensidade Densidade Ritmo Melodia Escalas: diatônica. instrumental. . Teoria da música. Prática coral e cânone rítmico e melódico. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam a música e sua relação com o movimento artístico no qual se originou. contemporâneas. Teorias da música. suas origens e práticas formas musicais.

sua função social e ideológica de veiculação e consumo.ÁREA MÚSICA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Altura Duração Timbre Intensidade Densidade Ritmo Melodia Harmonia Técnicas: vocal. através de diferentes mídias. Produção de trabalhos musicais. contemporânea Produção de trabalhos com os modos de organização e composição musical. Tonal.5 7ª SÉRIE . Música Engajada Percepção dos modos de fazer Música Popular música e sua função social. modal e a Minimalista fusão de ambos. . Rap. Brasileira. folclórico. Rock. tecnologias e modos de composição musical nas mídias. Música Teorias da Música. TV e Computador) Compreensão das diferentes formas musicais no Cinema e nas mídias. étnico. relacionadas a Produção de trabalhos de produção. composição musical utilizando equipamentos e recursos tecnológicos. divulgação e consumo. Técnicas: vocal. instrumental. visando atuação do sujeito em sua realidade singular e social. Compreensão da música como fator de transformação social.  8ª SÉRIE . (Cinema..ÁREA MÚSICA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES ELEMENTOS FORMAIS COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Altura Duração Timbre Intensidade Densidade Ritmo Melodia Harmonia Indústria Cultural Eletrônica Percepção dos modos de fazer música. Tecno . com enfoque na Música Engajada. Vídeo. instrumental e mista Teorias sobre música e indústria Apropriação prática e teórica das cultural.. mista Gêneros: popular.

6ª SÉRIE .. escultura. modelagem. suas origens e práticas destes povos.ÁREA ARTES VISUAIS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Ponto Linha Forma Textura Superfície Volume Cor Luz Proporção Tridimensional Figura e fundo Abstrata Perspectiva Técnicas: Pintura. Arte indígena Arte Popular Brasileira e Paranaense Renascimento Barroco Percepção dos modos de estruturar Compreensão das diferentes formas e compor as artes visuais na cultura artísticas populares. contemporâneas. Apropriação prática e teórica de técnicas e modos de composição visual. gravura. Teoria das Artes Visuais Produção de trabalhos de artes visuais com características da cultura popular. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam as artes visuais e sua relação com o movimento artístico no qual se originou. relacionando os conteúdos com o cotidiano do aluno... Gêneros: Paisagem...6 5ª SÉRIE – ÁREA ARTES VISUAIS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES ELEMENTOS FORMAIS COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Ponto Linha Textura Forma Superfície Volume Cor Luz  Bidimensional Figurativa Geométrica. . simetria Técnicas: Pintura. arquitetura.. Gêneros: cenas da mitologia Arte Greco-Romana Arte Africana Arte Oriental Arte Pré-Histórica Estudo dos elementos formais e sua articulação com os elementos de composição e movimentos e períodos das artes visuais. retrato. natureza morta. escultura.

Percepção dos modos de fazer Compreensão das artes visuais no Cinema trabalhos com artes visuais nas e nas mídias. divulgação e consumo. mista. recursos tecnológicos.7  7ª SÉRIE .. Teoria das artes visuais e mídias. Apropriação prática e teórica das tecnologias e modos de composição das Produção de trabalhos de artes artes visuais nas mídias. audiovisual.ÁREA ARTES VISUAIS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Linha Forma Textura Superfície Volume Cor Luz Semelhanças Indústria Cultural Contrastes Vanguardas Ritmo Visual Arte Contemporânea Estilização Deformação Técnicas: desenho.. fotografia. . relacionadas a visuais utilizando equipamentos e produção. sua função social e ideológica diferentes mídias. de veiculação e consumo.

Produção de trabalhos com os modos de organização e composição como fator de transformação social.. visando atuação do sujeito em sua realidade singular e social. Produção de trabalhos. Teorias das Artes Visuais. XX Muralismo Pré-colombiana Hip Hop Pintura.ÁREA ARTES VISUAIS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Linha Forma Textura Superfície Volume Cor Luz Bidimensional Tridimensional Figura-fundo Ritmo Visual Técnica: grafitte. Romantismo Percepção dos modos de fazer Compreensão da dimensão das Artes trabalhos com artes visuais e sua Visuais enquanto fator de transformação função social. ...8  8ª SÉRIE . Realismo Arte no Séc. Gêneros: Paisagem urbana.. social. performance. cenas do cotidiano.

manipulação. máscara. ação dramática e espaço cênico e sua articulação com formas de composição em movimentos e períodos onde se originaram. presentes Produção de trabalhos com teatro no cotidiano. origens e práticas contemporâneas.ÁREA TEATRO CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Personagem: Representação. Apropriação prática e teórica de técnicas e modos de composição teatrais. de arena. vocais. Circo.. Gêneros: Rua. suas espaços disponíveis.. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam o teatro e sua relação com os movimentos artísticos nos quais se originaram. arena. Caracterização. adereços gestuais e faciais Técnicas: jogos Ação teatrais. Teorias do teatro. formas Espaço animadas... improvisação. Comédia. de rua e indireto. Comédia dell' arte Teatro Popular Brasileiro e Paranaense Teatro Africano Percepção dos modos de fazer Compreensão das diferentes formas de teatro. corporais. Gênero: Tragédia. 6ª SÉRIE . . através de diferentes representação presentes no cotidiano. vocais. gestuais e faciais Técnicas: jogos Ação teatrais. Cenografia.  Greco-Romana Teatro Oriental Teatro Medieval Renascimento Estudo das estruturas teatrais: personagem. teatro indireto e direto Espaço improvisação. roteiro. expressões Leitura dramática. expressões espaço Cênico.ÁREA TEATRO CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Personagem: Enredo.9  5ª SÉRIE . Mímica. corporais. Apropriação prática e teórica de técnicas e modos de composição teatrais.

ensaio. corporais. direção. gestuais e faciais Dramaturgia Ação Cenografia Sonoplastia Espaço Iluminação Figurino Teatro Engajado Percepção dos modos de fazer Compreensão da dimensão ideológica Teatro do Oprimido teatro e sua função social.. teatral como fator de transformação social.. gestuais e faciais Ação Espaço Representação no Indústria Cultural Cinema e Mídias Realismo Texto dramático Expressionismo Maquiagem Vanguardas Sonoplastia Roteiro Técnicas: jogos teatrais. presente no teatro e o teatro enquanto fator Teatro Pobre de transformação social. expressões jogos teatrais. vocais. e mídias.ÁREA TEATRO CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Personagem: expressões corporais. . sombra. Teatro do Absurdo Teorias do teatro. Apropriação prática e teórica das Produção de trabalhos de tecnologias e modos de composição da representação utilizando representação nas mídias. Criação de trabalhos teatrais.. Teatro-Fórum. visando Criação de trabalhos com os modos atuação do sujeito em sua realidade de organização e composição singular e social.10  7ª SÉRIE . divulgação e consumo. através de diferentes mídias. Percepção dos modos de fazer Compreensão das diferentes formas de teatro. sua função social e ideológica de veiculação Teorias da representação no teatro e consumo. tecnológicos.ÁREA TEATRO CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Personagem: Técnicas: Monólogo.  8ª SÉRIE . adaptação cênica. relacionadas a equipamentos e recursos produção.. representação no Cinema e nas mídias. vocais.

modos de composição da dança. popular. étnica Ponto de Apoio Formação Rotação Coreografia Salto e queda Niveis (alto. Apropriação prática e teórica de técnicas e Teorias da dança. tempo. espaço e sua articulação com os elementos de composição e movimentos e períodos da dança.ÁREA DANÇA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Movimento Corporal Tempo Espaço Gênero: Folclórica. Produção de trabalhos com dança utilizando diferentes modos de composição.  6ª SÉRIE . através de diferentes dança popular. suas origens e práticas espaços onde é elaborada e contemporâneas. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam a dança e sua relação com o movimento artístico no qual se originou.ÁREA DANÇA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Movimento Corporal Tempo Espaço Eixo Deslocamento Ponto de Apoio Formação Técnica: Improvisação Gênero: Circular Pré-história Greco-Romana Medieval Idade Média Estudo do movimento corporal. médio e baixo) Dança Popular Brasileira Paranaense Africana Indígena Renascimento Percepção dos modos de fazer Compreensão das diferentes formas de dança.11  5ª SÉRIE . executada. .

ÁREA DANÇA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICO PARA A SÉRIE Movimento Corporal Tempo Espaço Ponto de Apoio Níveis (alto. Dança Clássica Teorias da dança de palco e em diferentes mídias. tecnológicos. . moderna Coreografia Vanguardas Dança Contemporânea Romantismo Percepção dos modos de fazer Compreensão da dimensão da dança dança e sua função social. Compreensão das diferentes formas de dança no Cinema.12  7ª SÉRIE .ÁREA DANÇA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Movimento Corporal Tempo Espaço Direções Dinâmicas Aceleração Improvisação Coreografia Sonoplastia Gênero: espetáculo Hip Hop Percepção dos modos de fazer Indústria Cultural dança. utilizando equipamentos e recursos divulgação e consumo. Apropriação prática e teórica das tecnologias e modos de composição da Produção de trabalhos de dança dança nas mídias. médio e baixo) Deslocamento Gênero: Salão. enquanto fator de transformação social. Teorias da dança. modos de organização e composição da dança como fator de transformação social. relacionadas a produção. através de diferentes Dança Moderna mídias. visando atuação do sujeito em sua realidade Produção de trabalhos com os singular e social. musicais e nas mídias. sua função social e ideológica de veiculação e consumo. Produção de trabalhos com dança. espetáculo.  8ª SÉRIE .

relacionadas a produção. Latino-Americano eletrônica. étnico.ÁREA MÚSICA CONTEÚDOS ESTRURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Altura Duração Timbre Intensidade Densidade Ritmo Melodia Harmonia Modal. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam a música e sua relação com a sociedade contemporânea. popular. Teoria da Música. Africana instrumental. informática e mista Improvisação Percepção da paisagem sonora como constitutiva da música contemporânea (popular e erudita). dos modos de fazer música e sua função social. visando atuação do sujeito em sua realidade singular e social.13 CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA A DISCIPLINA DE ARTE NO ENSINO MÉDIO  Ensino Médio . Gêneros: erudito. Apropriação prática e teórica dos modos de composição musical das diversas culturas e mídias. clássico. divulgação e consumo. folclórico. com enfoque na música de diversas culturas. Tonal e fusão de ambos. Produção de trabalhos com os modos de organização e composição musical. Pop Música Popular Brasileira Paranaense Popular Indústria Cultural Engajada Vanguarda Ocidental Oriental Técnicas: vocal. . Produção de trabalhos musicais.

. desenho. com enfoque nas diversas culturas. Cenas do Cotidiano.. organização e composição.14  Ensino Médio . Apropriação prática e teórica dos modos de composição das artes visuais nas diversas culturas e mídias. Gêneros: paisagem. gravura e esculturas.. . divulgação e consumo.ÁREA ARTES VISUAIS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Ponto Linha Forma Textura Superfície Volume Cor Luz Bidimensional Tridimensional Figura e fundo Figurativo Abstrato Perspectiva Semelhanças Contrastes Ritmo Visual Simetria Deformação Estilização Técnica: Pintura. fotografia. sua relação com a sociedade contemporânea. instalação performance. da Mitologia. Religiosa. Produção de trabalhos de artes visuais Produção de trabalhos de artes visando a atuação do sujeito em sua visuais com os modos de realidade singular e social. história em Quadrinhos.. Histórica. natureza-morta. relacionadas a produção. Arte Ocidental Arte Oriental Arte Africana Arte Brasileira Arte Paranaense Arte Popular Arte de Vanguarda Indústria Cultural Arte Contemporânea Arte LatinoAmericana Percepção dos modos de fazer Compreensão dos elementos que trabalhos com artes visuais nas estruturam e organizam as artes visuais e diferentes culturas e mídias. modelagem. Teoria das artes visuais. arquitetura.

Produção de trabalhos teatrais. leitura dramática Gêneros: Tragédia. produção. Comédia. Compreensão da dimensão do teatro Percepção dos modos de fazer enquanto fator de transformação social. . sonoplastia. ação dramática e do espaço cênico e sua articulação com os elementos de composição e movimentos e períodos do teatro. teatro direto e indireto. relacionadas a teatro e sua função social. Produção de trabalhos com teatro em diferentes espaços. vocais. divulgação e consumo.15  Ensino Médio . gestuais e faciais Ação Espaço Técnicas: jogos teatrais. composição teatral como fator de transformação social. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam o teatro e sua relação com o movimento artístico no qual se originou. figurino. atuação do sujeito em sua realidade singular e social. Teatro-Fórum Roteiro Encenação.ÁREA TEATRO CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICOS PARA A SÉRIE Personagem: expressões corporais. mímica. iluminação Direção Produção Teatro GrecoRomano Teatro Medieval Teatro Brasileiro Teatro Paranaense Teatro Popular Indústria Cultural Teatro Engajado Teatro Dialético Teatro Essencial Teatro do Oprimido Teatro Pobre Teatro de Vanguarda Teatro Renascentista Teatro LatinoAmericano Teatro Realista Teatro Simbolista Estudo da personagem. Produção de trabalhos com os Apropriação prática e teórica de técnicas e modos de organização e modos de composição teatrais. Apropriação prática e teórica das tecnologias e modos de composição da Percepção dos modos de fazer representação nas mídias. ensaio. Drama e Épico Dramaturgia Representação nas mídias Caracterização Cenografia. visando Teorias do teatro. teatro e sua função social.

. executada. Compreensão dos elementos que estruturam e organizam a dança e sua relação com o movimento artístico no qual se originou. musicais e nas mídias. Percepção dos modos de fazer Compreensão das diferentes formas de dança. espaço e sua articulação com os elementos de composição e movimentos e períodos da dança.ÁREA DANÇA CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COMPOSIÇÃO MOVIMENTOS E PERIODOS ABORDAGEM PEDAGÓGICA EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM ELEMENTOS FORMAIS CONTEÚDOS BÁSICO PARA A SÉRIE Movimento Corporal Tempo Espaço Eixo Dinâmica Aceleração Ponto de Apoio Salto e Queda Rotação Níveis Formação Deslocamento Improvisação Coreografia Gêneros: Espetáculo. Compreensão da dimensão da dança Teorias da dança. relacionadas a produção.. moderna. enquanto fator de transformação social. Produção de trabalhos de dança Compreensão das diferentes formas de utilizando equipamentos e recursos dança no Cinema.. folclórica. salão. através de diferentes dança popular. sua função social e ideológica de veiculação e consumo. tempo. populares. circular. industrial cultural. tecnológicos. Produção de trabalhos com dança utilizando diferentes modos de Apropriação prática e teórica das composição.16  Ensino Médio . étnica. divulgação e consumo. contemporânea. suas origens e práticas espaços onde é elaborada e contemporâneas. Pré-história Greco-Romana Medieval Renascimento Dança Clássica Dança Popular Brasileira Paranaense Africana Indígena Hip Hop Expressionismo Indústria Cultural Dança Moderna Vanguardas Dança Contemporânea Estudo do movimento corporal. tecnologias e modos de composição da dança nas mídias.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful