You are on page 1of 1

_____Educ@ naWeb __________________

Valores e Atitudes
Valores e atitudes são dois factores impressos no quotidiano de cada um de nós
enquanto profissionais de educação. Como facilmente se intui, são os nossos valores que
condicionam as atitudes que diariamente se expressam nas nossas acções, fruto das
opções que fazemos. Basicamente, valores e atitudes reflectem aquilo que somos.
Partindo deste princípio, podemos então partir da assumpção que as nossas
atitudes expressam os nossos valores! Isto, seguindo o principio da coerência.

• Valores

Chamamos valores às nossas convicções, às nossas crenças, a aquilo em que
acreditamos. São as crenças que norteiam o nosso desempenho, aquilo que
fazemos e a forma como fazemos.

• Atitudes

As atitudes são as acções. É tudo aquilo que exteriorizamos através do que
fazemos.
Relativamente ao Educador e ao seu papel no campo profissional, colocamos duas
questões:

Sabe, de forma clara e inequívoca, quais são os seus valores enquanto
profissional de educação?

No dia-a-dia, as suas atitudes reflectem esses valores?
Todos nós pautamos a nossa acção educativa por valores que orientam e moldam
a nossa visão enquanto Educadores e, por princípio, deverão reflectir-se nas nossas
atitudes, mas nem sempre é assim! Acontece por vezes (ou por várias vezes), VALORES e
ATITUDES não se encontrarem! Percebemos isso quando temos a impressão que o que
estamos a fazer, ou como estamos a fazer, nos deixa inseguros, desconfortáveis ou pouco
à-vontade quando observados por outros, ou quando nos vemos na contingência de
explicar as nossas opções. Apercebemo-nos disso também noutras situações: quando
lemos um artigo sobre um aspecto relacionado com a educação de infância e o discurso
parece-nos correcto, com sentido. Na verdade nem consideramos que pudesse ser de
outra forma! Incorporamos essa mesma crença e a mesma passa a constituir-se como um
valor, um princípio.

O problema surge quando nos apercebemos que esse valor, ao contrário do que
seria desejável, não possui força suficiente para se traduzir nas atitudes, nas nossas
acções. No nosso trabalho esta incoerência traduz-se nas nossas opções metodológicas,
estratégias, actividades que propomos, na focalização dos conteúdos ou orientação que
damos ao rumo que traçamos, e nos itens em que assentam a avaliação das aprendizagens
ou do processo de ensino. Nesse caso, os nossos valores não se revêem nas nossas
atitudes. Preste atenção! Pergunte-se e reflicta:

No seu trabalho, valores e atitudes estão em sintonia?

http://educanaweb.googlepages.com

_____2008_____________________________________________________