Helena Magalhães

LER É SABER

Biblioteca Escolar AE Mesão Frio
Helena Magalhães é natural de Godim, concelho de Peso da Régua. Leccionou Educação Visual e EVT em algumas escolas dos distritos do Porto, Viseu e Vila Real. Trabalhou ainda como Animadora Cultural em instituições de solidariedade social. Escreveu diversas crónicas no jornal semanal “O Arrais”. Fez o curso técnico de “Biblioteca, Arquivo e Documentação”. É mediadora de Leitura e percorre algumas bibliotecas, escolas e livrarias do País. (texto adaptado)

Direcção do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio. .Departamento Pré-Escolar A. E. Mesão Frio; Ana Cardoso; Carmo Reis; Cristina Correia. .Professora Bibliotecária e Coordenadora da Biblioteca Escolar A. E. Mesão Frio, Isabel Ramos.

Telefone: 254 892 345 Fax: 254 891 404

Hoje, apresenta-nos:

eb23secmesafrio@telepac.pt becremesafrio@gmail.com http://jardinsembarcorabelo.blogspot.com/ http://bibliomesafrio.blogspot.com http://moodle.eb23-mesao-frio.rcts.pt

A Maçã Bravo de Esmolfe e a Lagarta Jeremias

1 Encontro 1 Escritor
Helena Magalhães 27 de Abril de 2010

1 Encontro 1 Escritor
Alunos do pré-escolar
. Promover o livro e a leitura; . Explorar diferentes abordagens à escrita e à leitura infantil; . Estimular a criatividade; . Conhecer escritores regionais;

1 Encontro 1 Escritor
Da sua bibliografia, são de destacar:

1 Encontro 1 Escritor

“ “Lembro-me em criança que se criavam momen-

Estratégias
. Organizar um conjunto de actividades, envolvendo os Alunos na dinâmica e na utilização da Biblioteca Escolar e dos livros infantis; . Realizar actividades na área da expressão dramática; . Criar um ambiente informal, onde os alunos se sintam à vontade para escutar as histórias, incentivando-os para o contacto com o livro, o seu autor e personagens da história; . Desenvolver o gosto pela leitura, o enriquecimento do léxico e a compreensão dos textos.

tos mágicos entre mim e o meu pai quando ele me contava uma história, ao mesmo tempo que tingia o branco do papel com a magia das cores, ou até mesmo os traços que os seus dedos rapidamente acasalavam com a história imaginada por ele. Conta-me mais uma história…” “Este livro fala-nos das aventuras de uma lagarta, uma viagem repleta de percalços. É um livro que explora os sentidos, desde a forma, o tamanho, textura, cheiro e cor, ao mesmo tempo que convida a mergulhar no mundo do fantástico.” “ - Sabes mãe, eu gosto quando a noite vem. Vou guardar na minha memória a magia desta história.”