You are on page 1of 1

Ferreira Gullar

(Brasil, 1930)

Infinito silncio
Houve
(h)
um enorme silncio
anterior ao nascimento das estrelas
antes da luz
a matria da matria
de onde tudo vem incessante e onde
tudo se apaga
eternamente
esse silncio
grita sob a nossa vida
e de ponta a ponta
a atravessa
estridente.